29 de setembro de 2015

Red Nose Pro 15 vale seil mil pontos no Mundial de Surf

Serão cerca de 170 surfistas de 24 países na disputa dos seis mil pontos em disputa, importentes para uma vaga à elite mundial de 2016. O Red Nose Pro 15 Florianópolis SC será disputado entre os dias 20 a 25 de outubro, na Praia do Santinho, capital catarinense. A 32ª etapa do Circuito Mundial Qualifying Series (QS) abre a “perna” brasileira nesta reta final da disputa pelas dez vagas à elite dos top 34 da World Surf League (WSL) e distribuirá US$ 150 mil em premiação, sendo US$ 25 mil ao vencedor.
Entre os nomes confirmados estão: os brasileiros Alex Ribeiro e Caio Ibelli, o norte-americano Kanoa Igarashi, o australiano Ryan Callinan e o francês Joan Duru, garantindo um excelente nível técnico. Outros surfistas do Brasil que seguem na “briga” por vagas também estarão competindo na etapa, como Michael Rodrigues (vencedor da disputa catarinense em 2015, realizada na praia da Joaquina), Jessé Mendes, Bino Lopes, Hizunomê Bettero, Thomas Hermes, Heitor Alves e Deivid Silva.

“É o melhor momento do esporte no nosso país, ao mesmo tempo em que a economia não facilita no investimento de patrocínios em atletas e campeonatos, porém nunca deixamos de acreditar. Esse evento é muito importante para reafirmar nossa posição em relação à marca incentivadora de todas as modalidades de esportes radicais”, destaca o gerente de marketing da Red Nose, Fabio Brauner.

Ele também anuncia que o Red Nose Pro 15 Florianópolis SC terá várias atrações ao público além do surf nas ondas, como a escolha da Gata Red Nose, pockets shows de música na areia, atividades como slack line e o Food Park, uma área reunindo ‘Food Trucks’. “Também teremos sessões de autógrafos com o big rider Garret Mcnamara que estará prestigiando a competição e conhecendo as praias de Floripa”, conta.

Vale destacar que a disputa pelas dez vagas do WSL Qualifying Series para o Samsung Galaxy Championship Tour é concentrada nas etapas 6000 e 10000. No ranking final, são somados os cinco melhores resultados da temporada e essas pontuações são decisivas. A etapa ganha ainda mais importância, por ser uma das últimas do ano. A premiação da competição será de US$ 150 mil, a partir da rodada com 96 atletas, divididos em 24 baterias, onde os últimos já garantem 450 dólares. Já o primeiro colocado embolsa 25 mil dólares e 6.000 pontos, com o segundo ficando com 12 mil dólares e 4.500 pontos.

Por Fábio Maradei


Nenhum comentário:

Postar um comentário