17 de setembro de 2014

Bruno Fontes termina o mundial de vela na 12ª posição

A fase final do Mundial de Vela, principal competição do ano de 2014, não terminou da forma como muitos velejadores esperavam. Três regatas estavam previstas para essa quarta-feira, que decidiriam os dez melhores colocados para a disputa da Medal Race, mas após sete horas de espera dentro d´água apenas uma foi realizada e a comissão decidiu cancelar as últimas duas, fechando a fase de classificação com apenas oito das dez regatas realizadas. Dessa forma, Bruno Fontes, que brigava para estar na decisão acabou de fora por apenas duas posições, fechando a competição no 12º lugar.
“Foi um pouco frustrante para mim, pois eu vim para cá com o objetivo de brigar por pódio. Nos três primeiros dias eu fui top-5, mas depois o vento resolveu não colaborar mais. Foram dois dias de muito desgaste dentro d´água e com poucas velejadas. Infelizmente faz parte do nosso esporte e as condições são iguais para todos, mas fico um sentimento de que poderia ser melhor”, avalia Bruno.

Desde o início da competição, Bruno Fontes, figurou entre os líderes. Na última segunda-feira, os velejadores tiveram um dia de folga e na terça-feira apenas uma regata foi para água. “Eu tinha boas expectativas de conseguir velejar bem neste último dia e entrar vivo na briga por medalha na quinta, mas infelizmente as coisas não saíram como previsto. No entanto, as condições foram as mesmas para todos os atletas então não tem muito o que lamentar agora”, concluiu Bruno.

Quarto colocado no ranking mundial, Bruno Fontes chegou ao mundial em Santander bem preparado e com resultados expressivos nas últimas competições que disputou, como o vice-campeonato na etapa americana do Circuito da ISAF. Após o Mundial, Bruno retorna aos treinamentos para duas importantes competições no mês de outubro. Entre os dias 09 e18 o velejador disputa a Copa do Mundo de Vela na China e na semana seguinte o desafio será o Sul-Americano, no Peru.

Por Danilo Caboclo / Foto Fred Hoffmann

Nenhum comentário:

Postar um comentário