.

.

31 de outubro de 2010

Um rolê de skate pela Polônia

O vídeo Girls On Tour foi produzido pelo film maker Grzegorz Zawisz, traz um time de skatistas polonesas andando por sua terra natal e circulam pelas cidades de Auschwitz, Czestochowa, Varsóvia, Gdańsk, Bydgoszcz e Poznan. Tem 9 minutos de duração.
Numa road trip pela Polônia, as meninas andam em todo tipo de pista, mini-ramps, skate parks, pipes; fazem de escadas, degraus, paredes e corrimões nas ruas obstáculos naturais para execução de suas manobras.
As skatistas fazem parte da Longboard Girls Crew (LGC), organização criada com o objetivo de unir skatistas (mulheres) de todo mundo. Dedicada aos amantes (e praticantes) do skate, a LGC traz vídeos, fotos e experiências de skatistas que querem compartilhar seu amor pelo skate.

Redação InnerSport

Mais um secret point descoberto na Australia

Numa rasa bancada de coral localizada em um secret spot no Oeste da Austrália quebra uma esquerda poderosa. Os descobridores de mais um pico para surfar foram os irmãos Kerby e Cortney Brown, conhecidos pela incessante busca das ondas perfeitas.
A dupla australiana descobriu essa nova onda há apenas um ano. “O pico é alucinante. Só posso dizer que fica no meio do deserto. Para chegar lá, geralmente fazemos uma viagem de aproximadamente uma hora de jet-ski. Mas no dia em que gravamos o vídeo, levamos mais de uma hora para chegar ao pico de carro, atravessando uma estrada de terra acidentada”, conta Kerby Brown.

Com imagens de Tom Jennings, o vídeo mostra os irmãos Brown, o surfista australiano Ry Craike neste novo pico. As imagens foram realizada há pouco mais de duas semanas. Há cenas nos picos de Jakes Point e Gnaraloo. Para quem conhece oTahiti, a nova onda lembra as temidas esquerdas de Teahupoo.
“Entrar e sair do mar pode ser bastante perigoso. Um dos garotos locais foi pego por uma onda e rolou sobre a bancada de coral. Ele acabou com a cara e braços ralados e a quilômetros do hospital mais próximo”, completa o desbravador Kerby Brown.

Edição InnerSport

Atenção: tudo certo para o Reef Big Wave Classic


Em Nelscott Reff, EUA, Oregon vai rolar a terceria etapa do Big Wave Word Tour 2010, o Nelscott Reef Big Wave Classic. O anúncio aconteceu na quinta-feira (28\10), para o status de atenção do período de espera para a realização da terceira etapa do evento. Nomes como Carlos Burle, atual campeão do circuito, o baiano Danilo Couto e Maya Gabeira confirmados no BWWT.

Maya Gabeira, categoria feminina agora faz parte do evento
O período de espera para início do campeonato em ondas grandes será até 31 de dezembro, 2010. Porém, o inverno já se aproxima no hemisfério norte e tudo indica que um grande swell entra na terça-feira, dia 2/11, data que pode ser tornar o início das disputas. Estão todos atentos. O circuito conta com cinco etapas, sendo que duas delas já foram realizadas. No Chile, o local Cristian Merello venceu dropando as bombas de Punta Lobos. No Peru foi a vez do havaiano Jamie Sterling sagrar-se campeão em Pico Alto.

Só valem ondas pegas na remada, depois das mudanças no regulamento, além de incluirem a categoraia feminina no Nelscott Reef Big Wave Classic. A organização acredita que as principais big riders do planeta estão aptas a encarar as mesmas condições de ondas do que os homens. E para isso, convidou sete das principais surfistas de ondas grandes do mundo.

Entre as surfistas convidadas estão a carioca Maya Gabeira, vencedora de quatro prêmios consecutivos no Billabong XXL, Jamila Starr, Keala Kenelly, Mercedes Meidana, Savanah Shaugnessy, Jenny Useldinger e Sarah Gerhart.

A próxima etapa acontece em Nelscott Reef, nos Estados Unidos. A quarta e a quinta etapa devem acontecer até o mês de março de 2011, uma em Mavericks, na Califórnia (EUA), enquanto a quinta e última deve acontecer em Todos os Santos, no México.
Para obter mais informações, acesse BWWT.

Nelscott Reef Big Wave Classic 2010

Lista de convidados

Feminino
Maya Gabeira
Jamila Starr
Keala Kennelly
Mercedes Meidana
Savanah Shaugnessy
Jenny Useldinger
Sarah Gerhart

Masculino
Carlos Burle
Mark Healey
Chris Bertish
Grant ‘Twiggy’ Baker
Peter Mel
Shane Desmond
Greg Long
Shane Dorian
Grant Washburn
Jamie Sterling
Anthony Tashnick
Ramon Navarro
Gabriel Villaran
Tim West
Danilo Couto
Tyler Smith
Shawn Dollar
Travis Payne
Josiah Schmucker
Chad Jackson
Steve Harnack
Rusty Long
Zach Wormhoudt
Tyler Fox

Edição InnerSport

O Bugiu venceu: criado o Parque Estadual Restinga de Bertioga

Valeu a pena o Grito do Bugiu, por 27 votos favoráveis, um voto contra e uma abstenção, o Conselho Estadual de Meio Ambiente do Estado de São Paulo (Consema) aprovou nesta semana a criação do Parque Estadual Restinga de Bertioga. Além do Parque, que tem área de 9.264 hectares (1 hectare equivale à 10.000 m2), foi aprovada também a Área de Relevante Interesse Ecológico Itaguaré, com 58 hectares.

As duas regiões, localizam-se no município de Bertioga, e reúne rico ecossistema que abriga 98% dos remanescentes de restinga da Baixada Santista e é lar para mais de 300 espécies de animais e mais de mil tipos de plantas. Conforme o diretor-executivo da Fundação Florestal de São Paulo, José Wagner Neto, o texto recebeu pequena alteração para permitir a captação de água para abastecimento público nas áreas protegidas e segue para a Casa Civil do Estado. Em seguida, receberá a assinatura do governador para que seja publicado no diário oficial.
Mapa do Parque Estadual Restinga de Bertioga. Foto: Divulgação
"A expectativa é de que a criação seja concretizada ainda neste ano. Já havia estudos com quase 30 anos para a proteção daquela área. A medida se concretizou com o processo participativo e apoio do WWF-Brasil. Hoje é um dia importante para a conservação da Mata Atlântica em São Paulo", afirmou José Wagner Neto.

A criação das unidades de conservação em Bertioga teve grande apoio do WWF-Brasil, bem como de outras ONG’s e pesquisadores, que promoveram uma série de ações públicas e via Internet. Além de rica biodiversidade, as áreas que receberão proteção oficial, estão vulneráveis à pressão imobiliária e turística. Além de proteger rios que abastecem a região e espécies ameaçadas e exclusivas do bioma, as unidades conservarão a planície que faz conexão com o Parque Estadual da Serra do Mar.

"Em vez de milhares de hectares, ou mesmo milhões de hectares, como temos na Amazônia, nos resta tão pouco da Mata Atlântica que devemos preservar e comemorar a criação de novas áreas protegidas, mesmo que medidas em metros quadrados", ressalta Cláudio Maretti, superintendente de Conservação do WWF-Brasil.
 
Fonte Alma Surf

Começa a contagem regressiva para o décimo título mundial de Kelly Slater

Rip Curl Pro Search marca a estréia de Porto Rico no calendário do ASP World Tour

Começou a contagem regressiva para o décimo título mundial de Kelly Slater, que fez a melhor estréia no primeiro dia do Rip Curl Pro Search em Porto Rico. O único que pode adiar a decisão para o Havaí é Jordy Smith, que também avançou direto para a terceira fase da penúltima etapa do ASP Dream Tour 2010. Entre os brasileiros, só Adriano de Souza venceu, mas Jadson André tem outra chance na repescagem contra Roy Powers.
Silvana lima numa batida vertical em Porto Rico

No sábado (30) de boas ondas de 3-5 pés em Middles, logo após a primeira fase masculina foi iniciada a antepenúltima etapa do ASP Women´s Tour 2010, já definindo as dezesseis classificadas para as oitavas de final. A australiana Stephanie Gilmore também pode conquistar o título antecipado, mesmo faltando duas provas no Havaí para fechar a temporada feminina.

Vice-campeã mundial nos dois últimos anos, a brasileira Silvana Lima ocupa a quarta posição no ranking, atrás da peruana Sofia Mulanovich e da vice-líder, Sally Fitzgibbons, da Austrália. As três são as únicas que podem impedir um tetracampeonato consecutivo de Stephanie Gilmore, que não largou o primeiro lugar no ranking desde o título conquistado no seu ano de estréia na elite do ASP Women´s Tour.
Adriano Silva no primerio dia de competição no Rip Curl Porto Rico

DUELO BRASILEIRO - As quatro passaram direto da primeira fase para as oitavas de final do Rip Curl Pro Search e a cearense Silvana Lima agora terá um duelo brasileiro com Bruna Schmitz. A paranaense ficou em último lugar na sua primeira apresentação, mas se recuperou vencendo seu confronto da repescagem que fechou o sábado em Porto Rico.

Entre as meninas, as melhores do dia foram as australianas Claire Bevilacqua e Sally Fitzgibbons. Estrearam passando juntas na quinta bateria com as maiores marcas do feminino, 15,67 e 15,66 pontos, respectivamente. Ninguém conseguiu mesmo superar os 16,27 pontos que Kelly Slater somou em suas duas melhores ondas.

CONTAGEM REGRESSIVA – Ele já abriu com chave-de-ouro a contagem regressiva para o decacampeonato. Passou direto para a terceira fase e se vencer mais uma bateria obriga Jordy Smith a ganhar o Rip Curl Pro Search para levar a decisão do título para o Billabong Pipeline Masters. No entanto, Slater comemora o seu décimo troféu de número 1 do mundo na ASP se chegar nas semifinais, independente do resultado do sul-africano.
PRIMEIRA FASE CLASSIFICATÓRIA MASCULINA:
1.a: 12.56=Kieren Perrow (AUS), 11.77=Adrian Buchan (AUS), 9.13=Travis Logie (AFR)
2.a: 14.83=Dane Reynolds (EUA), 11.80=Taylor Knox (EUA), 8.73=Roy Powers (HAW)
3.a: 13.70=Tiago Pires (PRT), 13.40=Taj Burrow (AUS), 10.60=Luke Munro (AUS)
4.a: 14.10=Mick Fanning (AUS), 12.93=Gabe Kling (EUA), 11.70=Patrick Gudauskas (EUA)
5.a: 12.90=Jordy Smith (AFR), 12.20=Dylan Graves (PRI), 6.60=Brett Simpson (EUA)
6.a: 16.27=Kelly Slater (EUA), 13.40=Daniel Ross (AUS), 11.80=Dillon Perillo (EUA)
7.a: 12.70=Bede Durbidge (AUS), 12.26=Fredrick Patacchia (HAW), 12.14=Dusty Payne (HAW)
8.a: 13.50=Owen Wright (AUS), 7.37=Luke Stedman (AUS), 0.00=Andy Irons (HAW)
9.a: 13.37=Adriano de Souza (BRA), 10.77=Kai Otton (AUS), 10.40=Bobby Martinez (EUA)
10: 13.50=Jeremy Flores (FRA), 11.00=Damien Hobgood (EUA), 8.67=Matt Wilkinson (AUS)
11: 15.50=C. J. Hobgood (EUA), 13.50=Tom Whitaker (AUS), 10.17=Jadson André (BRA)
12: 11.83=Michel Bourez (TAH), 11.33=Adam Melling (AUS), 9.03=Chris Davidson (AUS)

PRIMEIRA REPESCAGEM – 33.o lugar – US$ 6.000 e 500 pontos:
1.a: Taj Burrow (AUS) x Dillon Perillo (EUA)
2.a: Adrian Buchan (AUS) x Dylan Graves (PRI)
3.a: Damien Hobgood (EUA) x Gabe Kling (EUA)
4.a: Chris Davidson (AUS) x Luke Munro (AUS)
5.a: Jadson André (BRA) x Roy Powers (HAW)
6.a: Bobby Martinez (EUA) x Travis Logie (AFR)
7.a: Andy Irons (HAW) x Dusty Payne (HAW)
8.a: Fredrick Patacchia (HAW) x Luke Stedman (AUS)
9.a: Taylor Knox (EUA) x Kai Otton (AUS)
10: Patrick Gudauskas (EUA) x Matt Wilkinson (AUS)
11: Brett Simpson (EUA) x Tom Whitaker (AUS)
12: Daniel Ross (AUS) x Adam Melling (AUS)

OITAVAS DE FINAL DO RIP CURL WOMEN´S PRO:
1.a: Sofia Mulanovich (PER) x Lee Ann Curren (FRA)
2.a: Chelsea Hedges (AUS) x Rosanne Hodge (AFR)
3.a: Melanie Bartels (HAW) x Paige Hareb (NZL)
4.a: Stephanie Gilmore (AUS) x Pauline Ado (FRA)
5.a: Sally Fitzgibbons (AUS) x Nikita Robb (AFR)
6.a: Coco Ho (HAW) x Rebecca Woods (AUS)
7.a: Carissa Moore (HAW) x Claire Bevilacqua (AUS)
8.a: Silvana Lima (BRA) x Bruna Schmitz (BRA)

PRIMEIRA FASE FEMININA – 1.a e 2.a=oitavas de final / 3.a=repescagem:
1.a: 12.70=Chelsea Hedges (AUS), 10.34=Melanie Bartels (HAW), 7.20=Bruna Schmitz (BRA)
2.a: 13.90=Paige Hareb (NZL), 12.56=Sofia Mulanovich (PER), 9.47=Nikita Robb (AFR)
3.a: 14.64=Stephanie Gilmore (AUS), 14.53=Pauline Ado (FRA), 8.84=Rosanne Hodge (AFR)
4.a: 15.67=Claire Bevilacqua (AUS), 15.66=Sally Fitzgibbons (AUS), 7.56=Bethany Hamilton (HAW)
5.a: 13.57=Silvana Lima (BRA), 10.66=Rebecca Woods (AUS), 9.83=Sage Erickson (EUA)
6.a: 15.33=Carissa Moore (HAW), 10.63=Coco Ho (HAW), 7.84=Lee Ann Curren (FRA)

REPESCAGEM – 3.a=17.o lugar – US$ 3.500 e 180 pontos:
1.a: 11.70=Nikita Robb (AFR), 8.97=Rosanne Hodge (AFR), 7.93=Bethany Hamilton (HAW)
2.a: 11.83=Bruna Schmitz (BRA), 11.07=Lee Ann Curren (FRA), 1.84=Sage Erickson (EUA

João Carvalho- Assessoria de Imprensa da ASP South America

Skatista Steve Olson lança nova linha de skate com aplicação de jornal

A Real Skateboards acaba de revelar algumas imagens de sua nova série de decks, produzida em parceria com o skatista Steve Olson.

Depois de fazer história com seus modelos quadriculados desenvolvidos pela Santa Cruz, Olson trabalhou em uma coleção de cinco decks que apresentam colagens de jornais envelhecidos, com notíciais relacionadas a cada um dos skatistas do time da Real.
Nova linha da Real Skateboards. Foto: Divulgação
São cinco modelos, que vem com diferentes cores de borda: azul, verde claro, verde escuro, dourado e prata. Os shapes levam os nomes dos skatistas Peter Ramondetta, Max Schaaf, Chima Ferguson, Dennis Busenitz e Justin Brock.

Steve Olson, que cresceu andando de skate nas ruas da Califórnia, foi um dos grandes nomes do skate na década de 70. Punk por definição, Olson revolucionou a veia comportamental do esporte.

Com suas roupas largas e rasgadas, seu cabelo desarrumado e seus óculos redondos – sua marca registrada, Olson, que não tinha medo de pular do alto de muros e telhados, foi um dos precursores do verdadeiro estilo hardcore, que hoje vemos brotar em vários skatistas mundo afora.

Confira, abaixo o vídeo dos bastidores da produção da coleção da Real Skateboards:


Fonte Alma Surf

30 de outubro de 2010

Primeiro dia Oxbow ASP Longboard Championships sem ondas

Makaha, Oahu / Havaí (sábado, 30 de outubro, 2010) - O dia de abertura da Oxbow ASP World Longboard Championships em Makaha, no lado oeste de Oahu, Havaí, viu apenas um pé inconsistentes (0,5 metros) sem condições para a realização do evento. O vencedor levará o título de 2010 e sagrando-se o melhor longboarder do mundo de 2010.
Praia de Makaha, flat no primeiro dia do mundial de longboard / Foto ASP

Devido as condições do mar, a organização decidiu aguardar um swell forte na ilha havaiana previsto para segunda-feira à noite,que ainda está dentro do período de espera do evento, para darem início às competições.

"As ondas estão muito pequenas e um grande swell está para chegar nos próximos dias" informou Eli Curry, membro da organização do Oxbow ASP World Longboard Championship. "No domingo logo cedo vamos fazer uma chamada, mas não vamos iniciar se as condições permanecerem igual a hoje, não há necessidade de apressarmos o começo do Oxbow", finaliza.

Os brasileiros Amaro Mattos, Picuruta Salazar e Eduardo Bagé, até o momento, são os atletas confirmados para participarem do evento. O australiano Nat Young, convidado especial da Oxbow, é outro fera do longboard mundial presente na abertura do Wave Sliders .

A Oxbow ASP World Longboard Championships começou hoje, 30 de outubro e vai até 7 de novembro de 2010.

Acompanhe em tempo real o Oxbow Wave Sliders. Mais informações ASP

Fonte ASP / edição InnerSport

Mesmo com swell instável Heitor Alves e Hizunomê Bottero avançam nas Islas Canárias Santa Pro

O sábado não foi muito bom para os atletas que disputam no Islas Canárias Santa Pro, em San Juan, Lanzarote. Durante a manhã várias vezes as baterias foram suspensas por causa do swell inconsistente. Apenas algumas etapas do round três foram concluídas no período da tarde. As pausas de uma série para a outra chegavam aos 25 minutos.
O havaiano Kai Barger no quarto dia de competição / foto ASP

Apesar das condições do mar o cearense de 27 anos, Heitor Alves (Fortaleza / Ceará, BRA) 27, com a prancha no pé representou e caminhou rumo ao round quatro. Alves realizou uma impressionante variedade de manobras nas ondas de San Juan e alcançou um score de 17,78 de 20, o maior do evento. Em 25º no ranking geral. Alves só pensa em fazer parte da elite para o ASP Dream Tour de 2011 e está trabalhando para consolidar sua classificação. Se ele continuar com bons resultados no Islas Canarias Santa Pro irá acrescentar pontos valiosos.

"Esta é a minha quarta vez aqui nas Ilhas Canárias. Consegui duas boas ondas, com duas boas notas e estou contente com o resultado", finalizou Heitor. Alves tem o restante de sua temporada já bem planejado, focado em terminar com o melhor resultado possível para completar seu sonho de retornar à elite do ASP World Tour. "Vou treinar muito antes do próximo evento no Havaí. Tenho dez dias em casa apenas para treinar e se concentrar nos dois últimos eventos. Espero ter bons resultados lá também ".

Outro brasileiro o Hizunomê Bottero passou em primeio na sua bateria deixando em segundo Kai Barger (Haiku, HAW) 20, que avançou com muito sufoco para o Round quatro. Com 30 segundos restantes Barger, que estava sozinho no pico recebeu uma onda que salvou sua situação. Nathan Hedge (AUS) só poderia assistir enquanto marcava Gabriel Medina (BRA), que não conseguiu se classificar ficando em último, com isso Barger trabalhou bem a longa esquerda e alcançou a pontuação necessária.

"Estou super feliz em conquistar esta última vaga já não estava acreditando, mas quando menos espero lá vem a última onda onde consegui a pontuação necessária para avançar para a próxima fase", finalizou Barger.

Os surfistas que participam do Islas Canarias Santa Pro precisam desses valiosos pontos para tentarem uma vaga na elite do ASP World Tour em 2011. Para os surfistas europeus a parada é o título ASP Open Europeu, que está atualmente com Marc Lacomare (FRA). Alcançar bons resultados neste evento Prime é crucial para todos os surfistas.

Mais informações acesse http://www.aspeurope.com/.
Próximas baterias no Islas Canarias Santa Pro da terceira rodada
Heat 4: Kekoa Bacalso (HAW), Nat (EUA), Young, Julian Wilson (AUS), Ben Dunn (AUS)
Heat 5: Austin Ware (EUA), Hodei Collazo (Eus) Muscroft, Nic (AUS), Mason (HAW) Ho
Heat 6: Klee Strachan (Afs), Marlon Lipke (DEU), Marco Fernandez (BRA), Alejo Muniz (BRA)
Heat 7: Aritz Aranburu (EUS), Heath Joske (AUS), Pedro Henrique (BRA), Cory Lopez (EUA)
Heat 8: Dyyan Neve (AUS), Granger Larsen (HAV), Joan Duru (FRA), Masatoshi Ohno (JPN)
Heat 9: Lincoln Taylor (AUS), Richard Christie (NZL), Jessé Mendes (BRA), Raoni Monteiro (BRA)
Heat 10: Miguel Pupo (SP), Jano Belo (BRA), Leonardo Neves (BRA), Glen Hall (IRL)
Heat 11: Tim Boal (FRA), Gadauskas Tanner (EUA), Shaun Cansdell (AUS), Yuri Sodré (BRA)
Heat 12: Nathaniel Curran (EUA), Tiago Camarão (BRA), Jonathan Gonzalez (CNY), John John Florence (HAW)

Resultados depois de duas rodadas
Heat 19: Leonardo Neves (BRA) 14.50, Jessé Mendes (BRA) 12,40, Billy Stairmand (NZL) 10,27, André Teixeira (BRA) 7.13
Heat 20: Glen Hall (IRL) 12,43, Raoni Monteiro Munian Igor (BRA) 10.50, (EUS) 8.00, Faria Junior (BRA) 5.17
Heat 21: Tim Boal (FRA) 11,17, Nathaniel Curran (EUA) 10,47, Alain Riou (PF) 10,13, Brad Ettinger (EUA) 9,05
Heat 22: Gadauskas Tanner (EUA) 15,27, Tiago Camarão (BRA) 12,67, Rodrigo Dornelles (BRA) 10,83, Eric Rebiere (FRA) 9,27
Heat 23: Shaun Cansdell Jonathan Gonzalez (CNY) 15,60, (AUS) 14,56, Royden Bryson (AFS) 14.50, Joackim Guichard Petersen (NOR) 7,70
Heat 24: John John Florence (HAV) 13,90, Yuri Sodré (BRA) 13,20, Josh Kerr (AUS) 12,23, Ian Gouveia (BRA) 10,83

Resultados depois de três rodadas
Heat 1: Heitor Alves (BRA) 17,87, Jay Thompson (AUS) 11,67, Shaun Joubert (ZAF) 9.00, Yadin Nicol (AUS) 5.72
Heat 2: Hizunomê Bettero (BRA) 12,44, Kai Barger (HAV) 9,73, Nathan Hedge (AUS) 9,50, Gabriel Medina (BRA) 9.17
Heat 3: Gony Zubizarreta (ESP) 13,84, Stuart Kennedy (AUS) 10,76, Gustavo Fernandes (BRA) 10,53, Neco Padaratz (BRA) 7,63

Fonte RipCur USA / edição InnerSport

Biel é bicampeão do Wind Brasil - Mundial de Formula Windsurf

Cearense vence duas regatas neste sábado e garante o título da edição 2010 da competição, que termina neste domingo, em Fortaleza

Fortaleza (CE) - Gabriel Browne, o Biel, ganhou duas das quatro regatas realizadas neste sábado e conquistou, por antecipação, o bicampeonato do Wind Brasil - Mundial de Formula Windsurf. O cearense venceu sete das 13 provas disputadas desde quarta-feira, acumula 13 pontos perdidos, e não pode mais ser alcançado pelo baiano radicado em Ilhabela (SP) Paulo dos Reis, segundo colocado, com 25 pontos. A edição de 2010 acontece na raia montada em frente do Marina Park Hotel, em Fortaleza (CE) e termina neste domingo com mais duas regatas.
Biel vence e é bi
Mais um dia regular garante o título a Biel - Na primeira regata do dia, com ventos de 18 nós (40,77 Km/h), Biel se aproveitou de um erro de cálculo do até então líder Paulão antes do contorno da última bóia, para completar a raia de 5 Km em 17min56 e cruzar a linha na frente. Em segundo lugar ficou o australiano Steve Allen, seguido do catarinense Wilhelm Schurmann, vice-líder do ranking mundial. O cearense voltou a vencer a quarta prova, ocorrida com ventos de 16 nós (29,65 km). Ele completou o circuito de 4,8 Km em 17min13.
Biel venceu 2 regatas e garantiu título
"É gratificante ganhar este título pela segunda vez consecutiva. Foi a recompensa por toda a minha força de vontade. Estou mais satisfeito ainda por ter vencido em casa, perto de minha família", afirmou Biel, que deve subir do décimo para o quarto lugar no ranking mundial. No domingo passado, o velejador de 19 anos sagrou-se campeão brasileiro de Formula, em competição realizada na mesma raia da fase internacional da 14ª edição do Wind Brasil. Em 2009, Biel quebrou uma hegemonia estrangeira na competição de 12 anos. 
Paulão

Outro destaque deste sábado foi Paulo dos Reis, o Paulão. O baiano ganhou duas regatas e agora trava um duelo particular com o australiano Steve Allen pelo vice-campeonato do Wind Brasil 2010. O brasileiro tem 25 pontos perdidos, enquanto o representante da Austrália, que mora na Polônia, acumula 30 pontos no terceiro lugar.

"Já me sinto com o dever cumprido, pois minha meta era terminar entre os três primeiros aqui em Fortaleza e, assim, me manter na liderança do ranking mundial. Consegui e isso é o que vale", afirmou Paulão. "Mas quero o segundo lugar e, para isso, vou usar a estratégia de marcar o Steve Allen nas duas últimas regatas", avisou. O australiano acredita que pode roubar o vice do brasileiro, mesmo afirmando ser uma missão difícil. "Tenho que contar com a sorte, o que não vem acontecendo para mim neste campeonato", declarou o decacampeão mundial.
Steve Allen
Paulão, que costuma alcançar seus melhores resultados em vento forte como o deste sábado, venceu de ponta a ponta as segunda e terceira regatas, realizadas com ventos de 21 nós (38,92 Km) e 18 nós (33,36 Km), respectivamente, com os tempos de 14min20 e 14min45 - em raia de 4,8 Km de extensão. "Foi uma pena eu não ter ido bem na quarta regata do dia - terminou em nono -, pois larguei mal e tive dificuldades com o vento rondado", explicou.

A Arrow Marketing, empresa organizadora do Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf, em conjunto com a Associação Brasileira de Windsurf (ABWS), programou duas regatas para este domingo, último dia do evento, que chega à sua 14ª edição consecutiva. A primeira está prevista para começar às 11h30 e a segunda para as 12h30.
A cerimônia de premiação acontece às 14 horas, na área da piscina do Marina Park Hotel. "Mais uma vez, o Ceará mostrou porque é um dos melhores lugares do planeta para a prática do windsurf e todas as 15 regatas programadas serão realizadas em excelentes condições", comentou Décio Sanford, diretor da Arrow Marketing.

Classificação - após 13 regatas (com 3 descartes)
1- Gabriel Browne (BRA) - 13 pontos perdidos (3+2+2+1+1+1+2+1+1+1+7+3+1)
2- Paulo dos Reis (BRA) - 25 (2+1+1+3+9+6+3+6+3+4+1+1+9)
3- Steve Allen (AUS) - 30 (8+7+3+2+2+2+25+4+2+2+3+25+3)
4- Wilhelm Schurmann (BRA) - 35 (1+4+25+25+7+5+6+2+6+3+2+4+2)
5- Miguel Martinho (POR) - 43 (5+6+4+5+3+3+4+7+4+8+5+7+4)
6- Victor Melo (BRA) - 46 (6+8+5+4+4+8+1+5+7+6+8+2+6)
7- Fábio Melo (BRA) - 51 (10+3+25+6+5+4+7+3+5+7+4+25+7)
8- Wojtek Brozozowski (POL) - 69 (11+11+9+8+11+9+5+9+9+5+9+5+11)
9- Mathias Pinheiro (BRA) - 70 (7+10+6+7+6+7+8+10+8+10+14+6+5)
10- Kurosh Kiani (DIN) - 86 (9+9+8+9+8+12+25+11+10+9+6+8+10)
O Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf, válido para a definição dos rankings da International Sailing Federation (ISAF), da International Windsurfing Association (IWA) e da International Formula Windsurfing Class (IFWC), é uma realização da Arrow Marketing. O apoio é da Associação Brasileira de Windsurf (ABWS), do Governo do Estado do Ceará e da Prefeitura Municipal de Fortaleza.

Mais informações no site oficial - http://www.windbrasil.com/
Giselle Soares - VSM Comunicação

Por Roberto Pierantoni / piera@zdl.com.br

Dylan Graves garante vaga no Rip Curl Pro Search 2010, após vencer os trials.

Graves conquistou sua vaga na panúltima etapa do ASP World Tour derrotando Brian Toth, Carlos Cabrero e Juan Ashton, em ondas de um metro e meio, na Praia de Middles, onde será realizado o manin event. Suas duas melhores ondas foram 6 e 5.07. Ao todo 16 surfistas participaram dos trials.
Dylan Graves vence os trails e participa do Rip Curl Search
Além de vencer esta prova e conseguir o acesso ao Rip Curl Pro Search 2010, Dylan Graves arrecadou ainda mil dólares por ter realizado a melhor manobra dos trials, um air reverse 360. "Estou muito feliz. Havia bons surfistas e grandes amigos nestas baterias. Foi incrível, estou muito feliz", disse Graves. "Vai ser demais enfrentar os melhores surfistas do mundo. Não faz diferença se vou enfrentar o Jordy Smith ou o Kelly Slater", concluiu o porto-riquenho.

Logo após os trials, a organização anunciou a lista definitiva de baterias do Round 1. Graves enfrentará Jordy Smith e Brett Simpson enquanto o norte-americano Dillon Perillo – wildcard da Rip Curl – surfa no heat de Kelly Slater e Daniel Ross.

Adriano de Souza vai surfar na nona bateria e encara o americano Bobby Martinez (EUA) e o australiano  Kai Otton. Na 11ª bateria entra outro brasileiro, Jadson André que enfrentará outro americado, C.J. Hobgood e outro australiano, Tom Whitaker.
Assista ao vivo o Rip Curl Pro Search.

Round 1 Rip Curl Pro Search 2010

1 Adrian Buchan (Aus), Kieren Perrow (Aus) e Travis Logie (Afr)
2 Dane Reynolds (EUA), Taylor Knox (EUA) e Roy Powers (Haw)
3 Taj Burrow (Aus), Tiago Pires (Por) e Luke Munro (Aus)
4 Mick Fanning (Aus), Patrick Gudauskas (EUA) e Gabe Kling (EUA)
5 Jordy Smith (Afr), Brett Simpson (EUA) e Dylan Graves (Pri)
6 Kelly Slater (EUA), Daniel Ross (Aus) e Dillon Perillo (EUA)
7 Bede Durbidge (Aus), Fred Patacchia (Haw) e Dusty Payne (Haw)
8 Owen Wright (Aus), Andy Irons (Haw) e Luke Stedman (Aus)
9 Adriano de Souza (Bra), Bobby Martinez (EUA) e Kai Otton (Aus)
10 Damien Hobgood (EUA), Jeremy Flores (Fra) e Matt Wilkinson (Aus)
11 C.J. Hobgood (EUA), Jadson André (Bra) e Tom Whitaker (Aus)
12 Michel Bourez (Tah), Chris Davidson (Aus) e Adam Melling (Aus)

Fonte Surf Total / edição InnerSport

Vídeo-release do Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf - Dia 3

Competição reúne, em Fortaleza, alguns dos melhores velejadores da modalidade do planeta

São Paulo (SP) - Confira abaixo o vídeo-release do terceiro dia do Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf, que prossegue até domingo, na raia montada em frente ao Marina Park Hotel, em Fortaleza (CE). As imagens e sonoras sao de responsabilidade da produtora Morlima:
Foto Luiz Doro

Após três dias de disputas e nove regatas realizadas, a liderança na classificação geral é do cearense Gabriel Browne, o Biel. Em segundo lugar está o baiano radicado em Ilhabela (SP) Paulo dos Reis, o Paulão, seguido do australiano e decacampeão mundial Steve Allen.

Classificação do terceiro dia - após nove regatas (com 2 descartes)
1- Gabriel Browne (BRA) - 9 pontos perdidos (3+2+2+1+1+1+2+1+1)
2- Paulo dos Reis (BRA) - 19 (2+1+1+3+9+6+3+6+3)
3- Steve Allen (AUS) - 22 (8+7+3+2+2+2+25+4+2)
4- Miguel Martinho (POR) - 28 (5+6+4+5+3+3+4+7+4)
5- Wilhelm Schurmann (BRA) - 31 (1+4+25+25+7+5+6+2+6)
6- Victor Melo (BRA) - 32 (6+8+5+4+4+8+1+5+7)
7- Fábio Melo (BRA) - 33 (10+3+25+6+5+4+7+3+5)
8- Mathias Pinheiro (BRA) - 49 (7+10+6+7+6+7+8+10+8)
9- Kurosh Kiani (DIN) - 64 (9+9+8+9+8+12+25+11+10)
10- Wojtek Brozozowski (POL) - 64 (11+11+9+8+11+9+5+9+9)
O Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf, válido para a definição dos rankings da International Sailing Federation (ISAF), da International Windsurfing Association (IWA) e da International Formula Windsurfing Class (IFWC), é uma realização da Arrow Marketing. O apoio é da Associação Brasileira de Windsurf (ABWS), do Governo do Estado do Ceará e da Prefeitura Municipal de Fortaleza.

Mais informações no site oficial - http://www.windbrasil.com/
Giselle Soares - VSM Comunicação
Telefone: (85) 3456.6100

Por Roberto Pierantoni / piera@zdl.com.br

29 de outubro de 2010

Biel aumenta vantagem na liderança do Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf

Cearense vence duas das três regatas desta sexta-feira da competição realizada em Fortaleza e fica mais perto do bi

Fortaleza (CE) - Gabriel Browne, o Biel, 19 anos, não só manteve o primeiro lugar como aumentou a vantagem sobre os demais participantes do Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf, que acontece na raia montada em frente do Marina Park Hotel, em Fortaleza (CE). Nesta sexta-feira, o cearense venceu duas regatas e ficou em segundo lugar em outra das três realizadas, todas em uma raia de 5 Km.
Biel ainda mais líder
Agora, com um total de nove baterias disputadas com descarte dos dois piores resultados, Biel acumula nove pontos perdidos, dez a menos do que o segundo colocado na classificação geral, o baiano radicado em Ilhabela (SP) Paulo dos Reis, o Paulão. Em terceiro vem Steve Allen, com 22 pontos. "Estou em uma posição confortável. Mas não tem nada definido, pois ainda vamos encarar seis regatas até domingo", afirmou o vencedor do Wind Brasil 2009.

As duas vitórias de Biel nesta sexta-feira ocorreram na segunda e terceiras regatas, disputadas com ventos de 14 nós (25,95 Km/h) e 16 nós (29,65 Km/h), respectivamente. No primeiro triunfo, ele ganhou com o tempo de 16min16, após duelo acirrado com o catarinense Wilhelm Schurmann, segundo colocado. Paulão chegou em terceiro. Na prova seguinte, o cearense largou na frente, se distanciou dos concorrentes e cruzou a linha de chegada em 15min55, com larga vantagem.
Paulão, primeiro no ranking
Mais Ceará - Biel não foi o único cearense que brilhou neste terceiro dia do Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf. Victor Melo fez a festa da torcida local ao vencer a primeira regata de ponta a ponta (tempo de 15min58) em vento de 12 nós (22,24 km/h). "Usei uma estratégia diferente da maioria dos competidores, já que larguei em direção ao alto mar e os demais foram em direção da terra e acabou dando certo. Sem dúvida, foi um dia especial para mim", disse o vice-campeão mundial de 2006.
Victor cai durante competição
Victor Melo conta, durante a competição, com o apoio especial de seus pais, Vanley e Magda, e também do irmão mais velho Tarso, também velejador. Enquanto ele está batalhando no mar, os familiares ficam no píer do Marina Park Hotel torcendo por ele. "É um privilégio para poucos receber este carinho", afirmou o atleta, que ocupa a sexta posição na pontuação geral, com 32 pontos.

O único familiar próximo que não pôde expressar seu apoio a Vitor foi seu irmão mais novo. Fábio é um dos seus adversários e vem logo atrás (sétimo, com 33 pontos) na classificação do Wind Brasil 2010. "Nós sempre apoiamos um ao outro, mas nos campeonatos é cada um por si", afirmou o caçula. "Tive um bom dia. Agora, vou com tudo nas próximas regatas, pois pretendo ficar entre os cinco primeiros", emendou Fábio, vice-campeão mundial de 2007.

Ranking - O Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf é de vital importância para os brasileiros no que se refere à posição no ranking. Segundo os principais velejadores do País, uma boa colocação em Fortaleza (CE) os fará terminar o ano entre os primeiros colocados. É o caso de Paulo dos Reis, o Paulão, que está na liderança, com 277,50. "Minha meta aqui no Ceará é ficar entre os três melhores e, assim, terminar 2010 na ponta", avisou o baiano que mora em Ilhabela (SP).
Brozozowski e Schurmann
Já o objetivo de Wilhelm Schurmann, segundo colocado, com 263,50, é terminar o ano entre os três primeiros no ranking. "Muito provavelmente nenhum outro competidor me ultrapassará. Mas este evento oferece muitos pontos e é importante conseguir uma boa colocação, para abrir uma vantagem maior e virar o ano bem, já que o ranking da temporada só será definido em agosto de 2011, antes da Copa do Mundo, que provavelmente será realizada em Porto Rico", explicou o catarinense.

Apesar de estar na liderança do Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf, Biel disse não estar preocupado com o ranking, pois já avisou que não pretende participar da maioria das provas do calendário. "Estou me dedicando ao estudo e ao trabalho e só disputarei torneios pontuais. Por isso, não me importo com a posição que vou terminar o ano", revelou. Contudo, se sair vencedor em Fortaleza, ele deve terminar 2010 entre os cinco primeiros.
Martinho (PORT)
A competição brasileira também está sendo fundamental para as pretensões do português Miguel Martinho, quinto colocado no ranking. "Quero terminar o ano entre os três primeiros e, se me der bem aqui no Brasil, tenho boas chances de conseguir esta meta. O mais importante é que, apesar do nível técnico estar muito alto, tenho velejado bem e isso me deixa mais confiante", afirmou o representante de Portugal, que compete pela quarta vez no Ceará. Ele ocupa a quarta colocação no Wind Brasil 2010, com 28 pontos.
Família Melo
Classificação - após nove regatas (com 2 descartes)
1- Gabriel Browne (BRA) - 9 pontos perdidos (3+2+2+1+1+1+2+1+1)
2- Paulo dos Reis (BRA) - 19 (2+1+1+3+9+6+3+6+3)
3- Steve Allen (AUS) - 22 (8+7+3+2+2+2+25+4+2)
4- Miguel Martinho (POR) - 28 (5+6+4+5+3+3+4+7+4)
5- Wilhelm Schurmann (BRA) - 31 (1+4+25+25+7+5+6+2+6)
6- Victor Melo (BRA) - 32 (6+8+5+4+4+8+1+5+7)
7- Fábio Melo (BRA) - 33 (10+3+25+6+5+4+7+3+5)
8- Mathias Pinheiro (BRA) - 49 (7+10+6+7+6+7+8+10+8)
9- Kurosh Kiani (DIN) - 64 (9+9+8+9+8+12+25+11+10)
10- Wojtek Brozozowski (POL) - 64 (11+11+9+8+11+9+5+9+9)

O Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf, válido para a definição dos rankings da International Sailing Federation (ISAF), da International Windsurfing Association (IWA) e da International Formula Windsurfing Class (IFWC), é uma realização da Arrow Marketing. O apoio é da Associação Brasileira de Windsurf (ABWS), do Governo do Estado do Ceará e da Prefeitura Municipal de Fortaleza.

Mais informações no site oficial
Giselle Soares - VSM Comunicação

Por Roberto Pierantoni / piera@zdl.com.br

Confira o último dia do Billabong Isa World Surfing Games

Assista o que foi de melhor no último dia de prova do Billabong ISA World Surfing Games, onde a Seleção peruana sagrou-se campeã e a equipe brasileira contentou-se com o 4º lugar.

InnerSport

Bitang e K08 promovem desafio para watermans na Barra, RJ

O evento terá quatro modalidades dentro d`água

De 5 a 7 de novembro, a praia da Barra da Tijuca, mais precisamente o quiosque K08 (em frente ao número 900) recebe o Water Challenge Kitesurfing and SUP, evento criado com a intenção de unir em um campeonato diferentes modalidades. Serão quatro categorias: Kite Wave, Kitesurfing Regata, SUP Surf e Remada.
A modalidade kite wave - que abrirá o evento - terá baterias de 8 minutos cada valendo as duas melhores ondas surfadas. No sábado o SUP entra em cena às 7h - com direito a 20 minutos em cada confronto - seguido pelas baterias de Kite Wave e Regata às 14h.

No fim de tarde, para a confraternização de todos participantes, a Bintang House abrirá as portas no que promete ser mais um evento com muita gente bonita, boa música tendo como pano de fundo a Pedra da Gávea.

Domingo, último dia do circuito, as quatro categorias estarão na água para definir os campeões.Quem quiser encarar o desafio pode se inscrever no Quiosque k08 até dia 3/10. O valor da inscrição é R$100 e os inscritos podem competir em todas modalidades.

Quem participar do evento, além de concorrer a 10.000 reais em prêmios, tem chance de sair ganhando de várias maneiras: pranchas e passagens aéreas serão sorteadas, os três primeiros colocados de cada categoria ganham Kit Bintang e Surftech e Roupas de borracha Excel e o atleta que obter a maior pontuação somando os pontos das modalidades que participou, sai com o título “overall” waterman, ou seja, de vencedor do Water Challenge.

“A intenção foi reunir os amigos e pessoas que vivem ligados aos esportes de água e cultura de praia. Será uma grande confraternização!” contou André. Lembrando que o campeonato contará como a última etapa do ranking da SUP Rio.

Por Marcela Pimenta / MidiaBacana / www.midiabacana.com.br

Surfistas desbravam África do Sul durane a Copa do Mundo em documetário exibido pela MTV Brasil

Cássio Sanches, James Santos e Fernando Fanta estão no documentário Surf Afrika, da VBS.TV (Vice Brasil), que será transmitido em 01/11

São Paulo, outubro de 2010 - A MCD e a VICE Brasil lançam o documentário “Surf Afrika” que retrata a surf trip de Cássio Sanches, James Santos e Fernando Fanta na África do Sul durante o campeonato mundial de futebol. Enquanto os olhos de todos estavam nos gramados, o trio de surfistas profissionais da MCD buscou novos locais e experiências, passou pelas principais praias do país africano e também assistiu aos jogos. O documentário será exibido pela MTV BRASIL no dia 01/11 (segunda-feira), às 20h.
James Santos, Roberta Cajado, Fernando Fanta, Cassio Sanches, Tony Cebrian e Rudney Marcondes
“Surf Afrika” se deparou com as ondas de Jeffrey's Bay que vem de longe, perfeitas, quebrando para a direita e formando incríveis tubos. Sanches, Santos e Fanta surfaram em Umzumbe ao lado de adolescentes da região, que é considerada a pioneira sul-africana pós-apartheid no esporte – antes, negros eram proibidos de praticá-lo na África do Sul.
Laura Neiva e Chico Lowndes
O trio também se deparou com uma baleia em Oysters's Bay, assistiu a alguns jogos da seleção brasileira e passou por Ponta D'ouro (Moçambique). Tanto o surf quanto o futebol carregam sentimento e exigem dom, habilidade e técnica. Entre um tubo e um grito de gol, a MCD e a VICE querem sugar o lado humano da experiência. O ser torcedor, o estar solto no mundo, livre das amarras e sedentos pelo “novo” que cada dia propõe.
“Surf Afrika”é um documentário da VBS .TV, braço da Vice dedicado a produção de conteúdo audiovisual, produzido inteiramente pelo Brasil.

FICHA TÉCNICA
Titulo original: Surf Afrika
Ano de lançamento: 2010
Gênero: documentário
Realização: MCD e VICE
Duração: 35 minutos
Estréia: 01/11, segunda-feira, às 20h – MTV BRASIL
Reprise 01: 04/11, quinta-feira, às 16h00 – MTV BRASIL
Reprise 02: 06/11, sábado, às 18h – MTV BRASIL

Por Michele Dovoezem / MktMix Assessoria de Comunicação / michele.d@mktmix.com.br / www.mktmix.com.br

Brasil Surf Pro define os candidatos aos títulos brasileiros em Florianópolis

A histórica Praia da Joaquina é palco da penúltima etapa da temporada de 1 milhão de Reais

Está chegando a hora de conhecer os candidatos aos títulos brasileiros da temporada. Na quarta-feira, começa a penúltima etapa do Brasil Surf Pro 2010 na Praia da Joaquina, em Florianópolis (SC), onde em 1986 foi fundada a Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP). Nove surfistas vão brigar pela ponta do ranking liderado pelo potiguar Alan Jhones, mas na categoria feminina só duas meninas podem superar a atual campeã brasileira Suelen Naraisa na Ilha de Santa Catarina. No entanto, outros surfistas podem colocar seus nomes na lista dos que vão decidir os títulos na grande final do BSP 2010, nos dias 08 a 12 de dezembro na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ).
 Diana Cristina (PB), que venceu a etapa passada do Brasil Surf Pro 2010 em Buzios (RJ) e é a principal concorrente da líder do ranking feminino brasileiro
Este é o primeiro ano da Brasil1 Esporte na organização da Divisão Principal do Circuito Brasileiro, que foi criada em 2000 pela ABRASP. Além de implantar um novo formato de competição, para 64 atletas na categoria masculina e 16 na feminina, uma premiação recorde de 1 milhão de Reais foi dividida nas cinco etapas da temporada. A estréia foi na Praia de Itamambuca, em Ubatuba (SP), onde a defensora do título brasileiro, Suelen Naraisa, ganhou mais uma em casa, junto com o carioca Leonardo Neves.

A segunda parada do Brasil Surf Pro 2010 foi na Praia do Cupe, em Ipojuca (PE), com Suelen Naraisa mantendo a invencibilidade e o potiguar Alan Jhones assumindo a ponta do ranking com a vitória logo em sua segunda participação na divisão de elite do surfe nacional. O terceiro desafio rolou em Buzios e os dois se mantiveram na frente, mas os vencedores na Praia de Geribá foram o catarinense Jean da Silva e a paraibana Diana Cristina, que subiram para o segundo lugar nas tabelas de classificação.
Jean da Silva (SC) também venceu e a etapa de Buzios (RJ) e ameaça o líder do ranking brasileiro Alan Jhones
Com as vitórias, Jean diminuiu a diferença para Alan Jhones para 120 pontos. Já a índia Tininha agora está 50 pontos abaixo da paulista Suelen Naraisa e apenas 70 a frente da catarinense Juliana Quint, a terceira surfista com chances matemáticas de assumir a ponta do feminino na Praia da Joaquina. Já no masculino a briga envolve nove surfistas: o líder Alan Jhones, o vice Jean da Silva, o terceiro Hizunomê Bettero (SP), o quarto Leonardo Neves (RJ), o quinto Rudá Carvalho (BA), o sexto Márcio Farney (CE), o sétimo Pedro Henrique (RJ) e Renato Galvão (SP) e Heitor Pereira (SP), que dividem o oitavo lugar.
Troféu especial para os vencedores das etapas do Brasil Surf Pro 2010
TROFÉUS ESPECIAIS - Os troféus oferecidos aos vencedores das etapas do Brasil Surf Pro 2010 são especiais, fabricados com bambu laminado colado (BLC), tem pouco peso e alta resistência, além de seu caráter sustentável. Com design de Danilo Conti (www.designecologico.com.br), são produzidos pela Coopertim (http://coopertim.blogspot.com) com técnicas tradicionais de marcenaria.

Com a organização da Brasil1 Esporte, a preocupação ecológica e a educação ambiental ganharam destaque na Divisão Principal do Circuito Brasileiro. Implantou um Plano de Sustentabilidade nas etapas com várias ações sendo executadas no decorrer da semana. Na Praia da Joaquina não será diferente e o público também poderá participar das várias atividades programadas para a Ilha de Santa Catarina.

ECOENCONTRO - Uma das atrações será o ECOencontro apresentado pela Petrobras, na quarta-feira, 03 de novembro, no Centro de Convenções do Hotel Praia Mole Eco Village. As vagas são limitadas para as primeiras 150 pessoas que chegarem ao centro de convenções. A cerimônia de abertura será às 19 horas e Roberto Vámos, representante da ONG The Climate Project no Brasil, apresenta a primeira palestra, “Ameaça Silenciosa - impacto do aquecimento global e da poluição nos oceanos”.
Em seguida, o palestrante Glenn Subba, diretor da ONG Surfrider Foundation Brasil, que também atua como consultor ambiental do Brasil Surf Pro 2010, discursa sobre o “Programa de Sustentabilidade do BSP 2010 - Parcerias e Resultados”. E para finalizar, um debate com o tema “Desafios e oportunidades ambientais na Ilha de Santa Catarina”, com participação de Fred Leite (presidente da FECASURF), Julio Mudat (Consultor Ambiental da FECASURF), Roger Souto Maior (Presidente da ACES), Mario Pereira (Analista Ambiental ICMBio), Alexandre Castro (Instituto Ilhas do Brasil) e o surfista Guga Arruda.

O Brasil Surf Pro 2010 é realizado pela Brasil1 Esporte, com patrocinio da Petrobras, Skol e Hawaiian Dreams (HD), apoio da Azul - Linhas Aéreas Brasileiras, dos canais SporTV e Multishow, Editora Globo (Revistas Época e Época Negócios) e da TV Jam. O campeonato conta com recursos da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, organização da ABRASP (Associação Brasileira de Surf Profissional) e produção da MaxSports. Esta quarta etapa na Praia da Joaquina também conta com apoio da Prefeitura Municipal de Florianópolis, através da Fundação Municipal de Esportes, da FECASURF - Federação Catarinense de Surf, e da ASJ – Associação de Surf da Joaquina.
RANKING BRASIL SURF PRO – 3 etapas:
01: Alan Jhones (RN) – 2.130 pontos
02: Jean da Silva (SC) – 2.010
03: Hizunomê Bettero (SP) – 1.830
04: Leonardo Neves (RJ) – 1.800
05: Rudá Carvalho (BA) – 1.760
06: Márcio Farney (CE) – 1.660
07: Pedro Henrique (RJ) – 1.620
08: Renato Galvão (SP) – 1.530
08: Heitor Pereira (SP) – 1.530
10: David do Carmo (SP) – 1.500
10: Franklin Serpa (BA) – 1.500

RANKING BRASILEIRO FEMININO – 3 etapas:
01: Suelen Naraísa (SP) – 2.450 pontos
02: Diana Cristina (PB) – 2.400
03: Juliana Quint (SC) – 2.330
04: Taís de Almeida (RJ) – 1.860
05: Andréa Lopes (RJ) – 1.790

João Carvalho – Assessoria de Imprensa do BRASIL SURF PRO 2010 / Fotos Fabio Minduim (MaxSports)

André Teixeira, Jano Belo e Thiago Camarão avançam no Islas Canárias Santa Pro

A dobradinha brasileira entre André Teixeira e Jano Belo deu certo no evento seis estrelas Islas Canária Santa Pro. Teixeira terminou em primeiro lugar na bateria e Belo em segundo. O espanhol Carlos Marques ficou na terceira posição e o português João Guedes em último. 
La Santa, segundo dia / foto ASP
A competição começou em ondas de um metro e meio, sem ventos, pela manhã. Jano Belo entrou no primeiro heat do dia contra João Guedes (PORT), o brasileiro Andre Teixeira e Carlos Marques (ESP). O espanhol Carlos Marques não teve um bom desempenho, mas garantiu a terceira posição. O português João Guedes foi eliminado.


Thiago Camarão competiu no heat 15 contra o luso norueguês Yoackim Guichard, Robertson Gonçalves  (PORT) e Davey Cathels (AUS). Camarão terminou em primeiro lugar, acompanhado de Yoackim Guichard, que garantiu a segunda posição. O português Robertson Gonçalves foi eliminado.
A nota mais alta ficou para Jonathan Gonzalez (CNY) que realizou na ultima bateria do round 1 um score excelente de 17.50 pontos (um 9.17 e um 8.33).

Novas atualizações até o fim do dia. Acompanhe ao vivo o Islas Canárias Santa Pro

Fonte Surf Total / edição InnerSport

Vídeos-releases do Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf - Dias 1 e 2

Competição reúne, em Fortaleza, alguns dos melhores velejadores da modalidade do planeta

São Paulo (SP) - Estão disponíveis os vídeos-releases do primeiro e do segundo dias do Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf, que começou nesta quarta-feira e prossegue até domingo, na raia montada em frente ao Marina Park Hotel, em Fortaleza (CE). As imagens e sonoras, de responsabilidade da produtora Morlima, podem ser baixadas nos seguintes links:

1º DIA
http://www.morlima.com/videos/play.asp?item=videos&id_video=762

2º DIA
http://www.morlima.com/videos/play.asp?item=videos&id_video=763

Após dois dias de disputas e seis regatas realizadas, a liderança na classificação geral é do cearense Gabriel Browne, o Biel. Em segundo lugar está o baiano radicado em Ilhabela (SP) Paulo dos Reis, o Paulão, seguido do australiano e decacampeão mundial Steve Allen.
Classificação do primeiro dia - após três regatas
1- Paulo dos Reis (BRA) - 4 pontos perdidos (2+1+1)
2- Gabriel Browne (BRA) - 7 (3+2+2)
3- Miguel Martinho (POR) - 15 (5+6+4)
4- Wojtek Brozozowski (POL) - 16 (4+5+7)
5- Steve Allen (AUS) - 18 (8+7+3)
6- Victor Melo (BRA) - 19 (6+8+5)
7- Mathias Pinheiro (BRA) - 23 (7+10+6)
8- Kurosh Kiani (DIN) - 26 (9+9+8)
9- Wilhelm Schurmann (BRA) - 30 (1+4+25)
10- Sean O’Brien (AUS) - 31 (11+11+9)
Largada
Classificação do segundo dia - após seis regatas (com 1 descarte)
1- Gabriel Browne (BRA) - 7 pontos perdidos (3+2+2+1+1+1)
2- Paulo dos Reis (BRA) - 13 (2+1+1+3+9+6)
3- Steve Allen (AUS) - 16 (8+7+3+2+2+2)
4- Miguel Martinho (POR) - 20 (5+6+4+5+3+3)
5- Victor Melo (BRA) - 27 (6+8+5+4+4+8)
6- Fábio Melo (BRA) - 28 (10+3+25+6+5+4)
7- Mathias Pinheiro (BRA) - 33 (7+10+6+7+6+7)
8- Wilhelm Schurmann (BRA) - 42 (1+4+25+25+7+5)
9- Kurosh Kiani (DIN) - 43 (9+9+8+9+8+12)
10- Sean O’Brien (AUS) - 48 (11+11+9+8+11+9)

O Wind Brasil 2010 - Mundial de Formula Windsurf, válido para a definição dos rankings da International Sailing Federation (ISAF), da International Windsurfing Association (IWA) e da International Formula Windsurfing Class (IFWC), é uma realização da Arrow Marketing. O apoio é da Associação Brasileira de Windsurf (ABWS), do Governo do Estado do Ceará e da Prefeitura Municipal de Fortaleza.

