.

.

31 de janeiro de 2013

Liberados os teasers do Prêmio Greenish Brasil 2012

Já estão liberados os teasers preparados pelo departamento de Marketing da Greeenish para divulgar a edição 2012 do Prêmio Greenish Brasil, que terá sua festa de premiação realizada no dia 23 de março. O evento ocorre no espaço Red Bull House, situado na praia de Boa Viagem, em Recife (PE). São três pequenos vídeos que mostram em ação alguns dos concorrentes nas três categorias em disputa: Maior Onda, Melhor Tubo e Melhor Aéreo, todas surfadas no Brasil e com o surfista entrando na onda apenas com a força de sua própria remada.
André Paulista  concorre na categoria Maior Onda  / Foto Lucas Tomaz
Maior Onda - Nesta categoria será premiado o surfista que surfou a maior onda em território nacional, entre os dias 1 de janeiro e 31 de dezembro do ano de 2012. O vencedor receberá R$ 25 mil, mais a estadia de 11 dias no barco Star Koat I nas ilhas Mentawaii. O cinegrafista ganhará R$ R$ 5 mil e o shaper, R$ 5 mil. Vale lembrar que o surfista deve entrar na onda apenas com a força de sua remada sobre uma prancha de surfe.
Melhor Tubo - Será premiado o atleta que pegou o melhor tubo em território nacional, entre os dias 1º de janeiro e 31 de dezembro do ano de 2012. O vencedor receberá R$ 10 mil mais estadia de 11 dias no barco Star Koat I nas ilhas Mentawaii. O cinegrafista ficará com R$ 2 mil e o shaper, com R$ 2 mil. Assim como na categoria Maior Onda, será avaliado o desempenho do surfista, sendo observados o tamanho do tubo, o estilo do surfista, o tempo em que ficou dentro do tubo, a extensão surfada e a finalização da manobra.
Melhor Aéreo - Na terceira categoria em disputa, será agraciado o surfista que manobrou o melhor aéreo em território nacional, entre os dias 1º de janeiro e 31 de dezembro do ano de 2012. O vencedor receberá R$ 10 mil mais a estadia de 11 dias no barco Star Koat I nas ilhas Mentawaii. O cinegrafista receberá R$ R$ 2 mil e o shaper, R$ 2 mil. Todas As premiações serão pagas até março de 2013.
Um total de 36 vídeos foi enviado para a organização do concurso, que chega à sétima edição. A premiação total da ação é de R$ 63 mil mais três estadias de 11 dias aos vencedores no barco Star Koat I, nas ilhas Mentawaii (Indonésia), cortesia da Mentawaii Surf Charter.

Lista completa de inscritos clique aqui

Por Roberto Pierantoni  

Lay day em Pipeline


O período de espera do Volcom Pipe Pro 2013, WQS 5* que acontece em Pipeline no Havaí  começou dia 28 de Janeiro. Porém, após quatro dia, os surfistas ainda não tiveram a oportunidade de vestir a lycra. Nos primeiros dias o mar esteve grande e tempestuoso, agora desceu e está muito pequeno para dar início à competição.
As previsões apontam um novo swell que pode chegar nesta quinta-feira, 31, e com isso as ondas terem uma reação até amanhã, mantendo-se durante o fim-de-semana. Vale lembrar que o brasileiro Bino Lopes compete com o luso alemão Nicolau Von Rupp e Chase Wilson (USA), na sétima bateria.
Mesmo sem ondas grandes, muitos surfistas aproveitam para treinar, acompanhe no vídeo acima o freesurf do 3º dia do período de espera..

Fonte SurfTotal

Ibelli vence o Hainan Classic 2013

No último dia de competição (30/01) do Hainan Classic, o mar finalmente subiu, sendo que as fases finais foram realizadas em ondas de um metro de altura. Caio Ibelli competiu com o português Kikas,  Cooper Chapman (AUS) e Brent Dorrington (AUS). Os quatro surfistas começaram fortes a bateria, Caio Ibelli com um 8.67, Brent Dorrington com um 7.50. Depois novamente Caio Ibelli realizou um 8.93 e Kikas um 6.43.
A bateria acabou sendo vencida por Cooper Chapman, com 15.06. Caio Ibelli passou em segundo com 14.50. Nas quartas de final Ibelli voltou a destacar-se, realizando o melhor score da bateria, 17.67 e mostrando que poderia ser um dos vencedores do evento. Juntamente com Caio, avançaram para as semifinais Made Widiarta (IDN), Mitch Crews (AUS) e Matheus Navarro (BRA). As semifinais foram acirradas, no primeiro heat, Mitch Crews venceu com  um score de 17.16 o indonésio Made Widiarta e confirmou-se como finalistas. No entanto, no segundo heat, a batalha foi entre os dois brasileiros, e Caio Ibelli levou a melhor garantido a vitória no último minuto com um 4.60.

Desta forma, os finalistas, dois surfistas da nova geração, um australiano e um brasileiro. Na final, Ibelli começou muito forte com um 8.33 agarrando desde cedo a liderança. De seguida aumentou para um 9.17 deixando Mitch Crews em situação de combinação. Com o resultado final Caio Ibelli sagrou-se o novo campeão do Hainan Classic, somando 1000 pontos e engordando a canot em 15 mil dólares.

Por Maria Pessanha

Tikinho nas montanhas geladas

Depois do sol, a neve: o atleta de sandboard, Esdras Tikinho, encarou as montanhas geladas da Europa para desafiar a si mesmo em condições extremas e alçar novos vôos como profissional de snowboard.
Durante 18 dias entre manobras ousadas em Portugal e obstáculos arriscados em Andora, um pequeno país localizado numa cordilheira entre o nordeste da Espanha e o sudoeste da França, Tikinho aproveitou para testar os produtos e produzir imagens alucinantes para a nova coleção de inverno da marca. O resultado dessa incrível aventura você confere no filme “Voando na neve”, uma Snowtrip de dar frio até na espinha.

Por Lima Jr.

Bruno Fontes segue líder na Copa do Mundo

O velejador Bruno Fontes mostrou-se mais uma vez muito constante durante a Copa do Mundo de Vela de Miami e na quarta-feira (30) conseguiu mais uma atuação quase perfeita, que o manteve na liderança da competição. Com um primeiro e um segundo lugares, Bruno passou para a próxima fase do evento em primeiro lugar geral. “Consegui avançar bem para a segunda parte da competição. Agora começa uma nova competição. Estou bem feliz com minha performance até o momento, mas é preciso estar sempre atento a tudo. Preciso continuar sendo constante para repetir os bons resultados nas regatas que tenho pela frente”, destacou Fontes.
Agora, os trinta e cinco melhores atletas seguem na disputa pelo título. Diferente das demais competições, a Copa do Mundo de Vela de Miami adotou um novo sistema de pontuação. Antes, todos os resultados eram somados e haviam alguns descartes. Agora, serão mais cinco regatas e os pontos obtidos por Bruno não serão acumulados. A única vantagem, no entanto, é que o atleta começa com apenas um ponto perdido, por ter sido o primeiro colocado na classificação geral. “Agora é como se começasse uma nova competição. Serão mais cinco regatas e depois serão definidos os dez que avançam para a Medal Race. Estou me sentindo muito bem no barco e espero continuar velejando da mesma forma nos próximos dias”, afirmou Bruno.

Com seis regatas disputadas, Bruno somou três primeiros lugares, um segundo, um terceiro e um quarto, mostrando uma ótima consistência de resultados.  Nessa quinta-feira (31), o velejador catarinense tem mais duas regatas pela frente. A previsão, assim como nos outros dias, é para que as provas comecem as 14h, horário de Brasília.

Fonte SixComm / Foto Divulgação

30 de janeiro de 2013

Só 30 metros!

O havaiano Garrett McNamara já está no livro dos recordes por ter surfado a maior onda da história, um gigante de aproximadamente 25 m em 2011. Agora, o americano está em busca de ampliar sua marca. O surfista encarou uma onda gigantesca na última segunda-feira em Portugal e busca confirmar o tamanho da onda - que pode chegar a 30 m.
Foto reprodução
McNamara surfou no Canhão de Nazaré, local na costa portuguesa conhecido por suas gigantescas ondas devido a uma falha subterrânea. Foi neste mesmo local que o havaiano conseguiu seu recorde de 2011. A foto da nova onda percorreu o mundo e impressionou pelo tamanho do vagalhão. "Obrigado a todos pelo apoio, significa muito para mim. Hoje foi um dia sensacional e muito divertido estar lá" Disse McNamara.
Aos 45 anos, Garrett McNamara espera ter conseguido quebrar o recorde de maior onda da história (Foto: AP)
O objetivo de McNamara agora é provar o tamanho de seu novo feito. A principal prova da façanha é uma fotografia que ainda será analisada pela equipe do livro dos recordes. Enquanto isso, o havaiano segue encarando gigantes a procura de uma onda cada vez maior.

Fonte Terra

29 de janeiro de 2013

Molecada mostra muito surf no Rip Curl Grom Search


A nova geração não decepcionou na etapa inicial do Rip Curl Grom Search, encerrada no último domingo (27), na praia da Ferrugem, em Garopaba/SC. Acompanhados de perto pelo top do World Tour, Gabriel Medina, que já passou por esse campeonato e, inclusive, é o único brasileiro campeão na final internacional, na Austrália, os mais de 80 competidores da nova geração disputaram as vitórias em quatro categorias.
Melhor para o pernambucano radicado em São Paulo, Raul Reis, vitorioso na mirim (até 16 anos), a paulista Sandra Maria, a melhor entre as meninas (também no máximo 16 anos), e para a alegria da torcida local, os catarinenses Lucas Vicente, primeiro na iniciante (limite de 14 anos) e Matheus Herdy, que levou na grommet (12 anos para baixo).
Matheus Herdy, Rip Curl Grom Search, Praia da Ferrugem
A final mais disputada foi a da iniciante, onde Lucas Vicente e o paulista Giovani Pontes, terminaram com a mesma somatória, com 13 pontos, com o desempate na melhor onda para o catarinense, 8,75, contra 7,25. Logo atrás, Matheus Herdy, em sua segunda final, ficou em terceiro apenas um ponto atrás. E Kauê Germano, também de São Paulo, foi o quarto, com 9,15. O vitorioso, que também fez bonito na grommet, chegando em segundo lugar, destacou a importância do resultado. “Eu já estava preocupado com esta competição desde o inicio do ano, porque eu sei que esta é uma competição de alto nível. Então, procurei treinar bastante, em ondas ruins e boas.  Agora é comemorar com a minha família e meus amigos e também gostaria de agradecer a Deus por me mandar as ondas, a minha família que sempre me acompanha e os meus patrocinadores”, falou.

Matheus e Lucas também estavam na final grommet e fizeram “dobradinha” catarinense. Matheus marcou 12,10, contra 10,65 de Lucas. O paulista Eduardo Motta foi o terceiro seguido de outro talento de Santa Catarina, Leonardo Barcelos. “Estou felizão por vencer, pois essa competição é muito legal. Eu sempre desejei participar deste campeonato e deu tudo certo, graças a Deus”, festejou o primeiro colocado.
Entre as meninas, Sandra Maria conseguiu as duas melhores notas da bateria, finalizando com 10,85, contra 7,55 da Kayane Reis, do Rio de Janeiro. Yohana Sarandini, de São Paulo, e Sol Maria, de Santa Catarina, completaram o pódio. “O campeonato foi irado. Primeiro, gostaria de agradecer a Deus, a minha família, que está me apoiando. Estou muito feliz. Viajei 14 hores para estar aqui e buscar um bom resultado”, destacou Sandra.
Pódio Feminino
Já na mirim, Raul Reis, que atualmente mora em Pernambuco, fechou a sua participação com chave-de-ouro, virando o resultado, e quase garantiu uma nota máxima. Fez 9,90, para somar 15,85, apenas 0,2 a mais que Wesley Dantas, também de Ubatuba, que tinha notas 8 e 7,65. Confirmando o alto nível da final, o paulista Herbert Moreno, recém-chegado do Havaí, ficou em terceiro, com 12,5, e o atual campeão do Circuito na iniciante, o catarinense Gustavo Ramos, logo em seguida, com 12,25. "Eu estava meio nervoso ali no começo da bateria. Não tinha conseguido pegar as ondas boas, mas no finzinho acabou entrando a onda certa e consegui um 9,90 pontos. Estou muito feliz e gostaria de agradecer ao meu pai, à galera que vem me apoiando e todos os meus amigos”, comemorou Raul Reis.

Além das disputas no mar, a competição contou com várias atrações na areia. A principal delas, a sessão de autógrafos de Gabriel Medina. O surfista também entrou no mar para uma demonstração nas ondas, para alegria do público. Também houve a pintura de pranchas pelo artista plástico Marcello Macarrão, as tradicionais gincanas na areia, a degustação e distribuição de Açaí Frooty e a distribuição de brindes da Wizard, bem como cadastro para descontos especiais nas unidades de Santa Catarina.
Raul Reis, Rip Curl Grom Search, Praia da Ferrugem
Em sua 14ª edição, o Rip Curl Grom Search terá três etapas. Os surfistas voltam a se encontrar na Praia de Itaúna, em Saquarema/RJ, nos dias 23 e 24 de fevereiro, e a grande final será na Praia do Tombo, em Guarujá/SP, nos dias 23 e 24 de março. “A abertura do Circuito foi um sucesso e teremos outras duas etapas em locais muito bons para campeonatos, para o surf. Estamos bem felizes com a receptividade que o Rip Curl Grom Search teve em Santa Catarina”, disse Fernando Gonzalez, do marketing da Rip Curl no Brasil. “E nessa etapa tivemos a importante presença do Gabriel Medina, um exemplo para essa molecada, de que os objetivos podem ser alcançados e de como o Circuito é importante. Tivemos alto nível técnico nas ondas e muita diversão na onda, ratificando o nosso slogan Muito mais do que um campeonato de surf”, complementou Fernando.

Vale lembrar que os campeões da mirim e da feminina estarão classificados para a final internacional do evento em 2014. Os dois classificados ganharão passagens aéreas para a Austrália, incluindo intercâmbio cultural completo, em parceria com a Study Way e a Escola Holmes Institute, realizado na época da final internacional do Rip Curl Grom Search,  junto com o  Rip Curl Pro Bells.
Pódio Iniciante
Resultado:
Categoria Mirim
1 Raul Reis - PE/SP
2 Wesley Dantas – SP
3 Herbert Moreno – SP
4 Gustavo Ramos – SC
Categoria Feminino
1 Sandra Maria – SP
2 Kayane Reis – RJ
3 Yohana Sarandini – SP
4 Sol Maria – SC
Categoria iniciante
1 Lucas Vicente – SC
2 Giovani Pontes – SP
3 Matheus Herdy – SC
4 Kauê Germano – SP
Categoria grommet
1 Matheus Herdy – SC
2 Lucas Vicente – SC
3 Eduardo Motta – SP
4 Leonardo Barcelos – SC

Fonte FMA Notícias / Fotos Diego Viana

Recorde de inscritos no Prêmio Greenish Brasil 2012

O número de inscritos para concorrer ao Prêmio Greenish Brasil 2012 está acima da média. Um total de 36 vídeos foi enviado para a organização do concurso, dividido em 15 na categoria Maior Onda, 11 na Melhor Tubo e 10 na Melhor Aéreo. A premiação total da ação é de R$ 63 mil mais três estadias de 11 dias no barco Star Koat I, nas ilhas Mentawaii (Indonésia), cortesia da Mentawaii Surf Charter. Na edição 2011 foram 27 participantes. "A cada ano, os surfistas mostram mais interesse em marcar presença, o que prova a grandeza e a credibilidade de nosso evento", afirmou Petrônio Tavares, diretor da marca brasileira de surfwear Greenish.
Bruno Santos concorre na categoria Maior Onda
Está sétima edição do Prêmio Greenish Brasil manteve, mais uma vez, o caráter itinerante e será realizado em Recife (PE) - a edição de 2010 foi promovida em Florianópolis (SC) e a de 2011, em Fortaleza (CE). O local da festa de premiação é a sede da Red Bull House, situada na praia de Boa Viagem. Na principal categoria em disputa - Maior Onda -, se inscreveram grandes nomes do surfe nacional, entre eles os representantes do Rio de Janeiro Bruno Santos, Gabriel Pastori, o potiguar Aldemir Calunga e o paulista Rodrigo Koxa.

Na categoria  maior onda, será premiado o surfista que dropou a "morra" em território nacional, entre os dias 1 de janeiro e 31 de dezembro do ano de 2012. O vencedor receberá R$ 25 mil, mais a estadia de 11 dias no barco Star Koat I nas ilhas Mentawaii. O cinegrafista ganhará R$ R$ 5 mil e o shaper, R$ 5 mil. Vale lembrar que o surfista deve entrar na onda apenas com a força de sua remada sobre uma prancha de surfe. No melbor Tubo o atleta, além de também curtir os dias no barco, receberá R$ 10 mil. O cinegrafista ficará com R$ 2 mil e o shaper, com R$ 2 mil. Assim como na categoria Maior Onda, será avaliado o desempenho do surfista, sendo observados o tamanho do tubo, o estilo do surfista, o tempo em que ficou dentro do tubo, a extensão surfada e a finalização da manobra.

Agora, quem voar mais alto receberá R$ 10 mil mais a estadia de 11 dias no barco Star Koat I nas ilhas Mentawaii. O cinegrafista receberá R$ R$ 2 mil e o shaper, R$ 2 mil. Todas As premiações serão pagas até março de 2013. Lista completa de inscritos no link: http://blog.greenish.com.br/surf/lista-dos-inscritos-premio-greenish-brasil-2012

Por Roberto Pierantoni / Iuri Carvalho (reprodução)

28 de janeiro de 2013

Comunicado: Desafio de Esportes Radicais

A organização do Matte Leão Festival – Desafio de Esportes Radicais, comunica que o evento está transferido para os dias 22, 23 e 24 de fevereiro, na praia de Atlântida, no Litoral Norte.
Esta transferência será realizada em respeito às vítimas, familiares e amigos dos envolvidos na tragédia de Santa Maria. Entendemos que este é o momento de nos unirmos em oração com todo o povo gaúcho.

