30 de abril de 2013

As diferentes áreas profissionais de um paraquedista


O paraquedista goiano, Rogério Fleury, de 32 anos, mais conhecido como Ipiranga, tem, literalmente, sua cabeça voltada para as nuvens. Com 17 anos de carreira e mais de 8.500 saltos de paraquedas, o atleta hoje está radicado em Boituva (SP), mostra a versatilidade de sua profissão. Quando não está competindo no Brasil ou representando o país em competições internacionais de Freefly (salto em queda livre com manobras) ou Swoop (pouso de alta performance), Ipiranga está dando aulas, filmando ou organizando eventos ligados ao esporte. “Eu faço um pouco de tudo. Sou instrutor AFF, instrutor ASL, instrutor Freefly instrutor de salto duplo. Também sou coach em túnel de vento, piloto de velames de alta performance, organizador de eventos e cinegrafista de todas as modalidades do paraquedismo”, enumera Ipiranga.

Rogério Ipiranga / Foto Migalha
Recentemente, ele embarcou para os Estados Unidos da América juntamente com a atleta Julie Vidotti. Lá ele deu instrução de túnel de vento no Paraclete XP, na Carolina do Norte. Paralelo a isso, ele atua como cameraman da Julie na modalidade Freestyle, considerada balé em queda livre, no qual é avaliado pela qualidade artística de sua filmagem. Também, é responsável por registrar em vídeo as manobras de Thiago Miniti, no Skysurf, que utiliza uma prancha em queda livre para realizar curvas, loopings e acrobacias radicais.

Segundo Ipiranga, a norma da Confederação Brasileira de Paraquedismo (CBPq) diz que para se profissionalizar como câmera é preciso ter a Categoria C, ou seja, mínimo de 200 saltos. “O interessado pode começar filmando alunos em progressão ou saltos duplos”, indica Ipiranga. Isso porque existem várias modalidades no paraquedismo e muitas delas pedem precisão. “No caso do Freefly, Freestyle ou Skysurf exige-se uma habilidade maior do câmera para voar em todas as posições e eixos do corpo humano”.

O atleta reforça ainda que o cinegrafista tem de ter em mente de que quando participa de um campeonato ele faz parte de um time. Ele conta que existem normas e critérios técnicos de avaliações dos vídeos que podem acabar com o resultado da equipe. “Sei que a responsabilidade de um câmera é gigante e me divirto com isso. Adoro filmar e fotografar, registrar o momento e captar o frame da melhor posição”, revela Ipiranga.

Para ele, todo o atleta deveria saltar com um câmera, pois aprimoraria seus saltos. Mas, antes de se tornar um cinegrafista ele deixa uma última dica: “Procure um profissional renomado no esporte e treine com ele para não colocar a vida de terceiros em risco. Use sempre um dispositivo de abertura automático no paraquedas e altímetro sonoro e visual”.

Por Emanuelle Oliveira

Bruno Fontes é sexto na França

No último sábado, o velejador catarinense Bruno Fontes encerrou sua participação na etapa de Hyères, França, da Copa do Mundo de Vela, em sexto lugar, conquistando mais um grande resultado na temporada. Com dois sétimos lugares nas regatas finais da Medal Race, Bruno encerrou sua participação na competição e agora retorna ao Brasil no começo da semana para iniciar mais um período de treinamentos.
Foto divulgação
“A semana foi muito positiva aqui na França apesar de o objetivo principal não ter sido alcançado, que era a medalha. Eu velejei muito forte nos quatro primeiros dias, mas acabei tendo dois resultados um pouco inconsistentes na sexta-feira. No entanto, não posso falar que não foi proveitoso estar aqui. Essa é a terceira etapa de Copa do Mundo consecutiva que eu consigo me colocar bem e agora é treinar forte para as próximas competições”, revela Bruno.

Neste último dia de competições, as regatas foram disputadas em condições extremamente desfavoráveis para a prática de Vela: sem vento nenhum. Mesmo assim, a direção de prova optou por colocar as regatas na água para definir o grande campeão do evento. Em Hyères, o ouro ficou com o australiano Tom Burton, a prata foi para o brasileiro Robert Scheidt, que liderava a competição até o último dia, e o bronze ficou com o croata Toni Stipanovic.

Com o resultado na etapa da Copa do Mundo da França, Bruno Fontes dá sequencia a uma série de bons resultados. Em Miami (EUA) e Palma de Mallorca (ESP), o catarinense conquistou a quinta posição e agora com o sexto lugar na França deve figurar entre os top-3 da classificação geral da Copa do Mundo de Vela.

Por Danilo Caboclo

Connor e Ariela vencem o Ubatuba Pro Grand Slam

O havaiano Connor Baxter mostrou porque é considerado um dos melhores remadores de Stand Up Paddle da atualidade, vencendo tudo no Ubatuba Pro Grand Slam. No sábado, foi o mais rápido no Sprint Race de 1 quilômetro na Praia do Centro de Ubatuba, no litoral norte de São Paulo. No domingo, repetiu a vitória na bateria final da prova de 12 Km do Long Distance Racing, para ser o grande campeão do SUP Race na etapa brasileira do Stand Up World Tour 2013. No feminino, a campeã "Overall" foi a paulista Ariela Pinto com o título na corrida de longa distância. Nesta semana, a atração é o SUP Wave nas ondas da Praia de Itamambuca, a partir de quarta-feira até domingo em Ubatuba.
Connor Baxter (HAV)                                                                                                                                                                                          
"Estou muito feliz. É minha primeira vez no Brasil e a experiência está sendo incrível", vibrou Connor Baxter, que superou o atual campeão mundial do SUP Race, Kai Lenny, como já havia feito na grande final do Sprint Race no sábado e também na primeira etapa do Circuito Mundial de Stand Up Paddle, em fevereiro no Chile . "Agora vou focar na prova de Wave que acontece nesta próxima semana aqui em Ubatuba", prometeu o havaiano que está invicto nas corridas de SUP esse ano.

O havaiano imprimiu no domingo o mesmo ritmo forte de remada que o levou a vencer suas baterias de Sprint Race. Na grande final, Connor Baxter abriu boa vantagem no início da prova e ficou na frente durante todos os 12 Km do percurso do Long Distance Race na Praia do Centro. O campeão mundial Kai Lenny terminou em segundo mais uma vez. "Eu adoro o Brasil e só de estar aqui, competindo, já é muito legal", disse Kai Lenny, vice-campeão no sábado e no domingo em Ubatuba. "Claro que eu queria vencer, mas estou amarradão de qualquer forma. Meu foco agora fica 100% no SUP Wave, pois lidero o ranking nessa modalidade e quero fazer um bom resultado aqui para continuar na frente".

O dinamarquês Casper Steinfath foi o terceiro a ultrapassar a linha de chegada, seguido pelo havaiano Mo Freitas em quarto lugar e os brasileiros Luis "Animal" Guida em quinto e Vinicius Martins em sexto no maior desafio das provas de distância do Stand Up Paddle. O bicampeão brasileiro de SUP Race, Luis Guida, o "Animal", foi o melhor brasileiro no domingo e ficou em nono no ranking dos resultados do sábado e do domingo. "Gostei da minha colocação hoje (domingo)", aprovou Luis Carlos Guida. "Ontem, infelizmente, eu caí da prancha quando fazia a boia e acabei não conseguindo passar para as semifinais. Mas, hoje as coisas deram certo e cheguei no pelotão da frente, junto com os melhores do mundo. Cada prova é um novo aprendizado e hoje aprendi muito".
Overall Feminino 
Na categoria profissional feminina, a bicampeã brasileira de SUP Race, Babi Brazil, que venceu a final de Sprint no sábado, não se sentiu bem durante a prova do domingo, reduziu o ritmo e chegou na quarta colocação. Com isso, a baiana perdeu o título de campeã "Overall" para Ariela Pinto, com a vitória da paulista na prova de longa distância. No Sprint Race ela foi vice e, na soma dos dois resultados, ficou com o título máximo do Ubatuba Pro Grand Slam. "Quero agradecer ao meu marido, meus amigos, o pessoal da Matero Team que treina comigo e acima de tudo a Deus", disse Ariela Pinto. "Estou sem palavras. Achei o evento demais e estou muito feliz com meu resultado".

A baiana Babi Brazil defendia o título da etapa de Ubatuba e desta vez ficou em segundo lugar. "Eu vim pra cá com um pouco de gripe e acabei forçando muito na prova de Sprint ontem (sábado)", contou a bicampeã brasileira, Babi Brazil. "Hoje, durante a prova de longa distância, senti minha imunidade baixar muito e passei muito mal. Não quis abandonar a prova, mas fui obrigada a não forçar muito a remada. Mesmo assim, estou feliz pelas meninas e por ter participado desse evento, que foi muito legal".

Antes das corridas dos profissionais, os amadores entraram no mar às 11 horas, com todas as categorias largando juntas para percorrer os 6 quilômetros do percurso na Praia do Centro de Ubatuba. Novamente houve grande participação do público, formado em boa parte por familiares e amigos dos competidores. O trajeto das duas provas foi igual, percorrendo quase toda a baia de Itaguá. Os amadores deram uma volta e os profissionais duas para completar 12 Km.
Podio Overall
O Prefeito de Ubatuba, Maurício Moromizato, esteve na Praia do Centro no domingo para prestigiar a única etapa do Mundial de Stand Up do Brasil: "É a segunda vez que nossa cidade recebe um evento do Circuito Mundial de Stand Up Paddle e, para nós, é muito gratificante ter a presença de grandes nomes da modalidade aqui. Vamos trabalhar para repetir o sucesso do evento no próximo ano".

O Ubatuba Pro Grand Slam é uma realização da Prefeitura Municipal de Ubatuba, Fluir Stand Up, SUPCLUB, Waterman League, Confederação Brasileira de Stand Up Paddle (CBSUP), Associação Ubatuba de Surf (AUS), Cia Radical, com patrocínio de Board House, Gzero Tech e WG; co-patrocínio de New Advance, Art in Surf, Latitude 23; e apoio de Keahana, Raglan, Team Brazil, Silver Surf, Sup Flex, Surfers Paradise.

Resultado Overall do Sup Race:
1º. Connor Baxter (HAV)
2º. Kai Lenny (HAV)
3º. Mo Freitas (HAV)
4º. Zane Schweitzer (HAV)
5º. Kody Kerbox (HAV)
5º. Casper Steinfath (DIN)
7º. Vinnicius Martins (BRA-RJ)
8º. Mario Cavaco Neto (BRA-SP)
9º. Leonard Nika (ITA)
9º. Luis Carlos Guida (BRA-SP)
Resultado Overall do Sup Race Feminino:
1ª. Ariela Cesar Pinto (BRA-SP)
2ª. Barbara "Babi" Brazil (BRA-BA)
3ª. Lena Guimarães (BRA-RJ)
4ª. Luciana Kern Malles (BRA)
4ª. Monica Pasco (BRA)
Resultado do Long Distance Racing:
1º. Connor Baxter (HAV)
2º. Kai Lenny (HAV)
3º. Casper Steinfath (DIN)
4º. Mo Freitas (HAV)
5º. Luis Carlos 'Animal' Guida (BRA)
6º. Vinicius Martins (BRA)
7º. Kody Kerbox (HAV)
7º. Zane Schweitzer (HAV)
9º. Mario Cavaco Neto (BRA)
10º. Leonard Nika (BRA)
Resultado do Long Distance Racing Feminino:
1ª. Ariela Pinto (BRA)
2ª. Lena Guimarães (BRA)
3ª. Monica Pasco (BRA)
4ª. Barbara "Babi" Brazil (BRA)

Por João Carvalho                                                                                                                                                                                                           

29 de abril de 2013

Guarapiranga Radical

O maior evento aquático participativo da cidade de São Paulo já tem data marcada. Acontecerá nos dias 18 e 19 de maio com diversas atividades e esportes. O evento gratuito para toda a família terá clínicas de diversos esportes como: Stand UP Paddle, wakeboard, wake surf, rafting, kaik, canoa havaiana, slackline, frescoball e vela com instrutores, além de simuladores de esportes. O público também poderá acompanhar campeonatos com atletas profissionais de diversas modalidades.
Os visitantes poderão escolher diversos esportes para fazer aulas com instrutores: Rafting - O Rafting é a pr&aa cute;tica de navegar utilizando botes infláveis. Normalmente é praticada em rios e corredeiras, mas devido ao grande número de praticantes paulistanos, foi adaptada para águas paradas. Wakeboard - O esporte se resume a uma prancha puxada por um barco onde o wakeboarder, usando a marola, realiza suas manobras. Wake Surf – O objetivo desse esporte é surfar em ondas feitas por marola de barco. Kaiak – Praticado em competições e lazer é dividido em diversas modalidades como velocidade, maratona, descida, entre outras.  Canoa Havaiana – As canoas havaianas são utilizadas como turismo de aventura e esporte de natureza. São seis pessoas remando cada com sua função dentro da eq uipe.

Além de Slackline - O Slackline é um esporte de equilíbrio sobre uma fita de nylon, estreita e flexível, praticado geralmente a uma altura de 30cm do chão com o objetivo de fazer acrobacias e manobras. Frescoball – Um esporte tipicamente praiano jogado por dois jogadores ou mais. Os jogadores mantêm a bola no ar o maior tempo possível.  Vela – esporte que envolve barcos movidos exclusivamente por propulsão à vela. O praticante emprega somente a força do vento como meio de deslocamento e Stand Up Paddle - É uma variação do surf que ainda está começando a se difundir no Brasil. É basicamente a prática do Surf com o uso de remos.
O público também vai se divertir com os simuladores de Wind Surf, Surf e Wakeboard. São aparelhos que simulam e proporcionam a sensação e os movimentos dos esportes tradicionais. Atletas profissionais darão um show nas águas da represa. O público vai poder acompanhar o Campeonato Brasileiro de Stand Up Paddle, Campeonato Amador de Wake Skate, Desafio São Paulo de Wake Surf, Copa Kapama de Rafting, e Circuito Paulista de Wind Surf.
Alguns dos atletas já confirmados:

Sup
Luiz Carlos Guida (SP) - Campeão Brasileiro Open
Babi Brasil (BA) - Campeã Brasileira Feminino
Americo Pinheiro (RJ) - Campeão Brasileiro Master
Neno Matos (SP) - Campeão Brasileiro Gra Master

Serviço:
Guarapiranga Radical
Data: 18 e 19 de maio
Horário: 09h00 às 17h00
Local: Represa de Guarapiranga
Endereço: Rua Antonio Segala, 128

Por Alline Juscelino

Mundial de Stand Up acontece em Ubatuba

A cidade de Ubatuba, famosa por ser um palco histórico e tradicional do surfe, vai sediar neste fim de semana a segunda etapa do Stand Up Paddle World Series 2013, o circuito mundial da modalidade praticada com remo em pé nos pranchões. Grandes estrelas do esporte que vem crescendo bastante nos últimos anos, estarão se apresentando no Ubatuba Pro Grand Slam, que será realizado durante toda a semana na "Cidade do Surf" do litoral norte de São Paulo. Neste sábado e domingo, acontecem as disputas do Stand Up Race na Praia do Centro. E de 1º a 5 de maio, o brasileiro Leco Salazar defende o seu título mundial na categoria Stand Up Wave nas ondas da Praia de Itamambuca.
Luis Guida (SP) / Ricardo Alto (Fluir)
Muitas estrelas internacionais estão confirmadas para competir em Ubatuba já neste fim de semana, como o atual campeão mundial do SUP Race, Kai Lenny, do Havaí, que tem dois títulos mundiais também na SUP Wave. Outra atração é mais um jovem havaiano, Mo Freitas, filho de brasileiros de apenas 15 anos de idade, que é considerado o menino prodígio do esporte. Ambos irão participar das duas categorias, Race e Wave.

Mas, quem largou na frente na corrida do título mundial do SUP Race em 2013 foi Connor Baxter. Ele carimbou a faixa do campeão Kai Lenny na final havaiana da etapa de abertura da temporada, disputada em fevereiro no Chile. Os dois se enfrentarão novamente em Ubatuba e será a primeira vez que grandes nomes do SUP Race mundial competirão no Brasil. Além deles, mais um havaiano, Zane Schweitzer, o dinamarquês Casper Steinfath, entre outros estrangeiros, terão pela frente vários brasileiros que podem aproveitar o fato de competir em casa no Ubatuba Pro Grand Slam.

Os bicampeões brasileiros do SUP Race profissional, o paulistano Luiz Guida, o "Animal", e a baiana Barbara Brazil, são as grandes promessas para um título verde-amarelo neste fim de semana na Praia do Centro. O palco do desafio será em frente à Praça de Eventos da Av. Iperoig. Nas categorias profissionais, tanto no masculino como no feminino, são utilizadas pranchas no tamanho 12´6´´ e a premiação é de 10 mil dólares. Já os amadores competirão em três categorias, de acordo com o tamanho das pranchas, 14´, 12´6´´ e Fun Race (até 12´2´´).
A primeira etapa do Stand Up Paddle World Series 2013 foi realizada em fevereiro no Lago Grey, no Parque Nacional Torres Del Paine na Patagônia chilena. O Ubatuba Pro Grand Slam promove o segundo desafio do ano e o Circuito Mundial tem mais oito provas agendadas na França, Alemanha, Espanha, China, duas nos Estados Unidos e duas no Havaí, que fecha a temporada no mês de outubro em Turtle Bay, na ilha de Oahu.

O Stand Up Paddle é um dos esportes que mais cresce em número de adeptos pelas praias do Brasil e do mundo. Por aqui, famosos como os globais Luciano Huck, Nivea Stelmann, Isis Valverde, Yasmim Brunet e até Ana Maria Braga, entre tantos outros, já deram suas remadas em cima dos pranchões, que virou uma febre nacional por ser facilmente praticado no mar calmo, lagoas, rios, onde tiver água.

Por João Carvalho

28 de abril de 2013

Minas recebe o Mundial de Wakeoard

Entre os dias 3 e 5 de maio, a cidade de Nova Lima, localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, se transforma na capital internacional do Wakeboard. Pelo quinto ano consecutivo, a etapa Brasil do Campeonato Mundial de Wakeboard acontece na Lagoa dos Ingleses, com uma programação variada que reúne esporte radical e entretenimento. Nomes como Brian Grubb e Aaron Rathy já estão confirmados nas fases classificatórias e se preparam para mais um desafio rumo à maior premiação da categoria.
Bruno Senna / Foto divulgação
Se há um tempo era inimaginável uma competição de Wakeboard em águas mineiras, hoje a realidade é outra. O cenário inspirador e as boas condições técnicas da Lagoa dos Ingleses fazem de Minas Gerais uma das sedes preferidas dos competidores do Campeonato Mundial. “Os atletas internacionais sempre comentam que esta é a sede mais bonita da competição. As montanhas, a programação do evento e o público tornam o clima descontraído e especial”, afirma Mario Manzolli “Marito”, Tetra-Campeão Nacional e Presidente da Associação Brasileira de Wakeboard (ABW).

Para o mineiro Bruno Dib, realizador do evento, Minas Gerais foi uma grata surpresa no cenário dos esportes aquáticos, deixando para trás na disputa para sediar a etapa brasileira cidades como Rio de Janeiro e Brasília. “Graças a uma sólida parceria com a Prefeitura Municipal de Nova Lima, a ABW e a Wakeboard World Association (WWA), conseguimos chegar ao quinto ano consecutivo de realização do Campeonato com força total, atraindo atletas e turistas de todas as regiões do país e do mundo”, conta.

Nesta edição, o Campeonato Mundial de Wakeboard terá cerca de 25 atletas batalhando pelo lugar mais alto do pódio. Entre os profissionais mais aguardados para o evento está o atual campeão do Mundial Phillip Soven, que nos últimos dois anos venceu a etapa Brasil, em Nova Lima. Paralelo ao mundial, acontece o circuito brasileiro de Wakeboard, com 4 categorias: Intermediário, com atletas que já participaram de campeonatos e executam consistentemente manobras; Avançado e Feminino, para esportistas que executam algumas manobras em sua passada, e têm experiência em obstáculos e Open, para atletas que estão acima do Avançado, mas ainda não atingiram o nível da profissional. A expectativa da organização é que cerca de 8 mil pessoas acompanhem a etapa nacional, nos três dias de evento.

Noites badaladas
O evento que atrai fãs da modalidade de todo país também se diferencia pela programação variada dos três dias de competição. “Minas Gerais é reconhecida internacionalmente por suas opções de entretenimento e pela receptividade de seu povo. Por isso, agregamos à programação do Campeonato duas das principais festas da capital - Camarim e Why So Serious? – que são opções a mais de lazer para o público e para os competidores”, explica Dib, destacando que todos os espectadores da competição terão acesso às festas.

No sábado, dia 3, os amantes do Wakeboard se encontrarão na edição especial da Festa Camarim. Conhecida por promover uma verdadeira disputa na venda de ingressos e reunir um público seleto, a festa contará com o line up dos DJs David Zaidan, que comanda as pick-ups da festa Alta Fidelidade, Sininho e Michel Lara, além da Banda Classic. A edição temática da balada preferida dos mineiros será movida por ritmos variados que prometem não deixar ninguém parado.

Para encerrar com chave de ouro a etapa Brasil do Campeonato Mundial, no dia 4, a festa Why So Serious? da naSala se integra a estrutura do evento e apresenta o que há de melhor na noite belorizontina. Com estrutura e público de alto nível, a balada terá shows de Gustavo Maguá e dos Djs Breno Rocha, Guido Santana, Vinícius Amaral (naSala), Tartaruga (Festa Missa-RJ) e Vitor Sobrinho (Festa Push!).

Por Déborah Santos

Fecasurf aposta na sustentabilidade

A Federação Catarinense de Surf, ciente de seu compromisso socioambiental, vem apostando forte na conscientização dos surfistas catarinenses, para a proteção e preservação de nosso planeta, através de ações sustentáveis que podem garantir os recursos naturais necessários para as próximas gerações, possibilitando a manutenção de ambientes (florestas, matas, rios, lagos, oceanos), proporcionando assim, qualidade de vida às futuras gerações.
Foto Angelo Possenti
“Estamos engajados nesta luta pela preservação de nosso planeta, e através dos eventos da Fecasurf, procuramos sempre colocar o assunto em destaque, para orientar e conscientizar essa nova geração do surfe catarinense para a grande importância da proteção e preservação de nosso meio ambiente”, declarou Fred Leite, Presidente da Fecasurf. O projeto Keep de Ocean Blue foi desenvolvido pela empresa Oceano, e tem como finalidade chamar a atenção das pessoas para os problemas com a preservação de nosso meio ambiente e principalmente de nossas praias.

Em todas as etapas do Circuito Catarinense de Surf Amador são feitas clínicas na praia para as crianças, com atletas renomados e autoridades convidadas, distribuição de materiais informativos, brincadeiras, mutirão de coleta de micro lixo com distribuição de brindes aos participantes, colocação de lixeiras personalizadas na praia, e entorno da estrutura do evento, tudo para atrair a atenção de nossas crianças, jovens de amanhã, para a conservação do meio ambiente.
Acreditando neste conceito, a Oceano já abriu duas lojas do Projeto Keep Ocean Blue, na Prainha em São Francisco do Sul, e em Balneário de Barra do Sul, onde além de muitas novidades em surfwear, também pode ser encontrado um dos principais produtos ecológicos da marca, que é a camiseta feita de material reciclável de garrafa pet.

O Projeto Prancha Ecológica é uma forma criativa, barata e muito divertida de chamar a atenção da garotada para preservação do nosso planeta, unindo o esporte à natureza.  Desenvolvido em 2007 pelo surfista e shaper Jairo Lumertz com o objetivo não só de preservação, mas também de inclusão social e esportiva, para crianças carentes e pessoas que não tem condições de ter uma prancha de surf convencional.

Jairo e sua equipe estarão durante a terceira etapa do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2013, que acontece nos dias 04 e 05 de maio, na Praia do Bispo em Balneário de Barra do Sul, apresentando e ensinando a fazer a “Prancha de Surf Ecológica”, feita com garrafas pet. As Pranchas Ecológicas estarão à disposição da galera para fazer o test drive.  Venha participar e se divertir contribuindo para a preservação do planeta.

Fonte Fecasurf

27 de abril de 2013

Prancha de stand up paddle para pessoas com deficiência

Foram oito meses de planejamento para que a prancha idealizada pelo paulistano Robson Careca caísse nas mãos do shaper Fernando Santos, proprietário da marca Tom Pool Surf Boards. “Ela mede 11 pés e os cuidados são simples, é só subir e remar”, garante Careca, que há 15 anos refez a sua vida em cima de uma cadeira de rodas. Ex-surfista profissional, waterman e segurança de água em campeonatos de surf, Careca usa de toda a sua experiência de vida no oceano para levar um novo olhar para quem se vê limitado, seja cego, cadeirante, auditivo, obesos ou síndrome de down. “Meus projetos visam colocar pessoas com qualquer tipo de deficiência no mar e usufruir da remada no braço ou com remo visando a qualidade de vida”.
Robson Careca e sua prancha adaptada 
A nova prancha de stand up paddle conta com pisos táteis direcionais e de alerta para cegos, alças de apoio e elevação peitoral, além de um design arrojado nas bordas para facilitar a remada e propulsão dos cadeirantes remarem deitado. “Ela foi para o mar há um mês para teste e quem a usou achou fantástica”, festeja Careca que avisa: o projeto é itinerante, basta entrar em contato comigo pelo telefone (12) 9634-2416. Quem se interessar por pranchas adaptadas pode encomendar a sua. “Estamos desenvolvendo para pessoas e entidades interessadas pelo produto, a fim de formar novos adeptos na modalidade pelo Brasil, e posteriormente, inserir a categoria em todas as etapas do circuito regional e internacional”.

Fundador do projeto Mão na Borda, Robson Careca tem rodado o país, por conta própria, em busca de acessibilidade para cadeirantes e pessoas portadoras de necessidades especiais. “Estamos cada vez mais acelerados, adaptando diversos locais, empresas e cidades, seguindo todas as normas exigidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT)”. Sua vivência na locomoção contribui para aprovar e opinar nas instalações observando conforto e praticidade. “Ajudamos no fomento do turismo adaptado para todos com inclusão e responsabilidade social. Precisamos deixar os espaços mais acessíveis, sejam nas empresas e comércios, e redes hoteleiras adaptados”.
Robson Careca participando da primeira etapa do Aloha Spirit
Ovacionado – Há um mês, o surfista especial Robson Careca completou mais uma de suas aventuras em prol da qualidade de vida de todos. Na praia do Perequê, em Ilha Bela, litoral norte de São Paulo, ele foi aplaudido pelo público ao completar a prova de 12 km em cima de sua paddle board. “Foi sensacional, brilhante. Fui ovacionado e ajudei a difundir essa nova modalidade. Sou o primeiro supista brasileiro com deficiência a participar de um campeonato”, conta Careca feliz com o resultado alcançado na primeira etapa do Aloha Spirit, maior Festival Paddle do Brasil. “O objetivo foi abrir portas para que outras pessoas passem a se interessar por essa modalidade”, continua.

“Competi na categoria geral ao lado de atletas sem deficiência. Tive a chance de mostrar garra, determinação e força de vontade, e dizer para todos que o limite está na mente dos acomodados e com fé e coragem tudo é possível”, ensina Robson Careca, que em 1998 sofreu um acidente de carro voltando do Litoral Norte de São Paulo e ficou paraplégico. Nos dias 21 a 23 de junho será realizada a segunda etapa do Aloha Spirit, desta vez no Rio de Janeiro. Robson Careca já confirmou presença. Mais informações sobre o campeonato no site www.alohaspirit.com.br.

Por Marcos André e Araújo / Fotos Green Pixel

Quem vencer no Rio lidera o ASP Tour 2013

O Rio de Janeiro vai sediar mais um importante evento esportivo, que acontece no período de 8 a 19 de maio, nas ondas do Postinho, no início da Barra da Tijuca. A vitória no Brasil vale a liderança na corrida pelo título mundial do ASP World Tour 2013. Entre os cinco primeiros no ranking, das duas etapas da Austrália, a liderança pode ser decidida na grande final do Billabong Rio Pro. O paulista Adriano "Mineirinho" de Souza, entrou na disputa ao badalar o sino do troféu dos campeões no segundo desafio do ano, em Bells Beach. Ele subiu para o quarto lugar e pode assumir a ponta se repetir a vitória emocionante de 2011 na Barra da Tijuca, quando a etapa brasileira do WCT voltou à capital carioca.
Adriano de Souza / Kirstin Scholtz (ASP)
"Não vejo a hora de pisar nas areias e surfar no Rio de Janeiro. Para mim, é mais do que uma honra poder defender a bandeira brasileira nas ondas da Cidade Maravilhosa. Só em vestir a camiseta (de competição) do evento, já é um feito enorme pra mim. Espero que consigamos repetir o sucesso de 2011, depois desta conquista tão importante que foi a de Bells Beach", comenta Mineirinho. Com a vitória em 2011, ele se tornou o primeiro brasileiro na história do WCT a liderar a corrida pelo título mundial.

Além de Parko e Mineirinho, os outros surfistas que podem decidir o primeiro lugar no ranking na grande final do Billabong Rio Pro são o líder Kelly Slater, os australianos Mick Fanning e Taj Burrow, 34 anos, que dividem o segundo lugar por apenas 50 pontos de diferença, e o novato Nat Young, 21 anos. O norte-americano surpreendeu em Bells Beach ao chegar à final contra Adriano de Souza e está empatado com Joel Parkinson em quinto lugar na classificação geral.

No entanto, matematicamente, 25 surfistas da elite dos top-34 do ASP Tour têm chances de liderar o ranking com a vitória no Billabong Rio Pro. Inclusive os outros brasileiros que competiram na divisão de elite este ano, como o estreante Filipe Toledo (nono lugar no ranking), Willian Cardoso (16º), Raoni Monteiro (18º), Gabriel Medina (23º) e Alejo Muniz (23º). A única exceção é Miguel Pupo, que está contundido e vem sendo substituído por Willian Cardoso, que já barrou o líder Kelly Slater em Bells Beach.

Enquanto no masculino a corrida do título está só iniciando, no ASP Women´s Tour o Brasil já inaugura a reta final da temporada. Depois do Rio, restarão apenas duas provas para definir a campeã mundial de 2013. A briga pela ponta do ranking na capital carioca estará restrita às cinco primeiras colocadas, Carissa Moore (HAV), Tyler Wright (AUS), Courtney Conlogue (EUA), Sally Fitzgibbons (AUS), que venceu a etapa brasileira do WCT no ano passado, e a defensora do título mundial, Stephanie Gilmore (AUS).

Por João Carvalho

Raul Roger confirmado no Skate Jump Ramp Barueri

O skatista paulistano, Raul Roger, de 17 anos, participa hoje, sábado (27), a partir das 14 horas, da quarta edição do Skate Jump Ramp, que acontece em frente ao Ginásio de Esporte José Corrêa, na avenida Guilherme P. Guglielmo, 1000, no Centro, em Barueri (SP).

Treinando em casa / Foto arquivo pessoal
O evento faz parte das comemorações do 64º ano de emancipação da cidade e é aberto ao público. Em fase de adaptação, esse será o terceiro campeonato profissional disputado por Raul, que deixou de ser amador no final do ano passado.

Antes de assistir as manobras radicais de Raul e outros atletas renomados na rampa, o público já pode acompanhar o 1º Slalom Baruriense de Skate, que começou às 9 e vai até ao 12h, no mesmo local.

Por Emanuelle Oliveira

Os 10 Mandamentos do Surfista Sustentável

1.    Cuide do seu lixo – se estiver dentro da água ou na praia recolha o lixo e deposite-o na lixeira. Cuidado especial com sua parafina usada, nunca descarte-a na areia da praia.  Sempre que possível recicle, principalmente em casa!
2.    Preserve a vegetação nativa da praia – Cuide bem, pois ela garante a biodiversidade e evita a erosão na praia. Seja proativo, em áreas degradadas plante espécies nativas do bioma.
Foto Angelo Possenti
3.    Mobilize as associações de surf  locais – estimule sempre que possível as práticas responsáveis com relação ao meio ambiente costeiro principalmente durante a realização de campeonatos. Os eventos são uma plataforma para comunicar, sensibilizar e educar o público, faça a sua parte.
4.    Contagie o seu  patrocinador nessa luta -  Estimule práticas sustentáveis dentro da industria do surfe. A sustentabilidade já é uma realidade, faça as escolhas certas.
5.    Seja um surfista amigo do planeta – procure saber como você pode neutralizar os gases de efeito estufa e se tornar um surfista carbono neutro. Os quilômetros percorridos nas viagens de carro, voos ou barcos emitem CO2 e contribuem para o aquecimento global. Ande sempre que possível de bicicleta, a pé ou use transportes públicos.
6.   Seja um exemplo – envolva-se em causas socioambientais na sua cidade. Empreste a sua imagem a essas causas e denuncie impactos e agressões ao meio ambiente. Dê o exemplo!
7.    Confira se o fabricante da sua prancha é eco-correto - A maioria dos shapers não destinam os resíduos da fabricação das pranchas de forma correta, eles são altamente tóxicos ao meio ambiente. Procure se informar, cobre uma postura correta.
8.   Seja um surfista verde – pratique o consumo consciente no seu dia à dia. Comece com o simples ato de retirar da tomada todos seus equipamentos eletrônicos quando sair para surfar ou viajar. Diga não ao plástico, use somente sacolas reutilizáveis. A sua atitude faz a diferença.
9.    Pratique o turismo sustentável – hospede-se sempre que possível em hotéis e pousadas que utilizam recursos naturais como energia solar, captação de água da chuva, reaproveitamento de água do chuveiro para uso sanitário e coleta seletiva do lixo. Pesquise pois essas opções existem!
10.    Provoque e multiplique essa consciência planetária com seus amigos e sua família. Faça parte dessa corrente.

Fonte Fecasurf

26 de abril de 2013

Inscrições Abertas para Circuito ASN de Surf


A abertura da temporada de competições em Niterói está agendada para acontecer nos dias 4 e 5 de maio, nas pesadas ondas da praia de Itacoatiara, com a realização da primeira etapa do Circuito ASN Cervejaria Noi / Compão de Surf 2013. As categorias que serão disputadas neste ano são: Open, Open Interna (só para locais), Master (acima de 35), Grand Master (acima de 40), e Junior (sub-18). A categoria Feminino está em stand by, e dependerá de ter inscritas. As meninas interessadas devem entrar em contato com o Renato "Mundongo" Bastos, presidente da ASN.
Seguindo uma determinação da FESERJ as inscrições custam R$60,00 (sessenta reais). Para os moradores de Niterói devem ser feitas na nova loja da WQSurf, no segundo piso do Plaza Shopping, próximo a praça de alimentação. Os moradores de outras cidades devem fazer a inscrição diretamente com o presidente da ASN, Renato Mundongo Bastos, através dos telefones 21 8166-4447, 8409-3822 ou 7741-3221. A passagem aérea para a Indonésia, oferecida pela Qatar Airways e AIT Surf Operadora de Turismo, será destinada ao campeão da categoria Open, que é aberta para todas as idades e surfistas de outras cidades. Os vencedores da Open Interna, Master e Junior viajarão para o Peru pela Taca Air Lines.

Neste ano foi introduzida uma nova regra para ganhar as passagens. Além de vencer o ranking, o atleta obrigatoriamente terá que tirar fotos para divulgação das marcas dos patrocinadores que garantiram essa atrativa premiação. Muito importante isso, sem participar da ação de marketing para divulgar os patrocinadores, não vai levar a passagem! Para participar do ranking da ASN, o atleta terá que fazer a filiação até a primeira etapa, no valor de R$30,00, que deverá ser pago junto com a inscrição da etapa. Surfistas não filiados podem competir, mas não pontuarão no ranking, e consequentemente não disputarão a premiação oferecida para o ranking.

Após a entrada de algumas ressacas, o fundo de areia ficou muito bom, e tem quebrado boas ondas em Itacoatiara. As previsões indicam a entrada de outras ressacas, o que garantirá a boa qualidade das ondas, e elevará o nível das disputas.

Por João José Macedo

25 de abril de 2013

DC Skate de volta aos recreios!

A ação que acontece em escolas da capital gaúcha e tem como missão levar o universo do skate para o ambiente escolar em recreios estendidos com uma hora de duração. Desta maneira, a equipe de atletas DC Shoes (Alex Carolino, Bruno Aguero, JP Dantas, Tiago Lemos) e a galera da Colegial contam um pouco da história do skate, ministram clínicas, além de demonstrações.
Em 2014, serão oito colégios participantes, sendo metade escolas públicas e metade particulares. Os dois primeiros colégios que recebem a equipe DC Shoes são: Colégios Marista Assunção, dia 24 de abril e Colégio Conhecer no dia 25 de abril.

Por Daniela Vinci

Estudantes do Brasil vão invadir Maresias

A praia de Maresias recebe nos dias 18 e 19 de maio estudantes de todo o Brasil para o O'Neill Festival Universitário de Surf 2013. Além da competição, o final de semana promete reunir muita gente bonita num clima de diversão, integração, entretenimento e festa. As disputas acontecem nas categorias Masculina SP (para universitários da capital paulista), Masculina Open, Formados e Feminina, ambas abertas a estudantes e graduados de todo o país, assim como o Tag Team por Estados e a tradicional Expression Session.
Dando início às atividades, uma série de atrações culturais e esportivas gratuitas acontecem nas principais faculdades de São Paulo, agitando a galera para a Festa Oficial de Abertura e pra etapa em Maresias. Destaque para a Exposição Surf Art, Tarp Surf, Slackline, Caricaturas, Surf Photo e Live Paint.

As inscrições para o campeonato são limitadas e podem ser feitas a partir do dia 29 de abril no www.ibrasurf.com.br.

O Festival Universitário de Surf 2013 é apresentado pela O'Neill com patrocínio da Star Point, 51 Ice e Riachuelo. Apoio: Crocs, Lupo, Surfing Village, Water Classic, Miss Sirena, Smith Optics, Bully's, Dragon Slacklines e Cabecafeita.com. Divulgação: Fluir, Waves, VTV SBT. A realização é do Ibrasurf em parceria com a APSU, ASM, ASSS, FPS, CBS e Liga Paulista Universitária. Projeto aprovado pela Lei Paulista de Incentivo ao Esporte através da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Governo do Estado de São Paulo.

Fonte Ibrasurf

24 de abril de 2013

Atleta catarinense passa a fase final em segundo

O velejador Bruno Fontes segue em grande momento na Copa do Mundo de Vela da França, disputada na cidade de Hyeres. Na terça-feira (23), Bruno somou um quinto e um oitavo lugar, esse entrando para o descarte, e manteve a segunda posição geral na classificação, avançando para a fase final com apenas dois pontos somados. “Consegui manter o bom ritmo de prova e estou feliz por avançar bem posicionado. Agora a competição recomeça praticamente do zero, mas eu consegui passar com um número baixo de pontos perdidos. No entanto, de nada adianta o que fiz até agora caso eu não me mantenha constante nas disputas”, revela Bruno.
O dia teve condições de vento fraco pra médio. Mesmo não sendo a melhor opção, o catarinense provou que atravessa grande momento e sempre conseguiu velejar entre os líderes. Agora, serão mais seis regatas, com o pior resultado sendo descartado, antes de serem definidos os dez que irão para a disputa da Medal Race. “Eu carrego apenas dois pontos obrigatoriamente, devido à segunda colocação geral, e somo mais cinco resultados em seis possíveis. Portanto, preciso velejar bem durante os próximos dias para chegar a Medal Race com chances de brigar pelo título”, avalia o competidor.

Confira a classificação geral após cinco regatas:
1º Toni Stipanovic (CRO) – 0pp
2º Bruno Fontes (BRA) – 2pp
3º Sam Meech (NZL) – 3pp
4º Jesus Sanchez (ESP) – 4pp
5º Mattis Naud (FRA) – 5pp
6º Robert Scheidt (BRA) – 6pp
7º Thomas Saunders (NZL) – 7pp
8º Palk Ryan (AUS) – 8pp
9º Nicholas Rainer (HOL) – 9pp
10º Zieminski Kacper (POL) – 10pp

Por Danilo Caboclo / Foto Jesus Renedo

São Caetano do Sul recebe a Octógono Brasil

A cidade de São Caetano do Sul será a próxima cidade a receber uma franquia da rede de lojas de fightwear e acessórios para lutas e artes marciais Octógono Brasil no próximo mês. Inédito na região e com um público-alvo presente por essa linha de produtos ligados ao esporte que mais cresce no mundo - o MMA (Mixed Martial Arts), esse modelo de loja pretende atender não apenas a demanda de São Caetano do Sul como também de toda a região do ABC Paulista.
O empresário Fernando Machado está muito confiante que a marca será muito bem aceita no município paulista. “A expectativa é muito positiva, temos como meta atender todos os clientes com muita credibilidade e confiança, podendo trazer facilidade de acesso aos consumidores e amantes do MMA. Além disso, faremos muitas parcerias com academias da região e contamos com apoio da matriz para que nossa franquia seja um sucesso aqui no ABC”, declara o empresário, apaixonado por artes marciais.

Por Michele Barcena

Karina enfrenta avalanche no Everest

A médica e aventureira Karina Oliani enfrentou uma avalanche na última sexta-feira, dia 19 de abril, enquanto escalava o monte Everest, dando continuidade a sua “Expedição Everest” na qual tentará ser a primeira brasileira a chegar ao topo da montanha mais alta do mundo, sem guia.
O incidente aconteceu no acampamento-base, localizado na base da montanha, na área do Popcorn, local conhecido como “Cascata do Gelo”. Em relato enviado por Karina, a esportista informou que está bem e disse que as avalanches são muito frequentes no Everest, por conta do clima seco da região do Himalaia, situada entre o Nepal e a China.

Não houve registro de vítimas, mas parte da trilha que leva ao cume da montanha foi destruída. Apesar do ocorrido, Karina está em fase de aclimatização e irá subir ao acampamento 1, ainda essa semana.
A expedição que começou no dia dois de Março terá duração de 55 dias e é acompanhada apenas por um Sherpa - habitante do Himalaia que ajuda aos alpinistas a carregarem suas bagagens – e por um cinegrafista que será o responsável por registrar todas as imagens da aventura.

Por Priscilla Campos / Fotos divulgação

Ubatuba Pro Grand Slam

A Supflex irá apoiar o Ubatuba Pro Grand Slam, campeonato mundial de Stand Up Paddle organizado pela Waterman League. A segunda etapa das competições acontece entre os dias 27 de abril e 05 de maio em Ubatuba, São Paulo. As competições de SUP Race acontecem entre os dias 27 e 28 de abril, e as de SUP Wave entre os dias 01 e 05 de maio, contando com a participação também de outros grandes nomes das modalidades.
Luciano Gualtieri / Foto divulgação
O evento é um divisor de águas na história do stand up paddle brasileiro, tendo como pano de fundo a paradisíaca cidade de Ubatuba, um dos mais belos destinos turísticos litorâneos do Brasil, que apoia e recebe os convidados de braços abertos.

"É uma satisfação apoiar o Ubatuba Pro Grand Slam e poder fazer parte de uma etapa do circuito mundial no Brasil. A Supflex é uma empresa que busca promover a disseminação do stand up no país, por isso participa sempre que possível dos eventos que promovem o esporte", afirma Hudson Chamon, diretor de negócios da Supflex.

Por Daniela Vinci

22 de abril de 2013

Piloto brasileiro garante terceira colocação na Inglaterra

O piloto Bruno Jacob conquistou um excelente resultado na Inglaterra. O brasileiro de 25 anos garantiu o terceiro lugar no pódio do Freeride National Tour, competição válida pelo Circuito Nacional Inglês de Jet Ski Freeride (modalidade em que o atleta realiza manobras nas ondas com o jet ski) em Fistral Beach.
Bruno Jacob, Fistral Beach Inglaterra - Pódio / Foto Divulgação
Após apresentar excelentes resultados nas baterias nas classificatórias no sábado (20), o atleta realizou uma prova de alto nível no último domingo (21), com manobras inéditas, como o “Giro Flip” (backflip com uma perna levantada) e algumas clássicas, como “Reentry One Hand” e "Backflip Can Can" e eliminou grandes pilotos europeus das semi-finais. “Estou muito feliz em ter conseguido essa terceira posição no pódio. O nível da prova estava muito alto, compatível com o Mundial e isso me deixa satisfeito. Ainda mais tendo que me adaptar rápido ao equipamento aqui na Inglaterra, encarar o intenso frio também... Mas diante de tudo estou muito feliz com esse resultado”, comenta Bruno Jacob.

Quinto colocado no ranking Mundial da IFWA, o piloto baiano deverá participar da segunda etapa do Freeride National Tour em setembro. Antes disso, ele ainda representará o Brasil em diversas competições internacionais ao redor do mundo nos próximos meses. Essa semana ele retornará ao país, onde participará do Rio Boat Show.

Freeride National Tour – Fistral Beach - Inglaterra
1 - Anthony Burgess (UK)
2 - Philip Rose (UK)
3- Bruno Jacob (BRA)

Por Michele Barcena

Os melhores surfistas de SC vão agitar a Praia do Bispo

Tudo certo para mais um confronto entre os melhores surfistas amadores de Santa Catarina, na terceira etapa do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2013 da Fecasurf, que desta vez desembarca no belo Balneário de Barra do Sul, litoral norte do estado, nos dias 04 e 05 de maio. As inscrições para os atletas filiados já estão abertas, e podem ser feitas pelo fone (48) 3025-1880 até o dia 01 de maio, e para não filiados, somente se houver vagas.
Depois de duas etapas, em São Francisco do Sul e no Santinho, a briga pela liderança no ranking Fecasurf 2013 começa a ficar mais acirrada, e a molecada têm surfado muito bem, na busca dos 2000 pontos de cada etapa.  As disputas em Balneário de Barra do Sul serão nas categorias Open (aberta), Junior (até 18 anos), Mirim (até 16 anos), Iniciantes (até 14 anos), Infantil (até 12 anos), Feminina (aberta) e Máster (acima de 35 anos), e a grande novidade da temporada a Categoria Surdos (def. Auditivos).

Devido ao grande sucesso na Praia do Santinho, a Fecasurf e a Oceano trazem ao Balneário de Barra do Sul, o Projeto Prancha Ecológica, uma forma criativa, barata e muito divertida de conscientizar a garotada para preservação do nosso planeta.   O pessoal do projeto estará durante o evento, apresentando e ensinando a fazer a “Prancha de Surf Ecológica”, feita com garrafas pet, e que também estará à disposição da galera para fazer o test drive.

A galera do Projeto Keep the Ocean Blue, também estará na Praia do Bispo, juntamente com os atletas e toda comunidade do surfe local, promovendo varias ações ligadas à conscientização ecológica, preservação das praias e também animais marinhos.

A Oceano agora tem um nova loja do Projeto KOB. A primeira loja foi aberta na Prainha de São Francisco do Sul, com um conceito sustentável e agora o Balneário de Barra do Sul conta com a Loja KOB Barra Greg, sob a gerência do surfista profissional Greg Cordeiro, patrocinado pela marca, que também aposta no futuro sustentável. A KOB Barra Greg estará distribuindo durante o evento, sacolas de micro-lixo feitas de material biodegradável para os freqüentadores da praia. Venha, participe, e ajude a proteger nosso planeta!

Por Norton Evaldt

21 de abril de 2013

Miguel Pupo assina linha de óculos


De linhas retas e arrojadas, com lentes quadradas e amplas, traduz o talento e a competitividade da nova geração de surfistas brasileiros. Os óculos contam ainda com uma edição especial, estilizada por Miguel Pupo - um dos ícones deste movimento, surfista da elite mundial (WCT), conhecido pela sua criatividade na maneira de surfar e personalizar suas próprias pranchas. Como todo solar HB, conta com o certificado da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que atesta sua qualidade e segurança.
Miguel Pupo / Foto Marcos Vilas Boas
O modelo será lançado durante a Expo Abióptica 2013 que acontece na próxima semana. Os modelos foram inspirados pela nova geração de surfistas brasileiros, conhecidos por Brazilian Storm, e a marca HB - Hot Buttered, aproveitando o momento, lança o modelo Storm.

Por Daniela Vinci

20 de abril de 2013

Tem tênis pra todo gosto!

Ideal para os surfistas que estão sempre de malas prontas para encarar novas ondas e para os skatistas de plantão que não largam o skate nem um minuto, os novos tênis da Quiksilver são a opção ideal! Com modelos sóbrios, confortáveis e práticos para toda hora, prometem ser um sucesso! Pela primeira vez no Brasil, estão disponíveis no país.
Modelo Área Slim / Foto divulgação
São cinco modelos inéditos no Brasil: Odyssey, Remix, Route, Advan e Área Slim, que além de versáteis foram desenvolvidos com muito estilo! Os calçados foram confeccionados com sistema vulcanizado para uma melhor durabilidade e com sistema strobel para maior conforto.

Por Julia Bueno

Marca antecipa coleção Verão na Fenim Nordeste

As marcas Nicoboco, Occy, Blunt e Nica apresentam as principais tendências da moda Verão surfwear, sportwear, streetwear e fashionwear, respectivamente, aos empresários do setor de confecção que visitarem a Fenim Nordeste (Feira Nacional da Indústria da Moda). O evento acontece de 27 a 29 de maio, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza (CE). De acordo com o gerente das marcas, pertencentes ao grupo nacional de vestuário Global Co., Marcelo Meira, esta feira é uma grande aposta para expandir os negócios na região. “A nossa experiência com lojas no Shopping Pátio Belém, em Belém (PA) e no Rio Anil Shopping, em São Luís (MA), prova que o Norte e Nordeste são mercados potenciais”.

Foto Rafael Vicente
Para conquistar os lojistas, no stand do grupo vão ser expostas mais de 400 peças recém-criadas, que atendem todos os públicos: feminino, masculino e infantojuvenil. “Nosso mix é bem diversificado. Os visitantes vão encontrar num único local, moda básica, boadshorts de última geração, calças estampadas e coloridas. Enfim, peças de atitude que celebram a vida, o surf, o skate, hip hop e o rock”, adianta Meira.

Para os organizadores, a expectativa é que a Fenim Nordeste, contando com uma completa infraestrutura em um dos maiores e mais modernos centros de convenções da América Latina, receba mais de cinco mil pessoas, movimentando cerca de R$ 400 milhões em negócios.

Por Emanuelle Oliveira

19 de abril de 2013

Alunos da ONG Social Skate competem no Sampa Skate 2013


Prova de abertura do circuito, que será realizada domingo, na pista da Skate City, terá a presença de dez skatistas do projeto Manobra do Bem

A primeira etapa do Sampa Skate Juniores 2013, um dos principais circuitos de skate amador do Brasil, contará com a participação de dez alunos da ONG Social Skate, presidida por Sandro "Testinha" Soares. O evento será realizado neste domingo, das 14 às 18 horas, na pista da Skate City, localizada na rua Jaraguá, 627, no bairro paulistano do Bom Retiro, São Paulo. Os jovens do projeto competirão na categoria Mirim, destinada a atletas nascidos entre os anos de 2000 e 2003. As outras em disputa são Infantil (nascidos de 2004 em diante), Estreante 2 (skatistas que nunca participaram de competições, nascidos até 1999, com pouco desenvolvimento técnico) e Estreante 1 (skatistas que nunca participaram de competições, nascidos até 1999, com razoável desenvolvimento técnico).
Kauê Oliveira, com 7 anos, é um dos jovens do Manobra do Bem / Foto divulgação
Os skatistas da ONG Social Skate foram escolhidos para competir neste circuito por manterem bom comportamento, disciplina, educação e bom rendimento na escola e em seus lares. Sandro "Testinha" lembra que os primeiros passos no skate desses jovens foram dados na quadra onde funciona o projeto, em Poá, cidade da Região Metropolitana de São Paulo. "Tudo começou lá no projeto. Depois, eles passaram a treinar nas atividades que a Prefeitura de Poá desenvolve e, agora, chegou o momento de mostrarem o que aprenderam com o skate. Mas vale lembrar que o mais importante para eles já foi ensinado, que são valores para que se tornem seres humanos do bem. Esse é o intuito de nossas ações", explica.

Skate City - é uma pista particular, em galpão coberto, com 560m² e toda sua superfície é de madeira. O ambiente seguro propicia situação ideal para treinos, aulas e sessões com os amigos. Localizada na região central da cidade, fica próxima ao Vale do Anhangabaú, estação Julio Prestes e Metrô Luz.

ONG Social Skate - é mantida por meio das vendas de camisetas, que garantem o já tradicional café da manhã e o lanche da tarde dos alunos. Para comprar uma camiseta e ajudar no projeto, envie e-mail para socialskate@hotmail.com e faça parte da família Manobra do Bem, ou colabore com qualquer quantia com depósito no Banco do Brasil: agência 6708-3 - conta 6.2812-8.

Fonte RPXcom

Felipe Miyamoto participa de competição de Esqui e Wakeboard

A primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Esqui Aquático e Wakeboard, chamada de Malibu Open de Esqui e Wakeboard, acontece sábado (20), domingo (21) e terça-feira (23), na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro (RJ). O wakeboarder profissional de Brasília (DF), Felipe Miyamoto, de 29 anos, será um dos participantes.
Nesta sexta-feira começaram os treinos. No sábado e domingo as competições têm início às 9h. No slalom serão realizadas três rodadas. No wake, os participantes terão direito a duas rodadas, com ida e volta na raia, podendo ter apenas uma queda.

Por Emanuelle Oliveira

Pesca é pauta no Fecasurf

Representantes da Federação Catarinense de Surf participaram de uma reunião com agentes públicos para tratarem da pauta Pesca da Tainha e Surfe. Na oportunidade, a Fecasurf, a pedido das Associações de Surfe de Florianópolis, apresentou proposta de acordo com os pescadores da Ilha, referente a liberação da prática do surf nas seguintes praias: Lagoinha do Leste, Matadeiro, Morro das Pedras, Moçambique, Santinho, Ingleses e Praia Brava, bem como a liberação total nas praias Mole e Joaquina.
Em um dos termos apresentados a Fecasurf deixa claro, caso tal proposta seja inserida em Lei, que liberem o surf a 500 metros do canto esquerdo da praia da armação, a 500 metros do canto direito do Morro das Pedras, a 500 metros para a esquerda da estrada de entrada da praia do Moçambique, a 500 metros do costão das Aranhas na Praia do Moçambique, a 500 metros do canto direito da Praia do Santinho, a 500 metros do canto esquerdo da praia dos Ingleses e a 500 metros do canto esquerdo da praia Brava.

A reunião ocorreu na última terça-feira, (16/4), com a presença do Sr. Daniel Paladino, representante do Ministério Público, Sr. Fred Leite, Presidente da Fecasurf, o representante da Associação de Pescadores Z11, o Sr. Alexandre Fontes - Representante da Fundação Municipal de Esportes, o Sr. Jeferson Veloso, o Sr. Thiago Carriço, Comandante Mello da Capitania dos Portos e o Sr. Juarez dos Santos, presidente do SINDPESCA.

Leia na íntegra o documento apresentado pela Fecasurf

Fonte Fecasurf

Vídeo da 1ª etapa do 2º Circuito Netshoes Skate

Assista ao vídeo da primeira etapa do 2º Circuito Netshoes Skate para Juventude de São Bernardo do Campo 2013, realizado no último dia 6 de abril, na pista do Parque da Juventude Città di Maróstica de São Bernardo do Campo (SP), cidade do ABC paulista. Uma produção de Fernando Granja. Nela está o que de melhor ocorreu no evento patrocinado exclusivamente pela Netshoes e que consagrou como vitoriosos Kauê Cossa, Giovanni Galera e Guilherme dos Santos, respectivamente, nas categorias Amador, Iniciante e Mirim.
Foto Charles Roberto
A competição foi válida pela etapa de abertura Circuito Paulista Amador de Street Skate 2013, contou com número recorde de inscritos - total de 150 - e teve, segundo Denis Buiú, nível técnico bastante elevado nas três categorias em disputa. "Apesar de ter sido um evento amador, os skatistas estão cada vez mais profissionais e evoluindo muito rápido", ressaltou o diretor de prova desta primeira etapa. O 2º Circuito Netshoes Skate para Juventude de São Bernardo, que terá a segunda etapa realizada no dia 22 de junho, no mesmo local da primeira, conta com patrocínio exclusivo da Netshoes e apoio de Converse, NigglisPads, Crail, Agacê, Moog, 5Boro, New Era, Skullcandy, Probiótica e do portal Campeonatos de Skate.com.br. O evento é uma realização da Prefeitura de São Bernardo do Campo, FPSK8 (Federação Paulista de Skate) e Associação Atitude Prol Skate São Bernardo do Campo. A divulgação é do RPXcom Birô de Comunicação.
Sobre a Netshoes - Fundada em 2000, a Netshoes é o maior conglomerado de lojas virtuais de esportes e lazer da América Latina. Com atuação no Brasil, Argentina e México, tem a missão de oferecer o melhor e mais inovador serviço de e-commerce, atendendo os clientes 24 horas por dia. Além de responder pela loja online Netshoes nos três países, administra lojas oficiais de clubes de futebol - Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos, Cruzeiro, Vasco, Coritiba, Monterrey, Club America e Cruz Azul. É também representante oficial de produtos da NBA na América Latina e, no Brasil, responsável pela administração das lojas virtuais das marcas Oakley, Puma, Havaianas, Globo Esporte, Saraiva Esportes, Timberland, Topper e Mizuno.

Fonte RPXcom

Rei de Búzios 2013

No último sábado, 13 de abril, os melhores remadores se encontraram mais uma vez em Búzios para disputar a mais tradicional e desafiadora prova de Stand Up race do Brasil, o Rei de Búzios 2013. Esse ano foram mais de 110 inscritos em 6 categorias diferentes. Estava em jogo além do prestígio, uma passagem aérea para a California para representar o Brasil no Battle of the Paddle 2013. A prova que estava marcada para domingo, foi antecipada para sábado, pela organização devida a previsão do tempo. A decisão se mostrou acertada. No sábado, o dia amanheceu com sol e vento nordeste forte. Ao longo do dia o vento foi diminuindo e na hora da largada, ja estava bem mais brando. Para alívio dos remadores. À 14h10, foi dada largada na praia da Ferradura. Dentro da baía da Ferradura, o mar estava calmo eúdava a sensação que a prova seria relativamente tranquila. As primeiras colocações começaram a ser definidas. O paulista Mario Cavaco pulou na frente seguido do local de Búzios Vinnicius Martins.
Antônio Carlos Bonfá
Ao saírem da baía da Ferradura, a condição mudou completamente. Apesar do vento fraco, o mar estava muito mexido, com a ondulação de leste batendo no costão e dificultando muito a remada. Os remadores que escolheram pranchas mais estreitas, tinham muita dificuldade de se manterem em pé e perderam posições importantes. Como foi o caso do campeão do ano passado, Luiz Guida “Animal”, que não conseguiu se manter no pelotão da frente, por estar com uma prancha estreita demais. Aos poucos os 3 primeiros da 12’6 open começaram a se distanciar. Mario Cavaco remando num ritmo muito forte, liderando a prova, com Vinnicius e Paulo dos Reis logo atrás. Na categoria 14 pés, Rafael Leão, vinha liderando com o baiano Gustavo Kombi na sua cola. Entre as mulheres, Lena Guimarães, mostrava muita técnica e força nas difíceis condições e liderava com folga, seguida por Karol Knopf. Entre os masters,  Americo Pinheiro largou na frente.

No segundo pelotão, o campeão da edição 2011, Alessandro Matero e o campeão de 2012, Animal, travavam um duelo particular pela 4a colocação. Matero optou por um trajeto mais próximo do costão e parecia levar um pouco de vantagem. Porém, Animal, aos poucos ia se adaptando as condições e começava a se recuperar. Depois de 6 km de ondulação lateral, os primeiros colocados contornaram a laje da Azeda e viraram para o downwind. O líder Mario Cavaco ainda mantinha uma boa distancia para o segundo colocado, Vinnicius. Paulo dos Reis estava mais atrás. O ritmo dos primeiros colocados era muito forte.
Campeão Vinnicius Martins
Foi nesse momento que o conhecimento local de Vinnicius Martins começou a fazer a diferença. Ele passou a usar a ondulação a seu favor e aos poucos foi se aproximando do líder. A disputa pelo primeiro lugar foi emocionante e passando em frente a praia da Tartaruga, Vinnicius ultrapassou Mario, e assumiu a liderança. No segundo pelotão, Caio e Ian Vaz travavam um duelo de irmãos. Alternando posições. Ao passarem pela laje da Azeda, Caio Vaz, aproveitou sua experiência como surfista e pegou uma rara onda em cima da laje. Sem dúvida um dos momentos mais espetaculares da prova. Ao contornarem a ponta da Sapata e entrarem na ultima perna da prova, parecia que as primeiras posições estavam definidas. Dificilmente Vinnicius iria deixar escapar sua tão sonhada vitória em casa. A distancia para o segundo lugar já era de mais de 100 metros. Ao apontarem na reta da chegada, o público que aguardava na praia de Manguinhos, ficou de pé.

Um minuto e trinta e quatro segundo depois de largar na praia da Ferradura, o local de Buzios de apenas 16 anos, cruzou a linha de chegada em primeiro lugar e se tornou o mais novo Rei de Búzios e ainda ganhou a passagem para representar o Brasil em setembro na California. Vinnicius estava visivelmente emocionado com o apoio de sua família e amigos. Logo atrás chegou o paulista Mario Cavaco, que surpreendeu a todos com o ótimo desempenho e por pouco não levou a prova depois de liderar grande parte. Em terceiro chegou Paulo dos Reis, que fez excelente prova e mostrou por que é um dos melhores remadores do Brasil. Animal chegou em quarto. Gustavo Ratones acabou ultrapassando Matero no final da prova e chegou em 5o. Matero, teve problemas musculares durante a prova e acabou em 6o.
Largada
Na 14 pés, Rafael Leão liderou a prova do inicio ao fim e chegou depois de 1:41:32. Seguido do baiano Gustavo Kombi em segundo e do carioca Bernardo Otero em terceiro. Na master, o local de Arraial do Cabo Americo, foi o grande campeão com 1:48:48. E festejou muito sua primeira vitória no Rei de Búzios, segundo ele, a prova que ele sempre sonhou em ganhar. Em segundo chegou o único representante do Espirito Santo, Luciano Gualtiere em segundo, seguido do paulista Antonio Carlos Bonfá, o carismático Totó em terceiro. O campeão do ano passado Felipe Gama, chegou em quarto.