Mais informações no site oficial - http://www.windbrasil.com/
Giselle Soares - VSM Comunicação

Por Roberto Pierantoni / piera@zdl.com.br 

Oxbow Wave Sliders, evento mundial da ASP para longboards, tem início amanhã (30)

Os brasileiros Amaro Mattos, Picuruta Salazar e Eduardo Bagé, até o momento, são os atletas confirmados para participarem do evento. O australiano Nat Young, convidado especial da Oxbow, é outro fera do longboard mundial presente na abertura do Wave Sliders .
O evento será na Praia de Makaha, na ilha havaiana, costa oeste de Oahu, onde os melhores longboards do mundo vão disputar o Oxbow ASP World Longboard Championships, com início previsto para amanhã (30) e término em sete de novembro.

O local  de Makaha, Kai Sallas, 29 anos, competirá no quintal de sua casa. "É sempre bom competir praticamente dentro de sua casa", disse Sallas. "Você pode dormir na sua própria cama, comer sua própria alimentaçao, ao contrário dos visitantes que sempre têm que se adapatar, além da grande vantagem que é conhecer a onda mais do que os outros surfistas", finaliza. 
Kai Sallas
Sallas, que venceu o último Oxbow ASP, nas Maldivas, no ano passado, entra no Oxbow ASP World Longboard Championships confiante da sua última vitória, Sallas também sente que a onda de Makaha tem seu estilo. "Adoro aquela onda e eu acho que é feita para longboard. É longa e não é oca, e dá muita velocidade para trabalhar.


Mais informações ASP World Tour ou ASP North America

Fonte ASP / Edição InnerSport


28 de outubro de 2010

Surf TV inaugura a alta definição na sua telinha com imagens de Ponta Negra

A partir de agora vários vídeos produzidos pela Surf TV terão qualidade HD. Basta escolher na barra que define a qualidade em que seu vídeo será exibido o padrão "720p HD". Você poderá assistir: vídeos em tela cheia sem perder a definição de cor, imagem e som.
A Surf TV mais uma vez mostra que está sempre preocupada em exibir o melhor padrão de imagens com equipamentos de ponta no mercado mundial de vídeo produção.

A alta definição traz para sua casa em todos os detalhes: a beleza de viver na cultura surf a busca por lugares paradisíacos, águas cristalinas, ondas perfeitas, as cores de um pôr do sol, tudo sem perder o brilho real que tiveram aqueles momentos.
E ainda entra em ação a super câmera lenta com detalhes minuciosos das manobras executadas pelos surfistas. No vídeo pode-se conferir o primeiro vídeo em HD gravado pela Surf TV em Ponta Negra com aéreos insanos de Dejackson Paulino, Lucas Pires, Gil Ferreira e outras feras. As melhores imagens de uma cultura surf em HD é só na Surf TV.

Fonte SurfGuru

...Lost lança coleção de Surfskates com Matt Biolos, o Mayhem

A marca californiana de surfwear e streetwear ...Lost, acaba de lançar a série especial ...Lost Surfskates. Criado pelo fundador da ...Lost e um dos shapers mais respeitados do mundo, Matt Biolos, o Mayhem. Ele chega ao Brasil, dia 05 de novembro, para lançar os modelos dos shapes de skate inspirados diretamente em pranchas de surf que levam o mesmo nome.
O primeiro é o Round Nose Fish, um dos modelos de pranchas Fish mais populares de todos os tempos. O design da lixa imita as pranchas com a longarina e toda a linha vem com os trucks invertidos, próprios para carving e as rodas ...Lost. O formato das rodas, mais largas nas extremidades, dá bastante aderência nas rasgadas.
Esse skate pode ser chamado de “skate compacto”, pois cabe em qualquer espaço de armários e compartimentos de bagagens das cabines de avião. Tem a distância ideal entre as rodas e o shape, tornando-o muito bom para zig-zags em calçadas movimentadas. Diferente de muitos, esse shape é largo, sendo possível andar com os dois pés sob ele, com segurança.

O segundo modelo é o Rocket, considerado um fenômeno de vendas na linha de pranchas de surf. É um modelo clássico, um pouco mais aerodinâmico que o Round Nose Fish, mas com os mesmo trucks e as mesmas rodas.
Conta com um design bem excêntrico, e é também influenciado pelos boardshorts com abridores de garrafa; há um abridor de garrafas estrategicamente posicionado nele. De uma maneira geral , é um skate bem divertido.

Já o terceiro modelo, Pelagic Fish, provavelmente é o mais diferente da linha, com características bem radicais: conta com um outline ousado e uma rabeta super swallow, o que dá uma noção de porque é chamado de Pelagic Fish. Esse board permite que o pé inteiro caiba no skate, com os trucks invertidos e as rodas ...Lost.
Um foguete com um concâve profundo combinado com um desenho fora de série, esse skate pede para ser usado agressivamente. Em curvas, carvings e também em calçadas.

Outro modelo, Blunt, pode ser considerado o mais exótico skate da linha. Trata-se de um foguete com um concâve profundo e uma largura extra que permite que pé inteiro fique dentro do shape, muito bom para fazer carvings nas ruas. As rodas ...Lost, mais largas nas extremidades, permitem boas rasgadas em curvas e pequenas skateparks.
Influenciado pelo legado dos boardshorts da marca, o modelo Scorcher, tem um design diferenciado, mais largo no meio, tem um concâve profundo. Isso o torna bem aerodinâmico, com tail gradual, não muito grande, proporcionando maior flexibilidade ao descer as ladeiras. Desenhado para fazer longas curvas auxiliado pela mobilidade e curvatura.

Esse é o primeiro skate que vem com as rodas Scorchers, que são um pouco maiores e mais macias que a roda ...Lost.

O último modelo é o Mini Gun, tem um desenho bem intenso, criado pela lenda Roy Gonzalez, desenhado para carvings em alta velocidade. Trata-se de uma reprodução do formato das pranchas Mini Guns usadas em Teahupoo e Pipeline. E, apesar de tamanho (maior) e ter um formato de Gun, não significa que não consiga frear, caso precise. É, provavelmente, o mais tradicional da linha ...Lost Surfskate.
Cronograma Mayhem no Brasil:
Dia 07 de novembro: Ação de lançamento de skates no Campeonato de Surfskate no Parque da Marinha em Porto Alegre – RS.
Dia 08 de novembro: Coquetel de lançamento de skates na loja Boards´co no Arpoador, Rio de Janeiro. Presença do atleta Eric de Souza.
Dia 09 de novembro: Mayhem segue para Camburi - SP (fábrica de pranchas) para encomendas especiais de prancha.

Campeonato de Surfskate
Dia: 7 novembro
Local: Parque do Marinha - Porto Alegre
Formato: Slalon e Air show
Slalon: Quem percorrer o circuito de cones em menos tempo vence.
Air Show: Melhor manobra de aéreo vence

Para encomendas especiais de prancha através do site:
www.lost.com.br/mayhem10www.lost.com.br

Por ...Lost Surfskate /