.

.

30 de abril de 2011

Começou a Regata de Veleiros Clássicos de Angra

Veleiros Clássicos colorem as belas águas de Angra dos Reis

A primeira Regata de Veleiros Clássicos de Angra dos Reis, começou neste sábado 30 de abril, no Resort Novo Frade, com boas condições para os belos veleiros que desfilaram todo seu charme nas águas cristalinas de Angra. O sol apareceu, o vento soprou com cerca de sete a dez nos, velocidade considerada boa para esta região, e as condições foram consideradas boas. Como explica Pedro Paulo Petersen, arbitro geral da regata.

" As condições encontradas aqui hoje são consideradas boas para Angra dos Reis. O ideal seria termos no mínimo vinte nos de vento. Em contrapartida, dessa forma os velejadores que tem mais técnica acabam se sobressaindo", analisa.
E técnica não faltou para os vencedores. O fita azul ( primeiro barco a cruzar a linha de chegada ) do dia foi o sempre competitivo Orion, do medalhista olímpico Kiko Pelicano. Em segundo ficou o Marga de Lars Grael, seguido por seu irmao Torben com o Lady Lou. Na quarta posição ( resultados inter categorias), veio o Susy Dear que tinha como comandante Gastão Brun, que também e velejador olímpico.

Apesar de os primeiros colocados não serem da mesma categoria, ate o meio da regata não havia um vencedor em potencial, uma vez que todos os quatro se revezaram na ponta. Entre os que conseguiram fazer uma boa regata e emplacou a primeira colocação esta o Dalia, comandando pela comandante Silvana Campello. O barco, um belo exemplar de uma escuna de pesca, pesa cerca de trinta toneladas com os tanques cheios, e precisou de bastante técnica para manobrar e assumir a liderança.

“ A Dalia e um barco pesado e precisamos saber lidar com as nuances do vento para conseguirmos ter um bom desempenho. Somos um barco de travessias oceânicas, e não temos preocupação com nosso peso”, disse Silvana.
Segundo as previsões, amanha o cenário será bem parecido, com ventos moderados, sol e mais um desfile de belos barcos. Fora da água a expectativa e para mais um dia de confraternização, água salgada e muitas velas içadas.

A Primeira Regata de Veleiros Clássicos de Angra dos Reis conta com o patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer; patrocínio institucional Prefeitura Municipal de Angra dos Reis TurisAngra; co patrocinio Servier e Band Sports; apoios: Sax Magazine, Revista Velejar, MPB FM, Tag Heuer, La Roche Posay; produção e organização Media Mundi e Feverj ( Federação de Vela do Estado do Rio de Janeiro).

Cronograma
Ssexta-feira -  29/04
-Coquetel de abertura do evento.
Sábado -  30/04
- Reunião dos Comandantes (11h)
- Primeira Regata (13h)
- Almoço de Confraternização (15h30)
- Reunião da ABVC (20h00)
Domingo -  01/05
- Reunião dos comandantes (11h)
- Segunda Regata (13h)
- Almoço seguido da premiação (15h30)

Por Gerson Filho / Fotos Marcos Teixeira

Campeão Brasileiro, Jean da Silva, vence o Rio Surf Pro 2011

O atual campeão brasileiro de surf venceu neste sábado o  “Arnette e Mate Leão Apresenta: Rio Surf Pro 2011” nas ondas do Recreio dos Bandeirantes. O surfista catarinense e atual campeão brasileiro de surf Jean da Silva, de 25 anos levou o título do “Arnette e Mate Leão Apresenta: Rio Surf Pro 2011” neste sábado de boas ondas de um metro no Canto do Recreio dos Bandeirantes, que contou com a presença de surfistas de nove estados do Brasil.
Pódio do Arnette e Mate Leão Rio Surf Pro 2011 / Foto Pedro Monteiro / Adding
Mesmo passando praticamente todas as baterias em segundo lugar o surfista natural de Joinville (SC) venceu o paraibano Jano Belo segundo colocado, o potiguar Danilo Costa ficou em terceiro deixando em quarto lugar o atual campeão carioca Igor Moraes. Destaque em toda competição o baiano Bruno Galini foi derrotado nas semi final pelos surfistas Jano Belo e Danilo Costa. Mesmo fazendo otimas linhas e variando bastante suas manobras o surfista de Ilheus não segurou as batidas de Danilo Costa e terminou a bateria em terceiro lugar.

O Surfista da nova geração Ian Gouveia de 18 anos foi outro destaque do evento. Surfando muito bem as ondas do Recreio, Ian parou na semifinal perdendo somente para o atual campeão carioca Igor Moraes e para o campeão da etapa Jean da Silva. Jean da Silva está morando a mais de um ano no Rio e se sente bastante adptado já que conquistou ano passado nas ondas da Barra da Tijuca o título do Brasil Surf Pro.
Jano Belo mantém a liderança / Foto Pedro Monteiro / Adding
“Minha escolha em morar na cidade foi por causa da minha namorada e vejo que isso só tem me dado alegrias, viajo muito e resolvi vir morar aqui e essa é a minha primeira final no carioca pro. Estou muito feliz com esse resultado” disse Jean. O lider do circuito estadual do Rio de Janeiro apois a segunda etapa é o paraibano Jano Belo que está residindo na cidade a mais de dois anos. Filho de pai cearense e mãe carioca o lider ficou feliz com a segunda colocação. “Meu pai conheceu minha mãe na paraiba e tive a felicidade de nascer lá na paraiba, mas agora tenho curtido bastante o Rio, terra natal da minha mãe e estou feliz por liderar o ranking carioca” disse Jano Belo.

Proteção da Vegetação
Dando continuidade ao projeto de cercamento da vegetação costeira da cidade do do Rio de Janeiro, a federação de surf do estado e a associação do Canto colocarão 70 toras de madeira de reflorestamento para proteger a restinga e mais 450 metros de arame para fortificar essa limitação. “Já são 11 anos do começo da nossa preocupação com a restinga. Lançamos esse projeto durante o “Pontal Eco Classic” no ano de 2000, junto com o Recreio Surf Clube e fizemos o primeiro canteiro de proteção da vegetação costeira!”, disse Abílio Fernandes Presidente da FESERJ.”

Válido pela segunda etapa do circuito do estado, o Arnette e Mate Leão Apresenta: Rio Surf Pro 2011 – evento especial de nível 3 A do Circuito Brasileiro Profissional, distribuiu R$ 30 mil de prêmios, sendo R$ 8 mil para o campeão da etapa. Essa etapa teve o patrocínio da Arnette e Matte Leão, com apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. A realização é da Adding Eventos e da Feserj, com apoio da Associação de Surf do Canto do Recreio e Recreio Surf Clube.

Por Pedro Monteiro

29 de abril de 2011

Começa o Rio Surf Pro 2011

Início do Arnette e Mate Leão Rio Surf Pro 2011 é marcado com show de manobras nas ondas do Recreio dos Bandeirantes

Começou nesta sexta-feira a disputa pelo título de campeão do “Arnette e Mate Leão Apresenta: Rio Surf Pro 2011”. Com boas ondas de meio metro a praia do canto do Recreio dos Bandeirantes recebeu os melhores surfistas de nove estados do Brasil na briga por preciosos pontos.
Daniel Munhoz / Pedro Monteiro
O surfista de maior destaque do dia foi Bruno Galini. Atleta natural da Bahia e atual campeão nordestino, Galini fez a maior nota da terceira bateria do dia. Em uma boa onda para a direita, próxima da pedra do Pontal, o surfista fez uma ótima rasgada, na sequência um belo floter e mandou um aéreo alto com as duas mãos na borda.

Focado na bateria o surfista de ilhéus somou mais 6,67 e venceu os surfistas Thiago Vilar e Guiliano Arreyes, ambos representantes do estado do Rio, que ficaram com a segunda e a terceira colocação respectivamente. “Meu foco esse ano é ser campeão brasileiro e vim para esse evento para melhorar meu potencial e mostrar que posso ganhar o Brasil Surf Pro. Venho fazendo um bom trabalho com meu shaper Joca Secco e essa etapa está sendo muito boa para testar novos equipamentos durante uma competição” disse o terceiro melhor surfista do brasil Bruno Galini.

Outra boa apresentação foi a do atleta da nova geração carioca Daniel Munhoz que, venceu a décima quarta bateria da primeira fase. Munhoz, surfista local do Canto do Recreio venceu nada menos que o campeão brasileiro Jean da Silva. Com apenas 17 anos, o surfista junior vem apostando todas as forças nas ondas em que treina todo dia. ”Competir no Canto é perfeito. Todo dia surfo aqui e sabia que essas direitas funcionariam na minha bateria que tinha o atual campeão brasileiro.”, disse Daniel esbanjando felicidade. “O Jean é o melhor surfista do Brasil. Tenho muito orgulho do que fiz agora e vou guardar na lembrança, por toda vida, essa vitoria.”, completou.
Bruno Galini / Foto Pedro Monteiro
As disputas recomeçam neste sábado, dia 30 de abril, às 8 da manhã, com os seis confrontos finais da segunda fase. E ainda no sábado, a sequência de baterias segue até a grande final que está prevista para acontecer por volta das 14 horas.

