25 de setembro de 2015

Executivos invadem o Quebra-Mar, neste sábado

O Quebra-Mar, em Santos, terá um campeonato diferente neste sábado (26). Ao invés de surfistas habituais, estarão em ação executivos que atuam nos setores de Açúcar, Álcool e Energia, no 1º Festival de Surf Onda Doce. O evento, que tem início às 9 horas e a final prevista para às 12h30, reunirá 32 competidores e tem como grande objetivo a ação social junto com a diversão. A iniciativa é de Eduardo Naufal, que atua no ramo de Açúcar, e decidiu criar um campeonato reunindo profissionais do setor como confraternização e com a importante meta de  divulgar a ONG Onda Doce. A nova entidade oferecerá a oportunidade a jovens carentes, da Rede Pública de Ensino, conseguirem intercâmbio cultural no exterior.
Picuruta em Mentawai
“A nossa ONG já está formatada e nesse primeiro momento, vamos colaborar com três jovens”, comenta Naufal. “Nada melhor do que um ambiente mais descontraído para mostrarmos que podemos ajudar. Será um dia divertido e de responsabilidade social”, afirma o executivo, lembrando que o valor arrecadado com as inscrições será totalmente revertido à ONG Beaba, que atua diretamente com crianças com câncer. A organização está sob a responsabilidade de ninguém menos que o ícone Picuruta Salazar. Para ele, o campeonato tem tudo para ser um sucesso, pelo propósito a que servirá. “Existe um objetivo de ajudar jovens. Isso é muito importante. O surf no Brasil vem crescendo muito, sobretudo com essa nova geração no Mundial. Todos estão olhando mais para o esporte e teremos aqui executivos que querem participar do esporte, se divertir. Muitos são iniciantes. Será um evento diferente, com certeza”, afirma o maior vencedor de campeonatos de surf no Brasil e um pioneiros quando se fala em disputas mundiais.

Os participantes ganharão medalhas, camisa de lycra, parafina e cordinha e os quatro finalistas levarão troféus artesanais. Além disso, todos os inscritos participarão de sorteios de uma viagem para El Sunzal, em El Salvador e três pranchas, duas produzidas pelo conceituado Almir Salazar (uma delas um longboard), e uma da Seventy Surfboards, de Pedro Penha.

Por Fábio Maradei / Foto Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário