17 de abril de 2013

Talento sem amparo

É assim que a atleta Pamella Mel se encontra, sem amparo de patrocínio. Uma órfã no mundo das competições. Com muito potencial para garantir pódios e divulgar marcas que acreditam no esporte, no entanto, encontra-se “mendigando” apoio.
A jovem Mel tem sete anos, é local de Itanhaém, litoral Sul de São Paulo. É dona de um currículo invejável até para adultos. Ao todo foram 11 campeonatos e 13 pódios e já está inscritas em muitas outras competições de surf ao longo de 2013.

Pamela já conquistou em competições como a Remada Salva Surf, o 1º lugar; Prainha Salva Surf, feminino, 3º lugar; Carna Surf, 3º lugar; Segunda etapa Itanhaém, feminino, 4º lugar; Campeonato Municipal de Peruíbe, 1º lugar, petit; Campeonato Regional do Suarão, 1º lugar, estreante; Campeonato Municipal de São Vicente, petit, 3º lugar e, 2º no feminino; Municipal de Itanhaém, petit, 2º lugar e, no feminino, 3º lugar. Foi 7º lugar no Campeonato Rip Culr, que ocorreu na Praia do Tombo. Na ocasião competiu com meninas do Sub 16. Ela foi a única atleta de 7 anos.
Agora, a surfista se encontra numa situação que necessita de patrocínio de prancha, ajuda nos custeios de viagens, transportes etc. “Com este porte e currículo invejável não se encontra em qualquer lugar. Não da para perder um talento como este”, diz Ailton Moura, pai da jovem. "Tenho certeza que a empresa que apostar na Pamella Mel não vai se arrepender, pois, ela, está cada vez mais na mídia de todo segmento”, finaliza.

Redação InnerSport / Fotos arquivo pessoal

Nenhum comentário:

Postar um comentário