24 de novembro de 2014

Mundial de Longboard acontece na China

O GoPro World Longboard Pro 2014 será realizado entre os dias 5 e 12 de dezembro nas ondas de Riyue Bay com mais sete brasileiros representando a América do Sul na China, o campeão mundial de 2007, Phil Rajzman, Rodrigo Sousa e Halley Batista junto com sua irmã, Atalanta Batista, na categoria feminina com Chloe Calmon, Karina Abras e Cristiana Pires. Entre as meninas, a havaiana Kelia Moniz já fez três finais na China e foi bicampeã em 2012 e 2013. Na ocasião o peruano Piccolo Clemente está confirmado para defender o título conquistado na final sul-americana contra o brasileiro Rodrigo Sphaier no pointbreak de esquerdas da Ilha Hainan.
Halley Batista (PE) / Foto Diego Freire / ANS
"Ganhar o título mundial mudou muita coisa na minha vida", disse Piccolo Clemente. "Fez uma diferença enorme para os meus patrocinadores e para a minha vida privada também. Eu estou realmente ansioso em voltar para a China, que vai me trazer de volta todas as lembranças de ganhar este grande campeonato. Eu quero estar no pódio novamente este ano, mas sei que vai ser difícil pelo alto nível técnico dos muitos talentos que teremos no evento".

A vitória de Piccolo Clemente no ano passado foi conquistada na última onda que o peruano surfou no minuto final da bateria, conseguindo a nota que precisava para tirar o segundo título do Brasil na história do ASP World Longboard Championships. E a grande final da China quase se repete na etapa que definiu o campeão sul-americano de Longboard da ASP South America no Peru, mas Rodrigo Sphaier foi barrado por Phil Rajzman, que depois perdeu o duelo de campeões mundiais para o peruano Piccolo Clemente festejar o título sul-americano de 2014, com a pernambucana Atalanta Batista sendo a campeã da categoria feminina.
Piccolo Clemente (PER) / Foto Steve Robertson/ASP
O peruano Piccolo Clemente usa bem as manobras clássicas dos pranchões, que ganharam maior peso no julgamento do longboard, mas também ataca as ondas com a radicalidade característica dos brasileiros, como os mais experientes Phil Rajzman e Rodrigo Sphaier e os da nova geração representada por Halley Batista e Rodrigo Sousa. O cometa Halley do Nordeste é um surfista completo, compete bem no pranchão e na pranchinha participa até do Circuito Mundial da ASP, já vencendo duas etapas do ASP Qualification Series. O pernambucano também tem grandes resultados em competições nacionais de surfe profissional.

Na categoria feminina, o time sul-americano também mescla a experiência da catarinense Karina Abras e da carioca Cristiana Pires com a juventude da igualmente carioca Chloe Calmon e da pernambucana Atalanta Batista, que vem colecionando títulos brasileiros nas últimas temporadas nacionais. No início deste ano, a irmã de Halley Batista conquistou o seu primeiro troféu de campeã sul-americana de Longboard da ASP South America.
Chloe Calmon (RJ) / Foto Poullenot / ASP
No entanto, entre as meninas ninguém tem conseguido superar a havaiana Kelia Moniz e a australiana Chelsea Williams, que decidiram o título nas três edições do Mundial de Longboard na China. A australiana ganhou a primeira em 2011, mas a havaiana deu o troco se sagrando bicampeã mundial de 2012 e 2013. Assim como Halley Batista, na categoria feminina também tem uma competidora que participa das duas modalidades, a francesa Justine Dupont, que já disputou até etapas da divisão de elite do esporte, o ASP Women´s Championship Tour.

Os títulos mundiais de 2014 da ASP serão decididos no GoPro World Longboard Pro, entre os dias 5 e 12 de dezembro nas ondas de Riyue Bay na Ilha Hainan, com transmissão ao vivo da China pelo www.aspworldtour.com

Por João Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário