11 de outubro de 2015

Hang Loose Surf Attack será decidido na Praia da Baleia

A 4ª e decisiva etapa do Hang Loose Surf Attack, circuito que define os campeões paulistas nas categorias de base, está confirmada para os próximos dias 17 e 18, na Praia da Baleia, em São Sebastião. Inicialmente, a competição seria estava marcada para os dias 24 e 25, mas foi antecipada devido ao Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), que será promovido na data. Com cinco categorias em disputas e duas delas já com os campeões definidos, o Circuito chega à disputa final com as atenções voltadas para os surfistas da júnior (até 18 anos), da iniciantes (no máximo 14 anos) e da estreantes (limite de 12 anos). Entre os mais velhos serão três candidatos ao título: Renan Pulga, competindo em casa, Nathan Kawani e Guilherme Silva, defendendo Guarujá.
Foto Munir El Hage
Entre os surfistas com até 12 anos, quatro atletas competem com chances de terminar o ano na ponta do ranking: Diego Aguiar, o Didi, de Ubatuba, tentando um novo título (já foi campeão petit), Gustavo Giovanardi, de Praia Grande, Luiz Mendes, de Santa Catarina, e Derek Matos, de Guarujá, filho do ícone Amaro Matos. Na sub14, também são três competidores brigando para ser o novo campeão. Mateus Lima de Itanhaém, na liderança, Heitor Duarte, de São Sebastião, e Eduardo Motta, de Guarujá, tentando o bicampeonato e fazer uma ‘dobradinha’ no lugar mais alto do pódio. O surfista de 13 anos já é o campeão paulista da mirim, categoria acima da sua, com limite de 16 anos. Já entre os caçulas da petit (10 anos para baixo), Ryan Kainalo levou para São Paulo o caneco.

Há, ainda, a disputa por cidades, entre Guarujá, Ubatuba e São Sebastião (vitoriosa nas duas últimas temporadas), com o time campeão faturando uma premiação de R$ 2 mil, oferecidos pela Federação Paulista de Surf, como forma de auxiliar nas despesas em competições. “Teremos um evento com grandes disputas, mesmo nas categorias que já estão definidas. E tem a disputa por cidades, para dar uma emoção a mais”, comenta o presidente da Federação, Silvio da Silva, o Silvério. “Esse ano vamos encerrar o Circuito em São Sebastião como forma de homenagear a Cidade que é a atual bicampeã por equipes e que também tem um campeão mundial profissional, o Gabriel Medina, o novo campeão paulista profissional, o Thiago Camarão, e um grande talento surgindo, o Samuel Pupo. Todos atletas revelados no Hang Loose Surf Attack. O Medina e o Samuel fizeram história no Circuito, garantindo vários títulos”, enaltece Silvério.

Como é um campeonato voltada para a garotada, a Hang Loose promove uma série de atrativos fora do mar para entreter os competidores (e também o público), como pebolim, ping pong, slack line e outras brincadeiras, como cabo de guerra, desenhos, bem como gincanas educativas e de cunho ambiental, comandadas por Júlio Osório, o Brô. Quem quiser acompanhar todas as disputas, há o link hangloose.com.br/surfattack2015/, com a transmissão ao vivo pela internet, das ondas surfadas, notas dos juízes e a locução direto do palanque.

Por Fábio Maradei 


Nenhum comentário:

Postar um comentário