10 de dezembro de 2015

Caio Vaz vence o Brasileiro de SUP Wave

Atual campeão mundial de SUP Wave, o carioca Caio Vaz fechou o ano de 2015 com chave de ouro ao sagrar-se campeão brasileiro de SUP Wave – modalidade praticada nas ondas. O surfista venceu oIbiraquera Wave Contest, evento que reuniu a elite do SUP brasileiro,  sendo realizado de 25 a 29 de novembro em Ibiraquera (SC). Caio lembra que os títulos vieram através de muito treinamento e planejamento, e que sua meta para 2016 é manter o ritmo. Sobre as conquistas, ele comenta que a fase não poderia ser melhor:
Caio Vaz / Foto Divulgação
“Estou muito feliz esse ano foi incrivel! Nunca tinha sido campeão brasileiro...Já tinha batido na trave algumas vezes, mas agora foi”, descontrai. Ele afirma que ainda quer ser mais títulos. Para tanto, segue com sua rotina de treinamentos, já visando a temporada Havaiana 2015/16. “Me apaixonei pelo SUP e comecei a surfar mais e mais. Comecei a treinar o SUP nas ondas, fechei patrocínios que só ajudaram na minha evolução. Em 2015 deu tudo certo, pois treinei e me dediquei muito ao que eu amo fazer”, diz ele que também é praticante de outras esportes, como o surf de pranchinha, kitesurf, e triatlon.

Sobre suas expectativas para 2016, o carioca diz que são as melhores possíveis e acrescenta que a cena do esporte vem se desenvolvendo. “Acredito que 2016 será um ano melhor para o SUP! O circuito mundial vem crescendo: mais atletas, mais empresas chegando junto. Isso só fortalece o esporte e não tenho dúvidas que teremos um circuito sólido e competitivo no próximo ano”, analisa.

O campeão conta que se sente muito bem ao ver seus treinamentos diários gerando bons frutos. Segundo Vaz, a família ainda está comemorando, contudo os novos desafios já se apresentam. “Ainda estou comemorando com meus pais e meu irmão, Ian, que é um grande parceiro.  Mas já penso nas ondas havaianas e nos próximos desafios. Quero aproveitar a temporada para evoluir ainda mais em ondas grandes e tubulares”, dispara Caio que surfa desde os cinco anos de idade e iniciou no esporte sem ter expectativas com relação às competições.Quanto ao seu próximo desafio, a Temporada Havaiana, diz ele:

“O Havai é demais! As ondas sao perfeitas e na maioria das vezes bem grandes! Ano passado venci a primeira etapa do circuito mundial lá! Foi uma vitória que eu não acreditava que poderia acontecer. La as  condicoes do mar são bem diferentes das ondas que tenho em casa, mas aconteceu. Depois disso passei a acreditar mais em mim e na capacidade! Meu objetivo agora no Havaí é me superar”, conclui.

Fonte Mídia Bacana

Nenhum comentário:

Postar um comentário