30 de outubro de 2015

São Paulo Open of Surfing fecha a perna brasileira

O encerramento da perna brasileira da WSL South Americ será em grande estilo. Com a presença de todos os brasileiros que disputam a elite mundial, o Oi HD São Paulo Open of Surfing está confirmado para 2 a 8 de novembro, na badalada Praia de Maresias, em São Sebastião, que ficou ainda mais conhecida por ser a "casa" do atual campeão mundial Gabriel Medina no litoral norte de São Paulo. Com US$ 250 mil em premiação e 10.000 pontos no ranking do QS Qualifying Series, o evento promete repetir o grande sucesso da edição de 2014, quando mais de 30 mil pessoas acompanharam as finais.
Praia de Maresias / Foto Daniel Smorigo / WSL
"Esse ano esperamos muito mais. O Brasil vive um grande momento no surf. Temos o Gabriel Medina campeão mundial, quatro brasileiros entre os oito melhores do ranking. E no evento, o Medina competindo em casa, o Filipe Toledo em grande fase e defendendo o título do evento, o Adriano de Souza na briga por um novo título mundial para o Brasil", afirma Xandi Fontes, um dos organizadores do Oi HD São Paulo Open of Surfing.

O gerente da WSL South America, Roberto Perdigão, enaltece a realização da etapa QS 10000 no litoral paulista, atraindo grandes nomes do surf mundial e colaborando para o fortalecimento da seleção brasileira no WT. "Mais uma vez a elite do surf mundial retorna ao Brasil para mais um grande evento. A etapa Oi HD São Paulo Open of Surfing, em Maresias, será a cereja do bolo nesta importante perna brasileira de final de ano. O excelente momento que os nossos surfistas vivem no circuito mundial WT, a vitória do Gabriel na etapa na França e a presença maciça de grandes ídolos do surf mundial, são ingredientes explosivos e que criam uma expectativa fantástica", ressalta.

No ano passado, a vitória - na praia lotada - ficou com Filipe Toledo, num show de surf radical, sobre o australiano Matt Banting. Destaque, também, para Ítalo Ferreira, que carimbou seu ingresso à elite mundial, com o terceiro lugar, ao lado do costaricense Carlos Muñoz. Nessa edição, o QS 1000 Oi HD São Paulo Open vale pela 34ª e antepenúltima etapa do Tour, com o vencedor garantindo US$ 40 mil, além dos 10.000 pontos, com o vice faturando US$ 20 mil e 8.000 pontos.

Por João Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário