24 de janeiro de 2011

RS recebe a 1ª etapa do SuperSurf Internacional 2011

De Ubatuba para o Rio Grande do Sul. O SuperSurf Internacional 2011, que seria realizada em Ubatuba - SP, foi oficialmente transferida para o Balneário de Shangri-la, no Sul do País. Serão três etapas no Brasil do evento de nível 5 estrelas e oferecer uma premiação de 120.000 dólares e 2.000 pontos no ranking de acesso para o ASP Dream Tour e também no sul-americano do ASP South America Star Series 2011.

A estreia de Shangri-lá está marcada para acontecer entre os próximos dias 22 e 27 de março e a praia de Atlântida será a 41ª a sediar um evento do Circuito Mundial de Surf Profissional na América do Sul e a 32ª no Brasil. A vitória em Shangri-lá também vale os primeiros 1.000 pontos no ranking especial do SuperSurf 2011, que premia o melhor surfista nas três etapas com um carro zero quilômetro.
Paranaense Caetano Vargas foi o melhor surfista nas etapas do SuperSurf Internacional 2010 / FotoDaniel Smorigo / ASP South America  
No ano passado, foram realizadas quatro etapas e o vencedor foi o paranaense Caetano Vargas, que faturou um Peugeot zerinho. O número de provas diminuiu porque uma delas fará parte do ASP World Prime, que oferece o maior prêmio da divisão de acesso. O SuperSurf Internacional Prime será o segundo do circuito organizado pela Editora Abril, entre os dias 31 de maio a 5 de junho na Praia da Vila, em Imbituba (SC), onde serão distribuídos US$ 250 mil e 6.500 pontos para os rankings mundial e sul-americano da ASP South America.

Esta etapa foi marcada na “perna sul-americana” de meio de ano e vai rolar na semana seguinte a da outra estreia brasileira no ASP World Prime, o Saquarema Surf Pro International 2011 na praia de Itaúna, em Saquarema (RJ). Já o último SuperSurf Internacional de 2011, que fecha o calendário da ASP South America e define o campeão sul-americano da temporada, só tem a data confirmada para os dias 18 a 23 de outubro, mas o local ainda não foi definido, podendo ser novamente na Barra da Tijuca (RJ), ou na praia de Itamambuca, em Ubatuba (SP).

O calendário recorde de premiação e pontos do ASP South America Star Series 2011 – US$ 1,74 milhão e 41.125 pontos para o ASP World Ranking - será inaugurado neste fim de semana no Movistar Pro World Star Tour em San Bartolo, no Peru.

O mesmo evento também abre o ASP Women´s World Star, antigo WQS Feminino, nesta sexta-feira, sábado e domingo nas ondas de San Bartolo, na capital Lima. As duas provas têm nível 1 estrela, com a premiação da masculina de US$ 10 mil e da feminina de US$ 8 mil, com as vitórias valendo 500 pontos.
Balneráro de Shangri-lá, Rio Grande  do Sul / Foto Flickr
A ASP South America também promove o primeiro grande evento da temporada, o Hang Loose Pro Contest, que abre o calendário do ASP World Prime na Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE). Os primeiros 6.500 pontos do ano no ranking unificado da ASP serão disputados entre os dias 15 e 20 de fevereiro. O Brasil novamente será o país que distribuirá mais pontos na corrida por vagas para o ASP World Tour - 40.000 - e o que oferece a maior premiação entre todas as nações do mundo, incríveis US$ 1,68 milhão nas dez etapas agendadas.

Os números são quase o dobro do segundo na lista, os Estados Unidos, onde estarão em jogo US$ 860 mil e 21.000 pontos em cinco etapas. O Brasil é recordista absoluto na história da divisão de acesso do Circuito Mundial, desde a mudança implantada pela ASP em 1992 com a criação do WCT e WQS, cujas nomenclaturas já foram extintas.

Somando-se as provas do calendário 2011, chega-se a um montante de US$ 9,26 milhões, além de 224.250 pontos disputados nas 122 etapas masculinas organizadas pela ASP South America só no Brasil.
 
Por ASP South America

Nenhum comentário:

Postar um comentário