Proteção da Vegetação
Dando continuidade ao projeto de cercamento da vegetação costeira da cidade do do Rio de Janeiro, a federação de surf do estado e a associação do Canto colocarão 70 toras de madeira de reflorestamento para proteger a restinga e mais 450 metros de arame para fortificar essa limitação. “Já são 11 anos do começo da nossa preocupação com a restinga. Lançamos esse projeto durante o “Pontal Eco Classic” no ano de 2000, junto com o Recreio Surf Clube e fizemos o primeiro canteiro de proteção da vegetação costeira!”, disse Abílio Fernandes Presidente da FESERJ.”

Válido como a segunda etapa do circuito do estado, o Arnette e Mate Leão Apresenta: Rio Surf Pro 2011 - evento especial de nível 3 A do Circuito Brasileiro Profissional - é uma corrida que oferece 1000 pontos no ranking Brasil Tour ao vencedor e R$ 30 mil de prêmios, sendo R$ 8 mil para o campeão da etapa.

Essa etapa tem o patrocínio da Arnette e Matte Leão, com apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. A realização é da Adding Eventos e da Feserj, com apoio da Associação de Surf do Canto do Recreio e Recreio Surf Clube.

Por Pedro Monteiro

Ubatuba recebe a 1ª etapa do Maresia Paulista Surf Pro 2011

Etapa de abertura do circuito que definirá o campeão estadual profissional acontece entre 15 e 17 de maio, na praia de Itamambuca. Segunda e terceira etapas ocorrem no Guarujá e em Maresias

São Paulo (SP) - A edição 2011 do Maresia Paulista de Surf Pro, o circuito profissional de São Paulo, terá a etapa de abertura realizada entre 15 e 17 de maio, na praia de Itamambuca, em Ubatuba (SP). Este é o oitavo ano consecutivo que a marca de moda surfe genuinamente brasileira se une à Federação Paulista de Surf (FPS) na organização de uma das principais competições da modalidade no País.

A novidade este ano é a inversão da ordem das etapas. A primeira será em Ubatuba, a segunda no Guarujá (9 a 11/09) e a terceira na praia de Maresias (25 a 27/11). Nas últimas temporadas, o circuito foi aberto na praia das Pitangueiras, depois passou por São Sebastião e teve o encerramento em Itamambuca. "Essa troca foi feita para privilegiar os critérios técnicos" justificou Silvio da Silva, o Silvério, presidente da FPS.
Adriano Costa Lima, um dos sócios da Maresia, disse que a marca faz questão de estar presente no Circuito Paulista, pois se trata de um campeonato sério, muito bem organizado e referência entre as competições realizadas no Brasil. "Nossa marca entende que deve estar sempre associada aos grandes eventos nacionais do surfe. Além do mais, faz parte do DNA da Maresia estar dentro d’água", lembrou o executivo.

O Maresia Paulista de Surf Pro 2011, que é aberto também a surfistas de outros estados e coloca o campeão no Brasil Tour (elite do surfe nacional), terá premiação total superior a R$ 100 mil. A cada etapa serão R$ 30 mil e mais R$ 1 mil para o vencedor da Overboard Expression Session. O campeão paulista, por sua vez, receberá da Tent Beach uma motocicleta 0Km e o primeiro colocado do circuito ganhará da Nias Tour uma viagem (passagem aérea e hospedagem) para El Salvador.

O público que acompanhar o evento na praia ou pela transmissão ao vivo pela Internet nos sites www.maresia.com.br e www.fpsurf.com.br também será premiado a cada etapa com duas pranchas oferecidas pela marca Wave Star, produzidas pelo renomado shaper Reco. "Essa interatividade é importante para estarmos mais próximo de quem gosta do surfe", afirmou Simoni Guedes, gerente de Marketing da Maresia.

Inscrições - As inscrições para a etapa de abertura do Maresia Paulista de Surf estão abertas para surfistas profissionais de São Paulo e também de outros estados - amadores podem garantir presença a partir de 5 de maio. Elas devem ser feitas pelo e-mail fps@fpsurf.com.br e pagas no local do evento. Ao todo, foram disponibilizadas pela FPS 128 vagas.

O prazo final para a inscrição é no dia 9 de maio. O competidor que se inscrever e não comparecer ao evento terá o seu nome enviado para a Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp) e será impedido de competir em qualquer outro torneio até o pagamento da taxa de participação no estadual.

A primeira etapa do Maresia Paulista de Surf Pro tem o patrocínio exclusivo da Maresia, tendo como parceiros as redes de lojas Overboard e Tent Beach, a agência de viagens Nias Tour e a marca de pranchas Wave Star.

O apoio é da Federação Paulista de Surf, Governo do Estado de São Paulo - junto a Secretária da Juventude, Esporte e Lazer -, Sun Rocha, Ilha do Mel Surf Shop, Zona Neutra, Akaloko, Prefeitura de Ubatuba e Associação Ubatuba de Surf.

Por Roberto Pierantoni

Ritmo acelerado para o mundial de surf em Xangri-lá

Competição será realizada do dia 3 ao dia 8 de maio

Segue intensa a preparação da cidade de Xangri-lá (RS) para receber uma etapa do circuito Mundial de Surf (WST – antigo WQS), o SuperSurf Internacional 2011, que oferece de premiação U$ 120.000 (cento e vinte mil dólares), além de 2.000 pontos para o ranking do certame. A competição de Atlântida é qualificada como cinco estrelas, e será disputada de 03 a 08 de maio, junto a Plataforma. O surfista melhor colocado no final das etapas garantirá um carro zero quilômetro.
São esperados 128 atletas de diversos países. Surfistas dos Estados Unidos, França, Portugal, Argentina, Chile, Uruguai, além do time “brazuca” já estão confirmados nas disputas. O Rio Grande do Sul estará representado por Rodrigo “Pedra” Dornelles, Daison Pereira, Stefano Dornelles, Robson Gobbato, Renan Borba, Felipe Kita Martins, Pedro Gross, e Jeferson Comarú.

O circuito SuperSurf Internacional do ano passado foi vencido no final de quatro etapas pelo paranaense Caetano Vargas, que de quebra levou para casa um Peugeot zero quilômetro. O último gaúcho a faturar uma etapa do SuperSurf foi o torrense Daison Pereira, que em 2009 venceu a etapa de Stella Maris, na Bahia.
Desde 2004 o Rio Grande do Sul não recebia uma competição internacional de surf. Este ano a realização foi possível graças a um amplo somatório de forças entre a Prefeitura de Xangri-lá e a Federação Gaúcha de Surf (FGSurf) buscando promover o esporte de alto rendimento em águas gaúchas.

Além de surf de alta qualidade, o SuperSurf será um grande festival, que contará inclusive com uma exposição de obras de arte com a temática do esporte, a Alma do Mar – SuperSurf 2011. Haverá pinturas de pranchas e telas ao vivo, além do sorteio de uma obra de arte da artista plástica Rosa Fonseca.

Os profissionais da Imprensa deverão solicitar o seu credenciamento para poder ter acesso as áreas restritas e aos atletas. Este credenciamento seguirá as normas da ASP South America. Os interessados devem enviar um e-mail com os nomes dos profissionais e os dados do veículo para imprensafgsurf@gmail.com.
Jeferson Comaru
A competição é válida como etapa da divisão de acesso do Circuito Mundial de Surf (WT). O SuperSurf Internacional, que é válido pelo World Star Tour (WST – antigo WQS), é realizada pela Editora Abril, com a chancela da Association of Surfing Professionals (ASP) South America. A realização da primeira etapa de 2011 conta com o apoio da Federação Gaúcha de Surf e da Prefeitura Municipal de Xangri-lá.

Por Gabriel de Mello / Fotos Marcelo Nitschke 

Freesurf de Adriano de Souza

Durante a janela de espera do Rip Curl Pro Bell's Beach, os colaboradores do Innersport na Austrália  - repórter Alexandre Picollo, o fotógrafo Aires Nicolay e o filmaker Jader Carrijo - acompanharam o atleta brasileiro Adriano de Souza, durante alguns dias em suas "sessions" de freesurf nas praias de Johanna, Winkipop e Bell's, na costa australiana. 
Foto Aires Nicolay
Adriano está em 4º lugar no ranking da ASP, o objetivo de ficar entre os cinco foi alcançado e o sonho de ser o primeiro campeão mundial brasileiro está perto de se tornar realidade. Para isso, Adriano tem investido bastante em "trips" para Indonésia, Mentawaii e outros picos com ondas de qualidade, onde ele pode por a prova todo o potencial do seu surf. 

Muito bem preparado para o evento e treinando forte, "Minero" mostrou porque está na elite do surf mundial. Terceiro colocado no Rip Curl Pro, após vencer ninguém menos que o decacampeão Kelly Slater. Agora, o Brasil está na torcida, para que ele repita a mesma atuação que mostrou na Austrália, só, que desta vez, de preferência, com o pódio, no Billabong Pro Rio, que começa no dia 11 de maio. 

Confira no vídeo abaixo um pouco do surf de Adriano de Souza na Austrália: 
.
(imagens Jader Carrijo - Aires Nicolay / Storm Productions )

28 de abril de 2011

Etapa Pro do Rio será disputada em dois dias

Evento programado para o Recreio dos Bandeirantes acontece na sexta-feira e no sábado, dias 29 e 30 de abril

A Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro vem informar que a segunda etapa do Circuito Estadual de Surfe Profissional 2011, programada para o próximo final de semana, terá dois dias de duração. Pelas condições previstas para os próximos dias, a opção será por realizar o evento na sexta-feira e no sábado, dias 29 e 30 de abril, cancelando as ações no domingo, dia 1 de maio.
Os motivos foram três: O número de atletas inscritos, a previsão de condições fracas no domingo, além de questões internas da produção. "Optamos por manter a premiação e realizar o evento mesmo sem todas as cotas vendidas. É um investimento. Agora temos que ter bom senso", comentou Pedro Falcão, gerente de eventos da Feserj, que realiza o Rio Surf Pro em parceria com a Adding Sports.

A disputa começa na sexta-feira, dia 29 de abril, às 8 da manhã, com os 16 confrontos da primeira fase, quando estréiam os atletas de fora do Rio de Janeiro e amadores. Ainda, na sexta, na sequência, acentram na água os Tops do Rio de Janeiro, já no segundo round da disputa.

No sábado, dia 30 de abril, acontecem as fases decisivas, com previsão de término às 15 horas. O Circuito Rio Surf Pro é apresentado pelo Matte Leão e Arnette. O apoio institucional é da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Governo do Estado do Rio de Janeiro. O apoio de midia é da Revista Surfar. A realização é da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro e Adding Sports, com a parceria da Associação de Surf do Canto do Recreio e Recreio Surf Clube.

Por Pedro Monteiro

Danilo Couto confiante no Billabong XXL Global Big Wave

Principal premiação do mundo destacando os melhores do ano em ondas grandes, o Billabong XXL Global Big Wave Awards terá seus vencedores em solenidade na noite desta sexta-feira (29), no Anaheim Teatro, na Califórnia (EUA). Entre os finalistas, o brasileiro Danilo Couto, de 36 anos, concorrendo a nada menos que três categorias (feito inédito para o surf brasileiro), incluindo a principal, “Ride of the Year”, a Onda do Ano.
Crédito: Tracy Kraft
O baiano radicado no Havaí também é finalista na "Monster Paddle" (Maior Onda na Remada) e "Best Performance" (Melhor Performance na Temporada), todas com a onda surfada – na remada – em Jaws, de cerca de 60 pés, considerada a maior onda surfada com êxito no emblemático pico havaiano na temporada 2010/11.

Ansioso pelo resultado, Danilo acredita no inédito título para o Brasil. “Estou muito confiante. Acho que dessa vez vai. Fiz algo novo, radical, na onda mais sinistra e pesada de todas”, ressalta o surfista da equipe O’Neill e que tem apoios de HB Sunglasses, Rhyno Foam, Pranchas RM e Hotstick. “E do shaper Jorge Vicente, como o mestre que fez a prancha mágica 10’6, que usei naquela onda”, elogia Couto.

Esta é a quinta vez que Danilo Couto representa o Brasil no principal prêmio em ondas grandes do Mundo. Em 2004, concorreu na categoria maior onda (Jaws). No ano seguinte, tubo do ano (Jaws, primeiro tubo surfado com êxito de backside). Em 2007 disputou na categoria Melhor Performance (entre outras atuações, um tubo histórico em Pipeline, remada em Jaws, e surfou o swell gigante em Puerto Escondido, México). Já na temporada passada foi novamente finalista na categoria Maior Onda (Jaws).

A cerimônia de premiação terá transmissão ao vivo, a partir das 23h30 (HB) pelo site oficial www.billabongxxl.com. No mesmo endereço é possível acompanhar a filmagem da onda de Danilo em Jaws – acesse: www.billabongxxl.com/roty_nom/index_2.html.

Por Fábio Maradei

Brasileiros estão prontos para o Billabong Rio Pro

Três atletas estão entre os Top 10 do ranking masculino e podem entrar na briga pelo mundial de surfe após a etapa carioca. No feminino, Silvana Lima também está na disputa

O Billabong Rio Pro, terceira etapa do Circuito Mundial de Surf, que acontece de 11 a 22 de maio, do Rio de Janeiro, pode marcar o melhor início de temporada para surfistas brasileiros e ser um divisor de águas para três atletas: Adriano de Souza (Mineirinho), Jadson André e Alejo Muniz. Após o terceiro lugar conquistado na etapa de Bells Beach, na Austrália, Mineirinho entrou no grupo dos quatro melhores e tem chances reais de chegar ao título mundial em 2011. A etapa carioca do ASP World Tour, realizada na Praia da Barra da Tijuca, será a principal atração do Verão Sem Fim, evento organizado pela GEO eventos. O campeonato mundial de surfe distribuirá 10 mil pontos para o campeão, e no momento Adriano precisa de metade desta pontuação para alcançar o norte-americano Kelly Slater, atual líder da corrida pelo título.
Crédito ASP
Logo após subir ao pódio em Bells, Mineirinho mandou um recado para a torcida brasileira através de seu twitter:“Obrigado a todos que estavam na torcida. Mais uma vez fiquei super feliz com o resultado, principalmente por voltar ao Top 5. Agora é Brasil!”, disse o surfista que já ganhou dois títulos em ondas cariocas, como amador e profissional.

Se conquistarem a etapa brasileira, o potiguar Jadson André e o argentino naturalizado brasileiro Alejo Muniz, que estão empatados na nona colocação, estarão garantidos entre os 32 mais bem colocados no ranking mundial e terão tranquilidade para as próximas etapas. Isso seria o suficiente para boa parte dos atletas que lutam para continuar na elite após o corte que acontece na sexta etapa, entretanto com o título do Billabong Rio Pro Jadson e Alejo poderão sonhar mais alto, pois também entrarão na briga pelo troféu de campeão mundial. O potiguar venceu a etapa brasileira em 2010, ano em que estreou no Circuito, vencendo na final ninguém menos do que o mito do esporte, Kelly Slater.
Heitor Alves / Foto Daniel Smorigo
Outros brasileiros também estarão na disputa. O cearense Heitor Alves e o Saquaremense Raoni Monteiro não começaram bem a temporada e precisam de um bom resultado no Billabong Rio Pro para se reabilitarem. Heitor terminou as duas etapas australianas, em Snapper Rocks e Bells Beach, na décima terceira colocação. Não chega a ser um mau começo, mas ele precisará de mais se quiser manter-se na elite após o corte. Já Raoni Monteiro parece ainda não ter voltado ao ritmo da elite. A etapa brasileira poderá ser sua verdadeira estreia no Tour, já que até agora ele ainda não conseguiu passar nenhuma bateria. Potencial e conhecimento das ondas cariocas ele tem de sobra.

Quem já sentiu o prazer de vencer no Rio foi Teco Padaratz, um dos responsáveis pela etapa brasileira do WT. Vice-campeão em 1990, Teco nem precisou entrar na água para comemorar o título diante de um público de mais de dez mil pessoas. Seu adversário, o havaiano Sunny Garcia torceu o joelho na última onda da semifinal e não teve condições de competir.

“Foi uma vitória muito inusitada, com essa história de eu não precisar disputar a final, mas eu ia fazer a mala dele de qualquer forma. Agora, 20 anos depois, estamos levando o campeonato de volta para o Rio. Isso é muito legal”, disse Teco.

SILVANA LIMA EM BUSCA DA PRIMEIRA VITÓRIA
Na etapa feminina, a temporada começou com a nova geração dando as cartas. Nas duas primeiras etapas a havaiana Carissa Moore e a australiana Sally Fitzgibbons desbancaram a tetracampeã mundial Stephanie Gilmore. O Tour 2011 começou muito bom também para a brasileira Silvana Lima, que mais uma vez figura entre as quatro melhores do mundo. Na primeira etapa, a cearense ficou na quinta colocação e, na segunda, conquistou o terceiro lugar.

O Billabong Girls Rio Pro pode marcar a primeira vitória de Silvana no Tour 2011, pois a surfista conhece como poucos as ondas cariocas, já que residiu na cidade por muitos anos. Se vencer a etapa Silvana poderá chegar a liderança do ranking. Desde 2006 na elite Silvana vem repetindo boas atuações e marcando seu lugar entre as quatro melhores há quatro temporadas.

Além de Silvana, a catarinense Jacqueline Silva, vice-campeã mundial em 2002, também estava classificada para disputar o Tour feminino em 2011, mas após um acidente de carro, sofrido na segunda etapa, em Bells, a surfista terá que ficar fora das competições por cerca de dois meses.

Ranking masculino após duas etapas 
1 Kelly Slater EUA 15200 pontos
2 Joel Parkinson AUS 14000
3 Jordy Smith ZAF 13000
4 Adriano De Souza BRA 10500
4 Tiago Pires PRT 10500
6 Mick Fanning AUS 9750
7 Taj Burrow AUS 8500
8 Michel Bourez PYF 8000
9 Alejo Muniz BRA 6950
9 Jadson André BRA 6950
9 Matt Wilkinson AUS 6950
9 Owen Wright AUS 6950
13 Brett Simpson EUA 5700
13 Chris Davidson AUS 5700
13 Dusty Payne HAW 5700
16 Adrian Buchan AUS 4500
16 Bede Durbidge AUS 4500
16 C.J. Hobgood EUA 4500
19 Adam Melling AUS 3500
19 Heitor Alves BRA 3500
19 Josh KerrA US 3500
22 Bobby Martinez EUA 2250
22 Cory Lopez EUA 2250
22 Damien Hobgood EUA 2250
22 Daniel Ross AUS 2250
22 Fredrick Patacchia HAW 2250
22 Gabe Kling EUA 2250
22 Jeremy Flores FRA 2250
22 Julian Wilson AUS 2250
22 Kai Otton AUS 2250
22 Kieren Perrow AUS 2250
22 Patrick Gudauskas EUA 2250
33 Dane Reynolds EUA 1000
33 Raoni Monteiro BRA 1000
33 Taylor Knox EUA 1000

Ranking feminino após duas etapas
1 Carissa Moore HAW 18000 pontos
2 Sally Fitzgibbons AUS 16500
3 Tyler Wright AUS 13200
4 Stephanie Gilmore AUS 11700
4 Silvana Lima BRA 11700
6 Coco Ho HAW 10400
7 Chelsea Hedges AUS 9200
7 Sofia Mulanovich PER 9200
7 Courtney Conlogue EUA 9200
10 Laura Enever AUS 8250
11 Pauline Ado FRA 8000
12 Jessi Miley-Dyer AUS 5750
12 Jacqueline Silva BRA 5750
14 Melanie Bartels HAW 4000
15 Rebecca Woods AUS 3500
15 Alana Blanchard HAW 3500
15 Paige Hareb NZL 3500
18 Claire Bevilacqua AUS 1750

Por Media Guide

Bintang realiza o “The Roots Surfing Festival”

A Bintang - em parceria com a Vans - traz o “The Roots Surfing Festival”, que acontecerá nos dias 30 de abril e 01 de maio, na praia mais charmosa do Rio: Joatinga. Esse é um campeonato que terá como base os valores da amizade e a confraternização, onde, na verdade, o clima de disputa será deixado de lado.

O que vai valer nesse festival, é a energia de uma galera que ama o esporte e o viver bem, valores do tempo romântico do esporte. O Roots Surfing Festival envolve infraestrutura para tornar esse lugar ainda mais aconchegante e ingredientes que somam na construção da memória e da essência do soul surf. Entre os convidados, teremos nomes lendários da cena do surfe de várias gerações, que surfarão as esquerdas tubulares da Joatinga no melhor estilo 'old school' com pranchas retrôs modelo “Fish”.
Em sistema de pontos corridos, não haverá “confronto direto”, e sim um surf solto e alegre dentro d’agua. Os que estiverem mais a vontade e pegarem as melhores ondas no “flow” da Fish, recebem troféus, ganham Kit Bintang, Kit Vans, Relógios Nixon e “Free Pass” no Espaço Nirvana. Além disso, todos os convidados participarão de vários sorteios, que incluem pranchas Surftech, fim de semana na Pousada dos Gravatás, em Búzios, Skates Carver, dentre outros.

São 4 categorias: Legends, Bintang Family, Cool People Brothers e Cool People Sisters. Os convidados receberão convite formal em suas casas e também através de email, isentos de qualquer custo.

Por Marcela Pimenta

Coquetel abre o Smolder Surf Master

Amanhã, sexta-feira, dia 29, acontece o coquetel do Smolder Surf Masters, às 20 horas, na Praia do Futuro, na Pizza da Praia (Ceará Sport Adventure), em frente ao Complexo Crocobeach, assim como prazo para as últimas inscrições que ainda restam. Será um momento especial de confraternização entre diversos atletas de todo o Brasil. O sucesso nas inscrições está garantido e fortes emoções prometem aquecer o Smolder Surf Masters nas diversas categorias existentes.
Os atletas classificados ao término do Circuito Brasileiro Master de Surf serão os convocados para o Mundial Master da ISA e terão suas passagens pagas pela Confederação Brasileira de Surf (CBS).

As inscrições estão sendo realizadas até hoje (28), pelo site www.classicpromocoes.com/inscricao e amanhã (29), não terá mais pela internet, somente à noite no coquetel para as categorias que ainda restarem vagas. As categorias do Smolder Surf Masters são: Master (acima de 35 anos), Grand Master (acima de 40), Kahuna (acima de 45), Grand Kahuna (acima de 50).

O SMOLDER SURFMASTERS conta com o patrocínio da Smolder, apresentação da DropLine, o apoio do Reggae Club, Hotel Marbello Ariaú, Pousada Bello Mar Ariaú, Governo do Estado do Ceará através da Secretaria do Esporte, Prefeitura Municipal de Fortaleza, Confederação Brasileira de Surf, Associação de Surf Master do Ceará, Federação Cearense de Surf e tem a realização da Top 16 e Classic Promoções.

Por Ailton Júnior

"Drop Dead Origins", uma homenagem ao skate

“Nos próximos dias 07 e 08 de maio, diversas gerações do skate brasileiro estarão reunidos em Curitiba no evento que marca os 20 anos da Drop Dead”.

A Drop Dead completa nesta temporada 20 anos e para comemorar realiza um grande evento em Curitiba/PR, nos próximos dias 07 e 08 de maio, na tradicional Praça do Gaúcho (R: Trajano Reis, s/n). O “Drop Dead Origins”, que tem como lema música, arte, além de muito skate, vai reunir diferentes gerações do skate nacional, tanto a nova como a old school, em uma grande confraternização na “capital do carrinho”. Em resumo, será uma verdadeira celebração ao SKATE.
Além das disputas, o público poderá conferir apresentação com skatistas profissionais, entre eles, presença da equipe da Drop Dead, Marcelo Kosake, Léo Kakinho e os campeões mundiais Pedro Barros e Rodolfo Ramos. Para completar as atrações, terá a exibição inédita do documentário Supercharged, sobre o skatista Tim Brauch, que mostrou muito de sua arte em vida, show com a banda Garage Fuzz, que também comemora 20 anos, live.paint com o artista Sesper e uma exposição de shapes Drop Dead que faz um passeio pela história da marca. Ainda terá um campeonato de fingerboard, onde os vencedores vão ganhar skates exclusivos da Sprite.

Os atletas serão divididos em cinco categorias – Amador (livre), Master (30 a 34 anos), Grand Master (35 a 39 anos), Legend (40 a 44 anos) e Grand Legend (mais de 45 anos). As inscrições são limitadas e custam R$35,00. Podem ser feitas antecipadamente em Curitiba na Drop Dead Skate Park (R: Travessa da Lapa, 231, Centro) de terça a domingo, das 14h às 20hs. Para quem reside em outra cidade, elas poderão ser feitas através do e-mail ddskatepark@dropdead.com.br.

Nesta edição, serão distribuídos mais de R$10 mil reais em prêmios. Para completar, terá o HD Best Trick Pro, uma disputa diferente, em formato de jam session. A premiação de R$2.000,00 em dinheiro será distribuída de acordo com as manobras executadas.

O Drop Dead Origins tem o patrocínio da Sprite, Child, Santa Cruz, Independent e ColorGin. Apoio: Prefeitura Municipal de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba, SMELJ e Ticcolor. Cobertura: Skate Paradise, ESPN, Tribo Skate, 100% Skate, Vista e Campeonatosdeskate.com.br. Promoção: Mundo Livre. Realização: Drop Dead. Evento oficializado pela FSP (Federação de Skate  do Paraná) e CBSk (Confederação Brasileira de Skate).

DROP DEAD 20 ANOS
A história da Drop Dead está diretamente relacionada ao sonho de ver o skate como um esporte altamente difundido e valorizado em todos os aspectos. A Drop Dead é uma autêntica empresa de skate. Desde sua criação em 1991, ela  estimula, incentiva e patrocina a prática do esporte juntamente com os atletas e o desenvolvimento constante de produtos com a melhor qualidade e tecnologia.

