20 de agosto de 2013

Brasil está pronto para o Valle Nevado

A partir da próxima quarta-feira (21), o Ski Alpino verde-amarelo entrará em ação no Valle Nevado (Chile), no XXVIII Campeonato Brasileiro da modalidade. Em turnê pela América do Sul, os esquiadores do País fecham a temporada do hemisfério com a competição nacional. Jhonatan Longhi, Tobias Macedo, Chiara Marano e Maya Harrisson têm índices para os Jogos Olímpicos de Sochi, em 2014, e disputam uma vaga masculina e uma feminina. Os 4 atletas vêm de competições na Argentina, onde também tiveram a oportunidade de treinar sob orientação de Giuseppe Trevisan e Tamara Gisem. A chegada deles no Valle Nevado está programada para o sábado (17).
Jhonatan Longhi, representante brasileiro em Vancouver-2010, revela ansiedade com a disputa do campeonato, o qual considera o mais importante da temporada. “Não minto quando digo que fico muito mais nervoso antes do Brasileiro do que de provas de Copa do Mundo”, relatou. “Estou contente que vou poder competir agora”.

Recuperada de grave lesão ligamentar no joelho, Maya Harrisson aprovou o desempenho nas 3 provas em que competiu até agora. Em Chapelco, a brasileira conseguiu marcar 57.15 pontos FIS, a quarta melhor marca da carreira, após quase 3 anos. “Estou feliz. Não foi fácil para mim. Após tanto tempo de recuperação e paciência, fiquei estressada e apreensiva. Estou feliz por ter atingido meu objetivo de terminar a pista e voltar a participar de corridas. É importante que eu consiga lidar com isso”, afirmou à esquiadora, que busca se reacostumar com o ambiente de competição.

No lado chileno dos Andes, os jovens Michel Macedo, Nathan Alborghetti e Esmeralda Alborghetti se juntam à equipe para realizar training camp de 3 dias antes das competições. Jhonatan acredita que esse período na América do Sul é importantíssimo na preparação para a modalidade. “Esse giro é bom porque podemos nos concentrar nos detalhes durantes as provas, além de não nos estressarmos demais, podendo focar na técnica dos movimentos”, destacou o esquiador.

Provável nome brasileiro em Sochi, Longhi vem se dedicando aos treinos para surpreender no inverno do hemisfério norte. “Com uma preparação física muito forte, tenho certeza de que vou ter uma grande temporada europeia”, disse, otimista.

Por Christian Baeta  

Nenhum comentário:

Postar um comentário