No feminino, depois de 2:00:25 a grande campeã, que liderou a prova do inicio ao fim foi Lena Guimarães, que remou muito forte e chegou quase 15 minutos na frente da segunda colocada, Karol Knopf. Em terceiro chegou a veterana Solange Araújo, que com 57 anos mostrou que se tivesse uma categoria master para mulheres, seria imbatível.  Uma demonstração de força e dedicação. O único remador deitado de paddle board, o local Wagner Cataio, encarnou Duke Kahanamoku e completou a prova em 2:23:43. Os remadores da categoria Fun4all, para pranchas até 12 pés, largaram da praia de João Fernandes e remaram 6 km até a praia de Manguinhos. Essa categoria contou com mais de 50 remadores e foi muito disputada.
Wagner Cataio Paddle Board
O grande campeão entre os homens foi o carioca Jaime Rocha com tempo de 0:44:33, seguido por João Paulo Costa em segundo. e pelo colombiano Camilo Marmor em terceiro. No feminino a campeão foi Marcela Carrocino em 0:54:20 seguida pela veterana Patricia Vaz, tia dos irmãos Vaz. Foi uma festa em família. Ja que, a família Vaz contou com 6 remadores na prova. Ian, Caio, o pai Beto, a mãe Katia e a tia Patricia. Em terceiro chegou Maira Azevedo.

Por Priscilla Campos

País andino se fortalece no Circuito Mundial da ASP

Estão confirmados para os meses de junho e julho no Peru, três novos eventos da Association of Surfing Professionals, entidade máxima que organiza as principais competições de surfe profissional no mundo. O país andino abriu o calendário 2013 do Circuito Mundial Feminino e do Longboard masculino em janeiro, agora em junho realizará uma etapa do ASP 3-Star masculino e em julho duas provas decisivas do ASP South America Pro Junior Series. Este circuito define o campeão sul-americano Sub-20, além dos surfistas que irão representar o continente no Mundial Pro Junior da ASP, fortalecendo a participação do Peru no cenário internacional do esporte.
Lobitos em Piura / Foto Kirfa Lens / Properu
"Desde 1994, com as provas realizadas em Punta Rocas, uma das ondas mais famosas do mundo, o Peru vem buscando mostrar ao mundo a magia e excelência das ondas do seu litoral e o altíssimo padrão técnico dos seus surfistas, aliados a uma organização impecável, com destaque para o trabalho atual da FEPTA - Federação Peruana de Tabla - e o apoio de órgãos públicos, como o IPD e PromPeru", ressalta Roberto Perdigão, diretor regional da ASP na América do Sul. "Com praias fantásticas para o surfe e ondas de qualidade world class, classificadas entre as melhores do mundo, vai dividindo com o Brasil um papel de liderança continental do esporte, promovendo torneios de grande porte no calendário do circuito mundial profissional da ASP".

O Ilo Moquegua Pro Piedras Negras foi marcado para abrir uma nova "perna" latino-americana no meio do ano, formada por três eventos consecutivos. O do Peru será realizado nos dias 3 a 8 em Moquegua. Depois tem outra prova igualmente com nível 3 estrelas de 750 pontos nos dias 10 a 15, o já tradicional Maui & Sons Arica World Star Tour nas grandes ondas de El Gringo, em Arica, no Chile. E nos dias 17 a 23, o ASP 6-Star de 3.500 pontos, Los Cabos Open of Surf, em San Jose del Cabo, no México. As três competições são válidas para a disputa pelas dez vagas que o ranking mundial unificado indica para completar a elite dos top-34 do ASP World Tour.

Para a nova geração de surfistas com até 20 anos de idade, as duas novas etapas do Peru serão decisivas para a formação da equipe sul-americana que vai disputar o título mundial Pro Junior de 2013 em Portugal no mês de setembro. O melhor é que os confrontos acontecerão em duas praias classificadas como "world class" pela excelente qualidade das suas ondas. A primeira delas é o Doo Australia Pro Junior em Lobitos, que vai substituir a etapa feminina do ASP 6-Star disputada no ano passado, por uma Sub-20 combinada igualmente com nível máximo 6 estrelas para as meninas e uma 2 estrelas masculina.

Este primeiro desafio acontece nos dias 19 a 21 de julho e na semana seguinte, de 25 a 27, a Playa Elio de Huanchaco, também no litoral norte do Peru, será palco do Huanchaco Pro Junior. Esta praia já é conhecida internacionalmente por sediar o evento mais importante do Longboard mundial, o único com nível máximo 6 estrelas do ASP Longboard Qualifying Series , no mês de janeiro.

Agora é o futuro do esporte que vai ter o privilégio de competir nas ondas de Huanchaco, na etapa nível 4 estrelas masculina e 2 estrelas feminina que fecha a participação expressiva do Peru nos calendários mundiais da ASP em 2013. Serão cinco etapas no total, sendo uma feminina e uma masculina do ASP World Star, uma do Longboard e duas seletivas sul-americanas para a decisão do principal título mundial para os surfistas com até 20 anos de idade.

Segundo o Diretor Regional da ASP South America, o brasileiro Roberto Perdigão, as etapas da ASP são fundamentais para o desenvolvimento e o crescimento da carreira daqueles atletas que desejam alcançar o topo do esporte a nível profissional, além de divulgar o país para todo o mundo, como aconteceu com o Brasil nas últimas décadas. O Perú começou a sediar eventos da ASP em 1994 e dez anos depois a peruana Sofia Mulanovich conquistou o único título mundial da América do Sul no ASP World Championship Tour (WCT), que é a Fórmula 1 do surfe profissional mundial, alavancando a realização de provas femininas no país andino que tem ótimas ondas em todo o seu litoral.

"Somos hoje muito gratos aos promotores de eventos, pessoas credenciadas pela ASP e envolvidas na comercialização e na produção dos grandes eventos do circuito mundial que acontecem atualmente no Peru", enaltece Roberto Perdigão. "O Javier Reáteguy da Entretainment Producciones, o Chalo Espejo do Perú Surf e o Richard Navarrete da Olas Norte, são atualmente, sem sombra de dúvidas, as maiores locomotivas do surfe profissional peruano pelo excelente padrão de organização dos seus eventos. Com isso, atraem a parceria e o patrocínio das mais expressivas empresas da iniciativa privada do Perú, além das maiores marcas do segmento surfe que buscam somar esforços com o objetivo de apoiar os atletas do seu país no ASP World Ranking".

Próximas etapas:
Mai 20-26 - ASP Prime Coca-Cola Quiksilver Saquarema Pro na Praia de Itaúna, Saquarema (RJ) - BRASIL
Jun 03-08 - ASP 3-Star Ilo Moquegua Pro Piedras Negras em Ilo, Moquegua - PERU
Jun 10-15 - ASP 3-Star Maui & Sons Arica World Star em El Gringo, Arica - CHILE
Jul 12-14 - Pro Junior - Imbituba Pro Junior na Praia da Vila, Imbituba (SC) - BRASIL
Jul 19-21 - Pro Junior - Doo Australia Pro Junior em Lobitos, Piura - PERU
Jul 25-27 - Pro Junior - Huanchaco Pro Junior na Playa Elio, Huanchaco - PERU
Ago 16-18 - Pro Junior - Hurley Pro Junior na Prainha, São Francisco do Sul (SC) - BRASIL
Ago 26-28 - ASP 2-Star Surf Eco Festival na Praia de Jaguaribe, Salvador (BA) - BRASIL
Ago 29-31 - Pro Junior - Surf Eco Festival na Praia de Jaguaribe, Salvador (BA) - BRASIL
Out 29-03 - ASP Prime - Santa Catarina Prime a confirmar na Praia da Vila, Imbituba (SC) - BRASIL

Por João Carvalho

18 de abril de 2013

Bruno Jacob representa o país em competição de Jet na Inglaterra

O piloto brasileiro Bruno Jacob, de 25 anos, novamente entrará no mar para representar o Brasil em uma competição radical: Ele participará nesse fim de semana (domingo e segunda-feira) do Freeride National Tour, competição de Jet Ski Freeride válida pelo Circuito Nacional Inglês. Apesar de ser uma competição inglesa, a prova é aberta a atletas de outros países e o piloto baiano, considerado um dos melhores do mundo na modalidade, também estará na disputa, ao lado de competidores europeus. "O evento na Inglaterra está sendo muito esperado por ser na mais tradicional praia de boas ondas da Inglaterra. Esse será um dos maiores eventos da Europa com a expectativa de muitos pilotos na minha categoria”
Bruno Jacob / Foto divulgação - Bendita Ideia
Dividido em duas etapas, o Circuito Nacional Inglês terá outra etapa em setembro. Único brasileiro na competição, Bruno Jacob sabe que o desafio em Newquay Fistral Beach não será fácil. “Por ser na casa deles acredito que os ingleses serão os mais difíceis, principalmente meu grande amigo Stephen Foot. Minhas provas serão nos dias 20 e 21 e treinarei intensamente no local para me preparar ainda mais", comenta o piloto.

Diferentemente do Jet Ski Freestyle, que é praticado em águas calmas, como lagos e represas, o Freeride é disputado no mar e o piloto utiliza as ondas para gerar impulso e realizar as manobras. A avaliação dos juízes é baseada na melhor performance do atleta durante sua apresentação nas ondas. Como o Freeride é uma modalidade de jet ski desenvolvida com base nas manobras de motocross freestyle, combinado com o surf, os juízes avaliam 50% as manobras similares as do surf e 50% as manobras aéreas.

Depois desse evento na Inglaterra, Bruno Jacob volta ao Brasil. Ele estará no Rio de Janeiro entre os dias 23 de abril a 02 de maio, onde participará da Rio Boat Show. Poucos dias depois, o piloto estará em São Paulo entre 10 e 12 de maio.

Por Michele Barcena