22 de agosto de 2014

Louisie Frumento é destaque do Rip Curl Guarujaense

Filha de peixe, Peixinho é. No surf, o esporte geralmente passa de pai para filho ou filha. É o caso de Louisie Frumento, 14 anos, que vem seguindo os passos do pai, o experiente Luiz Juquinha, e aparece como uma das revelações do Rip Curl Guarujaense de Surf, que terá a terceira e última etapa nos próximos dias 30 e 31. No Circuito ela é a quarta colocada entre as meninas e se orgulha muito de ser a terceira no stand up paddle, o SUP, atrás apenas de Michel Jonas e Adriano Lima. “Gosto de surfar sempre e a preferência é pelo SUP. É difícil competir junto com os homens no Circuito. Mas vou batalhando”, diz a surfista, que gosta mesmo é de ondas grandes e espera seguir a mesma trajetória de outro grande nome de Guarujá, a atual campeã mundial de SUP Wave, Nicole Pacelli. “Vou batalhar muito para ser como ela”, afirma Louisie.
Louisie Frumento
O DNA de Louisie é mais do que válido, visto que a mãe, Fanny, também foi competidora de longboard. Aos 55 anos, Luiz Juquinha, que é um conceituado shaper e por muitos anos competiu no Circuito Mundial de Longboard, fala com orgulho da filha. Na verdade, dos quatro filhos. Além de Louisie, há a mais velha, Stephanie, com 17 anos, que só não competirá por estar contundida, Luiz Fernando, de 12, e a caçula, Anie Karoline, de apenas sete e que já participou de campeonatos. “Todos surfam em casa. Estou levando eles a todos os campeonatos que podemos. A Louisie prefere o SUP e acho que pode encarar as melhores surfistas que temos hoje”, elogia Juquinha, que animado com a vocação das filhas, decidiu retornar às competições. “Ano que vem, quero competir, dar trabalho na master”, brinca.

A etapa final do Rip Curl Guarujaense de Surf segue com as inscrições abertas. Os atletas devem garantir vaga no Palanque Fixo Paulo Tendas, na Praia do Tombo, de segunda a sexta-feira, das 14 às 17h30. A taxa é de R$ 80,00 e cada atleta deverá colaborar com um quilo de alimento não perecível (exceto sal e açúcar) para doação a instituição beneficente da Cidade.

O local das disputas será definidos dias antes das disputas, conforme a previsão das ondas, para beneficiar os surfistas. Em disputa, nove categorias e nesta decisão, além dos títulos municipais, a grande atração é a bateria que definirá o “Supercampeão” do Circuito, reunindo todos os campeões na água. O vitorioso na disputa especial ganhará como prêmio uma viagem para a Indonésia, com passagens aéreas e hospedagem durante dez dias na ilha de Bali.

Fonte FMA Notícias / Foto Silvia Winik

Nenhum comentário:

Postar um comentário