Para celebrar os 20 anos, a  Drop Dead acaba de lançar sua nova identidade visual, com o logotipo mais minimalista, tornando a composição visual da marca mais moderna. Em breve, serão apresentadas algumas novidades como a nova campanha e a reformulação do site.

Por Ana Paulla Righetto

Surfistas ajudam vítimas do Japão

O Glycogen é um leilão online que pretende ajudar todas as vítimas afetadas pelo terremoto e tsunami que atingiram o Japão 

Na madrugada de 11 de março, o Japão foi atingido por um sismo de 8.9 de magnitude seguido de um tsunami que devastou enormes áreas do país, destruindo casas e causando muitas mortes.

O Glycogen é um leilão online que pretende ajudar as áreas mais afetadas por esta catástrofe e ajudar na recuperação. Pode demorar, mas os responsáveis acreditam que vão conseguir. Os donativos vêm de famosos surfistas, snowboaders, skaters, músicos e artistas de todo o mundo.
Prancha doada pelo decacampeão Kelly Slater para ajudar os atingidos no Japão
O que é afinal o Glycogen?
Este projeto nasceu da necessidade de poder proporcionar às vítimas da catástrofe um sensação de paz e tranquilidade, oferecendo três refeições por dia e distrações para tentar trazer a felicidade de volta ao povo atingido.

Profissionais de todo o mundo como Kelly Slater, Gerry Lopez, Joel Parkinson, Terje Haakonsen e muitos outros, já fizeram as suas doações para o leilão. Se você sonha em surfar com uma prancha do seu ídolo, é o momento de participar do leilão.

De 22 a 29 de abril, por exemplo, está em leilão uma prancha do 10 vezes campeão do mundo, Kelly Slater. É uma 5´7 que Slater usou na segunda etapa do World Tour em Bells Beach. Neste momento a prancha já teve 83 licitações e encontra-se agora com o preço de 1.197 euros. De 13 a 20 de maio, além de outras coisas, estará a leilão uma prancha do Dusty Payne.

Fique atento e não perca esta oportunidade de conseguir realizar um sonho e ao mesmo tempo ajudar as vítimas do Japão. Consulte a lista dos doadores no link abaixo para saber mais sobre cada artigo.

Leilão

Fonte SurfTotal

27 de abril de 2011

Arnette Rio Surf Pro 2011 abre calendário no Rio de Janeiro

Primeira etapa do “Arnette e Mate Leão Apresenta: Rio Surf Pro 2011” será nos dias 29, 30 e 01 de maio nas ondas do Recreio dos Bandeirantes

Os melhores surfistas do Brasil entram na disputa para o título de campeão do “Arnette e Mate Leão Apresenta: Rio Surf Pro 2011”.  O Circuito do Rio de Janeiro terá três eventos especiais de nível 3 A do Circuito Brasileiro Profissional, uma corrida que oferece 1.000 pontos no ranking Brasil Tour ao vencedor e R$ 30 mil de prêmios, sendo R$ 8 mil para o campeão da etapa. As ondas do Recreio dos Bandeirantes receberão a 1ª etapa do, “Arnette e Mate Leão Apresenta: Rio Surf Pro 2011” nos dias 29, 30 e 01 de Maio, abrindo o calendário de grandes eventos no Rio de Janeiro.
Igor Moraes / Crédito Pedro Monteiro - Adding
O Circuito mais tradicional do país que começou a ser disputado em 1985, através da Organização dos Surfistas Profissionais do Rio de Janeiro, teve como primeiro campeão um ícone do esporte no país, Cauli Rodrigues, com uma seqüência de campeões que veio até 2010, com o título de Igor Morais. “Queria levar o surf comigo pra sempre como trabalho, filosofia de vida e lazer. Por pressão dos meus pais acabei tendo que priorizar os estudos. Me graduei na faculdade de Fisioterapia e assim que me formei comecei a competir o circuito brasileiro profissional.” disse o surfista e fisioterapeuta Igor Morais.

Filho de pai português e mãe brasileira, Igor Morais que começou a surfar com 8 anos de idade, sonhava em ser surfista profissional. Competir e realizar um sonho de ser campeão carioca levou alguns anos. Depois de muitas batalhas, em 2009 Igor entrou para a elite nacional, em 2010 tornou-se campeão carioca e agora vê a possibilidade de participar da etapa do mundial, WT, que acontece na cidade a partir do dia 11 de maio.
"Estou super feliz com esse título! Batalhei muito por isso e quero o bi carioca." disse Igor Morais. " Tenho conquistado os meus objetivos e essa vaga para competir o WT aqui na Barra vai ser mais um grande desafio!"

O calendário de grandes eventos no estado do Rio de Janeiro terá ainda a etapa prime da divisão de acesso do circuito mundial em Saquarema entre os dias 24 e 29 de maio.

INSCRIÇÕES - RIO SURF PRO
A inscrição custa R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) e pode ser feita até o dia 27 de abril, às 17:00 h., na sede regional da Feserj, situada na Rua Senador Rui Carneiro, 8 –  Praia da Macumba/ Recreio dos Bandeirantes – das 09:00 às 13:00 h. Atletas de fora do Rio, ou que preferirem, podem fazer depósito na conta da Feserj (Itaú – ag. 8392 c.c. 28963-6), e enviar o comprovante do depósito com o nome de bateria e telefone ou mail de contato para o fax XX-21-2490-0754 ou por email para simone_feserj@hotmail.com. Todos devem confirmar o recebimento.

FILIAÇÃO
Os atletas do Rio de Janeiro não filiados devem efetuar o pagamento da taxa de filiação no valor de R$ 50,00 (cinquenta reias) e entregar na praia uma cópia do documento de Identificação (RG ou Certidão de Nascimento), cópia do CPF e 2 fotos 3X4.

Os atletas filiados do Rio de Janeiro devem pagar a taxa de anuidade 2011 no valor de R$ 50,00 (cinquenta reais).

Todos devem enviar o recibo de depósito com nome de identificação para o fax XX-21-2490-0754 ou para o e-mail simone_feserj@hotmail.com e confirmar o recebimento. Caso o atleta seja menor de idade, também deve entregar a documentação abaixo exigida.

DOCUMENTAÇÃO INDISPENSÁVEL PARA ATLETAS MENORES DE 18 ANOS:
Considerando as exigências contidas na Portaria 14 / 2004 da Vara da Infância, Juventude e Idoso do Município do Rio de Janeiro, todos os atletas menores de 18 anos, filiados a FESERJ, para poderem participar desta etapa, devem encaminhar os seguintes documentos abaixo relacionados para a FESERJ (Rua Senador Ruy Carneiro 8, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro, RJ, CEP: 22790-650):
Autorização do responsável (preencher ficha modelo disponível no site da FESERJ);
Atestado médico de aptidão para prática de esporte;
Comprovante de matrícula escolar;
Cópia do CPF e RG do responsável que assinou a autorização.

Essa etapa tem o patrocínio da Arnette e Matte Leão, com apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. A realização é da Adding Eventos e da Feserj, com apoio da Associação de Surf do Canto do Recreio e Recreio Surf Clube.

Por Pedro Monteiro

LRG & 9TH Wonder Present: Big Remo – Robinhood Ree

A LRG recentemente colaborou com o novo artista do crew 9th Wonder, Big Remo, da Carolina do Norte, no seu mais novo trabalho. Sua nova mixtape chamada Robin Hood Ree está disponível para download grátis através do link abaixo.
O projeto inclui uma lista de rappers como Bun B, Sean Boog, Rhapsody, Skyzoo e muitos mais. 9th Wonder também trouxe alguns produtores talentosos como AMP, E. Jones, Eric G, Khrysis, entre outros, para construir as faixas.

Baixe o MIXTAPE e acesse o twitter e MySpace do Big Remo.
Acesse: LRG

Por Lauro Netto

Billabong PRO chega ao Rio de Janeiro

Marca é patrocinadora oficial da terceira etapa do ASP World Tour, que acontece dentro do Verão Sem Fim

A Billabong, uma das principais representantes dos esportes de ação e da cultura surf, promove o Billabong Rio PRO no Rio de Janeiro, entre os dias 11 e 22 de maio, desse ano. O evento, que abriga a terceira etapa do ASP World Tour, acontece dentro do Verão Sem Fim, plataforma de verão criada pela GEO Eventos e que traz uma série de elementos do esporte e do entretenimento para resgatar a cultura de praia. A estrutura da competição contará com duas sedes para a realização das baterias, sendo a principal na Barra da Tijuca e a segunda alternativa localizada no Arpoador, sempre dependendo das ondas e do tempo.

“Estamos muito felizes com o retorno do “World Tour” para o Rio de Janeiro e com o fato de trazer um grande evento com toda a elite mundial do surf para a Cidade Maravilhosa, um dos cenários mais belos do nosso país, além de ter o surf em sua essência. Acreditamos que essa etapa do Billabong Rio PRO será muito importante tanto para nós quanto para o desenvolvimento do esporte no Brasil. Além disso, teremos o brasileiro Peterson Crisanto de 19 anos fazendo parte do evento como surfista convidado da Billabong Internacional. Ele será o surfista mais jovem da competição e poderá mostrar para o mundo todo o seu talento”, declara Alessandra Berlinck, Diretora Geral do Grupo GSM para América Latina.

Os grandes nomes do surf mundial masculino estarão presentes no evento, que volta ao Rio depois de 9 anos. Os internacionais Joel Parkinson e Taj Burrow, atletas patrocinados pela Billabong, dividirão as ondas com Mick Fanning, Jordy Smith, Kelly Slater e Bede Durbidge, além dos brasileiros Adriano de Souza, Jadson André, Heitor Alves, Raoni Monteiro e Alejo Muniz. Já as meninas, que competiram no Rio pela última vez em 2008, voltam com tudo para disputar a etapa feminina. Silvana Lima, a quarta surfista do ranking mundial, e Jacqueline Silva são as brasileiras que recebem em casa as adversárias estrangeiras como, Stephanie Gilmore, Salli Fitzgibbons, Carissa Monte e Sofia Mulanovich. O evento contará ainda com a presença de Maya Gabeira, big rider carioca, especialista em ondas grandes, que desembarca no Brasil para acompanhar a etapa e apoiar os atletas.

A grande novidade desse ano é o atleta convidado para participar da competição. Peterson Crisanto, surfista paranaense de 19 anos, que ganhou o maior premio da categoria PRO JR (entregue no circuito australiano em janeiro desse ano em Burleigh Heads, Gold Coast) e será o atleta mais jovem na etapa. “Um dos meus sonhos era ser líder do mundial e o outro era participar do WT; esse ano poderei dizer que já realizei os dois”, afirma o surfista.  “Peterson foi convidado pela Billabong Internacional para ser o representante da nova geração de atletas da marca a fazer parte da elite mundial durante o evento. Especialista em aéreos e manobras inovadoras, ele terá uma grande oportunidade de mostrar ao mundo todo seu potencial e, sem dúvida, com apoio da torcida pode surpreender a todos”, afirma Zé Paulo Ferreira, Team Manager da Billabong no Brasil.

Além do campeonato, a Billabong realizará ações paralelas no Rio de Janeiro. Antes do início do evento, os surfistas da marca, Maya Gabeira, Peterson Crisanto, Silvana Lima e Taj Burrow visitarão o projeto Favela Surf Club, no morro Cantagalo, para apoiar e prestigiar a iniciativa. No primeiro dia da etapa, e logo após o término das baterias, a Billabong promove o encontro de lendas do surf carioca para uma competição informal. A “Bateria de Legends” visa resgatar a história do surf carioca e promover uma confraternização entre antiga e nova geração do esporte.

Para esclarecer dúvidas quanto ao esporte e trazer os jovens para perto de seus ídolos, será realizado Billabong Team Day, com alunos das escolas particulares do Rio de Janeiro. Estudantes pré-selecionados de escolas da Barra da Tijuca e da Zona Sul da cidade terão uma palestra com os nomes internacionais do surf, como Joel Parkinson e Taj Burrow. O encontro acontecerá na estrutura do campeonato, porém em um dia off da competição.

Pensando ainda em atender um maior número de fãs serão realizadas sessões de autógrafos com os atletas. A primeira acontecerá na loja Billabong do Barra Shopping, e a segunda será realizada na praia, durante a competição. Além disso, durante todo o evento, a Área Vip Billabong contará com uma exposição de fotos em homenagem a Pepê Lopes, morto há 20 anos.

O Billabong Rio PRO contará ainda com uma edição “pocket” do FestivAlma, um evento já tradicional do universo do surf que apresenta, em 2011, sua oitava edição em São Paulo. Sua principal missão é reunir moda, artes, cinema, música e design. Com entrada gratuita, essa versão compacta apresentará o festival de cinema FestivAlma 2011 (com filmes como, Stoked & Broke, Chasing The Swell e Scratching The Surface), uma exposição fotográfica com o tema “Vida Na Praia” e uma coleção de réplicas chamada “A Árvore Genealógica dos Shapers do Brasil” (50 pranchas feitas por shapers que marcaram a história da evolução dos shapes no país).

Essa etapa do World Tour permitirá que os brasileiros se aproximem ainda mais do surf, possibilitando que qualquer pessoa que esteja na praia faça parte desse evento, já que este é um dos ambientes mais democráticos do mundo. Além de contribuir para o momento de visibilidade internacional em que o Rio de Janeiro se encontra, o público presente poderá acompanhar de perto os grandes nomes do surf mundial e contribuir para a discussão sobre a entrada do esporte nas Olimpíadas.

Além do Brasil, a Billabong patrocina as mais importantes competições do circuito PRO, como Jeffreys Bay (África Sul), Teahupoo (Polinésia Francesa) e Pipeline (Hawaii), que encerra a temporada anual no mês de dezembro.

Para mais informações: www.billabong.com.br

Por Aline Croce

Brasil será a capital do surf mundial

Brasil vai se transformar na "Capital Mundial do Surfe" no mês de maio com as três etapas da ASP South America em Xangri-Lá (RS), Saquarema (RJ) e Imbituba (SC)

O Brasil já se prepara para se tornar a "Capital Mundial do Surfe" no mês de maio até o início de junho. A arena do SuperSurf Internacional 2011 começou a ser montada na Plataforma de Atlântida para a etapa nível 5 estrelas que abre a "perna sul-americana" de meio de ano da ASP South America nos dias 03 a 08 de maio em Xangri-Lá, no litoral norte do Rio Grande do Sul.
O limite de 128 participantes está praticamente esgotado, com os surfistas da nova geração sendo maioria entre os já confirmados. Representantes de outros países, como Estados Unidos, França, Portugal, Argentina, Chile, Uruguai e até da Turquia e da Tunísia, também estão na lista dos inscritos para a disputa dos 120.000 dólares e 2.000 pontos no ASP World Ranking que estarão em jogo em Xangri-Lá.

A Plataforma de Atlântida é a 41.a praia diferente da América do Sul e 32.a do Brasil a sediar um evento da ASP South America, desde a divisão do Circuito Mundial em 1992. O primeiro SuperSurf Internacional do ano ainda resgata o Rio Grande do Sul para o cenário internacional, pois a última prova da ASP no estado foi realizada em 2004 na cidade de Torres.

A "perna sul-americana" de meio de ano tem outras três provas que serão disputadas após a etapa brasileira do ASP World Tour, o Billabong Rio Pro, que acontece entre os dias 11 e 22 de maio na Barra da Tijuca e Arpoador na capital do Rio de Janeiro. Na sequência, dois novos eventos do ASP World Prime, que oferecem premiação de 250.000 dólares e 6.500 pontos.
Daison Pereira / Foto Caio Guedes
ETAPAS PRIME - A Coca-Cola apresenta o Oakley Saquarema Prime nos dias 24 a 29 de maio na Praia de Itaúna, também conhecida como o "Maracanã" do surfe em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Depois, tem o SuperSurf Internacional Prime nos dias 31 de maio a 05 de junho na Praia da Vila, em Imbituba, no litoral sul de Santa Catarina.

Para fechar a "perna sul-americana" de meio de ano, a ASP South America programou um desafio nas grandes ondas de El Gringo, no Chile, que volta a realizar o Arica Pro Challenge depois do cancelamento no ano passado devido ao terremoto que devastou o país. A etapa tem nível 3 estrelas e será disputada nos dias 15 a 19 de junho em Arica, no Chile.

PERNA DE FIM DE ANO - Além desta série de eventos em maio e junho, a ASP South America ainda promove a "perna brasileira" de fim de ano com quatro etapas que começam no final de setembro, todas com nível 6 estrelas de 145.000 dólares valendo 3.500 pontos. A largada será em Santa Catarina com o Florianópolis Surf International na Praia Mole de Florianópolis nos dias 27 de setembro a 02 de outubro e o Itajaí Pro na Praia Brava de Itajaí nos dias 04 a 09 de outubro.

Depois, tem o SuperSurf Internacional nos dias 11 a 16 no litoral paulista, com a praia ainda a ser definida pela organizadora do evento, Editora Abril. E o Rio Surf Pro International fecha a temporada, definindo o campeão sul-americano profissional do ASP South America Surf Series 2011 nos dias 18 a 23 de outubro na Praia do Arpoador, Rio de Janeiro (RJ).
Paranaense Caetano Vargas foi o campeão do circuito SuperSurf Internacional 2010
CALENDÁRIO DAS PRÓXIMAS ETAPAS DA ASP NA AMÉRICA DO SUL:
Mai 03-08 - ASP 5-Star - SuperSurf Internacional na Plataforma de Atlântida, em Xangri-Lá (RS)
Mai 11-22 - ASP World Tour - Billabong Rio Pro na Barra da Tijuca e Arpoador, Rio de Janeiro (RJ)
Mai 24-29 - ASP Prime - Coca-Cola apresenta Oakley Saquarema Prime na Praia de Itaúna, Saquarema
Mai 31-05 - ASP Prime - SuperSurf Internacional Prime na Praia da Vila, em Imbituba (SC)
Jun 15-19 - ASP 3-Star - Arica Pro Challenge em El Gringo, Arica - CHILE
Jul 26-31 - ASP Master - SuperSurf ASP World Master Championship na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ)
Set 27-02 - ASP 6-Star - Florianópolis Surf International na Praia Mole, Florianópolis (SC)
Out 04-09 - ASP 6-Star - Itajaí Pro na Praia Brava, em Itajaí (SC)
Out 11-16 - ASP 6-Star - SuperSurf Internacional em praia a ser definida no litoral de São Paulo (SP)
Out 18-23 - ASP 6-Star - Rio Surf Pro International na Praia do Arpoador, Rio de Janeiro (RJ)
Out 24-04 - ASP Pro Junior - Arnette ASP World Junior Championship na Praia do Arpoador, Rio de Janeiro

Por João Carvalho

Circuito Recifense Overall de Skate

O Circuito Recifense Overall de skate nasceu com intuito de juntar várias gerações do skate e resgatar as competições em diferentes bairros da Região metropolitana do Recife, e, com isso, fomentar a prática desse esporte que tanto cresce, sendo o segundo mais praticado no País.

O objetivo é divulgar e incentivar a prática do skate nas suas diferentes modalidades no Estado do Recife. Muitos deixam o skate de lado por falta de oportunidade, visibilidade e incentivo. O Circuito Recifense Overall de Skate, será realizado durante o ano de 2011 e será dividido em cinco etapas.
A primeira etapa, na Mini-ramp de Paratibe no dia 1º de maio, com as categorias Amador Open e Master, essa última participando skatistas com idade acima de 30 anos.

A segunda etapa será no skatepark Aurora, um campeonato com manobras de solo, estilo Game Off, com as categorias Iniciante e Amador Open, nesta etapa as inscrições serão limitadas até 16 skatistas para cada categoria.

A terceira será na mini-ramp da Lagoa do Araçá, com as categorias Iniciante, Amador Open e Master, essa última participando skatistas com idade acima de 30 anos. A quarta etapa será uma competição de street no Skatepark da Caxangá com as categorias Iniciante, Amador 1 e 2.

Por fim, a quinta e última etapa será realizada num pico surpresa, onde nós só divulgaremos o local da competição, durante a realização da quarta etapa. Não foram definidas todas as datas das etapas, para não chocar com outros eventos de skate na cidade. Todas essas etapas serão regadas a muita diversão e aquele clima de confraternização que nós sempre passamos em nossos eventos.

Acesse: PICOS E PISTAS

Por Marcos Bollmann

FATU vai ter etapas no Rio Grande do Sul e em São Paulo

O FATU – VII Festival Brasileiro de Filmes de Aventura e Turismo está com as inscrições abertas até o dia 31 de julho. O Festival oferece a oportunidade para apresentação pública de filmes com temas de aventura, exploração científica de campo, turismo e ecologia. O FATU dá a oportunidade aos aventureiros e turistas produtores mostrarem suas produções, profissionais ou amadoras.
Esse ano o FATU acontece em Caxias do Sul, no RS, de 26 de Setembro a 02 de Outubro, no Centro Cultural Henrique Ordovaz Filho, na Sala de Cinema Ulisses Geremia, e também em Socorro, SP, de 17 a 23 de Outubro, no Cine Cavalieri Orlandi.

Emissoras de TV podem participar no festival com séries produzidas e exibidas nos anos de 2009, 2010 e 2011. Em 2010 a Série "Pantanal Um Tesouro do Planeta" do SBT, produção de Marcelo de Paula, ganhou o prêmio de Melhor Série para TV.

O regulamento e ficha de inscrição encontram-se no site www.fatu.com.br e www.aventura.com.br.

Por Yuri Sanada

Rio Grande do Sul recebe etapa do Mundial de Surf

Estrutura já está sendo montada para o SuperSurf Internacional 2011

Começou nesta terça-feira (26/04), a preparação e montagem da estrutura que receberá a elite do surf brasileiro e mundial para a realização da primeira etapa do SuperSurf Internacional 2011, que será disputada de 03 a 08 de maio, na praia de Atlântida, em Xangri-lá (RS). Ao todo estará em jogo U$ 120.000,00 (cento e vinte mil dólares), além de 1.000 pontos para o ranking da competição, que ao final de três etapas premiará o melhor colocado com um carro zero quilômetro. O evento é classificado como cinco estrelas.
Desde 2004 o Rio Grande do Sul não recebia uma competição internacional de surf. Este ano a realização foi possível graças a um amplo somatório de forças entre a Prefeitura de Xangri-lá e a Federação Gaúcha de Surf (FGSurf), buscando promover o esporte de alto rendimento em águas gaúchas. “Entendemos que trazendo alguns dos melhores atletas do Brasil para esta competição incentivamos os nossos futuros surfistas a desbravarem o mar em busca do sucesso e consagração.
Daison Pereira / Foto de Caio Guedes
Os gaúchos sempre tiveram protagonistas em competições no cenário nacional e internacional, é nosso papel oportunizar isto em nossa casa”, comentou Orlando Carvalho, presidente da FGSurf.

O circuito SuperSurf Internacional do ano passado foi vencido no final de quatro etapas pelo paranaense Caetano Vargas, que de quebra levou para casa um Peugeot zero quilômetro. O último gaúcho a faturar uma etapa do SuperSurf foi o torrense Daison Pereira, que em 2009 venceu a etapa de Stella Maris, na Bahia.
Além de surf de alta qualidade, o SuperSurf será um grande festival, que contará inclusive com uma exposição de obras de arte com a temática do esporte, a Alma do Mar – SuperSurf 2011. Haverá pinturas de pranchas e telas ao vivo, além do sorteio de uma obra de arte da artista plástica Rosa Fonseca.

A competição é válida como etapa da divisão de acesso do Circuito Mundial de Surf (WT). O SuperSurf Internacional, que é válido pelo World Star Tour (WST), é realizada pela Editora Abril, com a chancela da Association of Surfing Professionals (ASP) South America. A realização da primeira etapa de 2011 conta com o apoio da Federação Gaúcha de Surf e da Prefeitura Municipal de Xangri-lá.

Por Gabriel de Mello

Bodyboarder Nicolle Calheiros é o novo reforço da equipe Rip Curl

Top sete do Circuito Mundial, a bodyboarder carioca Nicolle Calheiros é o novo reforço da equipe Rip Curl. Atleta de alto nível, modelo internacional e estudante na Faculdade de Medicina Veterinária, ela revela que o esporte está em primeiro lugar na sua lista de prioridades, de paixões, e o objetivo é se manter entre as melhores do Mundo e buscar os títulos também do brasileiro e do estadual do Rio de Janeiro.
Foto Zecops
“O esporte vem em primeiro lugar. Foi pelo bodyboard que as coisas aconteceram e eu consegui o meu espaço. Quero pegar onda a vida inteira e evoluir como atleta e ser humano, viajar e conhecer novos lugares, novas culturas e pesquisar muito, principalmente em relação a produtos, moda e comportamento. Acredito que faz parte das minhas funções apresentar novas idéias, possibilidades e críticas. A Rip Curl me abre diversas possibilidades e com o tempo pretendo me engajar cada vez mais com as propostas da marca”, anuncia a bodyboarder de 25 anos.

Para Nicolle, o patrocínio da Rip Curl assegura uma nova fase, inclusive para o próprio bodyboard. “A Rip Curl é uma empresa com uma representatividade gigantesca no mundo surfwear. É uma responsabilidade muito grande, que pretendo encarar com toda a seriedade e profissionalismo que busco em tudo que faço”, destaca.
Foto Zecops
“Estou muito feliz e sigo na intenção de alcançar a estabilidade profissional pelo esporte. Sei que é uma coisa dificíl no Brasil, mas acredito na qualidade do meu trabalho. Agora com a Rip Curl, tenho certeza de que estou no caminho certo”, acrescenta Nicolle, que também tem patrocínio das lojas WQSurf. “É uma parceria de sucesso, pois a rede de lojas acaba de completar seis anos e hoje é uma das empresas mais significativas do mercado de surfshops no Rio”, comenta.

Para Fernando Gonzalez, do marketing da Rip Curl no Brasil, o patrocínio a Nicolle Calheiros representa a ampliação do raio de ação da marca. “Não só no Brasil, como no exterior, porque a Nicolle é hoje uma atleta de alto nível, com chances reais de levantar o título mundial. Ela é uma profissional com foco, com metas e que mostrou querer estar totalmente envolvida com as diretrizes da marca. Possui um perfil que reflete a garota Rip Curl, independente, radical e ligada nas tendências da moda. Com certeza, agregará muito à nossa imagem”, reflete Fernando.
Foto Richard Romero
MODELO E VETERINÁRIA - Hoje, uma das principais bodyboarders do Mundo, Nicolle, também se destaca como modelo internacional e ainda se dedica ao curso de Medicina Veterinária, no quarto período na Universidade Castelo Branco. “Também trabalho como modelo pelas agências FordModels, no Rio, e L’Agence, em Portugal e comecei graças ao bodyboard. Na época não levei muito a sério, porém as coisas foram fluindo e tive um retorno muito positivo. O trabalho exige muita atenção com a pele, hábitos alimentares e cuidados com o corpo em geral”, ressalta.

Mas é mesmo o bodyboard que hoje é a principal atividade. “O bodyboard entrou na minha vida por um acaso e me fez ver o mundo de outra maneira. Desde então, não consigo mais viver longe do mar. Hoje, como atleta profissional, minha prioridade é o esporte e venho conciliando o trabalho com estudos”, relata, que ainda encontra tempo para investir ainda mais em sua imagem e, consequentemente dar retorno aos patrocinadores. “Vou investir em gerar material para divulgar nos veículos de comunicação, principalmente internet. O marketing digital, através de blogs e mídias sociais são ferramentas importantes que dão retorno rapidamente. Vou dar muita atenção a isso”, revela.
Foto Zecops
Vendo todas as suas atribuições, o dia parece ser curto para Nicolle, mas ela sempre faz questão de destacar que buscar títulos é o objetivo principal. “Sou fissurada em competições e atualmente sou top sete do Circuito Mundial. Meu foco é me manter entre as melhores e lutar pelo título. Seja no Mundial, no Brasileiro e no Estadual, que estou liderando”, enfatiza.

“Quero deixar o meu agradecimento a toda equipe da Rip Curl, que me recebeu de braços abertos e confia no meu trabalho. Também quero dizer a todos aqueles que sonham em um dia viver do esporte que é possível, basta trabalhar com amor e acreditar”, recomenda Nicolle.
 Foto Victor Kruschewsky
Títulos:

Campeã carioca por antecipação em 2002
Campeã do circuito OBN (Niterói) em 2002
Vice-campeã do circuito ABBC (Copacabana) em 2002
Quinta colocada no ranking brasileiro de 2002
Quarta colocada no ranking brasileiro de 2003
Campeã, por antecipação, do circuito ABBP (Pernambuco) em 2003
Terceira colocada no ranking brasileiro de 2004
Campeã do circuito ABBI (Ipanema) em 2004
Vice-campeã do ranking do circuito Carioca de 2004
Campeã mundial amadora de 2004
Bicampeã do Circuito Carioca Amador de 2005
Terceiro lugar no ranking Brasileiro Amador de 2005
Tricampeã do Circuito Carioca Amador por antecipação em 2006
Campeã da quinta etapa do brasileiro de 2007, em Macaé
Terceiro lugar na etapa mundial de Rio das Ostras em 2007
Quarto lugar no ranking brasileiro de 2007
Nono lugar no ranking mundial de 2008
Décimo lugar no ranking mundial de 2009
Sétimo lugar no ranking mundial de 2010

Por Fábio Maradei

Me chamo PARACURU, prazer.

Paracuru. Quem ainda não escutou este nome? Se você, querido (a) leitor (a), é fã de surf e, principalmente, da modalidade feminina, já deve ter escutado uma cearense arretada, que por acaso ocupa a 5ª colocação no "score" mundial, Silvana Lima, denominar este lugar como sua casa, seu berço, sua origem. Pois bem, esse pequeno município, Paracuru, está localizado aproximadamente há 84 km de Fortaleza e é detentor de pelo menos 5 picos de surf com fundo de pedra.
Silvana Lima / Foto Daniel Smorigo
CINCO? Talvez, você, caro (a) leitor (a), esteja se perguntando. Sim, CINCO, confira: 1º Ronco do Mar, 2ºCurral do Boi, 3º Outside UM , 4º Outside DOIS , 5º Boca do Poço, dentre outros locais, que, desde já, peço desculpas por desconhecer. Contudo, vocês podem imaginar que existem outros, visto que a cidade possui 20 km de costa e as seguintes praias: Barra do Rio Curu, Guagiru, Carnaubinha (Hawaizinho), Pedra do Meio, Coqueirinho, Bica, Munguba, Igreja Velha (Ronco do Mar), Boca do Poço, Alma s, Canto, Pedra Rachada, Pau Enfincado (Quebra Mar), Baixo Grande, Buraco, Vapor, Pedra Redonda, Anjos, Pedra Grande, Piriquara.
Heitor Alves / Foto Daniel Smorigo
Não é à toa que tanto os nativos, e, a galera que visita o local, que se dedicam à prática do surf, conquistam alguma oportunidade, e, portanto, não fazem feio nas águas lá fora. A onda paracuruense é forte e em alguns casos, bem extensa, oferecendo picos certos para o surfista treinar. Apesar do pico proporcionar o surf o ano inteiro, o período de onda s boas é de novembro até maio, como ocorre nas demais localidades - picos do Ceará. Contudo, se quiseres dar uma passadinha na cidade, mesmo fora de época, não deixe de ir.
Damien Hobgood / Foto Daniel Smorigo
Paracuru, além de proporcionar um excelente carnaval, tem ótimas opções de passeios e divertimento para toda a família, oferencendo a tranqüilidade de uma boa cidadezinha "praiana do interior", se é que posso adjetivar desta forma... A Primeira etapa do WQS internacional de 2010, que o diga! Levantem as mãos quem esteve por lá ...Aloha!

Por Daniela Soares / Correspondente do InnerSport em Fortaleza

Chloé Calmon e o Noserider, a essência do Longboard

A longboarder carioca Chloé Calmon aproveitou a constância das ondas neste outono ensolarado para mostrar como andam seus treinos para o Mundial 2011, ROXY JAM, que ocorrerá em Biarritz, na França.
Após estudar as performances das melhores surfistas do mundo que estiveram no ROXY JAM World Championship no ano passado, Chloé e seu técnico, Marcelo Freitas, concordam que o noserider (o popular Pé no Bico) continua sendo a manobra que mais chama atenção dos juízes e da plateia.

Mesmo com a evolução dos critérios de julgamento, que passaram a valorizar já há algum tempo as manobras mais modernas e radicais, um bico no crítico da onda mostra a habilidade e o estilo do longboard, resgatando as raízes deste esporte que cresce cada vez mais no mundo inteiro.
“Estive há pouco tempo na Califórnia e percebi que as manobras de bico (Hang Ten e Hang five) continuam bastante importantes e presentes no surf dos melhores surfistas do mundo, por isso tenho treinado bastante o noserider mesclando com manobras mais modernas” afirma Chloé Calmon.

Mantendo a parceria com o fotógrafo aquático Gugah Mariano e o fotógrafo Orlando Cunha, nas ondas do CCB (que fica entre o Rico Point e a Prainha, no Rio de Janeiro) e nas ondas do Recreio, Chloé Calmon treinou forte o noserider em ondas mais cavadas, abusando da manobra nos momentos mais críticos, ficando “pendurada” em várias ondas.
“Agora é treinar, treinar e treinar e dormir cedo, pois o nível do Mundial será fortíssimo e preciso realmente evoluir bastante até lá, tanto na parte técnica como na parte do condicionamento físico”, completa a atleta que também tem treinado vôlei de praia e andado bastante de Skate para aumentar a força nas pernas e na musculatura.

Por Miguel Calmon

2º OverFinger – Campeonato de Skate de Dedo

Dia 07 de maio, a loja OverStreet irá apresenta a 2ª edição do OverFinger, Campeonato de Skate de Dedo, que trouxe novas perspectivas para os praticantes de fingerboard do Distrito Federal.

Um verdadeiro festival de habilidades, o OverFinger acontece em uma réplica da Pista do Guará, idealizada pelo skatista Walter Junior e construída pelo artista e skatista Maurício Magalhães, responsável também pelo projeto e construção da pista original.
A 2ª edição será disputada na categoria Open, onde não há limite de idade, nível técnico ou sexo, todos competem juntos. Nos intervalos da competição, serão realizados Best tricks, onde quem executar as melhores manobras leva o brinde da pista.

A pista de fingerboard fica liberada para treinos e brincadeiras de segunda a sábado, durante todo horário de funcionamento da loja. Preparem-se!

2º OverFinger – Campeonato de Skate de Dedo
Dia 7 de maio de 2011
A partir das 14h
Em frente à loja OverStreet – Conic – Brasília (DF)

Inscrições Gratuitas no local, reserve já a sua! Acesse o website: OVERSTREET

Por: Walter Junior