19 de setembro de 2014

Medina cada vez mais próximo do título mundial de surf

Na busca pelo inédito título mundial de um brasileiro na história do circuito disputado desde 1976, Gabriel Medina, único que tem três vitórias computadas no ranking, ainda tem uma boa vantagem de 6.500 pontos sobre o segundo colocado, Kelly Slater.
Foto Munir El Hage
O maior ídolo do esporte queria a vitória em San Clemente para se aproximar ainda mais, porém foi barrado por John John Florence, que vingou a derrota sofrida também na semifinal da etapa passada nos tubos de Teahupoo, no Taiti. Assim como no Hurley Pro Trestles, só Gabriel Medina e Kelly Slater vão brigar pela ponta do ranking no Quiksilver Pro France, de 25 de setembro a 6 de outubro em Hossegor.

No ano passado, o fenômeno de Maresias, praia onde mora em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, foi vice-campeão desta etapa na final com o australiano Mick Fanning. Mas, foi também em Hossegor que Medina conquistou a sua primeira vitória no WCT, logo na segunda prova que disputou na divisão de elite em 2011.
Gabriel Medina / Foto ASP
Matematicamente, o título não poderá ser definido na França, mas Medina vai eliminando concorrentes a cada bateria que passar no Quiksilver Pro. E se vencer de novo esta etapa, podem sobrar somente cinco adversários colocados entre os seis primeiros do ranking, Slater, Joel Parkinson, Mick Fanning, Michel Bourez e Taj Burrow, acabando com as chances de Adriano de Souza e dos que estão abaixo dele.

Fonte ASP South America

Nenhum comentário:

Postar um comentário