30 de setembro de 2015

Medina e Mineirinho apostam: quem leva o SuperSurf 2015

Quando o relógio marcar 8 horas da manhã na quarta-feira do dia 7 de outubro, será dada a largada na grande final do SuperSurf 2015 na Praia de Itaúna, em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Para a alegria dos amantes do esporte das ondas, o evento que promoveu o circuito nacional mais rico do mundo entre 2000 e 2009, voltou a ser realizado após um hiato de 5 anos. Surfistas que hoje brilham no cenário internacional disputaram etapas do SuperSurf na época, como o atual campeão mundial Gabriel Medina e o vice-líder no ranking da World Surf League esse ano, Adriano de Souza, que falaram sobre a volta da competição ao circuito da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP). "Eu tenho acompanhado o SuperSurf e a disputa está pegando fogo", disse Gabriel Medina. "Estou ansioso para ver quem será o campeão da última etapa. Tenho vários amigos disputando o evento, então quero desejar boa sorte a todos e que vença o melhor".
Leonardo Neves (RJ) / Foto Pedro Monteiro
Os brasileiros da elite mundial ficam ligados nas transmissões do SuperSurf pelo www.oisupersurf.com.br durante as etapas da World Surf League pelo mundo. Na semana que vem, eles estarão na Europa para a disputa da etapa francesa do WCT (World Championship Tour), mas de olhos ligados no desempenho dos surfistas na Praia de Itaúna, conhecida como o Maracanã do surf pela potência das suas ondas de classe internacional, apontadas por muitos como uma das melhores do Brasil. Em Saquarema será definido o campeão das quatro etapas do SuperSurf em mais uma batalha decisiva pelo título brasileiro da temporada 2015.

Mineirinho tem acompanhado o SuperSurf desde o seu início na Praia de Maresias, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo. A primeira vitória foi conquistada pelo paulista Flavio Nakagima, sobre o cearense Charlie Brown. Depois, o catarinense Tomas Hermes venceu a segunda final do ano contra o paranaense Jihad Khodr na Praia Grande de Ubatuba e o baiano Bino Lopes derrotou o experiente carioca Leonardo Neves na Praia da Joaquina, em Florianópolis. Com a vitória, Bino passou a liderar o ranking das três etapas do SuperSurf e Nakagima está na frente da corrida do título brasileiro, seguido de perto por Bino Lopes, o capixaba Krystian Kymerson e o paranaense Jihad Khodr. "Está sendo muito legal poder acompanhar o SuperSurf, mesmo de longe", disse Adriano de Souza. "É demais ver o SuperSurf novamente e com um nível de surfe muito alto. Esse é um dos mais empolgantes SuperSurf que eu já vi. E sobre a briga pelo título brasileiro, fica difícil torcer para alguém especificamente, pois todos são meus amigos. Os quatro primeiros são amigos extremamente próximos. Então prefiro desejar boa sorte a todos eles e espero que o campeão se formalize da melhor forma possível, vencendo seus confrontos e com show de surfe".
Raoni Monteiro (RJ) / Foto Pedro Monteiro
Mineirinho liderou o ranking da World Surf League até a etapa passada nos Estados Unidos e vai tentar retomar a ponta na França, na mesma semana do SuperSurf de Saquarema. Ele preferiu não escolher um favorito ao título brasileiro deste ano, que só deve ser conhecido em dezembro, após a realização de todos os eventos da ABRASP (Associação Brasileira de Surf Profissional). Mas, Adriano apontou dois surfistas como favoritos ao título da última etapa, que acontece de 7 a 11 de outubro na Praia de Itaúna.

"Na minha opinião, há dois atletas superfavoritos para essa última etapa. Um deles é o Raoni Monteiro, que vai estar surfando em casa. Ele passou o ano inteiro surfando as ondas de Saquarema, então vai estar bem empolgado pela grande oportunidade de se consagrar campeão de uma etapa na casa dele. O Leo Neves também é local do pico e tem muito conhecimento daquelas ondas. Bom, isso é favoritismo, o que não quer dizer que eles serão campeões. Principalmente porque os quatro primeiros do ranking estão com uma certa vantagem e com motivação extra para essa etapa de Saquarema. Vamos ver o que vai acontecer e quero muito ver show de surfe com a Praia de Itaúna lotada", finalizou Adriano de Souza.

Por João Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário