6 de novembro de 2015

INDOMIT será neste fim de semana

Considerada a prova mais desafiadora do país e uma das principais da América do Sul, o INDOMIT Costa Esmeralda chega a sua segunda edição atraindo quase mil corredores. Além das longas distâncias, a prova inclui outros ingredientes que a torna ainda mais especial, como a largada, que acontece à noite. “É um desafio insano e não é para qualquer um as distâncias mais longas. É preciso estar muito bem preparada. A prova é incrível e nos desafia a todos os instantes”, analisa Debora Simas, campeã da primeira edição em 2014. “Eu estou acostumada a enfrentar longas distâncias e posso dizer que além de todo treinamento, para ter êxito em uma prova como essa é preciso estar com a cabeça boa”, completa.
Desafio entre Bombinhas e Porto Belo terá percursos de 100, 80, 50, 31, 12 e 5km / Foto Gabriel Heusi
Além de toda preparação física, as provas de longas distâncias exigem muito do psicológico de cada um dos atletas. “A parte mais difícil da prova é o domínio da mente. A cabeça fica a mil e, aliado ao fato de largar a noite com frio, tudo se torna mais difícil. Em uma ultramaratona você sempre será o seu maior desafio. Se você tem na mente que vai chegar ao final não tem erro, mas é preciso acreditar nisso", complementa Débora. No entanto, neste sábado, quando soar a buzina de largada, Debora acredita que todos os inscritos terão um grande desafio pela frente, independente de qual seja a distância. “Com previsão de chuva para a semana toda a prova estará bem desafiadora. Seja para 5km ou 100km é preciso estar atento a tudo. Corpo e cabeça trabalhando juntos. Esse é o segredo”, encerra.

E apesar de todas as dificuldades impostas por uma ultramaratona, a INDOMIT Costa Esmeralda prova que cada vez mais atletas procuram provas neste perfil. Somente nesta edição 60% no total de inscritos optaram pelos percursos de 100, 80 e 50km, com aproximadamente 550 atletas confirmados na prova somente nas três distâncias.

Por Danilo Caboclo

Nenhum comentário:

Postar um comentário