6 de outubro de 2015

Toledo recupera as pranchas

Depois da preocupação de ter as 16 pranchas que levou para a Europa extraviadas na viagem para a França, Filipe Toledo respirou aliviado com a entrega dos equipamentos em Hossegor. Como não houve disputas nesta terça-feira (6), o atual terceiro colocado no ranking mundial não precisou usar uma prancha emprestada, como chegou a cogitar. “Agora sim, as coisas voltaram ao normal”, afirmou rindo.
Pranchas foram entregues em Hossegor, na França / Foto arquivo pessoal 
“O mar está subindo e parece que vai ficar meio mexido. Então, teremos tempo de dar aquele treino aqui pelas bandas de Hossegor”, comentou o surfista. “Estava tranquilo, pois sabia que meu pai estava correndo atrás de tudo e segundo ele, as coisas estavam progredindo. Agora é só colocar as pranchas no pé e me divertir”, revelou. “Valeu galera que se preocupou e torceu para que tudo acabasse bem no final das condas”, complementou Filipinho.

Ele teve as 16 pranchas extraviadas na viagem para a França no sábado (3). Desde então, seu pai e manager, Ricardo Toledo tentava recuperar o material fundamental de trabalho. Caso o evento começasse logo cedo, ele já tinha combinado usar uma prancha de Alejo Muniz, mas houve o adiamento e a entrega foi realizada na hora do almoço. Filipinho está escalado para a quarta bateria, enfrentando o australiano Adam Melling e o também brasileiro Tomas Hermes.

Por Fábio Maradei

Nenhum comentário:

Postar um comentário