10 de novembro de 2015

Pupo garantido no World Surf League 2016

O último domingo (1/11) foi de ótimas ondas e praia lotada em Maresias. O campeão Oi HD São Paulo Open of Surfing, Miguel Pupo, levantou a torcida ao garantir em casa a sua permanência na elite dos top-34 da World Surf League pelo WSL Qualifying Series, e faturou o título do QS 10000 de São Sebastião derrotando o australiano Davey Cathels na final. Até o campeão mundial Gabriel Medina correu pela praia para abraçar o amigo, que assumiu a quarta posição no ranking e embolsou 40 mil dólares pela vitória em Maresias.
Podio / Foto Daniel Smorigo / WSL
"Caramba, foi uma semana muito difícil pra mim, mas vim aqui afim de quebrar tudo e por sorte eu consegui", disse Miguel Pupo. "A minha mãe me pediu pra trazer uns troféus novos esse ano, mas só tinha conseguido um terceiro lugar nas Ilhas Açores (PRT) que era um troféu pequeno, então acho que ele está bem feliz porque esse aqui é bem maior (risos). Foi demais confirmar minha vaga no CT aqui. Eu coloquei muita pressão em cima de mim no início do ano pra lutar pelo título mundial depois da vitória do Gabriel (Medina), mas as coisas não aconteceram como eu queria e agora já precisava de resultados para me manter no Tour. Bom que consegui aqui e vou poder ir pro Havaí mais relaxado pra surfar meu melhor lá".

A "perna brasileira" de fim de ano da WSL South America foi encerrada no domingo (1/11) depois de três semanas consecutivas de eventos disputados do Sul ao Nordeste do país. A primeira parada foi no QS 6000 Red Nose Pro Florianópolis SC vencido pelo brasileiro Deivid Silva no Costão do Santinho, extremo norte da Ilha de Santa Catarina. A segunda foi no QS 6000 Mahalo Surf Eco Festival no sul da Bahia, que terminou com o norte-americano Kanoa Igarashi confirmando sua entrada na elite do CT com a vitória na final contra o australiano Connor O´Leary na Praia da Tiririca, em Itacaré.

No QS 10000 Oi HD São Paulo Open of Surfing, o paulista Miguel Pupo também garantiu sua permanência no grupo dos top-34 da World Surf League quando se classificou para as semifinais, ultrapassando o já confirmado Alex Ribeiro no ranking do WSL Qualifying Series. As três provas do Brasil também foram boas para os australianos. Connor O´Leary e o finalista na Praia de Maresias, Davey Cathels, foram os únicos que entraram na zona de classificação para o CT e Jack Freestone saiu de São Sebastião dividindo a liderança do ranking com o brasileiro Caio Ibelli. Agora restam apenas três vagas para fechar a lista dos dez indicados pelo Qualifying Series que vão completar o grupo dos top-34 da World Surf League. Elas serão decididas na Tríplice Coroa Havaiana, que começa nessa semana em Haleiwa Beach.

Por João Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário