11 de novembro de 2014

Quiksilver Mimpi - Final

Durante os dias 06, 07, 08 e 09 de novembro aconteceu a etapa carioca do Quiksilver Mimpi Film Festival 2014. Depois da última edição em Porto Alegre, a terceira na história do festival, o evento chegou ao Rio, levando mais de 3.000 pessoas a Casa Fosco, no Joá. A expansão para terras cariocas foi sucesso absoluto, levando shows, djs, exposição de artes e feirinha de gastronomia, moda e artes durante a programação do MIMPI.
"O diferencial do Mimpi é ser um festival de filmes com todos os requisitos e critérios de seleção, curadoria, apresentação e julgamento dos filmes, mas ter uma aura e vibe de festival de música. O Mimpi do Rio de Janeiro reuniu diversas vertentes do surfe e do skate, além de um público interessado e sedento por novas ideias. É gratificante estar presente no Rio de Janeiro há menos de um ano e já ter realizado algo dessa magnitude. E isso é apenas o início. Let's Mimpi", disse João Francisco Hein, editor da Void e um dos organizadores do festival.

O Quiksilver Mimpi fortalece o seu compromisso em ser um festival que procura formar uma seleção dinâmica e diversificada de filmes. Mais do que isso, é um espaço para se divertir, discutir, conhecer e, principalmente, somar ideias sobre o cenário do surfe e do skate atual.
Confira os vencedores da premiação internacional: 
Skate 2014: Melhor filme: Tengu - God of Mischief, de Colin Read / Estados Unidos; Melhor longa brasileiro: Uni.versus, de Renato Zokreta / Brasil; Melhor curta brasileiro: Reepi, de Alexandre Cotinz / Brasil; Melhor longa estrangeiro: Static IV e V, de Josh Stewart / Estados Unidos; Melhor curta internacional: Keep on Pushin', de Ricky Bedenbaun / Estados Unidos; Melhor documentário: Skateboarding in La Paz, de Simon Weyhe / Estados Unidos; Melhor fotografia: Hybridation, de Fred Mortagne / França; Melhor edição: Journey to Skate Boulder, de Clay Shank / Estados Unidos; Melhor Trilha Sonora: Incognito, de Mike Atwood / Estados Unidos; Melhor roteiro: Skateboarding Sucks, de Fred Mortagne / França; Prêmio MIMPI: Toriotoko One, de Toriotoko / Japão; Prêmio especial (direção de arte): Cardboard Dreams, de Philip Evans / Suécia; Surfe 2014: Menções Honrosas: Hangs Upon Nothing - Jeremy Rumas / Estados Unidos; Death 2 Hipsters - Alex Dephillipo / Estados Unidos; Edges of Sanity - Chris McClean / Escócia; Prêmio Mimpi de Originalidade - Surfer Toys Attack Teahupoo - Karim Rejeb / França; Prêmio Mimpi: Surf is Life 3 - Fred Campagnon - França; Melhor Roteiro: 70 e Tal - Rafael Mellin / Brasil; Melhor Documentário: Radical - A controversa saga de Dadá Figueiredo - Raphael Erichsen / Brasil; Melhor Fotografia: The Old, The Young and The Sea - Mario Hainzl / França; Melhor Edição: The Old, The Young and The Sea - Mario Hainzl e Andreas Jaritz / Áustria; Prêmio Especial do Júri: The Old, The Young and The Sea - Mario Hainzl e Andreas Jaritz / Áustria; Melhor Filme: Tierra de Patagones - Julian Azulay e Joaquin Azulay / Argentina; Melhor Trilha Sonora: Tierra de Patagones - Julian Azulay e Joaquin Azulay / Argentina; Melhor Curta: Marcas do Tempo - John Mcgrath / Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário