23 de setembro de 2015

Paul mantém o recorde da MM Internacional de Floripa

A tradicional Meia Maratona Internacional de Florianópolis será realizada no dia 11 de outubro, com largada no Trapiche da Avenida Beira Mar Norte e a expectativa da organização é de que mais de dois mil corredores participam do evento. Inclusive, as inscrições para o evento seguem abertas e podem ser feitas através do site www.meiamaratonafloripa.com.br. Paul Kimutai, do Quênia, é o recordista da prova com 1h04min27seg, tempo feito em 2013. Já no Feminino, Mamwe Dadhila, da Tanzânia, marcou 1h14min18s no ano passado, estabelecendo a melhor marca de todas as edições da Meia Maratona Internacional de Florianópolis.
Os africanos ditam as regras do jogo na Meia Maratona Internaciona de Florianópolis / Foto Christian Mendes
Neste ano a expectativa é de que novos nomes de elite compareçam à prova e que os brasileiros consigam frear a hegemonia africana estabelecida nos últimos anos. Para se ter uma ideia, as últimas vitórias de brasileiros no evento aconteceram em 2012, quando o catarinense Elson Gracioli e a paranaense Dione Chileme conquistaram o topo do pódio.

Com os percursos de 21km, 10km e 5km à disposição dos atletas, a prova em Santa Catarina atrai corredores do Brasil inteiro todos os anos, que buscam participar de uma prova com belas paisagens e com boas chances de estabelecerem marcas pessoais, uma vez que a altimetria da prova é quase totalmente plana, o que torna a Meia Maratona Internacional Caixa de Florianópolis uma das provas mais rápidas do país.

Inclusive, o alto nível técnico pode ser percebido com os resultados expressivos obtidos por competidores nos últimos anos. Com boa premiação e a possibilidade de marcas fortes, não só os atletas brasileiros, mas nomes fortes do cenário internacional, tem comparecido à prova.  Até 2013 a hegemonia em terras catarinenses era dos brasileiros, mas nos últimos dois anos, os africanos ditaram as regras do jogo.

Por Danilo Caboclo

Nenhum comentário:

Postar um comentário