7 de abril de 2016

Carlos Bahia volta à praia da nota 10

Inquieto, extrovertido e grande destaque quando se fala em ondas de longboard, com um estilo que mescla o clássico e o radical. O surfista de São Sebastião, Carlos Bahia, é mais um nome de ponta dos pranchões confirmado no Festival Santos de Longboard, que será realizado nos próximos dias 16 e 17 ou 23 e 24, no final de semana que oferecer melhores condições de ondas na Praia do José Menino, no Quebra-Mar.
Carlos Bahia / Foto Kalane Brito
Para ele, a competição terá um momento de reencontro especial. “Foi no Quebra-Mar que tirei a única nota 10 na minha carreira. Estou bem animado para voltar a competir lá”, afirma o atleta de 32 anos, lembrando a vitória no Santos Surf Festival, em 2008, superando Jeremias Mica da Silva, o ídolo Picuruta Salazar e Danilo Rodrigo. Na ocasião, ele deu um show, somando 18 pontos, de 20 possíveis. “Foi demais, ainda mais sendo na casa do Picuruta e com ele na bateria”, ressalta.

Nascido na pequena Ibicaraí, no interior do sul de Bahia, na Zona do Cacau, onde morou até os 13 anos, ele não conhecia o mar na infância. Aprendeu a surfar depois que se mudou com a família para a badalada Praia de Maresias, onde é hoje um dos ícones e um grande incentivador dos novos valores do surf local. Tem resultados expressivos no pranchão em sua trajetória, com o título brasileiro profissional e o terceiro lugar no Mundial em 2007, o bi paulista em 2008 e 2010 e o campeonato brasileiro da Pororoca, em 2012.
Carlos Bahia / Foto Kalane Brito
“Acho ótimo esse Festival em Santos, por resgatar a categoria e ainda mais por não termos eventos. É preciso fortalecer o longboard”, afirma Carlos Bahia, que tem como grande objetivo chegar ao sonhado título mundial. “Vou batalhar por isso”, completa o surfista patrocinado por Amazoo Açaí, Spinlister, Spy, Windbeach e Progression Session Surfboards.

Por Fábio Maradei

Nenhum comentário:

Postar um comentário