26 de setembro de 2015

Irmãos Vaz na corrida pelo título mundial de SUP

Os irmãos Caio e Ian Vaz partiram na última quarta-feira, 24/9, para disputar as últimas etapas do Circuito Mundial de SUP. O primeiro desafio da dupla será a partir do dia 26 de setembro, quando competirão no US Open of Stand Up Paddling, em Huntington Beach, na Califórnia. As baterias do evento principal estão previstas para entrar na água no domingo (27). Depois dos Estados Unidos os irmãos partem para Europa, com local a ser definido por conta de mudanças no calendário. A principio competiriam em La Torche, na França, porém, informações ainda não confirmadas dão conta de que a etapa pode ser transferida para a Espanha, com local a definir. Na seqüência eles testarão a novidade do circuito, Marrocos, local conhecido pela qualidade de suas ondas.
Caio e Ian Vaz competirão no US Open of Stand Up Paddling, em Huntington Beach, na Califórnia / Foto Bruno Lemos
Os dois vem embalados por ótimos resultados na etapa do Circuito Brasileiro, O Super SUP, no qual emplacaram excelentes posições, com Caio terminando em Segundo e Ian em terceiro. Atual líder do ranking mundial, Caio conta que a intenção é chegar a tempo para uma aclimatização no local. "Vamos ter uns três dias de treino por lá antes do inicio do campeonato. Já chegaremos no gás, pois acabamos de competir em um evento bem forte (Super Sup), que foi  um treino excelente para essa terceira etapa do Circuito Mundial”, afirma Caio. Opinião compartilhada por Ian. “Estamos preparados para competir na Califórnia  e nossa preparação foi correndo baterias e isso nos ajuda a já chegar no ritmo. Os atletas brasileiros tem nível internacional então já chegaremos bem embalados na Califórnia”, completa.

Atual líder do ranking, Caio afirma que a experiência adquirida no Tour é primordial para o momento. “A cada etapa do Mundial que se passa, adquirimos novos conhecimentos e novas vivencias, o que faz com que eu me sinta cada vez mais tranquilo e calmo para as baterias do Mundial! A confiança só vem aumentando e vou com tudo para fazer um bom trabalho e representar bem meus patrocinadores”, afirma. Já Ian, que computou apenas um resultado e está na 36a posição no ranking, ressalta a importância de ter um bom equipamento na disputa contra os melhores do mundo.  “Vamos ficar dois meses viajando. Da Califa a gente já embarca pra Europa, I e depois Marrocos. Todas serão etapas do circuito mundial muito disputadas e por isso estamos com um quiver bem variado. Temos pranchas desde 7’8” para ondas maiores até 7’0” para ondas normais. Aproveitamos esses últimos meses pra testar novas pranchas também, e temos pranchas muito boas.

Sobre as ondas que irão surfar, eles afirmam que algumas já são “velhas conhecidas”, mas que a grande novidade, Marrocos, não deve decepcionar. “Não conhecemos Marrocos, mas ano passado rolou uma etapa experimental la e a galera que foi pegou altas ondas! Se não me engano é uma etapa móvel, dependendo das condições do mar a organização tem a liberdade de mudar o campeonato de onda. Isso é muito bom que faz com que a gente sempre pegue as melhores ondas!

Por Daniel Vianna

Nenhum comentário:

Postar um comentário