20 de outubro de 2015

Gabriel Medina é referência para Mineirinho

Em entrevista a um site português o brasileiro Adriano de Souza, que chega em Portugal com a segunda posição no ranking da World Tour, com 450 pontos de diferença em referência ao líder do ranking, Mick Fanning, informou que quer vencer em Portugal, e voltar a vestir a camisa amarela e se tudo der certo, “levantar o caneco”. Declarou também que Medina é referência. A tarefa não será fácil, mas Adriano de Souza é raçudo e promete dar tudo o que tem e com total apoio dos fãs portugueses. Acompanhe a entrevista que ele concedeu ao portal português:
Como é estar de volta a Portugal e ao Moche Rip Curl Pro?
Na verdade é sempre uma honra poder voltar a Portugal e em Peniche. É um lugar que eu gosto muito e sinto-me bem. A onda de Supertubos é bastante desafiadora e extremamente difícil de surfar.
 Você já venceu em Peniche, em 2011, contra Kelly Slater.  Vai querer repetir o feito?
Foi uma coisa boa o fato de ter vencido aqui há uns anos atrás. Isso me dá muita motivação para dar o meu melhor e, quem sabe, voltar a conquistar a vitória novamente e assim passar para a frente do ranking. O que posso garantir a todos é que vou fazer o meu melhor.
Depois de tantos anos sendo visto como um possível campeão mundial, como você se depara com a talentosa nova geração de surfistas brasileiros?
Eu já não me sinto tanto como um modelo, porque esta geração que está aí vai superar todos os resultados que eu consegui nos últimos anos. Portanto, eu acho que eles é que são um bom exemplo a seguir. É por isso que o que eu tenho feito é aprendido bastante com eles. E, tendo um amigo que é o Gabriel Medina, atual campeão mundial, o que posso dizer é que ele passou a ser a minha referência.
É o tudo ou nada para o primeiro título mundial?
Com certeza! Este evento vai ser extremamente importante para as contas do ranking. No entanto, dependendo dos resultados alcançados pelos outros atletas, eu tenho que estar acima de tudo concentrado em fazer o meu trabalho.

Redação InnerSport (editado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário