.

.

3 de outubro de 2016

Meia Maratona Internacional Subway abre inscrição

Aproximadamente dois mil atletas já confirmaram presença na prova que acontece dia 20 de novembro, na capital catarinense / Foto Divulgação/Foco Radical
Restando quase dois meses para a realização da 12ª Meia Maratona Internacional Subway de Florianópolis, a procura por vagas para uma das principais provas de corrida do país é grande. Até o momento, quase dois mil atletas já confirmaram presença no evento que será realizado dia 20 de novembro, com largada na Avenida Beira-Mar Norte para os percursos de 5km, 10km e 21km. Como tradicionalmente tem ocorrido ao longo dos últimos anos, a prova tem largara e chegada na Praça do Sesquicentenário para todos as distâncias. Os atletas que optarem pela distância de 21km (Meia Maratona) largam às 7h, enquanto os corredores de 5km e 10km largam às 7h30. Para aqueles que ainda não confirmaram presença, as inscrições estão abertas.

Sobre os percursos, a prova não conta com nenhuma alteração significativa com relação aos últimos anos. Os mapas de cada distância já estão disponíveis. Considerada uma das Meias mais fortes do país, a prova de Florianópolis tem reunido milhares de corredores nas ruas da capital catarinense. Por ser uma prova com altimetria plana em quase 100% do percurso, o evento catarinense atrai alguns dos melhores fundistas do mundo e nos últimos anos o domínio tem sido dos africanos. Em 2015, Paul Kimutai, do Quênia, e Magdalena Shauri, de Tanzânia, foram os vencedores da Meia Maratona Internacional Subway de Florianópolis. Inclusive, foi na última edição que Kimutai emplacou o recorde da prova ao fechar os 21km em 1h04min11seg. Entre as mulheres a melhor marca pertence a outra tanzaniana, Mamwe Dadhila, que em 2014 cravou 1h14min27seg.

Por Danilo Caboclo 

Quiksilver no mercado e-commerce no Brasil

E-commerce Quiksilver Brasil O Grupo Quiksilver, detentor das marcas Quiksilver, Roxy e DC Shoes, expande sua atuação de varejo no Brasil e lança o seu mais novo canal de vendas. Quiksilver e Roxy ganham lojas virtuais para atender os consumidores aficionados pelo mundo digital e que curtem o lifestyle dos boardsports. Os clientes espalhados por todo país agora poderão comprar os produtos com a facilidade dos tempos modernos em qualquer parte do Brasil.
A expectativa é que o negócio represente cerca de 7% em seu terceiro ano de operação, comparado com a representatividade das vendas em lojas físicas. "Sabemos o quanto nossos consumidores navegam pelo mundo digital e acreditamos que colheremos grandes frutos com esta nova investida do Grupo Quiksilver no Brasil. Este novo canal de vendas não apenas nos permitirá atender consumidores de qualquer parte do país com todo nosso portfólio de produtos, como também abrirá um novo canal de comunicação com nosso público consumidor, onde poderemos entender melhor o perfil de consumo de cada cliente e medir de forma mais inteligente e dinâmica o retorno dos investimentos proporcionados pelo universo digital", declara Gustavo Belloc, Diretor Geral da Quiksilver no Brasil.
Esta nova investida da empresa faz parte do contínuo processo de expansão do Grupo, que em 2016 iniciou seu projeto de franquias, com abertura de novas lojas entre próprias e franqueadas.

Por Daniela Vinci

21 de setembro de 2016

Coleção verão 2017 Maresia traz o conceito da superação

O ser humano é um bicho extremamente competitivo, mas o grande lance do esporte não é você ganhar do outro, e sim ganhar de si mesmo e buscar o seu melhor. É aquele 1 km a mais que você corre quando as pernas já não aguentam dar nem mais um passo. É aquele 360º que você finalmente acerta em total exaustão. É aquela vaca que você leva sem dó, mas seu amor pelo mar é tão inexplicável, que no dia seguinte você está lá, ansioso pela próxima onda. Seu corpo fica barganhado, se esforçando para te deixar no mesmo lugar. Ele diz: ei, pega leve, deixa para amanhã. O corpo quer parar, mas a sua mente é incansável. Ela diz: continua, você consegue, tenta de novo. Isso porque sua mente quer sentir o sabor da superação, te levar a lugares jamais imaginados e te fazer evoluir, te fazer sublime.  A nova coleção verão 2017 Maresia, SublimeAção, traz essa garra do esporte em seu conceito, com peças confortáveis para você vestir dentro e fora do mar.

Por que SublimeAção?
Nossa inspiração veio deFreud, do que ele chama de sublimação. Trata-se de um processo psíquico onde nossos impulsos e desejos não aceitos pela sociedade são transformados em algo socialmente interessante. Um bom exemplo é o artista, que expressa seus sentimentos reprimidos sobre a tela e cria obras de arte magníficas. Ou um músico que transforma sua tristeza em melodia. Ou um lutador que extravasa seu stress no ringue. Estudar esse processo psíquico nos deu base para construir outra ideia sobre extravasar. Por que reprimir? Por que esconder? Defendemos a originalidade, a espontaneidade, a liberdade de você mesmo, sem medo. Foi daí que nasceu o nome SublimeAção, que são as ações sublimes do cotidiano que te tornam melhor. Traduzimos esse conceito em um manifesto artístico e criamos um vídeo que passa toda essa ideia da nova coleção verão 2017 Maresia. Vamos conferir?

Manifesto
Darwin defendeu a evolução das espécies.
Seres que foram se modificando geneticamente para se adaptar e sobreviver.
Eu defendo uma evolução que vem da minha vontade de ser melhor. Sublime.
Faço parte desta espécie, que gera evolução com novas atitudes.
Atitudes que trazem movimento e superam barreiras.
Que experimentam o novo sem medo de errar.
Afinal, errar é esperar com paciência por aquele segundo onde, finalmente, acerto a manobra.
É seguir em frente, mesmo quando a vontade é fugir.
É ser livre, mesmo quando o mundo tenta nos prender.
É encarar a vida de frente e contar para ela que, não importa o tamanho onda,
Quando ela quebrar, eu estarei inteiro.
Sublime. Ação.

Por Fábio Maradei

HB cria óculos inspirados em pranchas clássicas

O surfista profissional Terry Fitzgerald fundou a empresa em 1971 com um só produto: pranchas de surfe inovadoras, com designs que refletiam sua experiência sobre as ondas. Para comemorar seus 45 anos de sucesso no desenvolvimento de produtos e tecnologias, a marca visita suas raízes, inspirando-se em boards clássicos da história da HB para criar três novos óculos de sol.Os lançamentos Epic, Thruster e Monster Fish, parte da coleção RE_EVOLUTION III, têm foco ultraesportivo, com frontal curvado para facilitar a adaptação ao rosto e garantir estabilidade durante a prática de esporte. O destaque vai para o modelo Epic, com ponteiras em borracha que permitem um ajuste ainda mais perfeito. Como toda a linha de óculos da HB, o Epic, o Thruster e o Monster Fish, são fabricados de acordo com os mais altos padrões de sustentabilidade na única fábrica do Brasil que possui certificação da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Por Daniela Vinci

14 de setembro de 2016

Neste sábado o Guarujá celebra o 'Rip Curl Planet Day’

Foto Silvia Winik/2015
Um dia de muita conciência voltado ao meio-ambiente, preservação das regiões costeiras e oceanos será a pauta deste sábado, no Guarujá, durante o "Rip Curl Planet Day", um evento global que marcará a defesa da natureza num todo. A data coincide com o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias, realizado todo o terceiro sábado de setembro. Cerca de 100 pessoas, entre colaboradores e familiares da marca, trabalhadores do Hotel Jequitimar e membros da comunidade local, participarão da atividade, que tem como grande destaque o recolhimento de microlixo das areias.

O encontro será realizado na Praia de Pernambuco, na Escola de Surf Cia Surf/Rip Curl, em frente ao Hotel Sofitel Jequitimar. A coordenação será do Instituto Gremar – Pesquisa, Educação e Gestão de Faunas. Todos estarão reunidos às 9 horas, para o início da limpeza às 10h. Na sequência, das 11 ao meio-dia, será promovida uma confraternização, com aulas de iniciação ao surf, próximo ao “Mar Casado” e mesa de frutas, oferecida pelo Jequitimar. “Quem já surfa, ficará no Canto Esquerdo curtindo as ondas”, ressalta Fernando Gonzalez, do marketing da Rip Curl, acrescentando que também será realizada a distribuição de mudas nativas da região à comunidade. “Em todas as nossas ações promovemos a interação com entidades sérias da região onde estamos atuando com ações socioambientais”, comenta.
Foto Silvia Winik/2015
Ele destaca que o Rip Curl Planet Day é aberto a todos os interessados. “Quem quiser participar, basta se manifestar. Essa é uma ação voluntária”, diz. “Essa é uma celebração que ocorrerá nos Estados Unidos, Europa, na França, Indonésia, Austrália e aqui no Brasil, onde temos a nossa sede. Escolhemos o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias, por estarmos alinhados com a mesma proposta”, explica Fernando. Para um envolvimento maior na ação, os colaboradores, incluindo o CEO da marca no Brasil, Felipe de Paiva Silveira, conheceram as instalações do Gremar, recebendo informações da equipe, formada por médicos veterinários, biólogos e oceanógrafos. “A ideia foi envolver o pessoal, conhecer esse trabalho sério e exemplar para que todos estejam ainda mais motivados no sábado e saibam da importância da defesa de nossas praias e rios”, relata Fernando Gonzalez.

Antes do recolhimento do microlixo das areias da praia de Pernambuco, o Gremar fará uma orientação aos participantes e distribuirá a ficha de catálogo dos resíduos. Os dados serão compilados e enviados para o site da ONG norte-americana Ocean Conservancy, que fará um relatório global, servindo de base para a Conferência do Meio Ambiente da ONU. O Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias foi criado em 1986 pela Ocean Conservancy, numa das mais importantes ações globais de conscientização sobre os problemas gerados pelos resíduos sólidos nas zonas costeiras. Hoje, envolve mais de 120 países e no Brasil, ocorre desde 1997. Para saber mais sobre as ações da Rip Curl siga as redes sociais da marca no Brasil no Instagram - @ripcurl_brasil, quanto no Facebook - @ripcurl.

Por Fábio Maradei

13 de setembro de 2016

Se quebrar, ele arruma!


O protesista e ortesista alemão Ricky Benzing, um dos diretores do Instituto de Prótese e Órtese de São Paulo, está novamente nos Jogos Paralímpicos. E não é para competir. Ele foi convidado a dar suporte aos atletas que tenham problemas em suas próteses, órteses e cadeiras de rodas durante a competição no Rio de Janeiro. Reconhecido internacionalmente por suas especializações na área de reabilitação, Benzing – que mora no Brasil há mais de quatro anos, foi convidado a participar como expert na oficina de próteses e órteses do Comitê Internacional Paralímpico (IPC). Em 2012 ele esteve nos Jogos de Londres e no ano passado em Toronto, nos Jogos Panamericanos.

“É uma grande honra ser convidado mais uma vez a fazer parte de um time internacional de profissionais e poder ajudar os atletas, especialmente aqueles que não têm patrocínios individuais e contam com esse trabalho na Vila Olímpica. É um trabalho árduo mas muito gratificante”, explica o profissional que já atuou em diversos países da Europa, Américas do Norte e do Sul nas últimas duas décadas. “Estou muito feliz com essa nova oportunidade. Em Londres realizamos cerca de dois mil reparos e sei que será intenso também no Rio. Mas o melhor de tudo é receber um atleta na oficina após a competição com uma medalha para comprovar um serviço bem feito e uma bela conquista”, conclui Ricky Benzing do IPO, que nesses primeiros dias do Paralimpíadas atendeu diversos atletas brasileiros e estrangeiros.

Por Michele Barcena

12 de setembro de 2016

Seja um franqueado Quiksilver

A Quiksilver inaugura mais uma franquia no Rio de Janeiro. O grupo possui cerca de 900 lojas próprias e franquias espalhadas pelo mundo. No Brasil, conta com três unidades próprias localizadas em São Paulo e no Rio de Janeiro. Em 2015 a empresa iniciou no Brasil o seu projeto de expansão em franquias e continua colhendo os frutos. A marca possui uma loja em Porto Alegre, uma São Paulo e duas no Rio de Janeiro. A de Copacabana é a terceira loja na cidade carioca, que teve a sua inauguração no dia 12 de setembro.

"Buscamos abrir em Copacabana para consolidar a marca na zona sul do Rio, pois sabemos que é um dos públicos trendsetters para esse mercado no país inteiro", afirma Paulo Schwarz, Gerente de Varejo do Quiksilver no Brasil. Os investimentos iniciais do projeto de franquias da Quiksilver variam de R$350 mil a R$ 600 mil, conforme os diferentes formatos, com retorno de capital que varia de 24 a 36 meses. Outras aberturas já estão programadas até o final de 2016 e o grupo busca parceiros em regiões do Brasil com grande potencial, como Centro-Oeste e Nordeste do país. Para obter mais informações sobre franquias envio seu e-mail.

