30 de setembro de 2013

Quinalha tem bom resultado na Copa do Mundo de Supercross

A atleta de Sorocaba Bianca Quinalha conquistou um excelente e inédito resultado na etapa americana da Copa do Mundo de Supercross, a mais radical da modalidade Olímpica BMX, disputada nesse fim de semana em Chula Vista, na Califórnia (EUA). Depois de garantir um lugar na Super Final ao lado das 15 mais rápidas do Time Trial (tomada de tempo), a piloto de 19 anos terminou a prova na 12ª colocação, sendo a melhor brasileira na competição e registrando seu melhor resultado em etapas da Copa do Mundo.
Foto divulgação
“Foi um dia muito iluminado porque pela primeira vez consegui disputar a Super Final e terminei a corrida com esse excelente resultado. Eu só tenho a agradecer a todos que estão sempre me apoiando para que a evolução aconteça: CBC, COB, Clube de Ciclismo de São José dos Campos onde treino, meu treinador, familiares e amigos”, afirma a atleta.

Essa etapa de Chula Vista é uma das mais difíceis provas do calendário internacional, pois a pista faz parte do Centro de Treinamento Olímpico Americano e tem mesmas medidas da pista utilizada nos Jogos de Londres em 2012. “Foi uma prova muito técnica, com rampas enormes e alta velocidade. Estou contente com meu desempenho”, declara Bianca Quinalha.

A atleta, que terminou a prova aos  42 segundos e 191 milésimos agora irá se preparar para seus próximos desafios: a oitava etapa do Campeonato Paulista em Votorantim entre 19 e 20 de outubro, o Campeonato Nacional Americano na Flórida, entre 25e 27 de Outubro e a última etapa do Campeonato Paulista em Paulínia entre 23 e 24 de novembro.

Resultado Final Copa do Mundo de Supercross – Chula Vista, Califórnia
1. Mariana Pajon (COL)
2. Arielle Martin (USA)
3. Laura Smulders (NED)

Por Michele Barcena

Tudo pronto para o WQSurf Sub 14

Em um ano com três etapas previstas para o Circuito Oakley Wqsurf Estadual de Surf Sub 14, a nova geração do surfe do Rio de Janeiro se encontra nos dias 05 e 06 de outubro, com disputas para atletas entre 08 e 14 anos, divididos nas categorias Iniciante, Infantil, Feminino Iniciante, Petit e Pré Petit. No formato do surfe competição, um Circuito é formado por pelo menos três etapas. A partir desse número existe sempre um descarte. Assim foi o Circuito Estadual Sub 14 até 2012, com quatro provas, sendo os três melhores resultados contabilizados.
Vitor Ferreira / Foto Pedro Monteiro
Em 2013 a logísitica foi alterada, com três provas e sem descarte. Resultado, quem perdeu uma etapa está praticamente fora da disputa. Por outro lado, quem esteve presente nas duas primeiras e manteve uma regularidade está sonhando com o título estadual 2013. Um outro detalhe da decisão em três etapas é que antes da terceira prova não tem como saber o nome de nenhum dos campeões, pois sem descarte todos os pontos podem fazer diferença. No caso do Circuito Oakley Wqsurf Estadual de Surf Sub 14 2013, a briga é mais intensa nas categorias Iniciante e na Petit, onde os três primeiros colocados têm a mesma pontuação.

A partir do dia 5 de outubro os campeões começaram a ser definidos.  Sonhando com o sucesso nas ondas, os jovens competidores se enfrentam no Canto do Recreio, pico clássico do surfe carioca, local que concentra o maior número de surfistas na cidade. A competição conta com cinco categorias: Iniciantes (até 14 anos), Feminino Iniciantes (até 14 anos), Infantil (até 12 anos), Petit (até 10 anos) e Pré-Petit (até 8 anos).  São esperados cerca de 80 atletas que buscarão colocar o nome na história da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro.

Reconhecido pelo apoio ao desenvolvimento dos surfistas nessa primeira fase competitiva, o Circuito Oakley apresenta WQSurf Estadual Sub 14 2013 continua investindo nas ativações de praia, buscando maior conforto as famílias e diversão para as crianças. Repetindo a atividade de sucesso no Arpoador. Ao lado da estrutura do evento, estará instalada a tenda do Departamento de Biologia da Universidade Santa Úrsula, com o “Projeto Tartarugas Marinhas do Rio”.

A inscrição para a terceira etapa do Circuito Oakley apresenta WQSurf Sub 14 2013 custa R$ 60,00 (sessenta reais) e pode ser feita até o dia 03 de outubro, ao meio dia, na sede regional da FESERJ, situada na Rua Senador Rui Carneiro, 8 – Praia da Macumba / Recreio dos Bandeirantes – das 09:00 às 13:00 h. Atletas de fora do Rio, ou que preferirem, podem fazer depósito na conta da FESERJ (Itaú – ag. 8392 c.c. 28963-6), enviando fax com e enviar o comprovante do depósito, com o nome de bateria e categoria que está se inscrevendo, para o fax XX-21-2490-0754 ou por e-mail para  valeria_feserj@outlook.com. Todos devem confirmar o recebimento!

Filiação - Os atletas do Rio de Janeiro não filiados devem efetuar o pagamento da taxa de filiação no valor de R$ 60,00 (sessenta reais) e entregar na praia antes da competição,  a Ficha de Filiação de Atleta preenchida e assinada pelo responsável (disponível para impressão no site http://www.feserj.org.br), uma cópia do documento de Identificação (RG ou Certidão de Nascimento), cópia do CPF (se tiver) e 02 fotos 3X4. Os atletas do Rio de Janeiro já filiados devem pagar a taxa de anuidade 2013 no valor de R$ 60,00 (sessenta reais). O comprovante do deposito referente a taxa de anuidade de filiação deve ser enviado junto com o da inscrição por fax ou e-mail.

Documentação indispensável para todos os atletas menores de 18 anos: Considerando as exigências contidas na Portaria 14/2004 da Vara da Infância, Juventude e Idoso do Município do Rio de Janeiro, todos os atletas menores de 18 anos filiados a FESERJ, para poderem participar dos campeonatos, devem encaminhar os seguintes documentos para a sede regional da FESERJ (Rua Senador RuI Carneiro 8, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro, RJ, CEP: 22790-650) e/ou entregá-los antes do início da competição:

Autorização do responsável (preencher ficha modelo disponível no site da FESERJ (http://www.feserj.org.br/2013/?page_id=43); Atestado médico de aptidão para a prática de esportes; Comprovante de matrícula escolar; Cópia do CPF e Identidade do responsável que assinou a autorização; Cópia do documento de identificação do atleta (RG ou Certidão).

Por Pedro Monteiro

29 de setembro de 2013

Spitaletti vence a 3ª etapa do SP Contest 2013

Rafael Spitaletti foi o vencedor da principal categoria em disputa - Open - da terceira etapa do HD apresenta Tent Beach SP Contest 2013. A competição organizada pela Associação de Surf da Grande São Paulo (ASGSP) terminou na tarde deste domingo, na praia de Maresias, em São Sebastião (SP). Na bateria final, Rafael Spitaletti ficou à frente de Pedro Oliveira que, com a segunda posição, assumiu a liderança do ranking do circuito destinado aos surfistas residentes na Região Metropolitana da capital paulista, Em terceiro lugar nas ondas de Maresias ficou Bruno Furlani, seguido de Bruno Romano. "O campeonato foi alucinante, com altas ondas. Surfei bem, consegui reverter o resultado na decisão e acabei vencendo", afirmou Rafael Spitaletti, agora quarto do ranking. "Foi mais uma final de semana especial, pois novamente fiz três finais e assumi a ponta da classificação geral na Open", ressaltou Pedro Oliveira.
Rafael Spitaletti / Foto Munir El Hage
A satisfação de Pedro Oliveira foi maior ainda, pois venceu na Máster e manteve a liderança do ranking na categoria aberta para atletas de 35 anos ou mais. No confronto decisivo, com ondas de um metro e formação regular, ele superou Oswaldo de Oliveira (2º), Ricardo Cersósimo (3º) e Sérgio Petroni (4º). Outra final disputada por Pedro Oliveira nesta terceira etapa do HD apresenta Tent Beach SP Contest foi na Stand Up. Mas, nitidamente ele se poupou para a decisão da Open e terminou em quarto lugar. A vitória ficou com o líder da classificação da categoria Roger Marques. Atrás dele ficaram Paulo Giachett (2º) e Cláudio Chain (3º).

Bruno Romano chegou pela primeira vez ao topo do pódio na categoria Longboard. Ele mostrou um surfe moderno e não deu chances na final para Paulo Giachetti (2º), Alex Miranda (3º), que mesmo assim manteve a liderança do ranking, e Paulo Banys (4º). "Não é a minha principal categoria, que é a Open, mas a cada dia tenho gostado mais do pranchão", avisou. Luana Rebello venceu pela primeira no circuito e, assim, evitou o título antecipado na Miss Sirena (Feminina) de Luara Diamante - ganhadora das etapas iniciais (Guarujá e Ubatuba) -, que ficou em segundo lugar em Maresias, à frente de Dayane Uchoa (e de Simone Soares. "Sabia que só a vitória interessava e deu certo", disse a primeira colocada.
Foto Pódio Open
Campeões - Duas das sete categorias em disputa tiveram os campeões definidos por antecipação nesta terceira etapa. Du Kutica garantiu a taça na Máster de forma invicta, já que também venceu as duas primeiras etapas. Em Maresias, ele chegou a final e derrotou Gordon Gonçalves (2º), Victor Banys (3º) e Edu Bahia (4º).

Também sem perder no circuito, Thiago Menezes se tornou campeão da categoria Júnior - para surfistas com até 18 anos de idade -, mesmo antes da última etapa do circuito. Na decisão deste domingo, ele foi melhor que Léo Romano (2º), Murilo Jordão (3º) e Rubinho Maroti (4º) e comemorou o título antecipado.

Promoção - Patrícia Custódio Espírito e Elvis Cesário Leopoldini foram os vencedores da promoção desenvolvida pelo representante de vendas da HD Edson Santos junto aos vendedores da Tent Beach. Eles foram premiados com uma viagem para a praia de Maresias, com tudo pago e com direito a acompanhante, para assistir a terceira etapa do HD apresenta Tent Beach SP Contest, por terem sido campeões de vendas de produtos HD na rede de lojas.

Classificação - 3ª etapa
Open
1º Rafael Spitaletti
Luna Rebello
2º Pedro Oliveira
3º Bruno Furlani
4º Bruno Romano
Longboard
1º Bruno Romano
2º Paulo Giachetti
3º Alex Miranda
4º Paulo Banys
Máster
1º Pedro Oliveira
2º Oswaldo de Oliveira
3º Ricardo Cersósimo
4º Sérgio Petroni
Júnior
1º Thiago Menezes
2º Léo Romano
Pódio Máster
3º Murilo Jordão
4º Rubinho Maroti
Stand Up
1º Roger Marques
2º Paulo Giachetti
3º Claudio Chain
4º Pedro Oliveira
Grand Máster
1º Edu Kutica
2º Gordon Gonçalves
3º Victor Banys
4º Edu Bahia
Miss Sirena (Feminina)
1º Luna Rebello
2º Luara Diamante
3º Dayene Uchoa
Pedro Oliveira
4º Simone Soares
Ranking - Após 3 etapa
Open
1º Pedro Oliveira, 2.629 pontos
2º Bruno Furlani, 2.539
3º Eduardo Maia, 2.331
4º Rafael Spitaletti, 2.240
Longboard
1º Alex Miranda, 2.466 pontos
2º Bruno Romano, 2.341
3º Paulo Giachetti, 2.182
4º Glebson Siqueira, 2.097
Máster
1º Pedro Oliveira, 2.729 pontos
2º Ricardo Saheli, 2.122
Ganhadores da promoção
3º Oswaldo Domingues, 2.082
4º Caio Tavares, 1.916
Júnior
1º Thiago Menezes, 3.000 pontos
2º Léo Romano, 2.700
3º Murilo Jordão, 2.430
4º Rubinho Maroti, 1.458
Stand Up
1º Roger Marques, 2.900 pontos
2º Paulo Giachetti, 2.556
3º Cláudio Chain, 2.520
4º Pedro Oliveira, 2.195
Grand Máster
1º Edu Kutica, 3.000 pontos
2º Gordon Gonçalves, 2.331
3º Victor Banys, 1.466
3º Marcelo Escobar, 1.466
Miss Sirena (Feminina)
1º Luara Diamante, 2.900 pontos
2º Luna Rebelo, 2.800
3º Simone Soares, 2.187
4º Roberta Costa, Yasmin Sathler e Dayane Uchoa, 810

Por Roberto Pierantoni / Fotos Munir El Hage

Rony Gomes encerra em quarto na África

O skatista brasileiro Rony Gomes encerrou sua primeira participação no Kimberley Diamond Cup, na África do Sul, na quarta colocação no combinado entre Vertical e Mini Mega Rampa. Depois de ser adiada por causa dos fortes ventos na tarde de ontem, a competição no Vertical - onde o brasileiro é o atual campeão mundial - aconteceu neste sábado (28). Rony fechou a participação em quarto lugar e manteve a posição na disputa da Mini Mega Rampa.
Foto Andre Fancio
 O atual campeão do mundo somou 166.36 pontos, pouco menos de dez pontos atrás do americano Andy MacDonald, que somou 176.33 no combinado e ficou com a vitória. Rony ficou satisfeito com a sua participação no evento e destacou o alto nível da competição. "Foi muito legal competir aqui em Kimberley. Claro que eu gostaria de ter um resultado um pouco melhor, mas senti algumas dificuldades para me acostumar com a rampa. Os três primeiros andaram muito bem e mereceram o resultado", avaliou o jovem de 21 anos, atleta profissional do Corinthians.

O próximo desafio do skatista é disputa do Campeonato Brasileiro de Skate Vertical, nos dias 12 e 13 de outubro em Curitiba (PR).

Confira a classificação geral do Kimberley Diamond Cup:
1) Andy MacDonald (EUA) - 176.33 pontos
2) Jono Schwan (EUA) - 175.66
3) Pierre Luc Gagnon (CAN) - 171.66
4) Rony Gomes (BRA) - 166.34
5) Marcelo Bastos (BRA) - 165.34
6) Alex Perelson (EUA) - 158
7) Sam Beckett (ING) - 157.33
8) Jagger Eaton (EUA) - 154.67
9) Nolan Munroe (EUA) - 134.66
10) Elliot Sloan (EUA) - 131.67
11) Danny Mayer (EUA) - 116.34

Por Fernanda Gonçalves

Decisão do Jump Festival será decidido na mannhã de Domingo

A organização do Jump Festival anunciou na sexta-feira (27) uma alteração na programação oficial do evento. Por conta da previsão do tempo, que aponta chuva em especial na tarde de domingo, último dia de competições, os promotores decidiram antecipar a programação toda para a parte da manhã, evitando assim interrupções na competição.
Foto Marcelo Mug / Divulgação
De acordo com o Instituto Climatempo, o domingo terá sol com muitas nuvens e chuva principalmente na parte da tarde. Por conta disso, as principais finais do skate e do BMX, marcadas para o período vespertino, acontecerão entre as 10 e 11h30 da manhã.

"Seria muito prejudicial ao evento não poder realizar as finais por conta da chuva. Desta forma, adiantamos a programação para não sermos surpreendidos pela instabilidade do tempo", comenta Leonardo Rodrigues, presidente da CBER (Confederação Brasileira de Esportes Radicais).

Confira os novos horários:
Domingo, 29 de setembro
9h às 10h: Final do Skate Vertical Amador
9h às 10h: Final do BMX Dream-Ramp Amador
10h às 10h30: Final do Skate Vertical Feminino
10h às 11h: Final do FMX Profissional
10h às 11h: Final do Skate Street Amador
10h às 11h: Final do BMX Dream-Ramp Profissional
10h30 às 11h30: Final do Skate Vertical Masculino

Serviço
Jump Festival
Local: Estacionamento externo do Shopping Tamboré Endereço: Av. Piracema, 669 - Tamboré / Barueri - SP Entrada: Gratuita Período dos campeonatos: de 26/09 até 29/09, das 9h às 18h.

Por Bruno Vicaria

28 de setembro de 2013

Maresias quebrou clássico no 1º dia do SP Contest

Ondas de 1,5 metro de altura e boa formação, vento terral e muito sol no período da tarde serviram de cenário perfeito para o primeiro dia da terceira etapa do HD apresenta Tent Beach SP Contest 2013. A competição teve início na manhã deste sábado, na praia de Maresias, em São Sebastião (SP). Foram disputadas três fases da Open e Máster, até serem conhecidos os finalistas destas duas categorias. O evento organizado pela Associação de Surf da Grande São Paulo (ASGSP) prossegue até a tarde deste domingo, com reinício às 8h30, com o primeiro rounde da Longboard.
Bruno Romano, Rafael Spitaletti, Bruno Furlani e Pèdro Oliveira são os quatro surfistas classificados para a decisão da categoria Open, principal em disputa. Nesta bateria, estará em jogo a liderança do ranking, em briga particular entre os dois últimos da lista. Bruno Furlani e Pedro Oliveira estão empatados na segunda colocação, com 1.729 pontos, e foram beneficiados com a desclassificação nas quartas-de-final do líder Eduardo Maia. Quem ficar na frente na final assume a ponta da categoria.

Pedro Oliveira também conseguiu vaga na bateria decisiva da Máster. O líder do ranking da categoria terá como adversários Sérgio Cersósimo, Oswaldo Domingues e Sérgio Petroni. "Estou cansado, mas está valendo a pena, pois estou repetindo o que aconteceu em Ubatuba, na segunda etapa, em que fiz três finais", disse o surfista, que também disputa a categoria Stand Up.
Pedro Oliveira
Neste domingo, além das decisões da Open e da Máster, serão definidos os campeões de outra cinco categorias, que estrearão nas ondas da praia de Maresias: Longboard, Stand Up, Grand Máster, Júnior, Miss Sirena (Feminina). As três últimas podem ter definidos seus campeões por antecipação, caso, respectivamente, Edu Kutica, Thiago Menezes e Luara Diamante conquistem a vitória.

Ao vivo - As disputas deste domingo na praia de Maresias serão transmitidas ao vivo pela Internet, a partir das 8 horas, no site da Federação Paulista de Surf (FPS) (www.fpsurf.com.br).

Por Roberto Pierantoni / Fotos Munir El Hage

Brasileiros na terceira fase na França

Os cinco participantes do Brasil no Quiksilver Pro France vão disputar a terceira fase da etapa que abre a reta final da temporada 2013 do ASP World Tour. Os 100% de aproveitamento foram confirmados nas baterias que ficaram para fechar a repescagem na sexta-feira de ondas de 3 pés na praia Seignosse Le Penon, em Hossegor. O catarinense Alejo Muniz despachou o norte-americano C. J. Hobgood no primeiro duelo do dia e o paulista Gabriel Medina venceu o último com um verdadeiro show, recebendo a primeira nota 10 do campeonato contra o sul-africano Travis Logie. Os paulistas Adriano de Souza, Filipe Toledo e Miguel Pupo, já haviam se classificado na quinta-feira de ondas maiores na França.
Gabriel Medina
"Estou feliz porque consegui achar duas ondas boas para ganhar bem a bateria", disse Gabriel Medina, que já venceu o Quiksilver Pro France em 2011 e em 2009 ganhou o evento especial para Grommets com duas notas 10 na final brasileira contra Caio Ibelli. "O Travis (Logie) estava surfando muito bem, então eu decidi me concentrar nos aéreos porque é divertido fazer essa manobra nessas ondas pequenas. Estou amarradão pela classificação e agora vou assistir o King of the Grommets. Esses moleques estão surfando muito e eu ganhei esse evento alguns anos atrás, então é muito legal de ver".

Como a altura das ondas diminuiu em relação à quinta-feira, de 3-5 pés para 2-3 pés, a comissão técnica do Quiksilver Pro decidiu realizar apenas as sete baterias restantes da repescagem e depois iniciar o King of the Grommets em Seignosse. A primeira chamada para a terceira fase foi marcada para as 7h30 do sábado na França, 2h30 da madrugada pelo fuso horário de Brasília, mas o mar deve continuar baixando e os organizadores podem até aguardar a entrada de um novo swell (ondulação) para dar sequência ao evento, que tem prazo até 7 de outubro para ser encerrado na França.
Gabriel Medina
Assim como na sexta-feira, o catarinense Alejo Muniz vai participar do primeiro duelo do próximo dia, desta vez contra o australiano Taj Burrow que vem de vitória na etapa norte-americana do WCT em Trestles e é um dos quatro surfistas que brigam pela liderança do ranking no Quiksilver Pro France. Em Hossegor, Alejo Muniz despachou o campeão mundial C. J. Hobgood por uma pequena diferença no placar encerrado em 16,80 a 16,17 pontos.

Esta marca foi batida quatro vezes durante a manhã em Hossegor, primeiro por Kai Otton que totalizou 17,57 pontos para derrotar o também australiano Adam Melling, depois pelo havaiano Sebastian Zietz que atingiu 17,60 contra outro australiano, Bede Durbidge. Já no último confronto do dia, os dois competidores superaram a somatória de Alejo Muniz.
Alejo Muniz
Gabriel Medina arrancou a primeira nota 10 do Quiksilver Pro France ao completar um aéreo incrível de backside e alcançou 18,37 pontos, contra 17,37 de Travis Logie. Medina vai fechar a participação verde-amarela na terceira fase, contra o australiano Adrian Buchan na 11.a e penúltima bateria. Este será o quarto confronto consecutivo com brasileiros disputando vaga para a rodada das duas chances de classificação para as quartas de final.

Apenas Alejo Muniz ficou na chave de cima, que vai apontar o primeiro finalista do Quiksilver Pro France. Depois dele abrir a terceira fase com Taj Burrow, tem Filipe Toledo contra o francês Jeremy Flores na oitava bateria, Adriano de Souza contra o norte-americano Brett Simpson na nona, Miguel Pupo contra o australiano Julian Wilson na décima e na 11.a Gabriel Medina enfrenta Adrian Buchan.
Kai Otton (AUS)
O Quiksilver Pro France está sendo transmitido ao vivo pela internet e o link pode ser acessado clicando-se no banner do evento na capa do www.aspsouthamerica.com lembrando o fuso horário da França que é de 5 horas a mais do que o de Brasília.

Por João Carvalho / Fotos Kelly Cestari / ASP

Brasileiros encaram o Dragão Prateado, na China

Um grupo de quatro surfistas brasileiros embarcaram na última quarta-feira, (25.09), para um dos maiores desafios do esporte: surfar a pororoca chinesa. Composto pelos experientes caçadores de pororoca Noélio Sobrinho (PA) e os cearenses Adilton Mariano, Marcelo Bibita e George Noronha, o grupo pretende desbravar as ondas de maré batizadas de Silver Dragon. O destino será a província de Hangzou e seu caudaloso rio Qiantang, que nas últimas duas semanas foi notícia nos principais jornais do mundo devido às suas grandes ondas provocadas por tufões e tempestades. E é contando com essas ondas que o time brasileiro vai encarar uma viagem de mais de 20 mil quilômetros para o outro lado do globo, em com o objetivo de domar o dragão chinês. Outra missão da expedição será o mapeamento da pororoca do Rio Qiantang e de possíveis outras pororocas para o mais ambicioso projeto de toda a história da ABRASPO, a realização de um Circuito Mundial de Surf na Pororoca nos mesmos moldes do circuito nacional criado pela entidade no ano de 1999.
Expedição ABRASPO, China 201 / Foto George Noronha
Pioneirismo - Há 15 anos, a ABRASPO-Associação Brasileira de Surf na Pororoca, presidida por Noélio Sobrinho, protagoniza incursões ao fenômeno. De lá pra cá muita coisa mudou. Os procedimentos e as operações foram padronizadas e os acidentes, anteriormente tidos como parte da aventura, se tornaram eventos raros e cada vez mais esporádicos. Isso tem possibilitado a realização de projetos como o da transmissão feita ao vivo da pororoca do Rio Araguari-AP pela estatal chinesa CCTV, que levou 85 profissionais para o coração da selva amazônica e gerou imagens que foram vistas em tempo real por mais de 1 bilhão de pessoas em toda China.

Expectativas - Por ser um povo muito ligado a sua cultura milenar, os integrantes do grupo esperam ter uma das mais ricas experiências de suas vidas. Apenas de alguns anos pra cá é que o país iniciou o processo de abertura para que suas ondas pudessem ser desbravadas por surfistas vindos de outros países e continentes. Por isso, as informações ainda são escassas já que o número de pessoas em todo planeta tiveram contato com a pororoca chinesa é bem reduzido, tendo em vista que o universo de surfistas ao redor do mundo gira na casa dos milhões. Isso aumenta muito a adrenalina e as expectativas de todos da trip, justamente por não saber ao certo o que encontrarão e como irão superar todos os desafios, incluindo-se aí a língua, que será uma das maiores barreiras a ser transposta já que na Província de Hangzou, pouquíssimas pessoas na China dominam o inglês. Tudo ainda é muito nebuloso e as informações muitas vezes são desencontradas. Mas, todos acreditamos que se conseguimos surfar no meio da Selva Amazônica, também conseguiremos domar a Silver Dragon. Mas, nem tudo são espinhos. Já temos alguns contatos que estão nos esperando para dar o suporte necessário e acima de qualquer coisa, esperamos encontrar um povo simpático e acolhedor que irá nos ensinar muito sobre sua rica e exótica cultura.
Foto George Noronha
Saiba Mais
- O paraense Noélio Sobrinho é a pessoa que tem mais experiência de surf em pororocas no Mundo. Com 137 expedições às ondas de maré de 25 diferentes locações do Brasil e da França, é a pessoa mais capacitada de que se tem notícia a encarar desde projetos simples, até mesmo megaprojetos em ondas de maré.
- Marcelo Bibita foi o primeiro recordista de permanência em onda e atualmente acumula os cargos de Diretor de Eventos e Cultural da ABRASPO;
- Adilton Mariano foi o detentor do recorde mundial de permanência em uma onda durante mais de uma década, com a marca de 37min. e 8seg. obtida no Rio Araguari-AP. Além disso ele possui 6 títulos nacionais  e é o atual Campeão Brasileiro de Surf Profissional na Pororoca;
- George Noronha é o mais jovem caçador de pororocas do grupo. Mesmo assim, já explorou as pororocas do Rio Mearim, no município de Arari-MA, do Rio Amazonas, no Arquipélago das Cavianas, na Ilha de Marajó-PA e do Rio Araguari, no Amapá.

Por George Noronha

27 de setembro de 2013

SP Contest realiza a 3ª etapa em Maresias

Mais de cem surfistas são esperados para competir na terceira etapa do HD apresenta Tent Beach SP Contest 2013, que tem início às 8 horas deste sábado e prossegue até a tarde de domingo, na praia de Maresias, em São Sebastião (SP). Sete categorias estarão em disputa no evento organizado pela Associação de Surf da Grande São Paulo (ASGSP): Open, Máster, Longboard, Júnior, Grand Máster, Stand Up e Miss Sirena (Feminina). O líder da principal categoria em disputa - Open - é Eduardo Maia, segundo colocado nas duas etapas já realizadas, pela ordem, na praia de Pitangueiras (Guarujá) e de Itamambuca (Ubatuba). O tetracampeão (2009, 2010, 2011 e 2012) do circuito destinado aos surfistas residentes na Região Metropolitana da capital paulista soma 1.800 pontos no ranking. Ele é seguido de perto de Pedro Oliveira e de Bruno Furlani, ambos com 1.729, e de Henrique Scaff, com 1.466.
Roger Marques / Foto Munir El Hage
Eduardo Maia não esconde que o objetivo é a primeira vitória na temporada, apesar de dizer que pensa em apenas surfar ao lado dos amigos. "Vou como vou para todos os campeonatos, com a intenção de me divertir. O resultado será consequência do que eu apresentar no mar. A minha meta é o pentacampeonato e uma vitória em Maresias seria um grande passo", afirmou. "Quero vencer novamente", avisou Pedro Oliveira, primeiro em Ubatuba. A briga pelo título na Máster (35 anos ou mais) está bem equilibrada e um bom resultado nesta terceira etapa será de fundamental importância para os primeiros quatro colocados no ranking, que é liderado por Pedro Oliveira, com 1.729 pontos. Em segundo lugar está Eduardo Saad, com 1.531, seguido de Ricardo Saheli, com 1.466, e de Fábio Ayres, com 1.341.
Glebson Siqueira / Foto Munir El Hage
Alexandre Miranda, vencedor em Ubatuba na Longboard, busca novo triunfo na terceira etapa do HD apresenta Tent Beach SP Contest 2013. "Espero que as manobras encaixem nas ondas de Maresias e eu faça mais uma final", disse o atual segundo colocado no ranking da categoria, com 1.656 pontos, apenas 54 atrás do líder, Glebson Siqueira, com 1.710. Em terceiro e quarto lugares estão Chico Paioli e Bruno Romano, respectivamente, com 1.431 e 1.341 pontos. Três categorias podem ter seus campeões definidos por antecipação nesta terceira etapa: Grand Máster, Júnior e Miss Sirena (Feminina). Edu Kutica, Thiago Menezes e Luara Diamante podem levantar a taça mesmo antes da última prova da temporada, pois venceram nas respectivas categorias as duas etapas iniciais. Já na Stand Up, briga apertada pela ponta do ranking, com Roger Marques em primeiro, seguido de Cláudio Shain, de Paulo Giachetti e de Pedro Oliveira.
Pedro Oliveira / Foto Munir El Hage1
Ao vivo - A disputa na praia de Maresias será transmitida ao vivo pela Internet, tanto no sábado quanto no domingo, a partir das 8 horas, no site da Federação Paulista de Surf (FPS) (www.fpsurf.com.br).

Ranking - Após 2 etapas
Open
1º Eduardo Maia, 1.800 pontos
2º Bruno Furlani, 1.729
2º Pedro Oliveira, 1.729
4º Henrique Scaff, 1.466
Longboard
1º Glebson Siqueira, 1.710 pontos
2º Alexandre Miranda, 1.656
3º Chico Paioli, 1.431
4º Bruno Romano, 1.341
Máster
1º Pedro Oliveira, 1.729 pontos
2º Eduardo Saad, 1.531
3º Ricardo Saheli, 1.466
4º Fábio Ayres, 1.341
Júnior
1º Thiago Menezes, 2.000 pontos
2º Léo Romano, 1.800 pontos
3º Murilo Jordão, 1.620
4º Rubinho Mardi e Derek Azevedo - ambos com 729
Stand Up
1º Roger Marques, 1.900 pontos
2º Cláudio Shain, 1.710
3º Paulo Giachetti, 1.656
4º Pedro Oliveira, 1.466
Grand Máster
1º Edu Kutica, 2.000 pontos
2º Marcelo Escobar, 1.466
3º Gordon Gonçalves, 1.431
4º Fernando Mineiro, 1.385
Miss Sirena (Feminina)
1º Luara Diamante, 2.000 pontos
2º Luna Rebello, 1.800
3º Simone Soares, 1.458
4º Roberta Costa e Yasmin Sathler, 810

Por Roberto Pierantoni

Equipe de SUP encara o Vital Sport

Os atletas e instrutores de Stand Up Paddle da equipe SUP Refúgio Cheiro do Mato estarão presentes no Vital Sport, evento promovido pela rede de lojas de artigos esportivos Decathlon no estacionamento do Shopping Lar Center, em frente a sua unidade da Zona Norte da capital paulista. A ação, com entrada franca, será realizada neste sábado, das 12 às 17 horas, e tem como proposta a experimentação de novos esportes pela população da região.
Em um estande especial, Marcelo Franchini e Ricardo Kaizer, coordenadores do projeto SUP Refúgio Cheiro do Mato, apresentarão detalhes sobre o Stand Up Paddle, esporte que conquista novos adeptos a cada dia no Brasil e em todo mundo. Também serão oferecidas informações sobre a iniciação nessa atividade e o melhor lugar para praticar o esporte com segurança e conforto próximo à cidade de São Paulo. "Na Capital, há milhares de amantes e praticantes de Stand Up, além de inúmeras pessoas que querem conhecer o esporte. Por isso, participamos deste importante evento, para informar e orientar esse público", afirma Marcelo Franchini.

"Vamos aproveitar a oportunidade para sortear participações em Clínicas de SUP e diárias de uso (day use) vips para utilização no Refúgio Cheiro de Mato Ecoresort, em Mairiporã, o local perfeito para a prática de Stand Up Paddle", avisa Ricardo Kaizer. No estande do SUP Refúgio Cheiro do Mato no Vital Sport da Decathlon, o público também poderá praticar slackline (fita elástica esticada entre dois pontos fixos, que permite ao praticante andar e fazer manobras por cima) da Rea Fitness Brasil e utilizar a parede de escalada de cinco metros de altura da Rox, gratuitamente.

Serviço
SUP Refúgio Cheiro do Mato no VitalSport
Onde: Decathlon Lar Center - av. Otto Baumgart, 500 - estacionamento do Shopping Lar Center. Entrada gratuita.
Quando: Sábado (28/09), das 12h às 17h.
Mais informações: (11) 2903.2300

Por Michele Barcena

Star Point ganha novo visual

A Star Point reinaugurou na última terça-feira, 24 de setembro, sua loja localizada no shopping Eldorado, em São Paulo.  Com mesmo projeto da flagship de Moema, a loja possui espaços destinados as marcas no conceito "shop in shop", incluindo os produtos de performance como skates, stand ups, pranchas e acessórios de proteção.
Foto Rodrigo Oliveira
O evento reuniu muita gente bonita, boa música, e contou também com a presença dos atletas Rene Shigueto, Leandro Overall e da skatista Karen Jonz.

Por Daniela Vinci

Sandor Belga leva a melhor em Niterói

O dia que encerrou o inverno no hemisfério sul em 2013 foi marcante para o surf niteroiense. No sábado, 21 de setembro, a Associação de Surfe de Niterói organizou no Canal da Lagoa de Itaipu o primeiro Campeonato Interno de Escolinhas de Surf. Com sol e praia cheia, o campeonato foi dividido nas categorias Feminino e Masculino, e disputado em boas ondinhas de meio metro, com a maré enchendo. Em clima de amizade e descontração, a primeira competição de muitos iniciantes no esporte reuniu surfistas de todas as escolinhas da cidade. Além do incentivo para garotada, pais e mães estavam orgulhosos e empolgados com o desempenho de seus filhos e filhas. Os atletas da nova geração Luca Nolasco e Danilo de Souza também tiveram suas primeiras experiências com julgamento, e se revezaram entre si no trabalho junto com os juízes da ASN.
Sandor Belga
Quem se destacou entre as meninas foi Ana Luiza da escola Go Surf Kaway. Ela conseguiu conectar ondas bem pra dentro do canal e garantiu o título. Duda Mergulhão treinada pela HSB foi a segunda. A convidada Flora Waksman, filha do presidente da ASBT, está acostumada a ver seu pai organizar eventos em um dos palcos mais tradicionais do estado, a Barra da Tijuca. Em sua primeira participação, ela avançou para final e ficou feliz com a terceira colocação. Juliana Lovasz, filha de um dos primeiros surfistas profissionais de Niterói, Luiz Lovasz, terminou em quarto.

Apesar da pouca idade dos meninos, alguns já demonstram intimidade com a prancha, e desse dia de muita diversão poderão surgir futuros nomes do esporte na cidade. Sandor Belga está seguindo os passos do seu irmão Valentino e foi o campeão. Vitor Fraga, herdeiro do vice-presidente da ASN, ilustrou o cartaz, competiu muito bem e ficou em segundo. Os dois garantiram as primeiras colocações para a escola HSB. Marcos Vinicius treinado pela Van Surf, conta com o apoio de seu pai dentro e fora da água, e foi o terceiro. Pedro Lomelino da Go Surf completou o pódio em quarto.
A mãe de Valentino e Sandor Belga gravou e editou um vídeo da garotada e seus familiares curtindo um dia descontraído na praia de Itaipu. A alegria contagiou todos presentes e envolvidos no campeonato, e após a entrega da premiação um dos mais felizes era Vitor Fraga, que ganhou de presente a lona impressa com sua foto surfando.

Por João José Macedo / Fotos Renato Fraga

Rony Gomes desembarca na África do Sul

O skatista paulistano e atual campeão do mundo na modalidade vertical, Rony Gomes, visita pela primeira vez a África do Sul para disputar um dos campeonatos mais cobiçados do esporte: a Kimbeley Diamond Cup. A competição acontece nos dias 27, 28 e 29 de setembro, na cidade de Kimberley. O brasileiro de 21 anos foi declarado campeão mundial no dia 9 deste mês e é o quinto skatista do país a conquistar o título.
Roni Gomes após o treino na África do Sul / Foto divulgação
Em Kimberley, Rony é o oitavo brasileiro a entrar para a seleta lista de convidados a disputar o torneio, que distribui a maior premiação do mundo na categoria (60 mil dólares ao vencedor). "Minhas expectativas são as melhores. O título mundial é uma motivação a mais para treinar mais e dar sequencia nos bons resultados. Vou me concentrar nas minhas linhas, acertar as minhas manobras e aí sim pensar no resultado final", comentou Rony, que representará o Brasil ao lado de Marcelo Bastos.

A programação do evento começa oficialmente na sexta-feira (27), com o campeonato de vertical às 12h (horário de Brasília), mas na quarta-feira (26) o brasileiro fez o seu primeiro treino de reconhecimento na rampa. "Treinei no vertical para me acostumar com a rampa. Fiz algumas manobras básicas, mas vou começar a tentar as minhas melhores e deixa-las no pé para a competição".

No sábado (28), as atividades serão na mega rampa às 11h30. Cada atleta fará oito descidas, valendo a melhor nota de cada. O campeão será decidido na somatória da pontuação no vertical e na mega rampa. No domingo (29), quem fizer a melhor manobra na mega rampa recebe uma premiação especial. Para acompanhar a competição, o site oficial do evento (www.kimbeleydiamondcup.com.br), que também envolve a categoria street, disponibiliza um webcast no sábado e no domingo.

Por Fernanda Gonçalves

As cinco ondas de Peniche em 2012

Na edição de 2012 do Rip Curl Pro Portugal, a praia de Supertubos (em Peniche) proporcionou emoções fortes e ondas cruciais que ditaram o desfecho do evento.
A onda que valeu a vitória de Ace Buchan sobre Patrick Gadauskas (2ª fase), ou a de Kolehe Andinho que afastou o surfista português Tiago Pires (2ª fase), a de Raoni Monteiro que derrotou Kelly Slater (3ª fase), e o “10” de Owen Wright que lhe deu a vitória sobre Mick Faning (5ª fase). Tem também a de Julian Wilson que fez com que vencesse o evento. Essas marcaram definitivamente o Rip Curl Pro Portugal 2012 e valem a pena serem recordadas!

Fonte SurfTotal

26 de setembro de 2013

Toledo, Pupo e Mineiro estream com vitória em Hossegor

O Quiksilver Pro France abriu a "perna européia" do ASP World Tour na quinta-feira de boas ondas de 3-5 pés na praia Seignosse Le Penon, em Hossegor. Três brasileiros venceram baterias no primeiro dia e já passaram para a terceira fase da etapa francesa do WCT. Filipe Toledo e Miguel Pupo estrearam com vitórias na rodada inicial e o também paulista Adriano "Mineirinho" de Souza aproveitou a segunda chance de classificação no duelo da repescagem que fechou o dia na França. O confronto do catarinense Alejo Muniz com C. J. Hobgood ficou para abrir a sexta-feira e o paulista Gabriel Medina disputa a última vaga para a terceira fase com o sul-africano Travis Logie.
Filipe Toledo / Foto Kirstin Scholtz / ASP
"Eu achei uma esquerda muito boa, bem longa que deu pra fazer umas quatro a cinco manobras fortes que me deixaram bastante cansado", disse Filipe Toledo, que fez o maior placar da primeira fase - 17,67 pontos de 20 possíveis - para vencer a bateria verde-amarela contra Adriano de Souza e Alejo Muniz na primeira fase. "Estou me sentindo bem mais confiante depois da grande bateria que fiz com o Julian (Wilson) em Lower Trestles (onde aconteceu a etapa passada do WCT na Califórnia). As ondas hoje (quinta-feira) estavam boas tanto pra fazer manobras como para voar e espero que continuem assim durante a semana".

Esta marca de Filipe só foi batida pelo sul-africano Jordy Smith, que atingiu 18,90 pontos na vitória sobre o norte-americano Dane Reynolds no segundo duelo da repescagem. Ele também aumentou a maior nota do Quiksilver Pro 2013 para 9,70, superando o 9,50 da melhor apresentação do brasileiro. E quem também chegou bem perto do recorde da primeira fase foi Adriano de Souza, que alcançou 17,66 pontos para garantir sua classificação no último confronto do dia, contra o australiano Yadin Nicol.
Miguel Pupo / Foto Kirstin Scholtz / ASP
"Estou feliz porque já fazia cinco anos que eu não conseguia vencer nenhuma bateria aqui na França, então pra mim foi um grande alívio conseguir essa vitória hoje (quinta-feira), ainda mais surfando bem essas ondas", destacou Mineirinho, que precisa de um ótimo resultado para tentar retornar ao seleto grupo dos top-5 do mundo nas outras duas etapas que vão fechar a temporada 2013 do ASP World Tour em Portugal e no Havaí. Ele já chegou a liderar o ranking, mas no momento ocupa a oitava colocação.

Quem também necessita de bons resultados, mas para entrar na zona de classificação para o WCT do ano que vem é Miguel Pupo. Ele já surfou de forma incrível na etapa passada em Lower Trestles, na Califórnia, Estados Unidos, mas ainda não conseguiu vencer duas baterias em um mesmo campeonato esse ano. Além disso, não competiu nos dois primeiros da Austrália porque estava contundido e chega na Europa em 26º no ranking do WCT, que garante a permanência dos 22 primeiros colocados para 2014. Pupo mandou duas feras da elite atual para a repescagem, o havaiano John John Florence e o taitiano Michel Bourez.
Adriano de Souza / Foto Kirstin Scholtz / ASP
Já Gabriel Medina foi batido por muito pouco e novamente por Julian Wilson, que vem se tornando o carrasco dos brasileiros nesta temporada. O australiano assumiu a liderança com a nota 7,90 que recebeu quando faltavam 8 minutos para o término da bateria. Medina ainda pegou cinco ondas para tentar os 6,83 pontos da vitória e chegou perto disso duas vezes, principalmente na última que surfou nos segundos finais, quando recebeu nota 6,47. Não conseguiu a virada no placar encerrado com 15,23 pontos para Julian Wilson, 15,07 para Gabriel Medina e 10,10 para Yadin Nicol, último colocado.

Na disputa do título mundial da temporada, o líder Mick Fanning perdeu para o norte-americano Kolohe Andino em sua estreia no Quiksilver Pro France, mas passou fácil pelo italiano Leonardo Fioravanti na abertura da repescagem. Com a classificação para a terceira fase, já tirou as chances de um dos cinco concorrentes ao posto de número 1 do ranking nesta etapa, o atual campeão mundial Joel Parkinson. Os únicos que ainda podem supera-lo na França são o vice-líder Kelly Slater com quem a briga pela ponta é fase a fase, o terceiro do ranking, Jordy Smith, e o quarto, Taj Burrow, que vem de vitória na etapa dos Estados Unidos.
Gabriel Medina / Foto Kirstin Scholtz / ASP
A primeira chamada para a bateria de Alejo Muniz com C. J. Hobgood que ficou para abrir a sexta-feira em Hossegor, foi marcada para às 7h30 horas na França, 2h30 da madrugada pelo fuso horário de Brasilia. O Quiksilver Pro France está sendo transmitido ao vivo pela internet e o link pode ser acessado clicando-se no banner do evento na capa do www.aspsouthamerica.com

Por João Carvalho  

Rafael Ramiro dropando a ladeira


Fonte Gustavo Gobo

Quem será o campeão do Paulista Pro 2013?

O equilíbrio marca a etapa decisiva do Maresia Paulista de Surf Profissional 2013, que terá a terceira e última competição realizada nos dias 2 e 3 de novembro, na praia de Maresias, em São Sebastião (SP). O nível técnico dos melhores surfistas do País é a marca registrada do Circuito promovido pela Federação Paulista de Surf (FPS), organizadora do evento que também vale pontos para o ranking brasileiro.
Bruno Galini
Bruno Galini, vencedor da segunda etapa, no Guarujá (SP), leva vantagem sobre os adversários, já que lidera o ranking, com 1.500 pontos. "O meta é o título e vou com tudo para este último evento do circuito", disse o baiano. Na segunda colocação está o ubatubense Odirlei Coutinho, com 1.310, que luta pelo bicampeonato, já que levantou a taça do estadual de São Paulo em 2003.

Entre os dez primeiro na classificação do campeonato estão quatro surfistas de outros estados e seis de São Paulo. Vale lembrar que os paulistas brigam também pelo título estadual da temporada. Além de Bruno Galini e Odirlei Coutinho, nesta lista estão os cariocas Leandro Bastos (3º) e Simão Romão (5º), o potiguar Ítalo Ferreia (8º), Flávio Nakagima (Praia Grande - 4º), Magno Pacheco (Guarujá - 6º), Saulo Júnior (Ubatuba - 7º), Gilmar Silva (Guarujá - 9º) e Luciano Brulher (Caraguatatuba - 10º).
Magno Pacheco
Inscrições - A reserva de vagas para a terceira etapa está aberta para surfistas profissionais de São Paulo e de outros estados. Ela deve ser feita pelo e-mail inscricao@fpsurf.com.br. As inscrições para atletas amadores de todo o Brasil começam no dia 2 de outubro. O prazo final é o dia 8 de outubro. A taxa de participação para filiados à Federação Paulista de Surf (FPS) é de R$ 170,00. Para surfistas dos demais estados é de R$ 160,00.

O competidor que se inscrever e não comparecer ao evento ou não efetuar o pagamento da taxa de inscrição terá o seu nome enviado para a Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp) e será impedido de competir em qualquer outro torneio até o pagamento.
Gilmar Silva
O Maresia Paulista de Surf Pro 2013 tem premiação total superior a R$ 100 mil. A cada etapa são R$ 30 mil e mais R$ 1 mil para o vencedor da Overboard Expression Session. O campeão do circuito, independente do estado de origem, receberá da Nias Tour uma passagem para o Hawaii e o campeão paulista ganhará da rede de lojas Tent Beach uma moto OKm.

O público que acompanhar o evento na praia ou pela transmissão ao vivo pela Internet nos sites www.maresia.com.br e www.fpsurf.com.br também será premiado a cada etapa com duas pranchas oferecidas pela marca Wave Star, produzidas pelo renomado shaper Eduardo Reco.

Ranking do Circuito - após 2 etapas
1º Bruno Galini (BA), 1.500 pontos
2º Odirlei Coutinho (Ubatuba - SP), 1.310
3º Leandro Bastos (RJ), 1.260
4º Flávio Nakagima (Praia Grande - SP), 1.110
5º Simão Romão (RJ), 1.090
6º Magno Pacheco (Guarujá - SP), 1.070
7º Saulo Júnior (Ubatuba - SP), 1.005
8º Ítalo Ferreira (RN), 1.000
9º Gilmar Silva (Guarujá - SP), 950
10º Luciano Brulher (Caraguatatuba - SP), 930

Por Roberto Pierantoni / Foto Munir El Hage

Suênio Campos vence a 1ª etapa do PB Skate 2013

‏O Circuito Paraibano de skate 2013 abriu suas atividades no último Sábado, dia 21 de setembro, na cidade de Esperança, que fica localizada na micro-região de Campina Grande. Na pista a categoria iniciante foi aberta com bastante técnica da nova geração, levando a melhor o Potiguar Ricardo Gonçalves, logo após entraram as categorias mirim e feminino que deram um show a parte mostrando a continuidade do skate no Estado, seguidos pela categoria amador e fechando com a master.
O amador cearense Suênio Campos como sempre tem demonstrado um bom desempenho nas competições com muitas manobras técnicas e bom aproveitamento da área, empolgando o público a cada manobra concluída, já na melhor manobra o Bruno Tenório do Recife levou a melhor e no corrimão maior fez um combo com muito estilo seguido pelo bs tailslide do Suênio Campos. A próxima etapa está marcada para o dia 19 de outubro, na cidade de João Pessoa.

Resultados:
Mirim
1- Mateus Rodrigues -Esperança
Suenio Campos - fs bluntslide
2- Asafe Emanuel- Esperança
Feminino
1-Luana Barros (Infect) - João Pessoa
2- Luiza Moraes - Esperança
3- Ana Lisboa - João Pessoa
Iniciante
1-Ricardo Gonçalves (Feeble)- Natal
2- Bruce Aguiar - João Pessoa
3- Diego Barbosa (Toda Hora Skate)- Recife
Master
1- Danilo Tavares - Campina Grande
2- Paulo Magno - João Pessoa
3- Jason Alexander - Campina Grande
Amador
1-Suênio Campos (Maresia, Revol decks) – Fortaleza
2- Bruno Tenório (Toda Hora Skate) - Recife
3- Jonharly Geninho - João Pessoa
Melhor manobra
Bruno Tenório (Toda Hora Skate) - Feeble to fifty no corrimão

Fonte CBSk

Jessé e Chloé agitam na Quiksilver Store

Para celebrar dois anos da loja Quiksilver, no Barra Shopping, a marca preparou junto com a Roxy, um Board Live Paint, na tarde da última terça-feira, 24 de setembro. A ação com os atletas Jessé Mendes e Chloé Calmon durou cerca de 4 horas, e atraiu olhares curiosos de quem passava pelos corredores do shopping. Alguns clientes e também fãs dos surfistas, passaram por lá, conferiram de perto a customização, pegaram autógrafos e retiraram mimos, que ambas as marcas deram.
Chloé Calmon e Jessé Mendes  prancha customizada
A prancha ficará exposta na loja até o dia 13 de outubro, e será entregue ao cliente que melhor responder a pergunta: “Por que eu mereço ganhar uma prancha customizada pelos atletas Jessé Mendes e Chloé Calmon?”. Todos os clientes que comprarem no período de 24 de setembro a 12 de outubro, poderão responder, e concorrer. A equipe de Marketing da Quiksilver e Roxy definirá o autor da melhor resposta.

As comemorações de 2 anos da Quiksilver do Barra Shopping acontecem até o dia 26 de setembro e conta com o apoio da Monster Energy e o conhecido Amazoo Açaí.

Por Karol Lopes / Foto Paola Vaz

Caio vai defender o título de BMX no Jump Festival

O atleta de BMX, Caio “Rabisco” Sousa, de 20 anos, é um dos confirmados. Ele vai defender o título da categoria amadora de rua Dream-Ramp. “Sou o atual campeão e vou tentar repetir o feito”, diz Rabisco, que neste ano também vai disputar a categoria Vertical.
Caio Rabisco em ação / Foto Marcelo Meira
A 10ª edição do Jump Festival começa hoje, quinta-feira (26), e segue até domingo (29), das 9h às 18h, no Shopping Tamboré, em Barueri (SP). O torneio vai reunir mais de 300 competidores profissionais e amadores de skate, bike e motocross.

Por Emanuelle Oliveira

25 de setembro de 2013

Bianca Quinalha na Copa do Mundo de SuperCross nos EUA

A atleta de Sorocaba representante do Clube de Ciclismo de São José dos Campos, Bianca Quinalha, de 19 anos, disputará a 4ª etapa da Copa do Mundo de BMX SuperCross em Chula Vista, na Califórnia (EUA), nos próximos dias 27 e 28 (sexta e sábado).
Bianca Quinalha / Foto divulgação
Bianca se recupera de uma lesão que a tirou da etapa do Campeonato Paulista em Cosmópolis na última semana mas está com seus treinamentos em dia e muito focada nessa competição internacional, que é considerada uma das mais radicais da modalidade. “As competições de SuperCross são mais intensas e radicais que as de BMX que disputo normalmente. Especialmente nessa pista da Califórnia, que é uma réplica da utilizada nos Jogos Olímpicos de Londres. Ainda assim, estou muito focada e quero trazer um resultado inédito para o esporte brasileiro, que nunca contou com uma mulher nas finais da Copa do Mundo”, afirma a atleta Bianca Quinalha.
Bianca em ação / Foto divulgação
A piloto, que é a atual Campeã Brasileira de BMX e líder do ranking nacional, terá outras competições importantes nos próximos meses, entre elas os Campeonatos Latinoamericano e Sulamericano no Peru, entre os dias 11 e 13 de outubro, a etapa do Campeonato Paulista em Votorantim entre 19 e 20 de outubro, o Campeonato Americano na Flórida entre 25 e 27 de outubro e a última etapa do Campeonato Paulista em Paulínia nos dias 23 e 24 de novembro.

Por Michele Barcena

Bethany Hamilton renova com a Rip Curl

Uma das mais inspiradoras surfistas de todos os tempos, Bethany Meilani Hamilton, conhecida por ter sobrevivido a um ataque de tubarão que a deixou sem o seu braço esquerdo e também por superar a sua lesão, voltando a competir, acaba de renovar o seu contrato com a marca Rip Curl.
Foto Noah Hamilton
A Rip Curl anunciou que Bethany Hamilton continuará sendo a embaixadora da marca e renovou o contrato com a surfista havaiana por vários anos. “Tive o prazer de assistir ao crescimento de Bethany desde muito nova até os dias atuais. Para todos nós na Rip Curl, Bethany faz parte da família e estamos honrados em fazer parte da sua vida”, diz Dylan Slater (Rip Curl USA VP Marketing).

Aos 23 anos, Bethany concentra-se em fazer aquilo que mais gosta, surfar! “É um prazer faz parte do time da Rip Curl. Temos tido uma relação fantástica, desde os meus 10 anos. O meu plano é continuar melhorando o meu surf com viagens pelo mundo a fora. Também não deixo a competição de parte e vou participar de alguns eventos”, diz Bethany Hamilton.

Fonte SurfTotal / Foto Noah Hamilton

Sally Fiztgibbons vence o Roxy Pro 2013

Numa final interinamente australiana, as surfistas Tyler Wright e Sally Fitzgibbons fizeram a melhor bateria de todo o Roxy Pro France 2013. Com a vitória Sally fica a 200 pontos da atual nº 1 do ranking mundial, Carissa Moore (HAW).
Sally está a 200 pontos da líder do ranking / Crédito SurfTotal
Fiztgibbons entrou com força, destacando-se na liderança logo no início da bateria. Tyler Wright foi respondendo tendo inclusive conseguido numa onda, sem prioridade, a pontuação perfeita de 10 pontos, faltavam nesta altura 7 minutos para terminar. Sally, conseguiu manter a postura e respondeu com um 8.77 pontos, voltando novamente à liderança e sagrando-se vencedora da 7ª etapa do Womens World Tour.

“Estou tão feliz! Foi um longo ano e queria terminar bem. Depois que ouvi o 10 da Tyler (Wright) fiquei apreensiva, porque tinha prioridade e deixei-a ir na onda. Tive paciência e esperei por uma boa oportunidade. Consegui responder e estou muito contente por ter vencido”, diz Sally Fitzgibbons

Neste momento são apenas 200 pontos que separam Sally da atual nº1 do ranking mundial, Carissa Moore, o que significa que o título mundial do Womens World Tour 2013 será decidido em Portugal (Carcavelos), entre os dias 3 e 7 de Outubro, naquela que é a 8ª e última etapa do WWT, o EDP Cascais Girls pró 2013!

Por Pedro Esteves

Álvaro Bacana vence a Open em Balneário Gaivota

A chuva não deu trégua e a quinta etapa do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2013 encerrou no domingo, 22, primeiro dia de primavera, com boas ondas no Balneário Gaivota, que pela primeira vez sediou um evento da Fecasurf. O grande campeão da categoria Open foi o surfista maranhense, radicado em Florianópolis, Álvaro Bacana, que precisou se esforçar para achar boas ondas, e foi recompensado com a vitória nesta 5ª etapa do circuito. Bacana somou 12,10 pontos para vencer contra 10,90 de Ramiro Rubin, de Florianópolis, que chegou perto, mas terminou na segunda colocação. Na terceira colocação ficou o argentino Felipe Suarez somando 9,75 pontos e na quarta colocação ficou o imbitubense Fábio Carvalho somando 9,00 pontos.
Alvaro Bacana - Balneário Gaivota / Foto Basílio Ruy
Na categoria Junior, o campeão foi o imbitubense Ian Tavares, que achou as melhores ondas na bateria final, e mostrou um bom desempenho garantindo o lugar mais alto do pódio.  Ian venceu somando 12,00 pontos contra 9,50 pontos de Ricardo Kjellin que ficou com a segunda colocação. Completaram o pódio, Luan Garcia na terceira colocação somando 9,25 pontos e Alan Marcos na quarta colocação somando 5,40 pontos.

Na categoria Mirim, o surfista de São Francisco do Sul Gustavo Ramos faturou a grande final somando 11,70 pontos contra 11,00 pontos de André Heiden, surfista de Balneário de Barra do Sul, que acabou na segunda colocação.  Na terceira colocação ficou o gaucho Luy Arman com 9,65 pontos e na quarta colocação o surfista de Imbituba Ian Tavares com 7,65 pontos.
Gustavo Ramos - Balneário Gaivota / Foto Basílio Ruy
Na categoria Iniciantes o argentino Ignacio Gundesen foi o vencedor, deixando na segunda colocação o surfista de Imbituba Giovane Picaski, em terceiro lugar Lucas Vicente de Florianópolis, e em quarto lugar Wallace Vasco. Na categoria Infantil o campeão foi Lucas Vicente, de Florianópolis, com dobradinha imbitubense dos irmãos Leonardo Barcelos na segunda colocação e Vinicius Barcelos na terceira colocação, e Guilherme Marques de Balneário Camboriú na quarta colocação.

Na categoria Máster o surfista de Barra Velha Ricardo Michereff venceu a grande final disputadíssima deixando Álvaro Bacana na segunda colocação, Roni Ronaldo na terceira colocação e Sandro Rohden em quarto lugar. Na categoria Feminina a campeão foi Marina Resende, e na categoria Deficientes Auditivos André Menezes mandou bem nas manobras e venceu a quinta etapa.
Palanque do Circuito / Foto Basílio Ruy
Entre os destaques desta quinta etapa está o surfista Gustavo Ramos, de São Francisco do Sul, líder do ranking nas categorias Junior e Mirim, com a maior nota do evento com 8,50 pontos e o maior somatório de 14,75 pontos, nas duas melhores ondas da semifinal Mirim. A próxima etapa do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2013 esta marcada para os dias 12 e 13 de Outubro em local a definir. Ainda no domingo foram realizadas as competições da terceira etapa do Circuito Catarinense de Bobyboardyng, e a galera mostrou que tem o surfe no peito.

Líderes do Ranking Catarinense Fecasurf 2013 – Após 5 etapas
Open - Fábio Carvalho - 7776 pontos
Júnior - Gustavo Ramos - 7994 pontos  
Mirim - Gustavo Ramos - 9112 pontos  
Iniciantes - Giovani Picaski - 9400 pontos  
Infantil - Lucas Vicente - 9400 pontos  
Feminina - Marina Resende - 7882 pontos
D.Auditivos - André Menezes - 6000 pontos  
Máster - Álvaro Bacana - 8858 pontos

Por Norton Evaldt

André Freitas assina coleção da Star Point

O desinger André Freitas assina a 1ª entrada da sua coleção 2014 na Star Point para o verão de 2014,   "Recycle Life", composta por peças de vestuário masculino. Os lançamentos foram inspirados na profunda integração que o surfista tem com o meio ambiente, assim como a preocupação de manter a harmonia de todos seus elementos.
Recycle Life apresenta cartela de cores com mistura de tons neutros, e explora o uso de tecidos e lavagens diferenciadas, com aplicação de estampas frontais e costas nas t-shirts, com destaque para a camiseta "Live Simple", confeccionada em malha PET, produzida com fios de algodão reciclado e um percentual do plástico reciclado de garrafas.

Camisas, bermudas, boardshorts e sungas, complementam a coleção, proporcionado a criação de um estilo esportista com looks mais casuais para diversas ocasiões. A coleção contará com mais duas entradas - "Waterman" e "Art&Culture", que chegam as lojas respectivamente nos meses de outubro e novembro de 2013.
Sobre o designer: Aos 19 anos, André Freitas teve seu primeiro contato com a moda ao ser chamado para fazer parte da equipe interna de criação da marca Body Glove, o que lhe proporcionou envolvimento em diversas áreas. Teve também participação na criação da marca Osklen e hoje possui seu próprio estúdio de criação especializado no mercado de moda idealizado por um grupo de amigos.

Por  Daniela Vinci

24 de setembro de 2013

Grafites de campeões do surf invadem ruas da Califórnia

Toda vez que termina uma etapa do WCT, e sobe ao palanque o campeão, também entra em sena o Bert, um artista anônimo, que por meio do seu grafite deixa o campeão estampado em alguma parede da Califórnia, EUA. Sua arte já foi flagrada em San Clemente, Oceanside, Carlsbad, Hollywood, Malibu, Huntington Beach, Newport Beach e Kauai
Ele ainda não revelado, porém, sabe-se que numa entrevista ao site The Cosast News, Bert  explica um pouco a origem da sua identidade. Segundo ele "Bert" é a abreviação de Larry Bertlemann, um dos visionários mais inovadores do surf.

Desde o design de pranchas até o surf competitivo, Bertlemann revolucionou este esporte. A tendência da atual arte de rua é produzir uma única imagem excêntrica em massa e colocar nas ruas, simplesmente pelo choque que vai causar.
Bert vai tentar revolucionar esta tendência através da análise de uma cultura específica, produzindo um comentário visual, representado numa série de obras de arte de rua pintadas a mão. Cada obra está diretamente ligada a uma etapa do World Championship Tour ”

Sua primeira imagem retratou a vitória de Kelly Slater sobre Joel Parkinson, na primeira etapa do WCT, o Quiksilver Pro Gold Coast 2013. Adriano de Souza, o "Mineririnho" também já foi retratado pelo artista, quando venceu em Bells Beach, situação em que tocou o sino até quebrar.

Fonte Surf Total

Raul Roges compete como PRO no Jump Festival

Após conquistar cinco títulos, o maior vencedor da categoria Skate Vertical Amador do Jump Festival, Raul Roger, de 18 anos, vai disputar pela primeira vez o campeonato como profissional. O torneio terá início na quinta-feira (26). Mesmo com pouca idade, o atleta faz parte da história do evento. “Eu estou ansioso pela estreia e ao mesmo tempo feliz de poder ter participado desde a primeira edição até esta que é a 10ª”, diz.
O encontro entre as maiores feras brasileiras de esportes radicais acontece até domingo (29), das 9h às 18h, no Shopping Tamboré, situado à avenida Piracema, 669, em Barueri (SP). O público tem entrada gratuita.

Cronograma do Jump Festival 2013 (sujeita a alterações)
Quinta, 26 – Treinos Livres
12h–13h - Inscrições
13h–15h - Treinos Livres
Sexta, 27 – Treinos Livres
12h30-15h - Treinos Livres
Sábado, 28 - Eliminatórias
12h–15h
Domingo, 29 - Final
10h–10h30 – Final Feminino
10h30–12h– Final
12h15 - Entrega de Premiação

Por Emanuelle Oliveira