10 de setembro de 2014

Potiguar Jhon Max vence a 1ª etapa do Maresia Pro Taíba

Aconteceu no último final de semana de agosto a 1ª Etapa do Circuito Cearense de Surf com a presença de atletas de vários estados. O evento, além de definir os nomes que largaram na frente da corrida pelos títulos das 12 categorias em disputa nesse ano, valeu como etapa do Nordestino. Com isso, o campeonato acabou se transformando em uma confraternização regional dos amantes do Esporte dos Reis Havaianos.
Jhon Max vence a principal categoria na abertura do evento
O troféu da principal e mais importante categoria, a Profissional, acabou indo para as mãos do potiguar Jhon Max, que não tomou conhecimento de seus adversários e surfou muito para arrancar dos árbitros as médias que o conduziram ao lugar mais alto do pódio. Os cearenses, Saulo Barros, Thiago de Sousa e Charlie Brown bem que tentaram segurar os ataques do visitante, mas não conseguiram impedir que ele estragasse a festa local e acabaram terminando em segundo, terceiro e quarto colocados, respectivamente.

Entre os competidores da Open quem se deu melhor foi o local da Praia do Futuro, José Wilson, que mostrou muita sintonia com as ondas da Taíba para faturar a etapa de abertura e assumir a liderança do circuito. Completaram o pódio o ex-campeão cearense profissional Isaías Silva, em segundo, a jovem promessa Saulo Barros, em terceiro e o potiguar Marinho Lima, na quarta colocação.
Juliana Souza vence a Open
Na categoria Junior o destaque ficou por conta da atuação de Jannifer de Sousa, que mostrou muita versatilidade para superar seus adversários Keison Barbosa, Emanuel Vieira e Eugênio Alves, respectivamente, segundo, terceiro e quarto colocados. Na Mirim o grande vencedor foi o pequeno Rivaldo de Sousa, com Matheus Ribeiro terminando na segunda colocação, Francisco Gomes em terceiro e Helano Marques em quarto.

Na categoria mais clássica da competição, a Longboard, o grande vencedor foi Marcelo Bibita, que liderou sua bateria do início ao fim não dando chances para seus adversários, Geraldo Lemos, vice-campeão, Mardônio Chanel e o local de Jericoacoara, Carlos Clécia, que terminaram em terceiro e quarto colocados, nessa ordem. Pela vitória, Bibita recebeu como premiação um longboard novinho, um fato inédito no circuito. Na Master o título da etapa foi para as mãos do veterano Sérgio Ricardo que travou um belo duelo com seu adversário histórico, Rogério Dantas, que acabou terminando com a segunda colocação. Em terceiro e quarto colocados ficaram, respectivamente, os potiguares Babi Dantas e Elias Lamas.

Emanuel de Souza
Contudo, se Rogério Dantas teve de se contentar com a vice-liderança do circuito na categoria Master, na Senior ele não deixou a vitória escapar de suas mãos e conquistou mais um troféu para a sua extensa coleção. José Freire, Alexandre Rodrigues e André Caboim completaram o pódio na segunda, terceira e quarta colocações respectivamente. Entre os Kahunas, a categoria dos Dinossauros do Surf Cearense, o grande campeão foi Marco Aurélio, com Marcelo Bibita em segundo, Vladimir Lobo em terceiro e Izidoro Roberto em quarto.

E se por um lado os veteranos deram show de disposição, por outro a novíssima geração mostrou que o futuro do surf no estado está bem encaminhado. Destaque para Mathias Ramos, vencedor da Iniciante e Cauã Costa, campeão da categoria Infantil. Entre as meninas os destaques ficaram por conta das locais da Praia do Titanzinho, Larissa dos Santos, campeã da Open e Juliana Sousa, Campeã da Iniciante. E, na categoria Open Local o melhor foi o competidor Wemerson.

Por George Noronha

Nenhum comentário:

Postar um comentário