28 de janeiro de 2011

Hurley Pro Júnior: "Sou brasileiro e nunca desisto"

Com as ondas de um metro de altura no pico principal de Burleigh Heads, os cinco representantes brasileiros Krystian Kymerson, Filipe Braz, Peterson Crisanto, Caio Ibelli e Ian Gouveia encararam uma avalanche de australianos em suas bateiras.
Krystian Kymerson / Crédito ASP - Foto Kirstin
Nas cinco baterias os representates "tupiniquins" só tinham como adversários os locais. Para quem conhece o velho ditado: "sou brasileiro e nunca desisto", caiu como uma luva nas disputas de ontem, 27, do Hurley Pro Júnior. Nenhum deles "desistiu" de passar para a próxima fase e o resultado não poderia ser melhor: dos cinco apenas Filipe Braz passou em segundo. Os outros quatros brazucas avançaram na primeira posição.

Peterson Crisanto, entre os brasileiro, fez a maior nota, 15.00 pontos e garantiu a primeira colocação no seu heat. Encarou Jason Jameson - 13.75, Shane Holmes, 4.60 e Shannon Macke, 4.35. Caio Ibelli com rasgadas fortes ficou com a segunda maior nota entre os parceiros e somou 14.25, e passou por Oscar Scanes, 11.05, Elliot Marshall, 4.65 e Noa Deane, 5.08.
Burleigh Heads, australia / Crédito ASP
Os autralianos até que tentaram mas não conseguiram segurar o quinteto brasileiro. Krystian Kymerson, com 10.35, deixou para trás Matty King, na segunda colocação com 8.70. Josh Radford com a soma de suas ondas alcançou apenas 6.50, e o terceiro lugar. E lá atras, Blacke Leveti, com 4.00.

Já Filipe Braz somou 12.00 pontos e avançou em segundo para a próxima fase. Entre os australianos o único que garantiu o primeiro lugar na bateria foi Garrett Parkes, com 13.50. Sam Shumann, último, com 6.45. Em terceiro ficou Jesse Horner e seus 10.65.
Filipe Braz / Crédito ASP - Foto Kirstin
Ian Gouveia, 10.25 pontos também não deu chances para Wade Carmichael, que passou em segundo com 10.15 pontos. Elijah Criaco, 8.05, em terceiro e Mitchell Baker, último, apenas 5.80.

Amanhã, o Hurley Pro Júnior inícia no Round 64, heat 9 com novamente Kymerson encarando mais locais. Ryan Callinan, Creed Mctaggart e Logan Specht.
Redação InnerSport

Nenhum comentário:

Postar um comentário