7 de janeiro de 2016

Portugal, Havaí e Austrália decidem o feminino Pro Junior 2015

As ondas baixaram para 2-3 pés na quinta-feira, mas a comissão técnica aproveitou o final do swell para adiantar a competição feminina do Ericeira World Junior Championships em Portugal. Foram realizadas dez baterias para definir as classificadas para as semifinais e a peruana Melanie Giunta acabou eliminada em quinto lugar no último duelo do dia. Ela chegou a despachar uma top do CT, Chelsea Tuach, de Barbados, mas depois perdeu nas quartas de final para a australiana Isabella Nichols. As quatro que vão decidir o título mundial Pro Junior de 2015 da World Surf League são a atual campeã, Mahina Maeda, do Havaí, a portuguesa Teresa Bonvalot e as australianas Holly Wawn e Isabella Nichols.
Melanie Giunta (PER) / Foto Poullenot/Aquashot
A peruana Melanie Giunta era a última esperança para a conquista de um inédito título mundial da América do Sul na categoria feminina para surfistas com até 20 anos de idade. Ela disputou três baterias nas ondas pequenas da quinta-feira na Praia dos Pescadores. Enquanto a categoria feminina já definiu as quatro semifinalistas, a masculina continua parada na repescagem com todos os 48 participantes do Ericeira WSL World Junior Championships ainda vivos na briga do título mundial. Dos oito integrantes da equipe sul-americana da WSL South America, apenas os catarinenses Yago Dora e Alcides Lopes estrearam com vitórias e passaram direto para a terceira fase.

Os outros quatro brasileiros e os dois peruanos perderam e terão que disputar a segunda chance de classificação na primeira rodada eliminatória do Mundial Pro Junior da World Surf League em Portugal. O bicampeão sul-americano Sub-20 da WSL South America, Deivid Silva, vai abrir a repescagem com o japonês Yuji Mori e o peruano Juninho Urcia entra na segunda bateria com o costa-ricense Noe Mar McGonagle.

Por João Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário