31 de julho de 2013

Vídeos do IBA Itacoatiara Pro 2013

Com ondas pesadas de 1,5m a 2,0m, mais uma vez o mar de Itacoatiara mostrou sua força e desafiou a elite mundial do bodyboard. O público na praia torceu e vibrou muito com as atuações dos melhores atletas do mundo. Alan Muñoz do Chile foi um dos destaques nos dois primeiros dias de competição do evento principal, e garantiu sua classificação para o dia final com pontuações expressivas.
Melhores momentos dos dias 1 e 2.
Dudu Pedra, representante local no campeonato, justificou a vaga de convidado e também se garantiu no último dia do Itacoatiara Pro 2013. Nas oitavas-de-final o niteroiense encontrou a onda salvadora faltando menos de 5 minutos para o término. Com uma manobra difícil em uma junção muito pesada, ele virou a bateria em cima de Helliton Loureiro, fazendo a festa da torcida nas areias da praia de Itacoatiara.
Final.
Dudu foi barrado na semi-final pelo atual campeão mundial, o havaiano Jeff Hubbard, e terminou sua participação na terceira colocação. Na decisão Amaury Lavernhe, das Ilhas Reunião, escolheu as maiores ondas e executou as manobras mais difíceis. Foi o campeão da quarta etapa do circuito mundial, e assumiu a liderança do ranking em 2013.

Por João José Macedo

Pena Surf Nordeste 2013

Entre os dias 02 e 04 de agosto a caravana do Pena Surf Nordeste vai desembarcar nas ondas da Praia do Francês, Município de Marechal Deodoro, em Alagoas, para as disputas da segunda etapa do Circuito Nordestino de Surf que premia os campeões Open e Junior com motos 0km. A edição de 2012 no Francês foi presenteada com excelentes ondas, e este ano os gráficos indicam que um swell forte encostará no litoral alagoano trazendo uma boa ondulação, o que deixará as disputas pelo título da etapa ainda mais acirrado.

Os alagoanos William Feiden, que defende o bicampeonato na Open e Amando Tenório que também subiu ao pódio na terceira colocação no ano anterior, são as promessas locais, ambos confirmaram presença na competição e já estão treinando forte para fazer bonito em casa. Atletas da Paraíba, Ceará, Rio Grande do Norte e Pernambuco estão com suas barcas armadas rumo Alagoas, assim como de outros estados do Nordeste, e prometem não se intimidar diante dos locais.

A Organização do evento, que está montando uma excelente estrutura para receber os visitantes, ressalta que faltam pouquíssimas vagas a serem preenchidas em todas as categorias (Infantil, Mirim, Iniciante, Junior, Open, Máster, Sênior, Kahuna, Feminino, Sup Wave e Longboard Pro AM). As categorias inseridas no tour este ano,  Infantil, Sup Wave e Longboard, foram sucesso na etapa de Paracuru e tiveram como primeiros campeões o cearense Luis Felipe, o paraibano Junior Manteiga e o pernambucano Romualdo Nascimento, nomes  já confirmados para etapa alagoana.

Jhone Fran, atleta cearense, está no topo da Open e  da Junior, o local da Praia de Paracuru, garante que vai dar muito trabalho a seus adversários para permanecer invicto e voltar para casa com uma vantagem ainda maior no ranking da temporada. O evento terá início nesta sexta-feira a partir das 9hs da manhã e será transmitido ao vivo, com cabine de locução para os internautas, através do site www.pena.com.br.

Inscrições: as inscrições já podem ser feitas através de depósito bancário na conta da Federação Cearense de Surf. O valor para a Junior e Open será de R$ 80,00 e as demais R$ 70,00. Após a realização do depósito, enviar comprovante para amelio.junior@uol.com.br.

Dados da Conta:
Federação Cearense de Surf
Banco: Bradesco
Agência: 769-2
Conta Corrente: CC 11.174-0
Mais informações pelos fones: (85) 8853-8538 e (85) 93020004.

Serviço:
Segunda Etapa Pena Surf Nordeste 2013
Data: 02, 03 e 04 de agosto.
Local: Praia do Francês, Marechal Deodoro, Alagoas.
Inscrições: 80,00 Open e Junior. Demais categorias 70,00.
Premiação Circuito: Duas motos 125 CC campeões Open e Junior. Demais
categorias passagens para Fernando de Noronha.
Premiação Etapa: Blocos Teccel, kits Pena e troféus.

Ranking Pena Surf Nordeste após a primeira etapa:
Infantil
1º   Luiz Felipe - CE 1000  
2º   Thiago Eduardo - CE 900    
3º   Cauã Costa - CE 810    
4º   João Victor - CE 729    
5º   Kauã Hanson - PB 656    
5º   Fabrício Rocha - RN 656    
7º   Carlos Silva - CE 531    
7º   Mateus Sena - RN 531    
Mirim
1º  Jeninfer de Souza - CE 1000
2º  Rafael Venuto - CE 900
3º  José Gutemberg - CE 810
4º  Emanoel Tobias - RN 729
5º  Flávio Santos - CE 656
5º  Ronaldo de Sousa - CE  656
7º  Israel Jr. - RN  531
7º  Douglas José - PE 531
7º  Wallace Junior - BA 531
Iniciante
1º Victor Costa - RN 1000
2º Matheus Ramos - CE 900
3º Francisco de Assis - CE 810
4º Taiwan Chan - BA  729
5º Anderson Santos - BA 656
5º Thiago Eduardo - CE 656
7º Cauã Nunes - PE 531
7º Mateus Sena - RN 531
7º Matias Ramos - CE 531
Junior
1º Jhone Fran - CE 1000
2º Elivelton Santos - PB 900
3º Luiz Silva - CE 810
4º Francisco Lailson - CE 729
5º Rafael Tigrão - CE 656
5º Jackson Rodrigues - RN 656
7º José Gutemberg - CE 531
7º Ivan Silva - PE 531
Feminino
1º Larissa dos Santos - CE 1000
2º Juliana Sousa - CE 900
3º Vitória Rodrigues - RN 810
4º Yanka Costa - CE 729
5º Letícia Cavacante - CE 656
5º Stefani Freitas - CE 656
7º Rayssa Fernandes - PB 531
7º Yanka dos Santos - CE 531
7º Maria Audilene - CE 531
Stand Up Wave
1º Junior Manteiga - PB 1000
2º Flávio Nunes - CE 900
3º Geraldo Lemos - CE 810
4º Cardoso Junior - CE 729
5º Alberto Almeida - CE 656
5º Tiago Nothigan - CE 656
7º Flávio Ramalho - CE 531
Longboard
1º  Reginaldo Nascimento - PE 1000
2º  Romualdo Nascimento - PE 900
3º  Geraldo Lemos - CE 810
4º  Alessandro Mendes - PB 729
5º  Nelino Costa - RN 656
5º  Nascimento Rocam - PE 656
7º  Johnys Quest - CE 531
7º  Vinícius Gomes - MA 531
7º  Felipe Lacerda - ES 531
Máster
1º  Alexsandro Nogueira - CE 1000
2º  Alexandre Rodrigues - CE 900
3º  Saulo Carvalho - PB 810
4º  Fernando Santos - PE 729
5º  Elias Lamas - RN 656
5º  Almeida Jr. -  RN 656
7º  Oniel Ferraz - CE 531
7º  Rogério Dantas - CE 531
7º  Lima Junior - CE 531
Sênior
1º  Emanoel de Souza - RN 1000
2º  Saulo Carvalho - PB 900
3º  Juvemar Silva - CE 810
4º  Carlos Alexandre - CE 729
5º  Rogério Dantas - CE 656
5º  Adriano dos Santos - CE  656
7º  Lima Junior -   CE 531
7º  Glauvanio Marques - CE  531
7º  Flávio Sukita - CE 531
Kahuna
1º  Cardoso Junior - CE  1000
2º  Marcelo Vaz - MA 900
3º  Marco Aurélio - CE  810
4º  PENA - CE  729
5º  Luiz Campos - CE  656
5º  Wladimir Lobo - CE  656
7º  Charles Brown - PB  531
Open
1º  Johne Fran - CE  1000
2º  Elivelton Santos - PB  900
3º  José Francisco - PB  810
4º  Michel Adriano - CE  729
5º  Lucas Sanders - CE  656
5º  Marciano Rodrigues - CE  656
7º  Jacó Alves - CE  531
7º  Deri Silva - CE  531
Tag Team
1º  Ceará  - CE 1000
2º  Paraíba - PB 900
3º  R.G.Norte - RN 810
4º  Pernambuco - PE 729

Fonte Comunicando Surf  

"O skate é bom, mas com educação é melhor ainda. Foi 10!"

A ação teve como objetivo testar o conhecimento e a habilidade dos alunos no skate e na escola, que participam no projeto Manobra do Bem, desenvolvido pela ONG Social Skate

"O skate é bom, mas com educação é melhor" foi uma ação realizada em Calmon Viana, Zona Leste de São Paulo, no último sábado (27/07), com cerca de 30 jovens, entre crianças e adolescentes que participam do projeto Manobra do Bem, desenvolvido pela ONG Social Skate com o apoio da Secretaria de Esportes de Poá. Os alunos tiveram que colocar em prática suas habilidades com o carrinho nos pés, além de conhecimento do que aprendem na escola. O objetivo foi mostrar se os jovens skatistas também possuem a mesma desenvoltura dentro da sala de aula.
A dinâmica funcionou com a divisão dos participantes nas categorias Infantil, Mirim, Amador e Feminino. Em todas elas os jovens tiveram que demonstrar seus talentos em apresentações individuais com o skate - na modalidade street skate - e, na sequência em uma sala de aula improvisada dentro do Complexo Esportivo Renato Barbieri, palco do evento, onde responderam a um teste educacional baseado no conteúdo da grade curricular municipal.

O resultado não fugiu muito do que esperavam os organizadores. Na avaliação final, conseguiram perceber que quem teve destaque na atividade com o uso do skate, não obteve o mesmo destaque no teste educacional. E quem se destacou no teste educacional terá que ficar mais "íntimo" com o skate.
Fabiano Fernandes em sua apresentação
"O bom do teste é que descobrimos que os nossos alunos estão ‘destemperados’ entre o estudo e o esporte", comentou Sandro "Testinha" Soares, presidente da ONG Social Skate. "Temos muitos exemplos pelo Brasil em que assistimos apenas a valorização do atleta, em que o correto seria a soma das duas situações. Ser bom em alguma atividade e também com um bom desempenho educacional, acredito que seria melhor para o jovem e para o País", ressaltou.

Além das atividades educacional e esportiva, o dia foi recheado de cultura circense com a apresentação do grupo "Tudo Misturado" com o espetáculo "O Circo Chegou", em que o skatista profissional e artista Fabiano Fernandes apresentou-se vestido de palhaço em cima de um skate. "Foi muito bom ter participado desta ação junto com o Testinha. Levar alegria é sempre bom e o projeto é merecedor", explicou Fernandes que, logo após a sua apresentação, passou um pouco da sua arte aos jovens alunos.
Aluno do Manobra do Bem em atividade
Outra atração que abrilhantou o evento foi a apresentação do músico e skatista Peri. Ele e sua banda colocaram o público para dançar ao som do melhor rock and roll nacional, além de improvisar um hip hop. Ao final do evento, não teve entrega de medalhas, comum em qualquer atividade esportiva, mas sim de diplomas. Para Sandro Soares, na ação "No skate é bom, mas com educação é melhor" o que mais valeu "foi sair dali com a certeza de que o esporte e a educação fazem um perfeito casal".

Para a pedagoga da ONG Social Skate e esposa do Testinha, Leila Vieira, foi uma experiência lúdica com os alunos. "Acredito que, de alguma forma, eles absorveram a importância de melhorar seus conhecimentos em ambas as atividades. Tenho certeza que, na próxima edição, estarão prontos tanto no skate como no teste educacional", finalizou Leila que deu nota 10 para os seus alunos.

Fonte RPXcom

DC Shoes e Nyjah Huston lançam modelo de tênis

A DC Shoes em parceria com o skatista profissional Nyjah Huston, revelação do skate americano, famoso por seu estilo técnico, suave e preciso, apresenta o modelo Nyjah S. O tênis é confeccionado com a exclusiva tecnologia desenvolvida pela DC Shoes SUPER SUEDE™, um couro muito mais resistente que os tradicionais que reforça o tênis nas regiões mais exigidas pelos atletas, oferecendo maior aderência e controle junto ao skate, além de um aumento de 50% em sua vida útil.
O modelo conta ainda com colar e língua produzidos com espuma acolchoada e moldada para melhor ajuste e suporte, bico limpo que garante um menor atrito com a lixa do skate, costura decorativa, furos laterais que garantem uma melhor respiração dos pés. O solado confeccionado em Cup Sole é mais grosso, proporcionado maior apoio e durabilidade ao produto. O sistema de amortecimento Impact G no calcanhar proporciona conforto e a sola com ranhuras em pill pattern, característica registrada da DC Shoes, promove maior aderência no board.
Disponível nas cores cinza, vermelho e preto, o Nyjah S é ideal para quem busca um produto de qualidade que possibilite executar as melhores manobras com segurança ou simplesmente para curtir momentos casuais.

Por Daniela Vinci

30 de julho de 2013

Três brasileiros e um "Mineirinho" em Bells

Jader, Aires e Renato são três brasileiros que durante suas estadias na Austrália acompanharam o guarujaense Adriano de Souza numa trip em Bells Beach. Um pico paradisíaco e com muitas ondas. Se liga nas imagens!

Redação InnerSport

Jano Belo recarrega a bateria na Austrália e Indonésia

O surfista paraibano radicado no Rio de Janeiro, Jano Belo vai aproveitar o recesso das etapas Prime do WQS (World Qualifying Series), em agosto, para surfar as ondas perfeitas das praias mais badaladas da Austrália e Indonésia. “Ficarei um mês treinando e fazendo imagens para a minha patrocinadora”, revela o atleta.
O próximo compromisso profissional está marcado para o início de setembro. Entre os dias 3 e 8, Jano encara as ondas de São Miguel, na etapa Prime Azores SATA Airlines Pro, em Portugal. Atualmente, o surfista ocupa a 126ª colocação no ranking da divisão de acesso ao Circuito Mundial.

Por Emanuelle Oliveira / Foto Aleko Stergiou

29 de julho de 2013

Alejo Muniz é o campeão do ASP Prime US Open of Surfing

O catarinense Alejo Muniz, 23 anos, ganhou um dos campeonatos mais tradicionais do ASP World Tour diante de uma multidão que sempre lota Huntington Beach para assistir o US Open of Surfing na Califórnia. Na grande final, o brasileiro derrotou mais um jovem talento do surfe norte-americano, Kolohe Andino, 19, nas duas primeiras ondas que surfou na bateria e valeram notas 8,43 e 7,80. Alejo estava fora da zona de classificação para o WCT do ano que vem e, com os 6.500 pontos recebidos no ASP Prime dos Estados Unidos, assumiu a liderança na lista dos dez surfistas indicados pelo ASP World Ranking para completar a elite dos top-34, além de faturar o prêmio especial de 100 mil dólares pela vitória na Califórnia. "Estou muito feliz e nem consigo acreditar que venci esse campeonato", disse Alejo Muniz. "Hoje (domingo, 28) marca o aniversário de quatro anos do falecimento do meu avô e quero dedicar este título a ele. Esta é maior vitória da minha carreira e na frente da maior multidão que eu já surfei na minha vida. Eu sabia que tinha que tirar notas altas logo no começo da bateria, porque as ondas estavam morrendo na maré cheia, mas o oceano realmente cooperou comigo hoje".
Alejo Muniz (SC)
Dois brasileiros disputaram as quartas de final que abriram o domingo decisivo na sempre lotada Huntington Beach. No sábado, Adriano de Souza ganhou o duelo verde-amarelo contra o potiguar Jadson André na primeira bateria das oitavas de final. Na segunda, Kolohe Andino barrou o defensor do título do US Open, o australiano Julian Wilson, para enfrentar Mineirinho no primeiro confronto do domingo. E o californiano levou a melhor para vencer com um placar apertado de 14,66 a 13,27 pontos.

Mas, Alejo Muniz salvou a pátria com uma tranquila vitória por 13,64 a 5,83 pontos sobre o norte-americano Nat Young na bateria que fechou as quartas de final. Nas semifinais, Kolohe Andino bateu o experiente Bede Durbidge por 14,00 a 11,76 e Alejo Muniz despachou outro australiano que foi a surpresa do evento, Matt Banting, também por 14,00 pontos contra 11,50. Os dois australianos dividiram a terceira posição na Califórnia. "Eu vim muito focado neste evento porque eu não tinha tido nenhum grande resultado esse ano", contou Alejo Muniz. "Eu coloquei tudo neste evento e o trabalho valeu a pena. Me concentrei mais em mim do que com quem eu estava surfando e que pontuação que eles estavam recebendo. Eu sabia que só precisava pegar boas ondas e surfar meu máximo, então estou feliz porque fui capaz de surfar bem nessa semana, que foi incrível para mim".
O americano Kolohe Andino derrubou grandes adversários, mas na final só conseguiu surfar uma onda boa que valeu nota 7,77. Ele não achou outra com potencial para poder virar o resultado contra Alejo Muniz, que faturou o prêmio especial de 100 mil dólares da Vans no US Open of Surfing. Normalmente, o campeão nas etapas do ASP Prime recebe 40 mil dólares, mas a decisão do título em Huntington Beach valeu 80 mil dólares, já que o vice-campeão ganhou apenas 20 mil dólares. "Parabéns ao Alejo (Muniz)", desejou Kolohe Andino, concordando com o resultado. "Ele surfou de forma incrível durante toda a semana, na final pegou duas boas ondas no início e mereceu a vitória. Teria sido muito bom ganhar o campeonato, mas eu simplesmente não consegui encontrar uma segunda onda boa para isso. Mesmo assim, estou feliz por ter feito a final".

Com a entrada de Alejo Muniz no grupo dos 10 que o ASP World Ranking classifica para o WCT, agora são sete brasileiros que aparecem na lista provisória dos top-32 para o ano que vem. Os paulistas Adriano de Souza, Filipe Toledo e Gabriel Medina estão garantindo suas permanências entre os 22 que são mantidos na elite pelo ranking do WCT, com Alejo Muniz, o potiguar Jadson André, o carioca Raoni Monteiro e o catarinense Willian Cardoso, entrando pelo G-10 do ASP World Ranking.
Jadson André (RN)
Depois do US Open, terão mais quatro etapas do ASP World Prime até o fim da temporada para fechar este grupo que completa os top-32 do WCT. Serão duas em Portugal nos meses de setembro e outubro e as duas últimas em Haleiwa e Sunset Beach pela Tríplice Coroa Havaiana na ilha de Oahu, em novembro e dezembro. Estas provas são decisivas para os surfistas que não são da elite se classificarem para a divisão principal do ASP World Tour.

Final do ASP Prime Vans Us Open Of Surfing:
Campeão: Alejo Muniz (BRA) com 16,23 pontos (8,43+7,80) - US$ 100.000 e 6.500 pontos
Vice-campeão: Kolohe Andino (EUA) com 14,54 (7,77+6,77) - US$ 20.000 e 5.200 pontos

G-10 do ASP World Ranking - 22 etapas - 5 do WCT + 4 Prime + 13 do ASP Star:
1.o: Jordy Smith (AFR) - 25.720
2.o: Julian Wilson (AUS) - 25.605
3.o: Adriano de Souza (BRA) - 23.163
4.o: Joel Parkinson (AUS) - 21.880
5.o: Josh Kerr (AUS) - 21.315
6.o: Kelly Slater (EUA) - 21.300
7.o: Nat Young (EUA) - 18.906
8.o: Michel Bourez (TAH) - 17.820
9.o: Kolohe Andino (EUA) - 16.144
10: Adrian Buchan (AUS) - 16.075
11: Sebastian Zietz (HAV) - 15.034
12: Mick Fanning (AUS) - 14.816
13: Filipe Toledo (BRA) - 14.693
14: C. J. Hobgood (EUA) - 13.677
Adriano de Souza (SP)
15: Alejo Muniz (BRA) - 13.453 - 1.o do G-10
16: John John Florence (HAV) - 12.500
17: Taj Burrow (AUS) - 12.080
18: Aritz Aranburu (ESP) - 11.780 - 2.o do G-10
19: Gabriel Medina (BRA) - 11.125
20: Jadson André (BRA) - 11.020 - 3.o do G-10
21: Mitchel Coleborn (AUS) - 11.016 - 4.o do G-10
22: Mitch Crews (AUS) - 10.855 - 5.o do G-10
23: Marc Lacomare (FRA) - 10.630 - 6.o do G-10
24: Jeremy Flores (FRA) - 10.400
25: Bede Durbidge (AUS) - 10.391
26: Dion Atkinson (AUS) - 10.200 - 7.o do G-10
27: Raoni Monteiro (BRA) - 9.575 - 8.o do G-10
28: Matt Wilkinson (AUS) - 9.410
29: Willian Cardoso (BRA) - 8.545 - 9.o do G-10
30: Brett Simpson (EUA) - 8.580 - 10.o do G-10

Por João Carvalho / Fotos Sean Rowland / ASP

Ivan Monteiro vence em SBC

Ivan Monteiro, Giovanni Galera e João Vitor "Formiguinha" foram os vencedores do 2º Circuito Netshoes Skate para Juventude de São Bernardo do Campo, respectivamente, nas categorias Amador, Iniciante e Mirim. A competição foi realizada no último domingo, no Parque da Juventude Città di Maróstica e contou com a participação de 145 skatistas, vindos de diversas cidades de São Paulo e também de outros estados.
Pódio Amador
O dia foi perfeito. O frio deu trégua e o sol esquentou o ânimo do bom público que compareceu ao Parque da Juventude Città di Maróstica para prestigiar o evento e participar das ações da Netshoes, exclusiva patrocinadora do circuito organizado pela Associação Atitude Prol Skate São Bernardo. O espaço apresentou games de skate e finger skate (skate de dedo), tatuagens removíveis com água, DJ, além de distribuição de diversos brindes.
Giovanni Galera vencedor da Iniciante
Ivan Monteiro, com 222 pontos, subiu ao topo do pódio na categoria Amador - principal em disputa. Ele ficou à frente de João Gabriel, com 219, e de Oseias Borges da Silva, com 210. "Fiquei muito feliz com a vitória. No ano passado fui o campeão na Iniciante deste circuito e agora vou tentar novo bom resultado na terceira etapa, para brigar pelo título", declarou o vencedor.
Ação Finger Board Netshoes
Kauê Cossa, campeão da primeira etapa na categoria Amador, não competiu da segunda. Isso porque estava na Califórnia (EUA), participando de um Skate Camp e de uma sessão na The Berrics, pista privada em Los Angeles, frequentada pelos melhores skatistas do mundo, prêmio por ter vencido, em junho, o Make It Count 2013, promovido em Santo André (SP).
Ação Game Netshoes
Na categoria Iniciante, nova vitória de Giovanni Galera, que já hava alcançado o primeiro lugar na etapa de abertura e foi campeão Mirim em 2012. "Eu acho que tive sorte" avaliou, sorrindo. Na contagem das notas dos juízes, o jovem de Santo André alcançou a somatória de 199 pontos. Em segundo lugar ficou Jeremias Ramos, com 194, e em terceiro, Yuri Santos Nascimento, com 189.
João Vítor - Vencedor Mirim
João Vítor "Formiguinha" não deu chances aos seus adversários e voltou para a Baixada Santista com o troféu de campeão da categoria Mirim, para atletas com até 12 anos de idade. "Foi legal o evento. Queria muito este título e agora ele veio" confessou o jovem skatista. Ele acumulou 173 pontos, seguido por Guilherme Santiago, com 168, e por Guilherme Silva, com 167.

Por Roberto Pierantoni / Fotos Carlos Pretto

Rabisco participa do Trails Dona Ana

O atleta de BMX da Blunt, Caio Sousa “Rabisco”, 20 anos, vai participar no próximo domingo (4), a partir das 9h, da jam session Trails Dona Ana, em Cambui (MG). No encontro entre amigos, o bmxer, que encerrou 2012 em primeiro lugar no ranking BMX Street Park Amador da Confederação Brasileira de Esportes Radicais, espera andar e se divertir no circuito de terra repleto de rampas.
O local da disputa fica na avenida Rhodes e estará aberto ao público em geral. “Arme sua tenda e prepare aquele churrasco pra curtir o dia e esfriar a cabeça”, convida a organização.

Por Emanuelle Oliveira / Foto Marcelo Meira

Fernandez garante presença no Paulista de Surf Pro 2013

Ausente da primeira etapa devido a uma contusão no dedão do pé direito, Marco Fernandez confirmou que competirá na segunda prova do ano do Maresia Paulista de Surf Profissional 2013. A disputa organizada pela Federação Paulista de Surf (FPS) e também válida pelo ranking da Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp) será realizada sábado e domingo (3 e 4 de agosto), no Canto do Maluf da praia das Pitangueiras, no Guarujá (SP). Um total de 96 dos melhores surfistas do País participará do evento, um dos mais tradicionais do surfe nacional.
Marco Fernandez
O atleta da equipe Maresia disse que sua expectativa para esta segunda etapa é das maiores e que o fato de não ter competido no evento de abertura do circuito, realizada em Ubatuba (SP), o motiva ainda mais a conquistar um bom resultado nas ondas das Pitangueiras. "Fiquei com mais vontade ainda de lutar com todas as forças pela vitória. No ano passado fiquei em nono no Guarujá e quero muito melhorar este resultado neste ano", afirmou Marco Fernandez, que no último domingo ficou em quinto lugar em etapa válida pelo Brasileiro, em Pernambuco.

O baiano de Arembepe disse que gosta muito de surfar no Canto do Maluf e que vem se preparando com treinos regulares para a segunda etapa do Maresia Paulista de Surf Profissional 2013. "Lá tem ondas muito boas e constantes; sempre tem condições para a prática do surfe, nunca deixa a desejar", analisou. "Tenho viajado bastante, pegando ondas de qualidade e isso me deixa mais confiante, sabendo que estou surfando bem. Além disso, tenho me preparado fisicamente todos os dias no Esporte Clube Vitória, em Salvador (BA)", ressaltou.
O Maresia Paulista de Surf Profissional 2013 tem premiação total superior a R$ 100 mil. A cada etapa são R$ 30 mil e mais R$ 1 mil para o vencedor da Overboard Expression Session. O vencedor do circuito, independente do estado de origem, receberá da Nias Tour uma passagem para o Hawaii e o campeão paulista ganhará da rede de lojas Tent Beach uma moto OKm.

O público que acompanhar o evento na praia ou ao vivo pela Internet nos sites www.maresia.com.br e/ou www.fpsurf.com.br será premiado com duas pranchas Wave Star, produzidas pelo shaper Eduardo Reco.

Por Roberto Pierantoni

Halley Batista vence o Mahalo Pernambuco

O pernambucano Halley Batista conquistou o principal título entre as dez modalidades esportivas do Mahalo Pernambuco Winter Festival em Ipojuca, no litoral sul do estado. Ele usou os aéreos para faturar o prêmio máximo de 15 mil Reais na bateria final contra o novo líder do ranking brasileiro de surfe profissional, Franklin Serpa, nas boas ondas da Praia do Cupe. Com os 3.000 pontos da vitória, Halley subiu da sexta para a terceira posição na corrida pelo título da temporada 2013, abaixo apenas do baiano e do ex-líder, Jihad Khodr, do Paraná. O paulista David do Carmo e o cearense Edvan Silva pararam nas semifinais e dividiram o terceiro lugar no pódio na Praia do Cupe. "O mar ajudou na final, deu bons buracos, as ondas ficaram mais perfeitas também, o vento diminuiu e Graças a Deus consegui acertar as manobras, meu aéreo de backside que é o "giro do cometa", manobra que desenvolvi alguns anos atrás, pra conseguir a vitória que era o objetivo neste campeonato", contou Halley Batista, que garantiu a vitória com as notas 8,10 7,57 dos dois melhores aéreos de backside que acertou nas esquerdas da Praia do Cupe. "Antes de começar o evento, eu já sabia que precisava de uma vitória aqui pra entrar na briga do título brasileiro, que é minha grande meta para este ano. Agora é concentrar nas próximas etapas para concretizar esse desejo, já que não tenho nenhum título a nível nacional ainda no meu currículo".
Halley no podio 
Vários surfistas que mostraram alto nível técnico no Mahalo Pernambuco Winter Festival competiram sem qualquer patrocinador principal no bico da prancha. Nomes como o tetracampeão cearense Edvan Silva, que foi até as semifinais na Praia do Cupe, além do próprio campeão Halley Batista, entre outros. Halley foi carregado pela torcida e familiares até o pódio, onde contou que agora conseguiu um patrocínio da Prefeitura Municipal de Ipojuca, que apoia cerca de quinze surfistas do município, entre profissionais e amadores. "Quero agradecer a todos que estavam na torcida por mim, minha família, amigos, até porque estava meio desmotivado, pensando em partir para outro ramo porque estou uns seis meses sem patrocínio, o que tem me dificultado muito", disse Halley Batista, no pódio. "Mas, graças a Deus apareceu esse incentivo da Prefeitura Municipal de Ipojuca no mês passado, para representar minha cidade nas competições e consegui ir pro México, África do Sul, pro Brasileiro em Macaé (RJ) semana passada, devo ir pra perna europeia do Circuito Mundial também, então só tenho que agradecer ao prefeito Carlos Santana e o secretário de Esportes, Miquéias, pela iniciativa que é muito importante para o surfe da nossa cidade e do nosso estado".
Halley Batista (PE)
Apesar do vice-campeonato, o baiano Franklin Serpa ficou feliz pelo resultado, recuperando a ponta do ranking no Mahalo Pernambuco Winter Festival. Isso aconteceu no sábado, quando ele passou para as quartas de final e no duelo seguinte o paranaense Jihad Khodr foi derrotado pelo pernambucano Bruno Rodrigues. No domingo, Serpa acertou os aéreos para derrotar o pernambucano Alan Donato nas quartas de final e também contra o recordista de nota - 9,67 - do campeonato, David do Carmo, nas semifinais. Mas, não acertou nada na final contra Halley Batista, perdendo a decisão do título na Praia do Cupe por 15,67 a 6,73 pontos. "Infelizmente na final não consegui voltar nas manobras, escolhi muito mal as ondas, então não deu pra mim. Mas, quero parabenizar o Halley (Batista) que surfou muito bem o campeonato inteiro também e mereceu a vitória", disse Franklin Serpa, que respondeu sobre voltar a liderar a corrida do título brasileiro em Ipojuca. "Foi bom fazer mais uma final, mas ainda falta muita coisa pra ficar pensando em título. Eu só penso em continuar surfando, tentando pegar boas ondas nas baterias para surfar da melhor maneira... meu foco é sempre esse, surfar bem..."

A grande final foi disputada em boas condições de mar na Praia do Cupe, formando boas rampas para as manobras aéreas, como tubos nas esquerdas que apresentavam melhor formação na maré quase seca do domingo. O tubo do Franklin Serpa foi melhor do que o que Halley surfou no finalzinho da bateria, mas o baiano não acertou os aéreos, enquanto o pernambucano completava todos os seus voos, tanto os que decolou de frontside nas direitas como os de backside nas esquerdas que arrancaram as maiores notas - 8,10 e 7,57.
Podio Kite Surf
Em sua primeira bateria no domingo, Halley Batista estabeleceu um novo recorde de pontos com os 16,50 que totalizou com uma nota 9 na vitória sobre o baiano Marco Fernandez nas quartas de final. Mas, ninguém superou a nota 9,67 do paulista David do Carmo no sábado, quando ele destruiu uma esquerda com uma série de manobras fortes executadas com pressão nas partes mais críticas da onda. David parou no líder do ranking, Franklin Serpa, nas semifinais e terminou empatado com o cearense Edvan Silva em terceiro lugar no Mahalo Pernambuco Winter Festival. "Estou feliz por ter vindo até aqui em Pernambuco e conseguido este terceiro lugar, que é um resultado importante também", disse David do Carmo. "Na verdade, estou mais focado no Mundial WQS, mas como não tive vaga pra correr o US Open of Surfing essa semana nos Estados Unidos, decidi fazer esta perna do Circuito Brasileiro em Macaé (RJ) e aqui em Ipojuca (PE). Foi bom porque mantive um bom ritmo de competição e consegui bons resultados nos dois eventos. Fiquei em nono lugar lá em Macaé e agora em terceiro, então só tenho a agradecer porque poderia ter dançado de cara nos dois eventos. A galera do Brasil está surfando muito bem e todos têm nível pra correr o Circuito Mundial também, se tiverem patrocínio pra isso".

Além da etapa do Circuito Brasileiro de Surfe Profissional, mais sete das dez modalidades esportivas disputadas simultaneamente durante os dois últimos finais de semana do mês de julho, foram encerradas no domingo do Mahalo Pernambuco Winter Festival. Também na Praia do Cupe foi definido o campeão do Slackline, na Praia de Maracaípe aconteceram as finais do Kite Surf e do Bodyboard e em Porto de Galinhas foram decididos os títulos do Volei de Praia, Futevolei, Skate e da Corrida de Jangadas no sábado. No domingo passado, foram conhecidos os vencedores das seis categorias do Longboard e das duas do Stand Up Wave, todas válidas pelo circuito da Associação Brasileira de Longboard (ABL).
David Carmo (SP)
Final do Mahalo Pernambuco Winter Festival:
Campeão: Halley Batista (PE) com 15,67 (notas 8,10+7,57) - R$ 15.000,00 e 3.000 pontos
Vice-campeão: Fanklin Serpa (BA) com 6,73 (3,40+3,33) - R$ 9.000 e 2.580 pontos

Ranking Brasileiro de Surfe Profissioanl 2013 - 7 etapas:
1.o: Franklin Serpa (BA) - 8.565 pontos
2.o: Jihad Khodr (PR) - 7.905
3.o: Halley Batista (PE) - 7.845
4.o: Flavio Nakagima (SP) - 6.450
5.o: David do Carmo (SP) - 6.420
6.o: Bruno Galini (BA) - 6. 255
7.o: Robson Santos (SP) - 6.000
8.o: Alandreson Martins (BA) - 5.835
Bodyboard
9.o: Rudá Carvalho (BA) - 5.820
10: Artur Silva (CE) - 5.790
11: Alan Jhones (RN) - 5.760
12: Saulo Junior (SP) - 5.483
13: Diego Rosa (SC) - 5.250
14: Cauê Wood (SC) - 4.868
15: Odirlei Coutinho (SP) - 4.860
16: Leonardo Neves (RJ) - 4.620
17: Ricardo Ferreira (SP) - 4.575
18: Danilo Costa (RN) - 4.410
19: Renato Galvão (SP) - 4.080
20: Alan Donato (PE) - 4.050
21: Edvan Silva (CE) - 3.990
21: Samuel Igo (PB) - 3.990
23: Dunga Neto (CE) - 3.960
24: Leandro Bastos (RJ) - 3.960
25: Cezar Aguiar (PE) - 3.870
26: Raphael Seixas (PB) - 3.810
27: Bino Lopes (BA) - 3.653
28: Nathan Brandi (SP) - 3.540
29: Gustavo Sanches (RN) - 3.480
30: Hizunomê Bettero (SP) - 3.420

- mais 70 surfistas pagaram filiação na ABRASP e estão no ranking 2013 que pode ser acessado por completo no www.abrasp.com.br

Por João Carvalho / Foto Fabriciano Jr./ ANS

27 de julho de 2013

11º OverMeeting Skate Downhill

Nos dias 3 e 4 de agosto, Brasília vai receber o OverMeeting, tradicional etapa do Circuito Brasileiro de Skate Downhill Slide, oficializado pela Confederação Brasileira de Skate (CBSk). O OverMeeting chega a sua 11ª edição proporcionando aos skatistas e público presente um final de semana de muito Skate, cultura, contemplação e conscientização ambiental.
Um festival de manobras, equilíbrio, estilo, adrenalina e criatividade sobre o skate, o campeonato reúne participantes de todos os Estados e em 2013 contará com a presença de skatistas da Venezuela, que estão a caminho para tornar esse grande encontro do Skate ainda mais completo.

O local do evento é o Parque Ecológico Dom Bosco, um verdadeiro cartão postal de Brasília, que além de toda beleza natural oferece uma ladeira perfeita para a prática das modalidades contempladas no evento.

Além de muito Skate, competidores e público poderão conhecer um pouco mais sobre a modalidade Mountainboard através de apresentações e oficinas com o grupo Mountainboard Brasília, se divertir no Slackpoint com o pessoal do Slackline Brasília, pista de Skate de Dedo e apreciar a exposição de Shapes Tatuados, através da arte da pirografia, com o artista Flávio Araújo.

No domingo, ao final do evento o Palco Lost apresenta o show da Banda Surf Sessions e convidados. Competir, confraternizar, contemplar, seja qual for sua motivação venha fazer parte dessa grande festa do Skate brasileiro!

Serviço
11º OverMeeting Skate Downhill
2ª etapa do Circuito Brasileiro de Skate Downhill
Data: 03 e 4 de agosto de 2013
Local: Parque Ecológico Dom Bosco (Ermida), Brasília- DF
Horário: 09 às 21hs
Entrada Gratuita

Atenção! Proibida a venda e o consumo de bebidas alcoólicas no local.

Categorias/DHS: Profissional, Amador, Iniciante e Master - Longboard: Amador, Iniciante, Feminino, Mirim, e Master - Classic Flat Longboard: Amador

Inscrições/Data de abertura: 20 de julho de 2013 - Local: Loja Over Street – Conic – Brasília/DF ou no local da competição - Contato: 61-32251065 ou 61 -81210149

Fonte CBSk

26 de julho de 2013

Assista ao vídeo das finais do Pena Bodyboard Ceará que rolou de 19 a 21 de julho, na Barraca Guarderia Brasil, na Praia do Futuro, Ceará. Edição e Imagens de Lima Jr.

Fonte TV Pena

25 de julho de 2013

Rio receberá os melhores bodyboarding do mundo

Após o sucesso de 2012, o Rio Bodyboarding International está confirmado para acontecer neste ano, entre os dias 03 e 08 de setembro, para a alegria dos amantes do esporte. Evento com maior premiação da história do Tour, a etapa realizada na mítica Praia de Copacabana, oferece U$75.000,00 em prêmios, cerca de R$170.000,00, valendo como Grand Slam Series para a divisão feminina e 2000 mil pontos para o Qualifying Series divisão de acesso masculina do IBA World Tour. “É uma sensação de alívio. Estávamos há meses atrás desta confirmação. O mais importante é que a maior etapa do circuito mundial será realizada novamente no Rio de Janeiro. É uma vitória para o esporte”, disse Flávio Brito, presidente da Federação de Bodyboarding do Rio de Janeiro.
Após doze anos de ausência do Circuito Mundial na capital carioca, o Rio Bodyboarding International trouxe, em 2012, os melhores atletas do mundo de volta ao berço do esporte no país A competição bateu recorde com 181 inscritos de 19 países. Fortalecida, a etapa deste ano promete lotar as areias da praia mais badalada do mundo. Copacabana, famosa em todo planeta, é um local diferenciando para os bodyboarders. Além das boas ondas, o lugar é a casa do maior atleta de todos os tempos, o hexacampeão mundial Guilherme Tâmega. Nascido e criado no Posto 5, Tâmega terá, pelo segundo ano consecutivo, a oportunidade de competir no seu pico favorito. Ano passado o carioca acabou eliminado nas quartas de final, encerrando sua participação em quinto lugar.

Em 2012, quem brilhou em Copacabana foi a cearense Isabela Sousa. A brasileira venceu a etapa carioca do Circuito Mundial e deu um grande passo em busca do título, praticamente selando o seu bicampeonato no IBA World Tour. Entre os homens, Luis Villar e Eder Luciano representaram o Brasil até as semifinais, mas o título ficou com o marroquino Ibrahim Iddouch. Em breve serão divulgados os valores de inscrição e forma de pagamento por parte da empresa organizadora da etapa.

Por Daniilo Caboclo / Foto Pedro Monteiro/Adding

Inscrições ao Projeto Kitesurf para todos estão abertas

As pipas de kitesurfe, que já são uma sensação, colorindo as praias cariocas, vão estar ao alcance de todos. Acontece na praia da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, o projeto 'KiteSurf Para Todos', oferecendo aulas gratuitas para a iniciação no esporte. Os treinamentos são ministrados de segunda a sexta, entre 14h30 e 15h30, no K08 Kite Surf Club, com duração média de uma hora.
As inscrições para o projeto, intitulado KSPT-RJ, são feitas pelo site www.kitesurfparatodos.com.br. Após ter sua inscrição aprovada, o aluno participará de três aulas introdutórias na praia, sendo a primeira teórica e as seguintes práticas.

Na aula inicial os inscritos vão conhecer os equipamentos e também as noções sobre direção do vento e sistemas de segurança e resgate. Na segunda aula, os alunos farão o primeiro contato com o kitetrainer, manuseio para pouso e decolagem e o controle de força da pipa. E na clínica de encerramento, o aluno poderá usar o kite inflável e assumir os controles na companhia do instrutor.

Os únicos pré-requisitos de participação são: saber nadar e apresentar atestado médico. Com a conclusão do curso, os participantes que receberem a média superior de avaliação terão o direito a participar do campeonato iniciante, onde receberão o diploma de aprendizado. Informações: www.kitesurfparatodos.com.br

Por Daniel Vianna

Vem aí o Niggli Skate Contest 2013

Circuitos Brasileiros Amadores de Vertical e Banks-Bowl continuam com o Niggli Skate Contest

Depois das duas primeiras etapas do Circuíto Brasileiro de Vertical Amador em Santo André (SP) durante o Circuíto Skate Vertical Amador e da abertura do Circ. Bras. Amador de Banks-Bowl em Florianópolis (SC) com o The Number One of RTMF, estes circuitos prosseguem com o Niggli Skate Contest.
O Niggli Skate Contest será válido como terceira etapa do Circ. Bras. de Vertical Amador e segunda etapa do Circ. Bras. Amador de Banks-Bowl. O campeonato acontecerá nos dias 26, 27 e 28 de julho de 2013, no complexo de pistas do 'Vert In Roça' em Guaratinguetá(SP).

As categorias convidadas para este evento serão: Vertical: Iniciante e Amador 1 Banks: Feminino Pro, Feminino 1 e Mirim. O campeão do Vertical Amador 1 vai levar uma guitarra e todos participantes valiosos pontos para o Circuito Brasileiro.

As inscrições custarão R$ 50,00 com direito a camping do dia 26 ao dia 28 além direito ao churrasco no domingo. Não competidores pagarão o valor normal de camping e R$ 10,00 se quiser consumir o churrasco.

Cronograma:
Sexta dia 26 - Treino livre Sábado dia 27 - Feminino 1, Feminino Pro e Mirim
Domingo dia 28 - Iniciante, Amador 1, show com banda e churrasco
Mais informações pelo email: carlosniggli@hotmail.com

Por Julio Detefon

24 de julho de 2013

Surfistas chegam para o Mahalo Pernambuco Winter Festival

O Mahalo Pernambuco Winter Festival continua nesta semana apresentando mais oito das dez modalidades esportivas que serão disputadas simultaneamente pelas praias de Ipojuca, no litoral sul do estado. A principal atração é a etapa com a maior premiação do Circuito Brasileiro de Surfe Profissional esse ano, 60 mil Reais, únicas que valem 3.000 pontos para o ranking que define o campeão da temporada 2013. As inscrições encerram-se nesta quarta-feira e na quinta serão divulgados os confrontos que começam sexta-feira na Praia do Cupe. No mesmo dia, campeonatos de Kite Surf e Bodyboard serão disputados nas ondas de Maracaípe durante todo o fim de semana, enquanto em Porto de Galinhas acontecem os do Skate, Volei de Praia e Futevolei, além da festiva Corrida de Jangadas no sábado.
Jihad Khodr (PR) / Foto Pedro Monteiro/Adding
O Mahalo Pernambuco Winter Festival será a segunda etapa do Brasil Tour, divisão principal do circuito da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP), no estado de Pernambuco esse ano. A primeira com premiação de R$ 60.000 valendo 3.000 pontos foi em Fernando de Noronha, também realizada pela Associação Nordestina de Surf (ANS), presidida por Geraldo Cavalcante, organizador do evento. Grandes estrelas do surfe brasileiro e os principais concorrentes ao título vão competir na Praia do Cupe e já estão chegando a Ipojuca para treinar desde o início da semana.

Eles vêm direto do Rio de Janeiro, onde no último domingo foi encerrada uma etapa do mesmo nível de importância do Mahalo Pernambuco Winter Festival. O paranaense Jihad Khodr recuperou a ponta da corrida pelo título brasileiro quando passou para a final do Macaé Ecosurf, depois de Alandreson Martins ganhar a semifinal baiana com o ex-líder, Franklin Serpa. Alandreson também bateu o novo número 1 na final e subiu para o oitavo lugar no ranking com os 3.000 pontos da vitória em Macaé. A disputa pelo caneco de campeão brasileiro está acirrada esse ano, com o líder mudando a cada etapa.
Corrida Jangadas / Foto Fabriciano Jr./ANS
O niteroiense Bruno Santos largou na frente nos tubos da Cacimba do Padre, em Fernando de Noronha (PE). Ele só participou desta etapa e ficou em primeiro até Jihad Khodr vencer a que abriu o Circuito Nordestino Profissional nas mesmas ondas da Praia do Cupe. Nas seguintes, o paulista Flavio Nakagima passou à frente na primeira etapa do Circuito Paulista em Ubatuba e o baiano Franklin Serpa assumiu a dianteira na segunda do Circuito Catarinense em Balneário Camboriú. Em Macaé, a disputa da liderança poderia ser na grande final, mas Serpa parou nas semifinais e Jihad Khodr é o número 1 no ranking das seis etapas computadas, incluindo as dos circuitos regionais que valem metade da pontuação das do Brasil Tour como o Mahalo Pernambuco Winter Festival.

O paranaense já foi campeão brasileiro no SuperSurf de 2006 e competiu na Praia do Cupe esse ano, saindo de Ipojuca no topo da tabela de classificação pela primeira vez este ano. A situação agora é inversa, pois Jihad chega para defender a primeira posição e a expectativa é de que o limite de 96 participantes nas etapas do ABRASP Brasil Tour seja preenchido no Mahalo Pernambuco Winter Festival. É mais uma chance para os surfistas nordestinos, especialmente os pernambucanos, competirem em casa e aproveitar o fato de conhecer melhor as ondas características desta região do país.
Alandreson Martins / Foto Pedro Monteiro/Adding
Além do agora segundo colocado, Franklin Serpa, o também baiano Rudá Carvalho está em quarto lugar, o pernambucano Halley Batista em sexto, o potiguar Alan Jhones em sétimo, seguido pelo baiano Alandreson Martins em oitavo, o cearense Artur Silva em nono, com outro baiano, Bruno Galini, fechando o grupo dos top-10 do ranking da ABRASP. A maioria deles já conseguiu ótimos resultados na Praia do Cupe, alguns conquistando até vitórias em etapas importantes do Circuito Brasileiro, como Halley Batista e Alan Jhones. Todos vão brigar para que o título do Mahalo Pernambuco Winter Festival fique em casa, apesar da presença já confirmada de grandes estrelas do surfe nacional.

Na Praia de Maracaípe, mais ao sul de Porto de Galinhas, as atrações serão o Kite Surf e o Bodyboard, duas novidades nas modalidades esportivas desta segunda edição do Mahalo Pernambuco Winter Festival. O público poderá escolher o seu esporte favorito para assistir em Ipojuca no fim de semana. Se preferir o surfe, o palco é a Praia do Cupe, onde também terá competição de Slackline e um Lual no sábado à noite com show da banda Black Zion. E para os que gostam de Skate, Volei de Praia e Futevolei, o destino é o centro de Porto de Galinhas, onde estes esportes serão disputados, além da divertida Corrida de Jangadas que acontece no sábado. As principais modalidades do evento serão transmitidas ao vivo pela internet, com o link podendo ser acessado pelo www.surfcore.com.br
Alan Jhones (RN) / Foto Fabriciano Jr./ANS
Ranking Brasileiro de Surfe Profissional 2013 - 6 etapas:
1.o: Jihad Khodr (PR) - 6.405 pontos
2.o: Franklin Serpa (BA) - 6.345
3.o: Flavio Nakagima (SP) - 5.250
4.o: Rudá Carvalho (BA) - 5.160
5.o: Robson Santos (SP) - 5.040
6.o: Halley Batista (PE) - 4.845
7.o: Alan Jhones (RN) - 4.680
8.o: Alandreson Martins (BA) - 4.635
9.o: Artur Silva (CE) - 4.590
10: Bruno Galini (BA) - 4.425
11: Saulo Junior (SP) - 4.403
12: David do Carmo (SP) - 4.230
13: Diego Rosa (SC) - 4.170
14: Cauê Wood (SC) - 3.668
15: Leonardo Neves (RJ) - 3.540
15: Nathan Brandi (SP) - 3.540
17: Ricardo Ferreira (SP) - 3.495
18: Hizunomê Bettero (SP) - 3.420
19: Odirlei Coutinho (SP) - 3.360
20: Samuel Igo (PB) - 3.270
21: Danilo Costa (RN) - 3.210
22: Renato Galvão (SP) - 3.120
23: Dunga Neto (CE) - 3.000
23: Bruno Santos (RJ) - 3.000
25: Raphael Seixas (PB) - 2.850
26: Cesar Aguiar (PE) - 2.670
27: Luciano Brulher (SP) - 2.550
28: Gustavo Sanches (RN) - 2.520
29: Leandro Bastos (RJ) - 2.460
30: Thiago Guimarães (SP) - 2.400
- mais 61 surfistas pagaram filiação na ABRASP e estão no ranking 2013

Por João Carvalho  

Show de manobras no The Number One of RTMF 2013

Entre os dias 12 a 14 de julho, a pousada Hi Adventure em Florianópolis, recebeu a primeira etapa do Circuito Brasileiro Amador de Banks-Bowl, o The Number One of RTMF 2013. Foram 113 inscritos entre skatistas do Amazonas, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Santa Catarina demonstrando o quanto este campeonato é prestigiado.
Vi Kakinho
Muitas pessoas compareceram para prestigiar as disputas e o evento contou com uma estrutura que se supera a cada ano. Além da arquibancada, da transmissão ao vivo pela internet pela ESPN, dos dois bares, esse ano a Drop Dead ainda colocou um lounge com direito a sinuca, TV e um sofá para uma descontração extra de todos presentes.

Allan Resende
Confira os resultados:
Mirim:
1) Ian Poleto
2) Guilherme Silve
3) Gabriel Penteado
Feminino 1:
1) Yndiara Losekann
2) Emily Antunes
3) Vitória Bontempo
Iniciante:
1) Pedro Quintas
2) Miguel Oliveira
3) Gabriel Speck
Amador:
1) Vi Kakinho
2) Fabinho Junqueira
3) Allan Resende
4) Matheus Mello
5) Caique Silva
6) Marlon Silva

Fonte CBSk

Marca australiana lança roupa anti-tubarão

Algumas das melhores ondas do mundo quebram em lugares com as mais altas incidências de ataques de tubarões, como os litorais da Austrália e da África do Sul. Pois a empresa australiana Radiator afirma ser a primeira a colocar no mercado roupas de borracha capazes de manter os temidos animais afastados dos surfistas.
A marca licenciou dois diferentes modelos desenvolvidos pela Shark Attack Mitigation Systems (SAMS) em parceria com o Oceans Institute at the University of Western Australia – ambos dificultando a visualização do surfista que os veste pelos tubarões. Enquanto um deles, batizado de Elide, cria um efeito camuflado que o torna praticamente invisível para os tubarões (que só conseguem enxergar em preto e branco), outro, chamado de Diverter, faz com que os surfistas aparentem ser, digamos, “intragáveis”.

“Ainda que tubarões usem diferentes sentidos para localizar uma presa, é sabido que a visão comanda o ataque em seu estágio final. Ao interferir nessa percepção visual, um ataque pode ser evitado ou ao menos postergado, dando tempo para que a potencial vítima saia da água”, informa o website da Shark Attack Mitigation Systems.
Patenteada, a tecnologia pode ser aplicada em adesivos para serem colados em pranchas de surfe, cápsulas para mergulhadores e outros produtos para esportes aquáticos. Os preços das roupas anti-tubarão da Radiator começam em R$ 900.

Fonte Blog Criativo

Regressiva para o Norte/Nordeste de Surf 2013

O palco para o show dos melhores surfistas do Norte e do Nordeste do país será a Praia de Atalaia, em Salinópolis-PA, que se transformará na Capital do surf das duas regiões brasileiras famosas pela riqueza e diversidade cultural. E a festa já começa no dia 26 com encerramento previsto para o dia 29 de julho, onde a Praia da Atalaia promete reunir muita gente bonita para curtir o último final de semana das férias.
Lembrando que o campeão da Open vai voltar pra casa de Moto 0km e o Vice-Campeão leva uma prancha. E o vencedor da categoria Sênior também leva pra casa uma moto novinha. Os campeões das categorias Master, Junior e Mirim também irão faturar pranchas Coopsurf. “É com grande satisfação que a FEPASURF se prepara pra receber os melhores surfistas do Norte e Nordeste. O Pará historicamente sempre recebeu bem todos os atletas que vieram competir aqui e dessa vez estamos preparando algumas surpresas para que todos os competidores sintam como se estivessem em seus próprios picos de origem. Será um grande evento onde estarão presentes vários dos maiores nomes do surf da atualidade”, declarou Noélio Sobrinho.

Para estimular a participação e garantir a representatividade de todos os estados convidados, a Federação Paraense de Surf decidiu dispensar a cobrança da Taxa de Inscrição de todos os atuais campeões e vice-campeões dos nove estados nordestinos e da região anfitriã, nas sete categorias em disputa*. Isso significa na prática que a FEPASURF estará abrindo mão das inscrições de 198 atletas a título de abrilhantar o evento e elevar o nível da competição.

Outro diferencial da competição é o fato da categoria Senior contemplar seu campeão com a mesma premiação do vencedor da Open. Segundo os organizadores a intenção desta ação é valorizar a experiência dos competidores. E as curiosidades não param por aí. O palanque da competição será um Trio Elétrico que promete agitar os veranistas que nessa época costumam lotar as areias da Praia da Atalaia, garantindo a festa e a interação do público com os astros e estrelas do evento, os surfistas.

O evento terá transmissão ao vivo que poderá ser assistida de qualquer lugar do mundo através do link: http://surfbyte.com.br/eventos/2013/NNE1301/

Por George Noronha

23 de julho de 2013

Renata e Ricardo "roubam" a cena nas categorias profissionais

Muito sol, altas ondas, atletas de nível e gente bonita foram os ingredientes que garantiram o brilho da 1ª Etapa do Pena Bodyboard Ceará 2013, evento que abriu oficialmente o Circuito Cearense da modalidade e reuniu cerca de 200 atletas na Barraca Guarderia Brasil, na Praia do Futuro. A primeira final a entrar na água foi a categoria Open Feminino vencida por Ingrid Silva que se beneficiou com a interferência cometida por Vida Andrade, que liderou a bateria até os últimos minutos mas acabou tendo de se contentar com a terceira colocação. Na segunda colocação ficou a atleta Thaina Fernandes com Vanessa Prado completando o pódio.
Renata Úrsula
Na sequência foi a vez das categorias de base mostrarem que não estão pra brincadeira. Na estreante vitória para Lucas Medeiros, com Rodrigo Matos, Thalisson Maciel e Robert Braga na segunda, terceira e quarta colocações respectivamente. Na Iniciante, a final foi marcada pelo equilíbrio e o elevado nível nas disputas em que a liderança mudou várias vezes de mãos. No final o grande vencedor foi Willian Cabral, com Heitor Rocha em segundo, Diego Gomes em terceiro e Jorge Luiz em quarto.

Logo em seguida foi a vez dos astros de outrora da Master protagonizarem uma final repleta de emoções com duelos emocionantes. No final melhor para Luiz Carlos Araújo, que foi feliz tanto na escolha das ondas, quanto na execução das manobras. Em segundo lugar e mostrando muita disposição e gás, Melk Lopes comemorou muito e avisou que esse ano retornou com todo gás. Na terceira colocação ficou o atleta Renato Casas, com Vladinir Maciel em quarto.
Profissional
Após a apresentação dos Masters foi a vez da Open Masculino concentrar todas as atenções do público presente. O grande destaque ficou por conta da atuação de Marcelo Gonçalves, que com apenas 14 anos e competindo em uma categoria acima de sua idade, conseguiu arrancar dos árbitros as maiores notas da bateria para se consagrar o grande campeão da Open, a principal categoria entre os amadores. “Estou muito feliz de ter conseguido vencer uma categoria tão importante. Desde que comecei a praticar o bodyboard eu sempre sonhei em ser um grande campeão. E nesse evento eu só pensava nisso, em virar um grande atleta como o Roberto Bruno, o Eder Luciano, ou quem sabe chegar aonde Isabela Sousa chegou. Sei que ainda estou muito longe de atingir esses objetivos, mas com foco e fé em Deus, sei que um dia eu chegarei lá, vocês vão ver”, declarou Marcelinho.

Mas, apesar das boas disputas nas cinco finais das categorias amadoras, a grande expectativa estava por conta das finais das duas categorias profissionais. Os primeiros a entrar na água foram os finalistas da Masculino. E mesmo com a presença do catarinense campeão mundial Eder Luciano e do Pentacampeão Brasileiro, Roberto Bruno, o cearense Ricardo Barbosa não tomou conhecimento e dominou a bateria para vencer a 1ª etapa do cearense de bodyboard e largar na frente da corrida pelo cobiçado título de Campeão Cearense de Bodyboard Profissional. Eder Luciano terminou na segunda colocação, com Roberto Bruno em terceiro e Francisco Robson fechando o pódio na quarta colocação.
Iniciante
Após o show dos profissionais da masculino, teve início a bateria mais esperada da competição devido a participação da atual Campeã Mundial de Bodyboard, a cearense Isabela Sousa. Muita disputa e forte marcação deram o tom dessa bateria que foi liderada do início ao fim por Renata Úrsula e guardou as maiores emoções para o último minuto das disputas, quando Isabela por pouco não consegue uma virada espetacular. Contudo, acostumada a vencer alguns dos maiores eventos do mundo, a Bicampeã Mundial dessa vez terminou na segunda colocação. Em terceiro lugar ficou a atleta Patrícia Setúbal e na quarta colocação Kirtys Montenegro-PE. “Estou muito feliz por ter conseguido vencer. Entrei na bateria concentrada e procurei seguir uma estratégia que havia traçado especialmente para essa bateria. Felizmente, tudo deu certo”, declarou Renata Úrsula.  

Para Isabela Sousa, uma das principais atrações da competição, o evento foi muito bem organizado e apesar de não ter vencido, está muito feliz de ter tido a oportunidade de competir com as novas gerações do bodyboard cearense que se renova a cada ano. “Naturalmente, eu gostaria de ter vencido. Vim aqui pra isso. Mas, competição é assim. Pra mim foi um ótimo treino para as próximas etapas do mundial que irei participar e poder competir em casa, nesse calor gostoso que só o Ceará, por si só já é um grande bônus”, comentou Isabela.
Feminino Pro
Para Tom Santiago, Presidente da Federação de Bodyboard do Ceará, o evento foi um verdadeiro sucesso e apesar da época de ondas não ser a ideal, a presença de alguns dos maiores nomes do bodyboard brasileiro e cearense garantiu o espetáculo para quem acompanhou a competição da praia ou através da transmissão Ao Vivo, feita através do site da Pena. A próxima etapa será no último final de semana de agosto na paradisíaca Praia da Taíba, onde todo o circo do bodyboard cearense irá se reunir novamente em mais uma festa do esporte radical alencarino mais vitorioso da atualidade.

Resultados:
Profissional Feminino
1ª Renata Úrsula
2ª Isabela Sousa
3ª Patrícia Setúbal
4ª Kirtys Montenegro
Profissional Masculino
Ricardo Barbosa

1º Ricardo Barbosa-CE
2º Eder Luciano-SC
3º Roberto Bruno-CE
4º Francisco Robson-CE
Open Masculino
1º Marcelo Gonçalves
2º Lucas Santos
3º Paulo Kennedy
4º Raul Arthur
Open Feminino
1ª Ingrid Silva
2ª Thaina Fernandes
3ª Vida Andrade
4ª Vanessa Prado
Master Masculino
1º Luiz Carlos Araújo
2º Melk Lopes
3º Renato Casas
4º Vladinir Maciel
Estreante
1º Lucas Medeiros
2º Rodrigo Matos
3º Thalisson Maciel
4º Robert Braga
Iniciante Masculino
1º Willian Cabral
2º Heitor Rocha
3º Diego Gomes
4º Jorge Luiz

Por George Noronha / Fotos Hélio Bacana

ONG Social Skate testa habilidade e conhecimento

Competição, que inclui conhecimentos dos alunos da rede escolar de Poá, será realizada sábado no Complexo Esportivo Renato Barbieri, na cidade da Grande São Paulo

A ONG Social Skate, responsável pelo projeto Manobra do Bem, em parceria com a Secretaria de Esportes de Poá (SP), realiza sábado (27 de julho), das 10 às 16 horas, uma competição de skate em um formato inédito e inovador denominada de "Skate é Bom, com educação é Ótimo!", para as cerca de 50 crianças que participam das atividades com skate do projeto localizado na cidade da Grande São Paulo.
Além de competirem entre si no formato tradicional dos campeonatos de skate, em que demonstram suas habilidades nas rampas da modalidade street, os jovens skatistas de 6 a 16 anos terão de responder, ao término de suas apresentações com o skate, uma prova com o conteúdo aprendido em suas escolas e a nota final de cada participante será a soma que receberão no skate mais a da prova preparada pela pedagoga do projeto Leila Vieira.

A elaboração da prova só foi possível, pois o projeto possui um cadastro das crianças em que constam informações escolares dos "pequenos radicais". Segundo o responsável pelo evento, Sandro Soares, o "Testinha", as ações com skate realizadas em Poá sempre tiveram a preocupação de cobrar um bom rendimento escolar da criançada e agora chegou a hora de ver, na prática, se eles estão se esforçando ou não para serem tão bons na escola como são no skate.

A ideia foi levada para a Secretaria de Esportes de Poá, que aceitou a proposta e cedeu o espaço do Complexo Esportivo Renato Barbieri, já conhecido dos skatistas por ter recebido, em janeiro, uma partida de futebol com times formados por grandes nomes do skate, entre eles Sandro Dias "Mineirinho" e Rony Gomes. Dessa vez as atrações "especiais" do evento trazem um pouco mais de cultura para as crianças e a todos que prestigiarem o evento.
Uma das atrações do evento será uma apresentação musical com Peri, apresentando o show ‘Horizonte Vertical’. Além de canções autorais, o cantor mostrará releituras de Pitty, Lulu Santos e Cássia Eller. Para surpreender a todos, o músico inclui som eletrônico entre guitarra, baixo e bateria, comandando o sampler em alguns momentos.

A ideia é mostrar que o rock pode e deve usar e abusar dos elementos do pop, da Música Popular Brasileira, do hip hop e da música eletrônica. "Toda a mistura de estilos musicais devem estar presente, para criar diferentes sons e dar, assim, uma cara moderna e contemporânea ao trabalho", afirma Peri. O músico integrou a banda "9 Mil Anjos", ao lado de Júnior Lima e Champignon (Charlie Brown Jr/ A Banca).

Circo com skate - Outra atração, também inédita, será a apresentação do projeto "Tudo Misturado" com o número "O Circo Chegou", em que o skatista profissional e artista circense Fabiano Fernandes "Passarinho" promete surpreender a todos os presentes misturando as duas artes (skate + circo) durante a apresentação de seu personagem (um palhaço). Além de andar de skate, realizando manobras de estilo livre, ele brinca com bolas, pneus, malabares e até mesmo com uma bicicleta. Tudo isso sem descer do skate.
"Vi os vídeos do Passarinho na Internet e achei incrível, algo que nunca tinha visto antes", afirma Sandro Testinha. "Com certeza será um dia muito especial para a criançada, pois teremos skate, música e circo em um mesmo evento", ressalta Leila Vieira.

Serviço
Campeonato "Skate é Bom, com Educação é Otimo"
Data: 27 de junho de 2013
Horário: 10h às 16h
Local: Complexo Esportivo Renato Barbieri
Endereço: Rua Brasil, altura do nº 340, bairro Calmon Viana, Poá (SP)

Fonte RPXcom

Espírito Santo confirma etapa do Brasileiro de Bodyboard

Após três anos de ausência, o Circuito Brasileiro de Bodyboard retorna nesta temporada ao Espírito Santo. O evento capixaba foi confirmado e acontece entre os dias 1 e 3 de novembro, na Praia da Barra do Jucu, oferecendo R$35.000,00 em premiação. “O ano começou devagar, mas o segundo semestre reserva grandes emoções no circuito nacional. Fico feliz em ver que o Espírito Santo está se organizando novamente e realizando grandes eventos. Existe uma previsão de que cinco eventos aconteçam até novembro e isso vai movimentar muito os atletas, organizadores e os amantes do esporte”, disse Edmar Rezende, presidente da CBRASB.
Quem trabalhou arduamente para que o estado capixaba pudesse retornar ao calendário de competições foi a Febbees – Federação de Bodyboarding do Estado do Espírito Santo. “A Federação e sua nova diretoria, sentem muito o tempo em que o Espírito Santo ficou de fora do circuito nacional. Entendemos que o retorno neste ano de 2013 ocorre no melhor momento possível e vai trazer ganhos a todos, especialmente aos competidores capixabas. Estamos certos de que o retorno do estado ao circuito nacional se dará para novamente tornar-se uma das etapas mais disputadas do calendário”, ressaltou Marcelo Rocha.

Atual tricampeão nacional, Léo Costa conquistou seu primeiro título brasileiro justamente em 2010, quando venceu a etapa no quintal de casa e levou o circuito naquele ano. “Fico feliz pelo Circuito Brasileiro voltar ao Espírito Santo depois de três anos. Treino diariamente na Barra do Jucu e isso já me ajudou a vencer três etapas de Brasileiro aqui.  Espero que tenham boas ondas para que o evento seja um sucesso e que eu consiga vencer mais uma etapa de Brasileiro na minha cidade”, frisou Leo Costa, atleta de Vila Velha.
Além de Léo Costa, a capixaba Maylla Venturin também se destacou naquele ano vencendo o evento na Barra do Jucu. Confira abaixo os campeões de cada categoria naquele ano. A abertura do circuito nacional de 2013 acontecerá de 16 a 18 de agosto na praia de Costa Azul na cidade de Rio das Ostras. As inscrições estão abertas no site www.inscricaon.com

Calendário 2013:
O calendário proposto do circuito nacional contará com cinco etapas passando por Norte a Sul do país.
1ª etapa – 16 a 18 de agosto – Costa Azul, Rio das Ostras (RJ) - Confirmado
2º etapa – 25 a 28 de setembro – Praia da Tririca, Itacaré, Bahia (termina no sábado)
3ª etapa – 11 a 13 de outubro – Farol de São Thomé, Campos (RJ)
4ª etapa – 1 a 3 de novembro – Barra do Jucu – Espírito Santo - Confirmado
5ª etapa – 15 a 17 de novembro – Campeche, Santa Catarina

Por Danilo Caboclo / Fotos Divulgação/CBRASB

Alanderson Martins vence o Macaé Eco Surf 2013

O baiano Alanderson Martins venceu, no domingo, de muito sol e boas ondas, o Macaé Eco Surf 2013. Radicado no Rio de Janeiro e morando desde 2012 na cidade de Macaé, Alanderson venceu o paranaense Jihad Khord voando alto nas ondas da praia do Pecado. Com a vitória, o surfista baiano computou três mil pontos no ranking da ABRASP, 1.500 pontos no ranking da FESERJ, e ainda assumiu a ponta do ranking do surf carioca. Os aéreos de Alanderson rederam um belo cheque do Banco Itaú, no valor de R$ 15.000,00 reais.
Alanderson Martins / Foto Pedro Monteiro
A segunda etapa do Circuito Brasileiro de Surf, o ABRASP Pro Tour 2013, definiu um novo líder. O paranaense Jihad, que venceu todas as baterias que disputou no Macaé Ecosurf, só perdendo a final, assumiu a liderança do circuito ao vencer Krystian Kymerson na segunda semifinal, já que o baiano Franklin Serpa, líder até o começo das disputas de Macaé, havia perdido para o campeão na primeira semifinal por um placar apertado - 13,16 x 11,67 pontos. “Estou muito feliz, não posso acreditar. Dei o meu máximo na final quando senti que podia ganhar e, lógico, que a torcida da galera local me ajudou muito. Fui campeão por causa dessa festa que foi esse evento, muita vibração boa” disse, emocionado, Alanderson.

A maior nota do evento e o maior somatório foram do finalista Jihad Khord. O surfista, que vem tendo bons resultados na temporada 2013, deixou o pernambucano Harley Batista na dependência de uma combinação de notas que ultrapassasse os 16,60 pontos de 20 possíveis. Com um frontside bastante afiado, Jihad deferiu três belas rasgadas na onda da laje e finalizou com uma bela rabetada na junção. “Estou feliz com essa final aqui, etapa de nível máximo do circuito brasileiro. Agora é colher aquilo que eu estava plantando. Fiquei um pouco afastado, estava cansado, mas é isso aí, dei o meu máximo” disse Jihad.
Foto Pedro Monteiro
Além do cronograma esportivo, a organização do evento realizou uma série de ações que aconteceram em paralelo ao evento. Entre elas, ações socioambientais, e o cercamento da restinga costeira. Outra grande atração foi a apresentação especial de surf adaptado para deficientes, feita pelo Adapt Surf, ONG fundada em 2007, por Henrique Saraiva, que tem como missão promover a integração social de pessoas com mobilidade reduzida.

O Macaé Ecosurf 2013 retorna na próxima semana, nos dias 26 e 27 de julho, com o Macaense de Surf, da Associação de Surf de Macaé (ASM), onde serão realizadas as disputas das categorias Master, Open, Mirim, Junior e Iniciante - essa será a abertura do circuito local.

Por Roberta Pinto