18 de fevereiro de 2016

Carol Bonelli defende a liderança do Rip Curl Grom Search

Com uma vitória em grande estilo na abertura do Circuito, em Garopaba/SC, a revelação Carol Bonelli tem agora a vantagem de competir “em casa” e garantir outra ótima performance na 2ª etapa do Rip Curl Grom Search, em Saquarema/RJ. A competição em nível nacional será nestes sábado e domingo (20 e 21), na praia de Itaúna, com lotação máxima, reunindo 112 surfistas com até 16 anos de idade.
Carol Bonelli na etapa inicial, em Garopaba / Foto Basílio Ruy
Mais do que o título, ela sabe que está em jogo a vaga para representar o Brasil na final internacional do evento de 2017, em algum lugar do Mundo (junto com o campeão da mirim). “Foi incrível para mim. Toda a estrutura do Rip Curl Grom Search e a visibilidade que ele traz tem sido alucinante. Estou treinando com muita vontade de agarrar esta oportunidade de defender o Brasil no próximo ano”, afirma a surfista, que a etapa inicial deu um show, primeiro com uma nota oito e depois não deixou dúvidas, com um 7,4.

“Fiquei muito feliz em vencer em Santa Catarina. Isso me motivou muito, mas também aumenta a minha ansiedade por um bom resultado nesta segunda etapa. Competir em casa tem o lado bom da intimidade com o pico e de conhecer as possibilidades que ele pode apresentar, mas também aumenta a pressão de fazer certo com toda a galera daqui por perto”, confessa. “Mas acho que no final das contas é mais confortável”, complementa.

Na disputa, aparecem como principais rivais Louise Frumento, Manu Pacheco, Maju Freitas, além das promessas Sophia Medina e Thainá Hinckel. O evento também conta com as categorias grommet (sub12), iniciante (limite de 14 anos) e a mirim (no máximo 16 anos, como a feminina).

Por Fábio Maradei

Nenhum comentário:

Postar um comentário