23 de março de 2016

Brasileiros disputam o Mundial de Powerman

Quatro duoatletas brasileiros que competiram no percurso de Jurerê Internacional, em Florianópolis, confirmaram presença para a competição europeia deste ano: o gaúcho Leandro Castanho, a carioca Rosane Marques, a paulista Patricia Scolari e o catarinense Arthur Chaudon. A competição suíça reúne os melhores duoatletas do mundo e, diferente da prova brasileira, conta com uma quilometragem especifica.
Patrícia Scolari é uma das quatro atletas que garantiram vaga para o Mundial de Powerman / Foto powerman Brasil 
No Brasil e em algumas outras etapas do circuito, os atletas encaram 20km de corrida (dividido em duas etapas de 10km cada) e 60km de ciclismo na categoria Classic e 10km de corrida (divido em duas etapas de 5km cada) e 20km de ciclismo na Sprint. Já na prova de Zofingen, a distância é maior, sendo 40km de corrida, com a primeira perna sendo 10km e a última de 30km, e mais 150km de ciclismo.

Além de garantir vaga, outros motivos levaram os atletas brasileiros a optarem na disputa do Mundial. No caso de Patricia Scolari, o percurso de ciclismo foi decisivo para sua confirmação na prova. O gaúcho Leandro Castanho também está em fase de treinamentos visando o Mundial na Suíça. Com uma rotina atarefada, o duoatleta concilia dois trabalhos, a faculdade e de seis a oito sessões semanais de treinos para chegar preparado ao evento em setembro.

Leandro já fechou sua agenda de competições até o Mundial. Antes de embarcar para a Europa, ele participará do Brasileiro de Duathlon, em abril, e do Powerman Brasil, marcado esse ano para o dia 31 de julho, novamente em Florianópolis.

Por Danilo Caboclo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário