20 de novembro de 2015

Dois brasileiros nas oitavas de final em Haleiwa

O paulista Alex Ribeiro e o catarinense Tomas Hermes são os primeiros brasileiros classificados para as oitavas de final do Hawaiian Pro, nas baterias da terceira fase que fecharam a última quinta-feira do QS 10000 de Haleiwa na ilha de Oahu. Foi mais um dia marcado pela falta de ondas boas para quatro competidores nos longos intervalos entre as séries, dificultando a busca pela segunda nota computada nos resultados. Foram realizadas dezoito baterias e todas tendo alguém com chances na disputa pelas três últimas vagas na lista dos dez indicados pelo Qualifying Series para a elite dos top-34 da World Surf League. Tomas Hermes, Deivid Silva e Hizunomê Bettero, são os brasileiros que continuam nessa briga e Luel Felipe também se classificou no segundo dia de disputas da Vans Triple Crown of Surfing.
Alex Ribeiro (SP) / Foto Kelly Cestari / WSL
A quinta-feira começou com 37 surfistas podendo superar o último colocado no G-10, Ryan Callinan, com os 10.000 pontos da vitória no Hawaiian Pro. 34 deles competiram nas quatorze baterias restantes da segunda fase e nas quatro primeiras da terceira, quando entram os tops do CT. A maioria saiu do mar entre os dois classificados, dezoito no total. A lista dos dezesseis eliminados começa pelo 11.o no ranking, Michael Rodrigues, ou por David do Carmo barrado no primeiro confronto do dia. Bino Lopes e o argentino Santiago Muniz também perderam sem conseguir trocar seus piores resultados no penúltimo desafio do WSL Qualifying Series no Havaí.

A rodada de estreia das principais estrelas do Hawaiian Pro começou com Tomas Hermes achando uma direita que abriu a parede para ele desferir uma série de manobras que arrancaram nota 9,23 dos juízes. Com ela, garantiu a vitória na primeira disputa por vagas para as oitavas de final e a novidade americana para o CT do ano que vem, Kanoa Igarashi, também surfou uma boa onda para tirar 8,67 e passar em segundo lugar. O top da elite atual, Italo Ferreira, acabou não pegando as melhores para mostrar o seu surfe e terminou em último, atrás ainda de Timothee Bisso, de Guadalupe.

Na última do dia, as ondas já quase não existiam mais e Alex Ribeiro venceu a bateria por apenas 10,16 pontos nas duas únicas que surfou. O francês Jeremy Flores ainda ganhou a última vaga do dia para as oitavas de final com a onda que pegou no último minuto, para totalizar 9,90 pontos com notas 5,6 e 4,3. O havaiano Kaito Kino só conseguiu achar uma e ficou em último, sendo eliminado junto com o australiano Jack Robinson, que pegou duas bem fracas que somaram 5,43 pontos apenas.

Por João Carvalho 

Nenhum comentário:

Postar um comentário