28 de novembro de 2015

Igor Amorelli em seu último desafio

Neste domingo, 29, o triatleta Igor Amorelli enfrenta seu último desafio da temporada 2015, o Ironman 70.3 Punta del Este, com 1,9km de natação, 90km de ciclismo e 21.1km de corrida pela região costeira do Uruguai. Após o quinto lugar no 70.3 de Austin, no Texas, há três semanas, Igor segue com a nova proposta de trabalho até o mundial de Kona prevendo um número maior de provas dentro de seu calendário anual. “Após Kona nós decidimos que era hora de competir mais, ganhar mais volume. Neste momento, sinto que preciso ganhar mais velocidade então é hora de seguir com as provas de meio Ironman antes de partir para a distância completa”, comenta Igor, que optou por fazer a competição uruguaia ao invés do Ironman de Cozumel, no México.
Igor Amorelli participa do Ironman 70.3 no Uruguai / Foto Romulo Cruz
E essa é uma tendência que Igor pretende seguir à risca nos próximos meses. Apesar da temporada de competições em 2015 estar terminando, para o atleta o novo ciclo de treinos e provas visando 2016 começou algumas semanas após o mundial de Kona. “A escolha das provas de 70.3 também tem um fator importante que é a recuperação mais rápida. Na verdade, não me sinto em final de temporada, mas sim em começo. Como não tivemos o resultado esperado em Kona, tomamos a decisão de voltar antes e não estamos pensando em parar. Só vamos dar um descanso para o corpo, mas sem deixar os treinamentos caírem”, afirma.

Após Punta del Este, Igor fará algumas provas menores, como travessias aquáticas, provas de ciclismo e até mesmo os Jogos Abertos de Santa Catarina para não perder o ritmo de competições, pois a expectativa é que no começo de janeiro mais provas fortes entrem no planejamento. “Passando tudo isso já vamos seguir nas competições. Acredito que o primeiro desafio do ano de 2016 será o 70.6 de Pucón, no Chile.

Por Danilo Caboclo

Nenhum comentário:

Postar um comentário