Por Daniela Vinci

Produtos “The Search” 2017

A nova coleção de verão da Rip Curl tem no “The Search” a sua inspiração. Foi desenvolvida em três principais temas, os seus campeões mundiais, Gabriel Medina e Mick Fanning, e o Surf Craft, todos compondo os produtos do “The Search”, o emblemático projeto da marca, que leva seus surfistas na busca pelas melhores ondas do planeta. Os três principais temas da coleção são criados para atender os surfistas em busca das melhores condições para o surf na época mais ensolarada do ano.

Foi pensando neles que a Rip Curl também desenvolveu para esse verão os modelos "Destination" de camisetas inspiradas nos locais onde o Projeto The Search vem levando os atletas da equipe no último ano e que contam, através de suas estampas exclusivas, um pouco dessa filosofia intimamente ligada à criação da marca.

Pode ser encontrado a linha de produtos Gabriel Medina. A linha Mick Fanning. E a linha Surf Craft que chega com peças que remetem a criação do surf e da própria Rip Curl. A coleção de verão também conta com uma linha completa de bermudas água. Além disso a Rip Curl traz uma nova coleção de bermudas boardwalk, que são "hibridas" e desenvolvidas com corte de alfaiataria.
As garotas também estão no The Search e foi pensando nisso que a coleção de verão feminina foi desenvolvida. A linha My Bikini é o passaporte para a busca da onda perfeita e para um verão sem fim.

Conheça tudo no aqui

Por Fábio Maradei

5 de setembro de 2016

Boas disputas marcam a abertura do 31º Campeonato Brasileiro de Dingue

Disputas acirradas marcaram a segunda-feira em Jurerê / Foto Ermínio Nunes/ICSC
Após um dia de espera o vento finalmente apareceu em Florianópolis e o 31º Campeonato Brasileiro de Dingue teve início na segunda-feira (5), em Jurerê. Com ventos de quadrante norte variando de 8 a 12 nós, foram realizadas três regatas na Sede Oceânica do Iate Clube de Santa Catarina, em raia montada próximo à Ilha do Francês, com o equilíbrio ditando o ritmo da competição. Completadas as três regatas desse primeiro dia quem aparece na ponta é a dupla pernambucana Leonardo Almeida e Miguel Andrade, representando o Cabanga Iate Clube. Somando 1º, 2º e 3º, os pernambucanos somam seis pontos perdidos.

Tetracampeão brasileiro da Classe Dingue, Fabio Ramos, representante do Iate Clube de Santa Catarina, aparece na segunda posição, apenas dois pontos atrás dos líderes. Velejando ao lado do proeiro David Ventura, o catarinense gostou do nível da competição e segue confiante para o último dia de regatas, nessa terça-feira. “O dia foi muito bom. Tivemos regatas de qualidade e o tempo ajudou bastante. Começamos bem e estamos na briga pelo título. Acredito que amanhã (terça) teremos mais três regatas e tudo está bem aberto ainda”, comentou o timoneiro Fabio Ramos, velejador do Iate Clube de Santa Catarina.

Em terceiro lugar na classificação geral, a dupla Amanda Arcari e Tina Boabaid fez três excelentes regatas, vencendo inclusive a segunda do dia. Com 13 pontos perdidos, as catarinenses lideram a categoria Feminino. Com o término das regatas dessa segunda-feira, resta apenas mais um dia para a definição dos campeões do 31º Campeonato Brasileiro da Classe Dingue e a expectativa da Comissão é de que sejam realizadas mais três regatas para encerrar o campeonato. “Tivemos um dia com boas regatas nessa segunda cada uma sendo realizada em diferentes condições. O nível técnico da flotilha está bem equiparado. Vamos tentar realizar mais três regatas nessa terça para encerrar o evento da melhor maneira possível”, explica Ricardo Navarro, Presidente da Comissão de Regatas. Os resultados completos estão disponíveis no site do ICSC.

Por Danilo Caboclo

Corredores superam chuva e vento no 13º Revezamento Volta de São Francisco

Clube de Corrida Formacco venceu na categoria Feminina /  Foto Christian Mendes/Foco Radical
Considerado um dos principais adversários dos corredores em provas de trail run, o sol não deu as caras nesse sábado em Santa Catarina. Aliás, foi a chuva que ditou o ritmo do 13º Revezamento Volta de São Francisco e o que para a maioria dos eventos esportivos pode ser um fator de dificuldade, para os quase 800 atletas foi um aliado, e ao mesmo tempo um desafio em alguns trechos. Desde a largada a chuva e o vento foram o cenário para as equipes enfrentaram os 90km ao longo da 3ª cidade mais antiga do país. Divididos em trios e sextetos, os atletas largaram próximos ao Mercado Público, enfrentando trechos de asfalto, trilha e praia. O vento apertou em alguns momentos dificultando a vida dos atletas, enquanto a chuva ajudava nos percursos mais rápidos devido ao clima agradável, mas pressionando os corredores nos trechos de areia, exigindo bastante esforço dos competidores.

De Curitiba, a equipe Meninos Três Trinta completou o percurso em 5h42min44seg, ficando com o título geral do 13º Revezamento Volta de São Francisco. Apesar do longo percurso, de 90km, a prova foi decida em diferença de segundos, com os também curitibanos da Dione Performance completando em 5h43min09seg. O resultado deu a equipe o título da categoria Aberta. Terceiro lugar geral e vice-campeão na Aberta, a equipe de Bombinhas (SC) ABA veiou logo na sequencia com 5h43min18seg, apenas nove segundos atrás. Apenas 34s separaram o primeiro do terceiro colocado. Nas demais categorias ficaram com os títulos as seguintes equipes: Equipiaza – Curitiba (Aberta Mista), Clube de Corrida Formacco – São José (Feminina), Street Runners São Chico – São Francisco do Sul (Francisquense), V8 Teranos – Curitiba (Veterana), As Mandalas – Curitiba (Trio Feminino), BPM Trail 1 – Curitiba (Trio Masculino), Furukawa Trio Misto – Curitiba (Trio Misto) e ARS Running Os Velinhos – Curitiba (Trio Veterano).

Por Danilo Caboclo

3 de setembro de 2016

Chilli Beans lança sua coleção de roupas

A Chilli Beans abre mais uma linha de produto que será lançada na próxima terça-feira (6). A famosa Pimeta, logo da marca, agora estará estampada em roupas e para celebrar a nova frente, diversas atrações como DJ´s, Barber Shop, Make&Hair e roleta de prêmios acontecerão na Flagship Store, localizada na rua Oscar Freire. A coleção é desenvolvida pela BE RED, que também é responsável pela gestão de outras marcas famosas. Para as primeiras trinta pessoas que comprarem uma peça no lançamento, ganharão um par de convites para o Bloco da Preta, que acontecerá no mesmo dia, a partir das 23h, na Áudio Club, em São Paulo.


A coleção vai estar à venda na Flagship Store da Chilli Beans, localizada na rua Oscar Freire, 1.072 - São Paulo, no e-commerce da marca e em multimarcas de todo o país.

Por Gabriela Schwartz

23 de agosto de 2016

13º Revezamento Volta de São Francisco será em setembro

Tradicional prova de revezamento está marcada para o primeiro final de semana de setembro, em São Francisco do Sul / Foto Gabriel Heusi
A Cidade mais antiga do estado catarinense, em Santa Catarina, a bela São Francisco do Sul recebe no primeiro sábado (3) de setembro o 13º Revezamento Volta de São Francisco, considerada uma das principais provas do gênero no país. Com 90km de percurso, o desafio tem início ao lado do Mercado Público e ao longo de todo trajeto passa por praias e trilhas, com belas paisagens de fundo acompanhando os atletas. Serão quinze trechos com as mais diversas dificuldades e distâncias para as categorias Aberta A, Aberta B, Aberta Mista, Trio Masculino, Trio Feminino, Trio Misto, Trio Veterano, Feminina, Veterana e Francisquense, sendo que as equipes podem ser compostas por seis ou três atletas. Em 2015, a equipe curitibana Nossa Saúde foi a campeã geral da prova com 5h30min04seg. Entre todos os trios, os mais rápidos foram, os também curitibanos, JBA Imóveis Dione Performance, na categoria Mista, com 5h52min27seg, ao longo dos 90km em torno de São Francisco do Sul.

Por Danilo Caboclo