Fonte FGSurf

Helliton é bi em Barra de São João


No fim de semana, cerca de 120 atletas compareceram no Praião, em Barra de São João (RJ), para a disputa da segunda etapa do Circuito Estadual de Bodyboarding do Rio de Janeiro. Helliton Loureiro (ES) ficou com o primeiro lugar mais uma vez, repetindo o feito do ano passado na mesma praia, enquanto a carioca Nicole Calheiros levou a melhor na final disputada com a capixaba Maíra Viana, evitando assim uma dobradnha capixaba no estadual do Rio de Janeiro.
Nicolle vence na Praia de São João
Helliton Loureiro venceu a principal categoria do evento e mostrou que tem ótima sintonia com as ondas de Barra de São João, desbancando até atletas locais. Com o bicampeonato da etapa, o atual campeão estadual do Rio assumiu a ponta do ranking 2013. “Estou muito feliz de ter retornado para Barra de São João e assumido liderança do ranking”, revela o capixaba, que venceu o riostrense Rafael Paes na decisão.

Já entre as mulheres, Nicolle Calheiros levou a melhor na final contra líder do ranking e atual campeã estadual do Rio, Maira Viana, e vibrou com a vitória. Com o resultado, Nicolle assumiu o segundo posto após duas etapas.  “Estou com a sensação de dever cumprido após essa difícil vitória sobre a Maira na decisão”, comemorou Nicolle.
Pódio Profissional Masculino
Nas categorias amadoras, destaque para a segunda vitória de Luiza Sardinha na Open Feminino. A atleta de Campos disparou na liderança do ranking com 100% de aproveitamento. Na Open Masculino, melhor para Anderson Silva, de São João da Barra. Entre os atletas com menos de 16 Miguel Medina (Rio das Ostras) faturou a etapa e subiu boas posições no ranking, que é liderado pelo carioca Kayque Thomaz.

Nos dias 2 e 3 de fevereiro acontece a segunda etapa do Circuito UBCS, em Farol de São Thomé. Já o Circuito Estadual do Rio de Janeiro tem sua próxima etapa nos dias 30 e 31 de março, na Praia de Costa Azul, em Rio das Ostras.

Resultados
Pro Feminino:
1. Nicolle Calheiros – Rio de Janeiro
2. Maira Viana - ES
3. Jessica Becker - Macaé
3. Marilene Fernandez – ES
Pro Masculino:
1. Helliton Loureiro - ES
2. Rafael Paes – Rio das Ostras
3. Bruno Araújo – Rio das Ostras
3. Rafael Cerutti  - ES
Sub 16:
1 - Miguel Medina - Rio das Ostras
2 - João Marcos - Rio das Ostras
3 - Guilherme Almeida - ES
4 - Kayque Thomaz - Rio de Janeiro
Open Masculino
1 - Anderson Silva - São João da Barra
2 - Ailton Neto - Campos
3 - Jonas Silva - São João da Barra
4 - Wallace Dias - Barra de São João
Open Feminino:
1 - Luiza Sardinha –Campos
2- Laila Cozendey - Rio das Ostras
3 - Yumi Vasconcellos - Rio das Ostras
4 - Fernanda Basile - Rio de Janeiro

Por Danilo Caboclo / Fotos: FEBBRJ/Divulgação

Jojó brilha e sobe duas vezes ao pódio, em Fortaleza

O baiano Jojó de Olivença comandou o show nas ótimas esquerdas de 2-3 pés no último domingo, 27, na Praia do Futuro e venceu duas das quatro categorias do Circuito Club Social Surf em Fortaleza. Ele ainda fez os recordes do campeonato que abriu o Circuito Master da Confederação Brasileira de Surf (CBS) no Ceará. Com manobras potentes de backside, faturou o título da Grand Master (dos surfistas com 40 anos ou mais de idade) e da Kahuna (45 anos ou mais). Já na principal categoria Master (35 anos ou mais), Rogério Dantas conquistou a vitória na final 100% cearense na onda que surfou no último minuto. E na Grand Kahuna (50 anos ou mais), deu Rio Grande do Norte com Edu Elias sendo o campeão na Praia do Futuro.
Os três campeões
A primeira decisão de título a entrar no mar foi a da Grand Master e Jojó de Olivença já começou forte em uma esquerda. Ele aplicou uma série de cinco batidas e rasgadas de backside jogando água pra cima, emendando uma manobra na outra com estilo e velocidade. Nesta onda ele recebeu a maior nota do Circuito Club Social Surf no Ceará - 9,60 - e liderou toda a bateria. A vitória foi conquistada com uma "combination", quando os adversários ficam precisando de mais de 10 pontos, ou seja, impossível de conseguir em uma onda só.

"Eu estava muito concentrado e nada melhor do que largar na frente com uma boa onda, ainda mais em uma final", falou o experiente Jojó de Olivença, que foi campeão brasileiro profissional da ABRASP nos anos de 1988 e 1992. "A gente vem para um evento desse por puro coração mesmo. Não tem premiação em dinheiro e venho porque gosto de competir, gosto daqui de Fortaleza, mas tem a vaga pro Mundial Master da ISA que agrega bastante. Tive a oportunidade de representar o Brasil na Nicarágua no ano passado e quero ver se vou de novo pro Equador esse ano".
Jojó de Olivença (BA)
Os outros três surfistas ficaram brigando pelo segundo lugar e nos últimos minutos o potiguar Rodrigo Jorge achou uma boa esquerda para acertar duas manobras fortes de frontside no outside. Ele conseguiu nota 7,23 nesta onda para garantir o vice-campeonato. Rodrigo tinha acabado de sair da semifinal Master e ficou feliz pelo bom desempenho nas duas categorias. O baiano Marcelo Alves terminou em terceiro lugar na final Grand Master e o paraibano Fábio Gouveia não achou as ondas, acabando em quarto na categoria dos surfistas com 40 anos ou mais de idade.

Antes da decisão da Kahuna, categoria dos surfistas com 45 anos ou mais, aconteceu a final da Grand Kahuna, dos que já ultrapassaram os 50 anos de idade. A bateria foi um confronto direto entre o Rio Grande do Norte e o Ceará e o natalense Edu Elias largou na frente na corrida pelo título brasileiro da temporada 2013 da CBS. O cearense João Carlos ficou em segundo lugar, com o potiguar Dedé Cabral em terceiro, à frente do outro fortalezense, Zorrinho Fernandes.

A grande ausência nesta categoria dos cinqüentenários foi o cearense Odalto Castro. Ele defendeu o Brasil no último Mundial Master da ISA na Nicarágua e ficou em quinto lugar, sendo o brasileiro mais bem colocado na categoria. No entanto, teve que operar o joelho e não pôde competir no Circuito. Mesmo assim, prestigiou o evento e ficou na Praia do Futuro assistindo a competição no sábado e domingo. Odalto foi o primeiro brasileiro a ser capa de uma revista gringa de surfe com uma onda surfada no Havaí na década de 80.
Podio da Master
Na bateria seguinte, Jojó de Olivença largou na frente com uma boa onda e repetiu a mesma nota 7,67 em sua terceira apresentação para consolidar mais uma vitória. O carioca Sergio Noronha ainda ganhou a maior nota - 8,10 - da bateria para confirmar o vice-campeonato. Em terceiro lugar ficou o catarinense Armando Maciel, que competia como Junior Maciel, com o maranhense Marcelo Bogea completando o pódio da Kahuna. "Eu tava concentrado ali naquele lugar, era o lugar que estava entrando boas esquerdas e deu certo, as ondas vieram, a prancha está no pé e vamos pro abraço por mais uma vitória", vibrou Jojó de Olivença. "Eu já tinha vencido duas categorias no Master da CBS, só não lembro se foi em São Francisco do Sul (SC) ou na Bahia, mas foi na Master e Grand Master. Tem muita gente boa competindo, mas acho que hoje era o meu dia. Enfim, não tenho mais nada a dizer, só comemorar, obrigado Senhor".

A última bateria a entrar no mar foi a final 100% cearense da principal categoria do Circuito Master da CBS, dos surfistas com 35 anos ou mais de idade. O grande ídolo local, Fabio Silva, assumiu a liderança no início com duas notas na casa dos 6 pontos nas esquerdas da Praia do Futuro. Os outros ficaram pegando as direitas, que fechavam mais rápido e o resultado parecia definido. Só que no último minuto, entrou uma esquerda para Rogério Dantas, que estava em último lugar.
Edu Elias (RN)
Ele aproveitou a chance, arriscou tudo completando uma série de batidas e rasgadas de backside e levantou a praia. Rogério precisava de 6,43 pontos e ganhou nota 8,5 para faturar o título, deixando Fábio Silva em segundo lugar, Sergio Ricardo em terceiro e Caio Breno em quarto. Como prêmio pela vitória na virada mais fantástica do Circuito Club Social Surf, Rogério Dantas ganhou uma passagem aérea Recife-Fernando de Noronha-Recife e um kit da Rotator, apoiador do evento.

Assim como na categoria Master, na Grand Master o campeão também recebeu uma passagem aérea de Recife para Fernando de Noronha, com o vice-campeão ganhando um bloco de prancha e os quatro finalistas levaram kits da marca Rotator. Na Kahuna e Grand Kahuna, a vitória valeu uma prancha Massara, o segundo colocado recebeu um bloco, além dos kits da Rotator também distribuídos para os quatro finalistas de cada categoria. O resultado do Circuito em Fortaleza também foi importante na briga pelas vagas para o Mundial Master da ISA, que está programado para acontecer no Equador, entre os dias 6 e 14 de abril na Playa Montañita. A CBS ainda deve realizar uma outra etapa do Brasileiro Master em março na Bahia para indicar os surfistas que formarão a equipe brasileira nas quatro categorias.
Rogerio Dantas (CE)
Como aconteceu no Circuito Club Social Surf da semana passada em Pernambuco, o sábado em Fortaleza também se prolongou até a noite, com a reedição do campeonato de surfe noturno em pranchas equipadas com luzes de LED, trazidas da Espanha especialmente para o evento. Entre os participantes, grandes estrelas do esporte como Fábio Gouveia, Jojó de Olivença e Fabio Silva. Depois, teve show de Teco Padaratz com sua banda 5.11 que agitou a barraca Guarderia na noite de Lua cheia na Praia do Futuro.

Resultado e Ranking Brasileiro Master da CBS:
Master - 35 anos ou mais de idade:
1.o: Rogério Dantas (CE) - 1.000 pontos
2.o: Fabio Silva (CE) - 900
3.o: Sergio Ricardo (CE) - 810
4.o: Caio Breno (CE) - 729
5.o: Rodrigo Jorge (RN) e Luciano Cavalcante (CE) - 656
Grand Master - 40 anos ou mais de idade:
1.o: Jojó de Olivença (BA) - 1.000 pontos
2.o: Rodrigo Jorge (RN) - 900
3.o: Marcelo Alves (BA) - 810
4.o: Fábio Gouveia (PB) - 729
5.o: Roni Ronaldo (SC) e Fabio Quencas (PE) - 656
Kahuna - 45 anos ou mais de idade:
1.o: Jojó de Olivença (BA) - 1.000 pontos
2.o: Sergio Noronha (RJ) - 900
3.o: Armando Maciel (SC) - 810
4.o: Marcelo Bogea (MA) - 729
5.o: Cardoso Junior (CE) e Rubens Barros (RN) - 656
Grand Kahuna - 35 anos ou mais de idade:
1.o: Edu Elias (RN) - 1.000 pontos
2.o: João Carlos (CE) - 900
3.o: Dedé Cabral (RN) - 810
4.o: Zorrinho Fernandes (CE) - 729
5.o: Mickey Hoffmann (SC) e Bernardo Pena - 656

Por João Carvalho / Foto Damangar / ANS

27 de janeiro de 2013

Rabellé está no comando do Longboard na ASP

O ano de 2013 irá marcar a estréia de um brasileiro no comando do julgamento do Longboard na ASP Internacional, Mauro Rabellé. Ele nasceu Mauro Cesar Achiamé, em 19 de abril de 1959 na cidade de Laguna, em Santa Catarina, mas há muitos anos mora em Santos, onde começou a surfar em 1973 e fez faculdade de jornalismo na Unisanta (Universidade Santa Cecília de Santos). Trabalhou por muitos anos em rádios na Baixada Santista e em 1984 começou a julgar campeonatos de pranchinha em Santos, enquanto competia de pranchão. Chegou a ser Top-5 do ranking brasileiro profissional da ABRASP e, em 1993, defendeu o Brasil no campeonato mundial de Longboard da ASP no Havaí.
Mauro Rebellé na ativa / Gonzalo Noriega / Peru
No ano seguinte, passou a se dedicar integralmente ao julgamento da modalidade. Em 1994, já fazia parte do quadro oficial de juízes de Longboard na ASP, trabalhando nas principais etapas e nas que decidem o título mundial dos pranchões.

KK - Quando você recebeu sua indicação oficial para ser o Head Judge de Longboard na ASP?
MR - "Eu estava no Havaí em dezembro e no dia 10 recebi um telefonema do Renato Hickel (da diretoria da ASP), falando que meu nome estaria sendo sugerido para assumir um importante cargo a nível mundial na ASP. Que eu poderia ser o novo head judge do longboard. Mas, a confirmação só veio duas semanas depois, o que me deixou muito contente. Principalmente porque, mais uma vez, o Brasil teve seu trabalho reconhecido a nível mundial. Da mesma maneira que o próprio Renato anos atrás, que por muitos anos foi o Head Judge da ASP nas pranchinhas. Agora é seguir de mangas arregaçadas trabalhando duro, pois agora a responsabilidade é ainda maior".

KK - Como você está vendo o atual momento do longboard mundial?
MR - "Tecnicamente maravilhoso. O nível de surfe apresentado pelos atletas é sensacional, estão dando um show, com um mix muito grande de manobras clássicas com modernas. O bom seria aumentar o número de eventos por ano no WLT (ASP World Longboard Tour). Tivemos apenas quatro etapas em 2011 e somente duas no ano passado. Obviamente, não podemos esquecer do LQS (ASP Longboard Qualifying Series), que também precisa de mais eventos para se fortalecer".

KK - Nesta semana, temos o primeiro evento do ano sob a sua direção no julgamento, o Huanchaco Longboard Pro, única etapa com nível 6 estrelas em 2013 e que vale classificação para disputar o título mundial de longboard da temporada!
MR - "É um evento importantíssimo para os atletas sul-americanos chegarem ao WLT, visto que as duas vagas da ASP South America há três anos são definidas neste evento, com os atletas tendo a oportunidade de surfar em uma onda excepcional, um pointbreak consagrado que está na história do surfe peruano como um dos berços do esporte no país. Também oferece uma excelente premiação, atraindo naturalmente um grande contingente de surfistas não somente sul-americanos, bem como de países de outros continentes. Este é o quarto ano consecutivo desta etapa aqui em Huanchaco, que vai se firmando como um dos maiores eventos do calendário mundial da categoria".

KK - Como você está vendo o nível dos atletas sul-americanos que competem na ASP?
MR - "Evoluiu bastante na parte do estilo clássico. Eles já apresentavam um bom nível no quesito de manobras modernas, mas, de uns três anos para cá, houve um aperfeiçoamento por parte deles nas manobras hang ten, hang five e knee turn cutbacks, consideradas como as manobras clássicas e de boa pontuação nos pranchões".

KK - Poderemos ter outro campeão mundial em breve?
MR - "Acredito que sim. Até porque o circuito é curto, com poucas etapas, o que facilita essa possibilidade".

Encerrando a entrevista, Mauro Rabellé quis destacar alguns reconhecimentos: "Quero fazer um agradecimento especial ao atual Head Judge da ASP South America, Sergio Gadelha, pelo apoio e oportunidades dadas para eu poder mostrar o meu trabalho, assim como ao juiz australiano Tim Marshall, que foi o meu antecessor no cargo, por ter me indicado para ser Head Judge do Longboard no Tour Mundial da ASP e, também, ao Comitê Técnico da entidade pelo reconhecimento do meu trabalho ao longo destes anos".

Por João Carvalho

5ª edição do Makai Surf Treino

A Makai Surf Shop será a responsável pela 4ª edição do Makai Surf Treino nos dias 2 e 3 de Fevereiro, na praia do Magistério. O evento que já foi sucesso em outras 4 edições, em 2013 vai entregar mais de R$ 10.000,00 em prêmios, incluindo 3 pranchas Nalu Surfboards e 2 roupas de borracha entre outros prêmios.
Como nos eventos anteriores, esse ano, também, terá uma categoria só para viamonenses, e as inscrições devem ser feitas na Loja Makai. A competição está prevista para começar no sábado a partir da 9h, na praia do Magistério. As inscrições podem ser realizadas na Loja Makai na Avenida Coronel Marcos de Andrade, 444| Centro | Viamão / RS. VIAMÃO | Fone: (51) 3045-4647.

Por Fábio Di Leone 

26 de janeiro de 2013

Sábado de muito surf na Praia do Futuro

Os cearenses viveram um sábado especial na Praia do Futuro, que ficou lotada com as atrações do Circuito Club Social Surf em Fortaleza. Durante todo o dia, grandes estrelas do surfe brasileiro disputaram classificação para o domingo decisivo da etapa de abertura do Circuito Master da CBS (Confederação Brasileira de Surf). E à noite, a praia continuou lotada para assistir o campeonato de surfe noturno em pranchas equipadas com luzes de LED e o show da banda 5.11 de Teco Padaratz, na barraca Guarderia, ao lado da arena do evento.
Jojó de Olivença
Os cearenses dominaram a principal delas, com cinco classificados para as semifinais da categoria Master, dos mais jovens do circuito e de maior nível técnico. Fábio Silva foi um dos destaques do dia, surfando a melhor onda do sábado na avaliação dos juízes, que deram nota 8 para ele. Fabinho agora vai disputar um duelo cearense nas semifinais, com Sergio Ricardo e Luciano Cavalcante. Na outra bateria tem mais dois, Caio Breno e Rogério Dantas, contra o único não cearense, Rodrigo Jorge, potiguar que também brilhou ao ser o único a passar para as semifinais em duas categorias, na Master e na Grand Master. "Foi muito puxado hoje (sábado). Várias baterias na categoria Master, muito bem representada por vários destaques do circuito brasileiro e mundial, e o surfe é um esporte que exige muito preparo físico", disse o recordista de nota do primeiro dia, Fabio Silva. "Eu nunca parei de surfar e estou feliz por ter me classificado pro último dia. Treinei bastante para este campeonato e isso tem feito eu me sentir cada vez mais garoto, apesar da idade chegando. E é isso aí, é treinar, treinar e treinar e surfar sempre...".

O potiguar Rodrigo Jorge enfrentou dois cearenses no último confronto do Circuito Social Surf Club no sábado e conseguiu a última vaga para as semifinais da Master. O natalense passou em segundo lugar na disputa vencida por Sergio Ricardo, superando o dono do maior placar do campeonato, Marcus Cesar, que tinha totalizado 14,36 pontos na fase anterior. E na Grand Master, Rodrigo Jorge derrotou até o maior ídolo de todos os tempos, Fábio Gouveia, que avançou em segundo para as semifinais na categoria dos 40 anos ou mais de idade. "A responsabilidade aumenta, mas é tudo satisfação, alegria, é muito bom rever os amigos, só que dentro d´água é aquilo, tem que dar o gás mesmo", disse Rodrigo Jorge, que disputou cinco baterias durante todo o dia na Praia do Futuro. "Fazia muitos anos que eu não vivia isso. Foram três baterias na Master, duas na Grand Master, mas foi muito bom pra mim e a noite de sono vai ser muito boa pra amanhã (domingo) estar aqui inteiro de novo".
Fábio Gouveia
Na semifinal da Grand Master, Rodrigo Jorge vai encarar outra fera do surfe cearense, Cardoso Junior, que conseguiu o melhor resultado do Brasil no último Mundial Master da ISA na Nicarágua, quarto lugar. Além dele, o pernambucano Fábio Quencas e o baiano Marcelo Alves. Na sua última vitória na Praia do Futuro, Cardoso Junior deixou o baiano bicampeão brasileiro Jojó de Olivença com a segunda vaga na bateria. "Estou felizão. Ele (Jojó) é meu amigão, sempre fui fã dele, agora tive oportunidade de viajar com ele pra Nicarágua disputar o Mundial Master da ISA lá e o cara é 100%", elogiou Cardoso Junior. "Ainda bem que passamos juntos, vamos pra próxima, amanhã (domingo) tem mais. Estou na briga pela vaga para mais um Mundial Master e essa onda aqui eu conheço bem. Estou bem concentrado e espero conseguir um bom resultado aqui".

Cardoso Junior está na segunda semifinal da Grand Master, mas a disputa pelas duas primeiras vagas na grande final promete ser eletrizante, envolvendo quatro fortes candidatos ao título do Circuito Club Social Surf. A bateria terá o atual campeão brasileiro desta categoria, Roni Ronaldo, de Santa Catarina, o carioca Sergio Noronha e dois bicampeões brasileiros profissionais da ABRASP, o paraibano Fábio Gouveia e o baiano Jojó de Olivença. "Minha intenção de vir pra cá foi pra defender o título mesmo, que é uma responsabilidade grande com tantas feras aqui, então vou lutar até o último", disse Roni Ronaldo. "É a história do surfe brasileiro sendo resgatada neste campeonato e é um prazer imenso conseguir começar com uma boa apresentação na minha categoria, que é a Grand Master. A gente olha o mar aqui de fora e parece que ta ruim, mas tem altas valas lá dentro e as ondas foram melhorando durante o dia, então foi show".
Rodrigo Jorge (RN)
O paraibano Fábio Gouveia e o baiano Jojó de Olivença, que já representaram o Brasil por muitos anos na elite mundial do WCT e estão entre as grandes estrelas do Circuito Club Social Surf, também gostaram de poderem reencontrar os amigos do passado em uma competição, mas com clima mais descontraído do que antigamente. Apesar de nordestinos, há muitos anos Jojó reside no Guarujá (SP) e Fabinho em Florianópolis (SC), vindo de longe para prestigiar o evento em Ceará. "Eu gosto daqui, o Nordeste é nossa cara, nossa casa e é sempre bom rever os colegas, o pessoal que torce pela gente há um tempão, também é muito bom poder surfar de novo no Titazinho (pico de ondas que revelou muitos talentos do surfe cearense, como Fábio Silva, Tita Tavares, entre tantos outros)", falou Jojó de Olivença, após a classificação para o domingo. "Foi um sufoco, não conseguia ficar em pé na prancha. Ainda bem que os outros competidores não se distanciaram muito, eu precisava de pouco e consegui uma onda no finalzinho pra virar".

"Acho que rever toda a galera que competiu junto durante muito tempo é o grande atrativo deste evento", destacou Fábio Gouveia. "Além de rever o pessoal da nossa geração, rever também a geração que está iniciando no Master, sem falar na galera da Kahuna, da Grand Kahuna, caras como o Odalto Castro (CE), poxa, isso é demais. Hoje reencontrei um amigo que eu competi na época do Performance Surf Club em Natal (RN), quando eu tava começando lá pelos anos 80, o Dedé Cabral, então esses momentos prazerosos é que fazem a graça do campeonato. Acho até que devia ter bem mais etapas, com premiação legal, estrutura legal pra acolher bem a galera, espero que tenha eventos lá no Sul também, enfim, pra gente levar a família, lembrar aquelas comédias de antigamente, é muito legal...".
Fabio Silva (CE)
O potiguar Dedé Cabral se classificou para as semifinais da Grand Kahuna, dos surfistas que já passaram dos 50 anos de idade, junto com o atual campeão brasileiro da categoria, o catarinense Mickey Hoffmann. No ano passado, ele venceu as três etapas da CBS e vai disputar a primeira semifinal na Praia do Futuro com outro potiguar, Marco Leléu, com os cearenses João Carlos e Francisco Fernandes completando a bateria. Na outra, Dedé Cabral enfrenta o também potiguar Edu Elias, o cearense Raimundo Pena e o pernambucano Julio Marques. "Graças a Deus consegui achar as ondas e deu tudo certo para começar com vitória o campeonato", falou Mickey Hoffmann. "Eu nunca tinha competido aqui, não conhecia a Praia do Futuro e gostei. É bem diferente das nossas ondas lá do Sul, mas deu boas ondas na bateria para cada um poder mostrar o que sabe, então é só achar elas".

O resultado em Fortaleza também é importante para definir a equipe que vai representar o Brasil no Mundial Master da ISA, que está programado para acontecer no Equador, entre os dias 6 e 14 de abril na Playa Montañita. Restam poucas vagas para completar o limite de participantes na Praia do Futuro, que é de 32 competidores nas categorias Master e Grand Master, 24 na Kahuna e de no máximo 16 na Grand Kahuna.
Roni Ronaldo (SC)
Como aconteceu no Circuito Club Social Surf da semana passada em Pernambuco, o sábado também se prolongou até a noite em Fortaleza, com a reedição do campeonato de surfe noturno em pranchas equipadas com luzes de LED, trazidas da Espanha especialmente para o evento. Entre os participantes, grandes estrelas do esporte como Fábio Gouveia, Teco Padaratz, Jojó de Olivença e Fabio Silva. Depois, um show de Teco Padaratz com sua banda 5.11 agitou a barraca Guarderia na noite de Lua cheia na Praia do Futuro.

Por João Carvalho / Fotos Damangar / ANS

Bruno Fontes na Copa do Mundo de Vela

Após o vice-campeonato no Campeonato Brasileiro de Vela, o velejador catarinense Bruno Fontes embarcou na sexta-feira (25) para Miami, EUA, para as disputas da Copa do Mundo de Vela, que acontecem a partir da próxima segunda-feira (28). “O Brasileiro foi ótimo e agora embarco para Miami bem confiante. Estou velejando bem e acredito que posso repetir o bom resultado do ano passado. Vou em busca de uma boa colocação na competição”, declarou Bruno.
Bruno Fontes 
Fontes já competiu em Miami por três vezes e sempre conquistou excelentes resultados. Em 2010 e 2011 o catarinense alcançou a quinta colocação geral e ano passado terminou o evento como vice-campeão. Acompanhado do técnico Bruno di Bernardi, o velejador espera repetir as boas atuações da última semana. “Consegui largar muito bem nas regatas do Brasileiro e espero que tenhamos boas condições em Miami. Gosto muito de competir por lá e das outras vezes consegui bons resultados. Espero fazer um bom campeonato”, encerrou.

Fonte SixComm

Vivendo Um Sonho


O que você faria para realizar um sonho? Abriria mão da estabilidade que um bom emprego pode te oferecer, deixando para trás amigos, família e o conforto de não correr o risco de tentar? Embora muitos digam que sim, a verdade é que poucos são aqueles que têm a coragem e o desapego de se lançar rumo ao desconhecido. Depois de se libertarem dos bens materiais e tornarem suas vidas mais leves, o atleta profissional de kitesurf, Gustavo Foerster e sua esposa Gisa de Paula, embarcaram para o Hawaii levando na bagagem muita disposição para fazer essa escolha valer a pena. E valeu!
Gisa de Paula e Gustavo Foerster / Foto Lima Jr.
Juntos mergulharam em um mar de descobertas e autoconhecimento, produziram diversas imagens, escreveram matérias e se preparam para lançar o filme dessa aventura que vai muito além das famosas ondas gigantes. Após algumas perdas e muitos ganhos, eles retornam ao Brasil com a missão de compartilhar essa experiência e de incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo, nunca desistirem dos seus sonhos.

A exposição de fotos desta viagem dos sonhos feita pelo kitesurfista Profissional Gustavo Foerster e sua esposa Gisa de Paula foi aberta oficialmente na noite de quinta-feira, 24 de janeiro, no Konibaa, em Fortaleza, CE. O lançamento da exposição contou com presença de grandes nomes do esporte cearense e nordestino que puderam conferir de perto toda essa experiência de buscar um sonho e abrir mão de tudo para realizá-lo. Para quem quiser prestigiar as fotos a exposição ficará aberto ao público para apreciação até o dia 28 de fevereiro.

Serviço:
Exposição vivendo um sonho por Gustavo Foerster
Local: Konibaa Temakeria - Rua: Júlio Abreu, 160 - Varjota  Fortaleza - CE, 60160-240
(85) 3267-2572

Por Lima Jr.

25 de janeiro de 2013

180° Skate, Music and Art

Dia 26 de Janeiro, sábado, será realizada a primeira edição brasileira do evento “180° Skate, Music and Art”, na Pista de São Bernardo do Campo - São Paulo.

O evento, que já ocorre em outros países, busca a difusão do skate, das artes e o intercâmbio entre atletas, onde é trabalhado amostra de artes (como o grafite), fotos, shows e um campeonato de skate, com atletas brasileiros e internacionais.
Tem duração de um dia e conta com best trick, campeonato e distribuição de brindes. Já confirmaram presença a banda Cosmonaugth (EUA) entre outras. Premiação: Uma passagem para Asuncion - PY, para ultima etapa de 2013 e vários outros brindes.

Por Marcos Bollmann

Catarinenses querem vitórias, em Garopaba

Os donos da casa querem vitórias no Rip Curl Grom Search, que começa no próximo sábado e termina domingo (26 e 27), na Praia da Ferrugem, em Garopaba/SC. O circuito exclusivo para atletas com até 16 anos de idade, reunirá as categorias  grommet (limite de 12 anos), iniciante (no máximo 14 anos), mirim e feminina (ambas até 16 anos) - sendo as duas últimas seletivas para a final internacional do Rip Curl Grom Search, na Austrália, em 2014.
Gustavo Ramos / Foto divulgação
Dono do título da iniciante no ano passado, Gustavo Ramos, 14 anos, chega determinado a garantir nova conquista na mirim. “Essa será uma competição bem disputada e estou preparado. Venho fazendo bons treinos, praticando novas manobras e vou para a Ferrugem na busca da vitória”, avisa o surfista de São Francisco do Sul, bicampeão catarinense infantil e também campeão do Circuito Paulista iniciantes no ano passado.

Outro destaque será Luan Garcia, também de 14 anos e atual campeão catarinense iniciante. “Este campeonato é muito irado. A competição tem um alto nível. Estou me dedicando e treinando forte, dentro e fora d’água e espero fazer uma boa apresentação”, comenta o atleta, também de São Francisco do Sul.
Desde que o evento se tornou Circuito, os catarinenses conquistaram três títulos. Além de Gustavo Ramos no ano passado, ergueram a taça, Giancarlo Zampieri, na categoria mirim, na edição inicial do novo formato, em 2004, e Gabriela Leite, na feminina, em 2007.

A competição será transmitida ao vivo pela internet, no hotsite www.br.ripcurl.com/?gromsearch2013. No total, o Circuito terá três etapas e os campeões da mirim e da feminina ganharão passagens aéreas para a Austrália, incluindo intercâmbio cultural completo, em parceria com a Study Way e a Escola Holmes Institute, realizado na época da final internacional do Rip Curl Grom Search,  junto com o  Rip Curl Pro Bells 2014. “Eles terão toda a estrutura e retaguarda para competirem na final do evento e ainda a possibilidade de conhecer um novo idioma, uma nova cultura”, afirma Fernando Gonzalez, do marketing da Rip Curl no Brasil.

Fonte Fecasurf 

Circuito reúne os ídolos do surf cearense

Depois de promover o primeiro desafio da nova geração em Pernambuco, o Circuito Club Social Surf agora vai reunir os ídolos que fizeram a história do esporte no Ceará. Nomes como Fábio Gouveia, Jojó de Olivença, Joca Junior, Fabio Silva, entre outros, competem no sábado e domingo na Praia do Futuro, em Fortaleza, no evento válido como primeira etapa do Circuito CBS Brasileiro de Surf Master 2013. O show da banda do ex-surfista da elite mundial, Teco Padaratz, e o campeonato de surfe noturno nas pranchas trazidas da Espanha equipadas com lâmpadas de LED, que lotaram a Praia de Maracaípe no último sábado à noite, também acontecerão na capital cearense.
Bruno Rodrigues / Foto Clemente Coutinho
O Circuito Club Social Surf abre a corrida pelos títulos nacionais nas quatro categorias da Confederação Brasileira de Surf (CBS) para os surfistas que já completaram 35 anos de idade. A principal é a Master, para os que têm 35 anos ou mais, depois vem a Grand Master (40 anos ou mais), Kahuna (45 anos ou mais) e a Grand Kahuna (50 anos ou mais).

O resultado em Fortaleza também é importante para definir a equipe que vai representar o Brasil no Mundial Master da ISA, que está programado para acontecer no Equador, entre os dias 6 e 14 de abril na Playa Montañita. As inscrições para o Circuito Club Social Surf ainda podem ser feitas até quinta-feira e o limite de participantes é de 32 competidores nas categorias Master e Grand Master, 24 na Kahuna e de no máximo 16 na Grand Kahuna.
Fábio Gouveia / Foto Nilton Santos/SuperSurf
A expectativa é de que todos os campeões brasileiros da CBS no ano passado estejam em Fortaleza para defenderem os seus títulos na Praia do Futuro. O número 1 da categoria Master no ranking 2012 foi o paraibano Saulo Carvalho. Na Grand Master, foram consagrados dois campeões, o catarinense Roni Ronaldo e o carioca Artur Gama. Na Kahuna, o melhor do ano foi o pernambucano Claudio Marroquim e na Grand Kahuna o catarinense Mickey Hoffmann.

Por João Carvalho

Herbert Moreno briga por vitória em Garopaba


De volta de uma temporada no Havaí, o paulista Herbert Moreno já tem um importante compromisso. No sábado e domingo (26 e 27), ele quer usar a vivência nas poderosas ondas havaianas, para fazer bonito na abertura do Rip Curl Grom Search, na Praia da Ferrugem, em Garopaba/SC. “Minha expectativa é dar meu melhor nesse campeonato. Já fui umas quatro vezes vice e agora quero ganhar”, avisa o atleta de 14 anos, que treinou muito em Off The Wall, aprimorando os tubos e ondas grandes, em grande companhia do top do WT, Gabriel Medina. Como são companheiros de equipe Rip Curl, ficaram na mesma casa e Herbert aproveitou para ampliar seus conhecimentos. “Foi bem legal, porque fiquei na casa da Rip Curl, em frente d Off The Wall, com todo o time. O que mais curti foi ter ficado com o Gabriel”, conta.
Herbert em tubos havaianos / Foto divulgação
O Rip Curl Grom Search terá as categorias grommet (limite de 12 anos), iniciante (no máximo 14 anos), mirim e feminina (ambas até 16 anos) - sendo as duas últimas seletivas para a final internacional do Rip Curl Grom Search, na Austrália, em 2014. Gabriel foi campeão mirim em 2009, representando o Brasil na Austrália no ano seguinte, para ser o único brasileiro campeão da final internacional, em Bells Beach.

Nesta primeira etapa, além das disputas no mar, uma atração estará na areia. Único brasileiro a vencer o Rip Curl Grom Search Internacional, na Austrália, Gabriel Medina acompanhará de perto as disputas, participando de sessão de autógrafos na praia e também da confraternização dos competidores à noite na pista de skate, ao lado da loja Sul Nativo, no centro de Garopaba. Além disso, o surfista atuará como comentarista na transmissão ao vivo pela internet, no site oficial da Rip Curl.

Por Norton Evaldt

Brandon Martins subindo na escala

A passagem de categorias no skate é um passo bastante importante na carreira de todos os atletas. Quem segue um planejamento na carreira, sabe a hora certa desta passagem. Exemplo ocorreu com o skatista curitibano Brandon Martins, 17 anos, que evolui a cada dia com um skate e mostra potência nas manobras e técnica apurada para se jogar em picos de grande impacto.
Com uma 3ª colocação no ranking geral da categoria Amador 2 no Circuito Paranaense de Skate Amador em 2012, Brandon passa neste ano de 2013 a competir na categoria Amador 1, onde pretende evoluir ainda mais com seus patrocinadores atuais - o site CampeonatosdeSkate e a Ultra Shock Skateshop. Para quem não conhece o skate "pesado" do Brandon, poderá conferir imagens no vídeo abaixo, produzido e editado pelo curitibano videomaker Bento Júnior.

Por Marcos Bollmann / Fotos Arquivo Pessoal

Rip Curl patrocina etapas do ASP na América do Sul


A Rip Curl, marca que patrocina o fenômeno Gabriel Medina e o bicampeão mundial Mick Fanning, entre outros, vai promover as primeiras etapas do ASP World Star na América do Sul este ano. A primeira delas foi o Rip Curl Girls Pro Punta Rocas Peru, que acontece no último final de semana, abrindo o calendário mundial feminino da temporada com um evento nível 3 estrelas em Punta Rocas, no Peru. A outra é o Rip Curl Pro Argentina, primeira prova masculina da ASP South America em 2013, também com nível 3 estrelas em Mar del Plata nos dias 29 de março a 2 de abril.
Santiago Muniz
"Com a retração do mercado brasileiro e a consequente redução dos investimentos em eventos de surfe aqui no Brasil, é extremamente bem vinda esta iniciativa da Rip Curl de fomentar o desenvolvimento de novos torneios do ASP World Tour em países como Peru e Argentina", destaca Roberto Perdigão, diretor regional da ASP South America. "É realmente bastante animador para a ASP South America ver novos eventos surgindo aqui em nossa região, trazidos pelas mãos de novos parceiros, como é o caso da empresa peruana Entertainment Producciones e da Argentina Proenter", enaltece Roberto Perdigão. "Sem dúvida alguma, são empresas com larga experiência em marketing esportivo e que certamente terão papel fundamental na ampliação do nosso calendário de eventos nos próximos anos".

O Rip Curl Pro Argentina marca o retorno do país vizinho ao calendário do Circuito Mundial da ASP depois de 12 anos desde o último evento realizado nas mesmas ondas de Mar del Plata em 2001. Com a saída do Hang Loose Pro Contest de Fernando de Noronha (PE) do calendário da ASP, esta etapa nível 3 estrelas da Argentina, nos dias 29 de março a 2 de abril, será o primeiro campeonato masculino organizado pela ASP South America na temporada 2013.

Francisco Morea, da Argentina Proenter, empresa de marketing esportivo que está organizando o Rip Curl Pro em Mar del Plata e trazendo o Circuito Mundial da ASP de volta para o seu país, fala sobre a expectativa pela realização do evento. "Estamos felizes e ansiosos, pois há muito tempo esperamos por um evento desta magnitude e importância em nosso país. Nosso primeiro e principal objetivo era recolocar a Argentina no calendário do Circuito Mundial da ASP. Agora, o planejamento é procurar crescer a cada ano em qualidade, premiação e infra-estrutura, para consolidar o evento no cenário internacional".

Francisco Morea também comentou sobre o atual momento do surfe argentino: "Sem dúvida alguma, a Argentina tem um enorme potencial esportivo e o surfe não é exceção. Nos últimos anos, temos visto um salto de qualidade no nível dos surfistas argentinos e um aumento considerável no número de jovens que começam a participar dos torneios da ASP pelo mundo. A indústria vem crescendo a passos firmes e empresas fora do segmento começam a apostar mais forte no surfe também. Outro fator fundamental é o apoio do Estado, que começa a participar mais ativamente no desenvolvimento do surfe na Argentina. Finalmente, para derrubar falsos mitos, na Argentina temos excelentes ondas esperando para serem surfadas por surfistas de todo o mundo. A tudo isso se acrescenta a beleza natural das nossas praias, as belas mulheres argentinas e a cultura e gastronomia nacional, fazendo com que o momento seja perfeito para um evento deste tipo".
Leandro Usuña
Finalizando, Francisco Morea comenta sobre a permanência da Argentina no Circuito Mundial da ASP para os próximos anos: "A Proenter trabalha há muitos anos com esportes mais populares, como o futebol, basquete, vôlei, rugby e automobilismo, entre outros. E em todas as modalidades, nosso objetivo sempre foi trabalhar a médio/longo prazo, buscando agregar valor ao esporte e crescer ao longo do tempo. Com o surfe também será assim. Nosso primeiro objetivo é produzir um evento que gere um impacto desejado e, em seguida, consolidarmos ele no calendário da ASP, buscando aumentar a qualidade do evento a cada ano. Como o desejo de cada surfista argentino é competir no WCT, a nossa meta para o futuro é organizar uma etapa do WCT na Argentina. Nós acreditamos que é possível e este é o primeiro passo".

Calendário Geral da ASP South America 2013:
Jan 18-20: Feminino 3-Star - Rip Curl Girls Pro em Punta Rocas, Punta Negra - PERU
Jan 24-26: Long 6-Star - Huanchaco Longboard Pro em Huanchaco, Trujillo - PERU
Mar 29-02: ASP 3-Star - Rip Curl Pro Argentina em Mar Del Plata - ARGENTINA
Mai 20-26: ASP Prime - Coca-Cola apresenta Quiksilver Saquarema Pro na Praia de Itaúna (RJ)
Jun 10-15: ASP 4-Star - Ilo Moquegua Pro em Ilo, Moquegua - PERU
Jun 17-22: ASP 3-Star - Maui and Sons Arica World Star em El Gringo, Arica - CHILE
Jul 12-14: Pro Junior 2-Star masc. e 1-Star fem. - Mormaii Pro Junior na Praia da Vila, Imbituba (SC) - BRASIL
Jul 19-21: Pro Junior 1-Star masc. e 6-Star fem. - Copa SAPET Lobitos Pro Junior em Lobitos, Piura - PERU
Jul 25-27: Pro Junior 6-Star masc. e fem. - Huanchaco Pro Junior em Huanchaco, Trujillo - PERU
Ago 16-18: Pro Junior 2-Star masc. e 1-Star fem. - São Chico Pro Junior na Prainha, São Francisco do Sul (SC) - BRASIL
Ago 23-25: Pro Junior a ser confirmado no Rio de Janeiro (RJ)
Ago 26-28: ASP 2-Star - Radical Wave Surf Eco Festival na Praia de Jaguaribe, Salvador (BA) - BRASIL
Ago 29-31: Pro Junior 3-Star masc. e 2-Star fem. Surf Eco Festival na Praia de Jaguaribe, Salvador (BA) - BRASIL
Out 21-27: ASP Prime - Santa Catarina Pro na Praia da Vila, Imbituba (SC) - BRASIL

Por João Carvalho / Fotos Daniel Smorigo / ASP

24 de janeiro de 2013

Bruno Fontes é vice-campeão Brasileiro

O catarinense Bruno Fontes encerrou sua participação no Brasileiro de Vela, disputado em Porto Alegre, no clube Veleiros do Sul, com o vice-campeonato da competição. Apenas dois pontos atrás do líder da competição Robert Scheidt, o velejador de Florianópolis estava na luta pelo título, mas por falta de ventos as provas não foram realizadas na quarta-feira (23). “É uma pena terminar dessa forma, mas nosso esporte tem dessas coisas. Estou feliz com a minha semana aqui, pois consegui velejar próximo do meus 100%. No entanto, quando se compete com um grande campeão como o Robert não se pode errar nunca. Na terça, eu cometi dois erros e contra ele qualquer descuido é fatal”, disse Bruno, parabenizando o campeão da competição.
Bruno Fontes
Durante os quarto primeiros dias, Bruno e Robert fizeram um duelo a parte pela ponta da competição. Até o terceiro dia, ambos estavam empatados, com três vitórias e três segundos lugares cada. Já na terça-feira (22), Robert conseguiu se encaixar melhor nas regatas e ficou dois pontos a frente de Bruno na classificação geral. Bruno Fontes retorna a Florianópolis nessa quinta-feira (24), mas já embarca no dia seguinte para Miami, onde disputa a semana de vela nos Estados Unidos. Atual vice-campeão da competição, Bruno, que ocupa a terceira colocação no ranking mundial, tentará mais um bom resultado. “A semana aqui no Brasileiro foi boa para aprimorar ainda mais a técnica. Estou bem fisicamente e minha meta é buscar mais um grande resultado nos EUA”, encerrou Bruno.

Fonte SixComm /Foto Ricardo Pedebos/Veleiros do Sul

Praião sedia o Barra de São João Bodyboarding Pro

Após as vitórias de Israel Eduardo e Maira Viana na etapa de abertura, realizada no último fim de semana em Grussaí, os melhores atletas de bodyboard retornam ao litoral norte do Rio de Janeiro para as disputas da segunda etapa do Circuito Estadual. Entre os dias 25 e 27 de janeiro, o Praião recebe cerca de 120 atletas para as disputas do São João da Barra Bodyboarding Pro, que oferecerá R$10.000,00.
Hellinton Loureiro venceu em 2012
Essa será a segunda vez que o Praião, em Barra de São João, recebe os melhores atletas profissionais do país para a disputa do circuito estadual. São esperados cerca de 120 atletas, divididos em 5 categorias; Profissional Masculino, Profissional Feminino, Open Masculino, Open Feminino e Sub 16,  vindos das principais cidades do estado do Rio e também de outros estados como Espírito Santo, São Paulo e Paraná. " O Circuito Estadual do Rio é o maior circuito do país trazendo a cada etapa centenas de atletas de outros estados. No ano passado fomos agraciados com altas ondas no Praião e esperamos que as condições se repitam esse ano", disse Flavio Brito, presidente da FEBBRJ.

Com o intuito de fortalecer o bodyboard na região, na sexta-feira, dia 25 de janeiro, será realizado uma seletiva para atletas locais. Os atletas moradores na região poderão competir em duas categorias -  a Sub 16 anos para atletas nascidos a partir de 1997 e categoria Open Masculino para atletas com idade livre -  A inscrição deve ser feita na Secretaria de Turismo de Barra de São João, até o dia 21 de janeiro em troca de 2kg de alimentos não perecível. "Existe atletas em potencial na região o que falta é motivá-los. Essa seletiva permitirá que eles compitam entre si e que os melhores de cada categoria ganhem vaga no evento estadual que se inicia no sábado." conclui Flavio Brito.

Em 2012, cerca de 90 atletas participaram da competição. Os vencedores foram Helliton Loureiro(Espírito Santo) Profissional Masculino, Talita de Oliveira(Barra de São João) Profissional Feminino, Ailton Neto (Campos dos Goytacazes), Open Masculino e Matheus Nogueira(Rio de Janeiro) Sub-16. Tirando Talita de Oliveira, atleta local, que por estar grávida não poderá competir, todos os outros atletas brigarão pelo bi campeonato no Praião esse ano.

Por Danilo Caboclo / Foto: Divulgação/FEBBRJ

Medina no Rip Curl Grom Search, em Garopaba


De volta às origens. Hoje, um dos destaques do World Tour (WT), a elite mundial profissional, com apenas 19 anos, o paulista Gabriel Medina prestigiará a abertura do Rip Curl Grom Search, nos dias 26 e 27, na Praia da Ferrugem, em Garopaba/SC. O fenômeno acompanhará as disputas, onde já foi campeão, se destacou e iniciou a sua trajetória vitoriosa. No sábado, ele participará de sessão de autógrafos na praia e também da confraternização dos competidores à noite, interagindo com os novos surfistas. Também atuará como comentarista na transmissão ao vivo pela internet, no site oficial da Rip Curl. “Esse é um campeonato que gosto muito, onde aprendi a competir. Além do mais, é um evento que incentiva a galera nova e realizado pelo meu patrocinador. Será muito legal participar”, afirma Gabriel Medina, na equipe Rip Curl desde os 15 anos de idade.
Gabriel Medina / Foto divulgação
O Circuito envolve talentos da nova geração, divididos nas categorias grommet (limite de 12 anos), iniciante (no máximo 14 anos), mirim e feminina (ambas até 16 anos) - sendo as duas últimas seletivas para a final internacional do Rip Curl Grom Search, na Austrália, em 2014. Gabriel foi campeão mirim em 2009, representando o Brasil na Austrália no ano seguinte, para ser o único brasileiro campeão da final internacional, em Bells Beach. “Conheço bem esse campeonato e, com certeza, é uma grande motivação para qualquer surfista que está começando. Sem dúvida, o Rip Curl Grom Search ajudou muito na minha carreira”, acrescenta o surfista, que terminou 2012 como o sétimo colocado no ranking do Word Tour e segundo no One World Ranking, além de ser top 10 no cobiçado Surfer Poll Awards, prêmio da revista norte-americana Surfer, atrás apenas de Kelly Slater, John John Florence e Dane Reynolds.

Além de conhecer de perto Gabriel Medina, os atletas terão à disposição duas ou três pranchas do surfista top do WT para surfarem. O Rip Curl Grom Search também terá como destaques as tradicionais gincanas na areia nos dois dias do evento; a degustação e distribuição de Açaí Frooty na praia; e a distribuição de brindes da Wizard, bem como cadastro para oferecer descontos especiais nas unidades de Santa Catarina. “Também teremos pipas Grom Search para a molecada brincar e o artista plástico Marcelo Macarrão fará pinturas personalizadas nas pranchas dos competidores. E, como sempre, o evento terá sua função social, com ações socioambientais, como a distribuição de mudas nativas e a arrecadação de alimentos na inscrição para a doação a uma instituição de caridade de Garopaba”, ressalta Fernando Gonzalez, do marketing da Rip Curl no Brasil.

Para participar do evento, as inscrições seguem abertas. A taxa é de R$ 60,00 e deve ser depositada na conta da Federação Catarinense de Surf (Fecasurf), no Banco do Brasil, agência 5201-9, conta 1300027-6. Cada atleta também deverá entregar, obrigatoriamente, um quilo de alimento não perecível (exceto sal e açúcar) no beach marshal, antes de disputar a primeira bateria no evento. Mais informações pelo telefone (48) 30251880, com Marília e/ou Fred.

Em sua 14ª edição consecutiva, o Rip Curl Grom Search, apresentado por Wizard, terá três etapas este ano. Depois de Garopaba, o Circuito terá disputas na Praia de Itaúna, em Saquarema/RJ, nos dias 23 e 24 de fevereiro, e na Praia do Tombo, em Guarujá/SP, nos dias 23 e 24 de março.

Fonte Rip Curl Grom Search

23 de janeiro de 2013

Nicoboco comemora 25 anos


A empresa genuinamente brasileira voltada para o segmento de surf, street e sportwear, completa 25 anos de mercado. O início das comemorações, que irão se estender por todo este ano, será em Gramado (RS). O Lançamento das coleções Outono Inverno será de terça (22) a sexta-feira (25), das 10h às 19h, na Fenim (Feira Nacional da Indústria da Moda), que acontece no Serra Park Centro de Feiras e Eventos. “Os lojistas e varejistas que adquirirem nossos produtos vão ganhar um caderno personalizado, junto com adesivos, entre outros brindes”, destaca o gerente de Marketing do grupo, Marcelo Meira.
Dando continuidade aos festejos da boda de prata na cidade gaúcha, na quinta-feira (24), a partir das 20h, a Nicoboco prepara uma mega festa, no Bill Bar (avenida das Hortênsias, 3617). A noite vai contar com a presença da banda Overcast Live e dos DJs Beto Krass e Greg. Haverá ainda sorteio de bonés e camisetas femininas e masculinas. Para participar, as mulheres pagam R$ 15 e os homens R$ 20. “Esperamos um grande público, nesta que já é uma casa tradicional para a Nicoboco”, diz Meira, referindo-se que em todas as participações da Nicoboco na Fenim, a empresa fecha a casa noturna para comemorar a aceitação de seus produtos ao lado de seus clientes.

Serviço:
Fenim Outono Inverno 2013
Participação: Nicoboco, Nica e Occy
Data: 22 a 25 de janeiro
Horário: 10h às 19h
Local: Serra Park Centro de Feiras e Eventos (Viação Férrea, 100, Três Pinheiros, Gramado/RS)

Festa 25 anos Nicoboco
Data: 24 de janeiro
Horário: a partir das 20h
Local: Bill Bar (avenida das Hortênsias, 3617, Gramado/RS)
Bilheteria: R$ 15 público feminino; R$ 20 público masculino
Informações: www.nicoboco.com.br

Por Emanuelle Oliveira

Baianos esquiadores representam o Brasil na Europa


O que dois adolescentes nascidos em Salvador poderiam estar fazendo agora, em pleno verão brasileiro? No caso dos irmãos Esmeralda e Nathan Alborghetti, a resposta é: esquiando e representando o país em competições no exterior. E o mais curioso é que eles garantem que adoram quando as temperaturas estão próximas de zero grau. O período escolar na Itália, onde eles vivem, não está em recesso de férias como acontece nessa época no Brasil, mas mesmo assim os irmãos esquiadores conseguem conciliar as atividades e treinar intensamente para as competições infanto-juvenis, que começam esse mês e são realizadas até abril no hemisfério Norte.
Esmeralda e Nathan Alborghetti / Foto divulgação
Esmeralda tem 14 anos de idade e descobriu seu amor pela neve e seu talento para o esqui alpino muito cedo. Quando tinha pouco mais de seis anos, seus pais decidiram morar na Itália e tanto ela quanto o irmão Nathan, um ano mais novo, foram apresentados ao esporte. Desde então, nunca mais ficaram longe das pistas de esqui. “Eles se apaixonaram pela neve e pelo esporte logo no primeiro contato, até choravam para ir embora. E em pouco tempo pudemos observar o talento que eles tinham para descer as montanhas geladas. Nas primeiras competições já deixavam pra trás atletas que tinham mais experiência que eles, por isso, decidimos juntos que o esqui alpino seria mais que uma brincadeira”, comenta o pai dos esquiadores, Marco Alborghetti.

No inverno de 2010, Esmeralda – então com 12 anos, fez sua estreia em competições internacionais e logo garantiu resultados expressivos. Em 2011, reforçou seu excelente desempenho no esqui alpino e participou de provas muito disputadas por jovens esquiadores na Europa: Borrufa em Andorra, Bursa Uludag na Turquia, Topolino na Italia, Poka Loka na Slovênia e Lascara na França. Na ocasião, Esmeralda ganhou uma medalha de bronze no Trofeu Borrufa e uma medalha de prata no FIS Children CUP na Turquia.

Assim como a irmã, Nathan também demonstrou forte talento para o esporte ainda pequeno e aos sete anos fez sua estreia em competições locais. Em constante e intensa evolução, o atleta baiano registrou ótimos resultados no último inverno na Europa: ganhou duas medalhas de bronze nas competições de Super G (prova de extrema velocidade) e Super Combinado (prova que exige muita velocidade e técnica) durante o Trofeu Borrufa 2012, em Andorra.

Considerado um dos mais importantes eventos do circuito mundial para a categoria infanto-juvenil, o Trofeo Borrufa reúne cerca de 300 atletas de 11 a 14 anos de mais de 30 países. Esse ano, o evento será realizado entre os dias 28 e 31 de janeiro e os irmãos Alborghetti estarão presentes. No mês de março, Nathan e Esmeralda representarão o Brasil em outras duas competições: O Trofeo Topolino Sci, em Folgaria e o Pinocchio em Abetone, ambos na Itália.

Por Michele Barcena