9 de setembro de 2014

Carlos Burle estará em Santos nesta quarta-feira (10)

Um dos ícones do surf mundial quando se fala em ondas gigantes, o pernambucano Carlos Burle será a grande atração na Sthill Beach Club, em Santos, na quarta-feira (10), a partir das 19 horas. O campeão mundial prestigiará o lançamento do Espaço Mormaii, seu patrocinador, na loja situada à Avenida Presidente Wilson, 101, de frente para o mar, na Praia do José Menino. O evento contará com coquetel, animação de DJ e sessão de autógrafos com Burle, além do sorteio de uma roupa de borracha Mormaii Storm – Carlos Burle Edition, a mesma usada pelo surfista em condições extrema de água gelada. “Todos estão convidados para conhecer esse novo espaço e, claro, o Carlos Burle. Será uma noite especial, para quem gosta e acompanha o surf”, afirma Pedro Azevedo, da Sthill.
Carlos Burle em Teahupoo / Foto Yannick
Animado com seu retorno a Santos, cidade onde o surf brasileiro “nasceu”, ainda na década de 30, o big rider espera encontrar velhos amigos. “Quando estou em Santos, fico feliz em reencontra a família Salazar. O Picuruta foi meu ídolo e continua sendo até hoje. Na primeira temporada no Havaí, ele e o Almir foram grandes referências. Ficamos na mesma casa”, recorda Burle, também lembrando outros nomes conhecidos, como Cisco Araña, coordenador da Escola Radical Semes/Sthill. “Santos sempre foi e será referência no esporte. Minha ida é a trabalho, mas estou muito feliz com a oportunidade de rever amigos. Como vou dormir lá, quem sabe não pego umas ondas no outro dia pela manhã cedo antes de ir para o aeroporto de Congonhas. Tomara que consiga!”, comenta Carlos Burle.

Nascido no Recife/PE, mas radicado no Rio de Janeiro, Carlos Burle é o mais famoso surfista brasileiro da atualidade quando se fala em ondas grandes. Começou a se dedicar à caça das montanhas aquáticas ainda na década de 90 e, hoje, aos 46 anos de idade, já conquistou os principais títulos da modalidade. Foi o primeiro campeão do Mundial de Ondas Grandes na Remada, disputado em Todos os Santos, México, ainda em 1998.
Em 2001, surfou a maior onda de sua vida e a maior do Mundo, até então, com 22,6 metros, em Mavericks, na Califórnia/EUA. O feito, algo inacreditável para a época, rendeu uma menção no Guiness Book of Records e o título daquela temporada do XXL, o Oscar do surf em ondas grandes. Foi o primeiro brasileiro, com o parceiro Eraldo Gueiros, a surfar a onda oceânica de Cortes Bank, a 100 milhas da costa de San Diego.

É, até hoje, o único brasileiro a ter participado do Eddie Aikau, evento de ondas grandes, na Ilha de Oahu, no Havaí, exclusivo para convidados. Já na temporada 2009/2010, sagrou-se campeão do primeiro circuito mundial de ondas grandes na remada. E, em outubro do ano passado, em Nazaré, Portugal, surfou uma onda considerada por especialistas como a maior já vista por lá e uma das maiores da história, no mesmo dia que salvou a surfista Maya Gabeira.

Por Fábio Maradei

Nenhum comentário:

Postar um comentário