15 de novembro de 2014

Dax McGill vence o Maui and Sons Woman Pichilemu Pro

A havaiana Dax McGill, de apenas 16 anos de idade, superou todas as surfistas da América do Sul para faturar o título da primeira etapa da história do Circuito Mundial Feminino da ASP no Chile. A vitória sobre a argentina Josefina Ane na final do ASP 3-Star Maui and Sons Woman Pichilemu Pro valeu um prêmio de 5 mil dólares e a vice-campeã levou 2,2 mil dólares. Esta foi a última etapa do ASP Women´s Qualification Series 2014, que terminou com a brasileira Silvana Lima em primeiro lugar no ranking que classifica seis surfistas para a elite mundial do WCT. Já o ranking da ASP South America foi encerrado com a também brasileira Jacqueline Silva ficando com o título de campeã sul-americana profissional da temporada.
Dax McGill (HAV)
A etapa inédita do Circuito Mundial Feminino no Chile foi iniciada na sexta-feira com 25 participantes de cinco países e apenas oito se classificaram para as quartas de final que abriram o sábado decisivo nas ondas desafiadoras de Punta de Lobos. A maioria era de surfistas chilenas, mas foram as duas únicas estrangeiras que decidiram o título do campeonato. A campeã Dax McGill surfou as melhores ondas do último dia, fazendo os maiores placares do sábado nas três baterias que competiu.

O resultado do Maui and Sons Woman Pichilemu Pro não provocou nenhuma mudança entre as cinquenta primeiras colocadas no ranking do ASP Qualification Series, finalizado neste sábado no Chile. A campeã do circuito foi a cearense Silvana Lima, que recoloca o Brasil e a América do Sul no seleto grupo das dezessete surfistas que vão disputar o título mundial do ano que vem. Além dela, as outras cinco indicadas para o WCT pelo ranking de acesso foram a havaiana Coco Ho em segundo lugar, a norte-americana Sage Erickson em terceiro, a australiana Nikki Van Dijk em quarto, com as havaianas Tatiana Weston-Webb em sexto e Alessa Quizon em sétimo fechando o G-6 do ASP Qualification Series 2014.

No ranking sul-americano feminino do ASP South America Surf Series, o Maui and Sons Woman Pichilemu Pro também não alterou as primeiras colocadas. Quem chegou mais perto do grupo das top-10 foi a chilena Jessica Anderson, que subiu do vigésimo para o 13.o lugar na classificação geral das quatro etapas do ASP Qualification Series realizadas na América do Sul este ano. Ela só havia participado da primeira prova disputada no Peru e não competiu nas duas que fizeram parte da "perna brasileira" de fim de ano da ASP South America.

Foi na segunda delas que a experiente catarinense Jacqueline Silva, bicampeã mundial do WQS em 2001 e 2007, garantiu o seu primeiro título sul-americano, com o terceiro lugar no ASP 4-Star Mahalo Surf Eco Festival na Praia da Tiririca, em Itacaré, no sul da Bahia. A cearense Silvana Lima terminou em segundo lugar no ranking final da ASP South America, seguida pela paulista Suelen Naraisa, a paranaense Nathalie Martins e a peruana Sofia Mulanovich.

Por João Carvalho / Foto Cristian Saenz

Nenhum comentário:

Postar um comentário